domingo, 17 de agosto de 2008

A " bête noire" de Jesualdo

Os confrontos entre Jesualdo e Paulo Bento já começam a ser previsíveis, infelizmente: desde que Jesualdo comanda o FCP, somamos 1 vitória, 1 empate e 5 derrotas perante o SCP de Paulo Bento; 2 golos marcados e 9 sofridos. Já começa a dar a impressão de que se calhar é mais do que coincidência...

A vitória do SCP ontem foi totalmente justa, a meu ver. Quase que me apetece dizer que ganhou a única verdadeira equipa que apareceu em campo, já que do lado do FCP vi apenas um conjunto de jogadores.


Tudo começa com o mar de equívocos que é este meio-campo: a saída de Paulo Assunção já no fim da época passada dava ao menos muitas semanas para que se ponderasse e ensaiasse a sua substituição, sendo esta uma posição tão crucial. No entanto, vejo por exemplo que se gastou 5,5 milhões em 50% do passe de mais um avançado (sem que tenha saído nenhum) enquanto se fez poupanças para a posição de nr 6, apostando-se num jovem suplente do St. Étienne que nem sequer parece ter qualquer rotina para a posição. O resultado é um meio-campo totalmente disfuncional da primeira vez que nos aparece uma boa equipa pela frente que nos tenha estudado por mais de 5 minutos...

Penso que Guarín poderá eventualmente ter futuro (como tantos outros jovens), até porque ainda é muito jovem e chegou agora ao FCP. Mas precisávamos de um bom trinco para já, não para daqui a 1 ou 2 épocas... além de que me parece que Guarín dificilmente dará em bom trinco, sendo muito mais talhado para médio interior. A ver vamos.

Mas se o meio-campo não funcionou (Lucho razoável, Meireles muito mal na 1a parte e melhor na 2a, Guarín "às aranhas"), a defesa esteve ainda pior (todos eles estiveram mal, começando pelos mais experientes como B Alves e P Emanuel; dito isto, do quarteto Sapunaru terá sido o pior e Benitez o menos mau); e no ataque Farías mais parecia um herói de banda-desenhada, nomeadamente o 'Homem invisível", com Lisandro perdido não-se-sabe-bem-onde (a aposta em "falso" extremo não resultou, penso que com bastante mérito do SCP).


Não havendo pois qualquer chama, nem fio-de-jogo (muitas bolas perdidas... aliás, não conseguimos criar perigo em nenhuma jogada colectiva durante o jogo inteiro), nem segurança defensiva, o resultado acaba por ser plenamente justo perante um SCP inteligente (e em bem melhor forma fisicamente do que o FCP, neste momento) e que está mais forte do que no ano passado (ao contrário do que penso se passar no FCP). E o que mais me preocupa é que os jogos com SCP e slb estão aí à porta para o campeonato.

Uma última palavra para as ausências: Liedon e Vukcevic no SCP; Quaresma, Tarik e Mariano no FCP. Todos por impedimento, excepto Quaresma que ficou de fora por opção (da SAD ou de JF, cada um que tire o seu julgamento).
Bem, quem se dá ao luxo de deixar um Quaresma de fora por opção (e ainda mais quando tinha outros dois extremos lesionados) não se pode queixar do que quer que seja na hora da derrota...

Destaque positivo

Candeias - entrada auspiciosa, com "ganas", velocidade e talento. Merece mais oportunidades.

Destaque negativo

Jesualdo Ferreira - já são jogos a mais contra o SCP em que perde a batalha táctica

31 comentários:

miguel87 disse...

Está provado: Assunção era mesmo, senão o melhor, o mais importante, jogador do Porto! E agora Jesualdo??

José Correia disse...

«ganhou a única verdadeira equipa que apareceu em campo, já que do lado do FCP vi apenas um conjunto de jogadores»

Inteiramente de acordo.
De tudo o que de mau se viu ontem do lado do FC Porto (e foi muita coisa), o pior foi a falta de mecanismos que a "equipa" denotou, quer a defender, quer a atacar.

José Correia disse...

«a saída de Paulo Assunção já no fim da época passada dava ao menos muitas semanas para que se ponderasse e ensaiasse a sua substituição»

A saída do Paulo Assunção era previsível há muitos... meses!

Supostamente, a FCP SAD acautelou e investiu largos milhões de euros em jogadores que seriam uma boa alternativa ao Paulo Assunção, quando este saísse do FC Porto.

Há um ano atrás, a SAD gastou mais de 2 milhões de euros em Bolatti, que foi apresentado pelo JOGO como um jogador elogiado por Maradona e futuro titular da Selecção Argentina...

Há uns meses atrás, a SAD gastou 3,2 milhões de euros em Tomás Costa, que o próprio Pinto da Costa disse na SIC ter sido contratado já a prever a saída de Paulo Assunção.

Quem enganou Pinto da Costa?
Foi alguém dentro da SAD ou um dos novos empresários FIFA com quem a SAD tem feito as últimas contratações?

Já agora, alguém sabe quem foram os empresários envolvidos nas contratações de Bolatti, Tomás Costa e Benitez?

José Correia disse...

«além de que me parece que Guarín dificilmente dará em bom trinco, sendo muito mais talhado para médio interior»

Acredito nas potencialidades do Guarin, que se for bem trabalhado e tiver cabeça, poderá dar um bom Nº 8.

Não vejo que o Guarin tenha características para ser um bom Nº 6. Já o escrevi N vezes (e até fiz um artigo sobre isso).

Ontem, conforme era previsível, Guarin andou completamente perdido dentro do campo, sem saber o que fazer.
Não "limpou" a zona à frente dos defesas-centrais, não compensou/apoiou eficazmente os laterais, não o vi a cortar as linhas de passe dos jogadores sportinguistas, que trocavam a bola entre si à vontade no meio campo do FC Porto.

Enfim, parecia um peixe fora de água.

José Correia disse...

«a defesa esteve ainda pior (todos eles estiveram mal, começando pelos mais experientes como B Alves e P Emanuel; dito isto, do quarteto Sapunaru terá sido o pior e Benitez o menos mau)»

A dupla de centrais esteve mal, em (grande) parte porque lhes faltou à frente um Nº 6 minimamente eficaz.

Relativamente ao Sapunaru, já tinha escrito a seguir ao jogo com a Lazio que não tinha gostado da sua exibição.
O Sapunaru deu algumas boas indicações nos primeiros jogos, mas tem vindo a piorar nos últimos. Ontem esteve verdadeiramente desastroso.

José Correia disse...

«no ataque Farías mais parecia um herói de banda-desenhada, nomeadamente o 'Homem invisível"»

Farias, juntamente com Bolatti e Stepanov foram as três grandes contratações que a SAD fez na última época.

Um ano depois, feitas todas as adaptações (ao clube, país, treinador, colegas, etc.), Bolatti e Stepanov nem sequer foram convocados e Farias, apesar de ter jogado (???) 60 minutos, parece que também não foi convocado...

José Correia disse...

«quem se dá ao luxo de deixar um Quaresma de fora por opção (e ainda mais quando tinha outros dois extremos lesionados) não se pode queixar do que quer que seja na hora da derrota...»

Com Quaresma a jogar a extremo direito, Lisandro a avançado/ponta-de-lança e Fucile a defesa-esquerdo, teríamos seguramente apresentado uma equipa muito mais forte, não só porque os jogadores são melhores do que aqueles que jogaram nessas posições, mas principalmente porque não se perderiam muitas das rotinas/mecanismos já existentes.

José Correia disse...

«Candeias - entrada auspiciosa, com "ganas", velocidade e talento. Merece mais oportunidades.»

Candeias tem dois problemas insolúveis: é português e não custou milhões, numa daquelas transferências que o JOGO anuncia em que a FCP SAD contratou um "craque" que era pretendido pelo Corunha, Nápoles, PSG, ...

Ontem toda a gente viu que jogou mais em 10 minutos do que o Farias em 60 mas, tal como o Castro, Bruno Gama e outros, o seu destino é ser emprestado em Janeiro.

Compreende-se, é preciso abrir vagas no plantel para mais umas contratações milionárias, de craques sul-americanos que a SAD irá contratar e que também eram pretendidos pelo Chelsea, Man Utd, AC Milan, etc.

A única dúvida é saber quem serão os empresários que irão intermediar essas contratações...

Nelson Carvalho disse...

Paulo Bento avaliou bem a equipa do Porto, montando um onze que nos viesse a causar problemas. Apanhou desprevenido Jesualdo, a sua equipa, uma vez mais.

A Paulo Bento bastou colocar os seus da frente, mais Izmailov, Rochemback e Romagnoli a pressionar a linha intermédia defesa/meio campo Portista, para as perdas de bola surgissem em catadupa, impossibilitando igualmente a equipa de trabalhar bem a 1ª zona de construção ofensiva.

Não é portanto de admirar os erros cometidos não só pelos jogadores recem chegados (como Guarin e Sapunaru), mas tambem por homens da casa como Bruno Alves e Meireles.

Pela forma como a equipa de Jesualdo foi manietada pelo Sporting, onde o plano de jogo do FCP saiu completamente furado, tenho ate dificuldade em apontar falha a algum elemento especificamente, porque na verdade ninguem esteve particularmente bem.

Penso que antes de se partir para uma avaliação à forma como jogaram determinados jogadores (especialmente os reforços), ate porque com apenas um jogo oficial qualquer analise pode ser extemporanea, acho que é preciso reflectir bastante no conceito de jogo adquirido (ou não) pela equipa, porque o que mais me desagradou ontem foi a forma cabal como Sporting mostrou ser muito mais equipa que o FC Porto.

Nelson Carvalho disse...

José Correia Disse: «Com Quaresma a jogar a extremo direito, Lisandro a avançado/ponta-de-lança e Fucile a defesa-esquerdo, teríamos seguramente apresentado uma equipa muito mais forte, não só porque os jogadores são melhores do que aqueles que jogaram nessas posições, mas principalmente porque não se perderiam muitas das rotinas/mecanismos já existentes.»

Pessoalmente, acho que o Benitez acabou por ser dos poucos jogadores do FC Porto que cumpriu de forma minimamente satisfatória o seu trabalho. Na defesa só P. Emanuel terá estado a melhor nivel. Não creio que tenha sido pelo lado esquerdo que perdemos o jogo. Unico ponto negativo a apontar ao Benitez está na sua dificuldade em se integrar de forma consistente na construção ofensiva.

De resto, sobre Quaresma, subscrevo por completo. Deixar de fora um jogador desta qualidade, sem qualquer explicação plausivel, é no minimo ridiculo.

urtigao disse...

Relativamente ao Assunção se temos que pedir explicação é a Sad.
Porque tinham sido dados os sinais de dentro do plantel para o papel vital do mesmo.
Contava-se que qualquer um iria preencher aquilo que todos tinham já dito, o melhor na posição.
E o que nos fizemos?
Mandaram dar um aperto ao menino no Olival, e este pirou-se...
bem feito...ainda lhe chamaram nomes.
Se é bom tem que se pagar, e não acredito que Assunção, excelente profissional tivesse ido embora só por dinheiro.
Gastasse-se o dinheiro de mais um qualquer jogador, para lhe pagar o salário.

Foi um enorme erro, mas pior ainda foi não entender a sua saida, e dar a JF um trinco, porque só temos o Fernando, Bollati eclipsou-se, e Gaurin e Tomas costa sao medios, para precaver a saida do lucho, e que muito bem qualquer um deles, não é melhor que ibson.

Se no ano passado mantivemos o onze e os jogadores contratados foram para o banco, este ano foi bem diferente, perdemos o pendulo, e os laterais tanto na defesa como no ataque..são muitos jogadores novos resultado esta á vista...temos muito trabalho pela frente para olear a maquina.

urtigao disse...

José Correia disse...
quem se dá ao luxo de deixar um Quaresma de fora por opção (e ainda mais quando tinha outros dois extremos lesionados) não se pode queixar do que quer que seja na hora da derrota...»

Com Quaresma a jogar a extremo direito, Lisandro a avançado/ponta-de-lança e Fucile a defesa-esquerdo, teríamos seguramente apresentado uma equipa muito mais forte, não só porque os jogadores são melhores do que aqueles que jogaram nessas posições, mas principalmente porque não se perderiam muitas das rotinas/mecanismos já existentes.


Jesualdo alterou tudo..
Perdemos na defesa com a entrada de jogadores novos, deveriamos ter aproveitado o Fucile.
No miolo porque Gaurin esta visto que é jogador para frente e nao para tras.
Coloque o Fernando ou o Meireles a trinco.
E no ataque tirando o melhor avançado para extremo, porque mesmo gostando de Farias, este esta abaixo do que já fez.

Assim com tanta alteração foi difícil manter rotinas.

No tocante ao cigano...não sei, a Sad que se explique, com a lesao do Tarik, e infelizmente com a gastro do Mariano, a sua utilização deveria ter sido equacionada...

No tocante á politica desportiva do clube, é a mesma de sempre desde 1997 que ano apos ano contratamos dezenas de atletas, contando-se pelos dedos a sua utilização na equipa principal..

Penso que estaria na hora de questionar seriamente a administração da Sad, porque se para uns os titulos chegam, para outros, não...

C disse...

Tal como aqui comentei na passada semana, faltava um teste a sério a este "novo" FCP e ele aí está.
Depois de muita gente, com idade para ter juízo, ter caído nas habituais ilusões da pré-época, eis a realidade tal e qual ela é: jogamos tão pouco como no último jogo oficial da última época e com igual resultado. Começamos a nova temporada exactamente com terminmos a anterior: mal.
Lázio e Cagliaris representam, apenas, como previ, as nossas taças Eusébio e Guadiana.

E deixando os casos mais óbvios (Sapunaru, Benitez e Guarín) para os habituais comentadores mais simplistas, falarei num menos evidente: Rodriguez.
Se alguém, há uns 3 meses atrás, tivesse a ousadia de o declarar melhor que o Quaresma, seria completamente liquidado num qualquer fórum de portistas. Porém, 3 ou 4 jogos a feijoões depois, com a nossa camisola vestida, era já quase unânime que se tratava da sétima-maravilha do Mundo e que o cigano, afinal, poderia ser facilmente descartado de qualquer maneira.
Ora, nem 8 nem 80. O verdadeiro Rodriguez, já nós o conhecemos há largos meses: um jogador que alterna boas exibições com outras mais apagadas. Aliás, por alguma razão, o slb ficou a uma distância avassaladora na última época.
Deixem-no, portanto, ser aquilo que ele é: um promissor futebolista. Não o estraguem, por favor, endeusando-o precocemente.
Não existe a mímima hipótese de comparação entre o gabarito, de classe mundial, de um Quaresma e as apenas boas promessas de Rodriguez. Ponto final.

Termino com Jesualdo.
O que mais me pasma, é a facilidade com que ele, por exemplo, nos garante que um Farías é melhor que um Adriano. E como atrás referi, nem me vou debruçar sobre o facilitismo com que se escolhe uns absolutamente desconhecidos Sapunaru/Benitez em detrimento de um Fucile...
E não se iludam: ele um dia vai ter mesmo que responder pelas dispensas de Ibson e Pitbull.
Ele que não pense que escapa.
Também vai ter que explicar, muito bem explicado, por que raio de razão contrata dois números 8 (Guarín e T.Costa) para fazerem a posição...6.
Errar uma vez é aceitável, duas é brincar com coisas sérias.

Mas também, para quem não pára de nos gozar com a repetida titularidade do Mariano, tudo faz sentido...

C.S

José Correia disse...

«A noite algarvia nada quis com os ensejos, a insistência ou a vontade portistas, que esbarraram invariavelmente nos ferros da baliza contrária, na facilitada dureza do adversário ou, pura e simplesmente, na infelicidade da desejada conclusão. As oportunidades criadas, em todas as diferentes etapas do encontro, mereciam um outro desfecho e, sem dúvida, um equilíbrio mais evidente para a partida. Imperou a injustiça, portanto. (...)»
in www.fcporto.pt

A propaganda do site oficial começa a época em grande!

Tiago disse...

A SAD já devia ter aprendido que as contratações com o selo JF não dão em nada mas ainda assim andamos a estourar milhões em jogadores de 2ª e 3ª linha dos seus países em detrimento de jogadores da casa (ex.: Paulo Machado, Hélder Barbosa ou Candeias). Enquanto isto não mudar vamos ter que andar a gramar com o Guarín, Tomás Costa, Hulk's e afins.

Volta Ibson! Volta Pitbull!

Mário Faria disse...

Está quase tudo dito no comentário, por isso, apenas alguns apontamentos.
Fico inquieto pela dificuldade que o FCP tem em integrar os novos recrutas. São mal escolhidos ? A quem compete essa tarefa ? Os jogadores escolhidos são pouco compatíveis com o modelo de jogo do FCP ? Quer da época passada quer da presente o único jogador, dos muito contratados, que certamente vai jogar com regularidade será o Cebola, que já tinha “estagiado” no SLB.
É muito pouco para quem planeia a tão longo prazo e há muito vinha trabalhando para reforçar a equipa para a presente época.
Muitas trocas e baldrocas, infelizmente. Muita opção discutível, para quem não domina a arte do planeamento desportivo. A equipa sem Paulo , Zbo , Quaresma - e cada vez menos o onze que CO (o mal amado) montou - mostrou-se pouco coesa e absolutamente desorientada depois de ter sofrido o 2º golo. Raramente a equipa melhora com as substituições e ontem não foi excepção.
Uma palavra para JF. Para além de um homem aparentemente desiludido, tem-me parecido pouco confiante e demasiado discreto. A desenvoltura que mostrou na época passada, deu lugar a uma incompreensível timidez, que mais parece receio.
Achei muito discutível a forma como geriu o plantel nos jogos de preparação. Deu pouco tempo de jogo aos “efectivos” e aos substitutos mais prováveis. Aparentemente nesses ensaios, ensaiou-se pouco o trabalho de conjunto. Uma equipa era rendida por uma outra que não se entendia e cujo rendimento foi sempre muito baixo.
O negócio do futebol tem de servir basicamente para formar um plantel forte ou faz-se segundo uma pouca criteriosa gestão de oportunidades que vão surgindo no mercado ?
A incapacidade de contratar um bom defesa esquerdo e a pouco criteriosa selecção para substituir um jogador chave como PA, levam-nos a temer que este primeiro ano do período de transição que está em curso, possa ser mais atribulado do que pensamos.

Nuno disse...

A fraqueza do Jesualdo Fereira (vantagem para alguns) é a de ser demasiadamente diplomático . Está sempre disposto a fazer concessões técnicas para não estragar os negócios da SAD.
No jogo da final da taça, o Bosingwa não jogou para não se estragar o negócio com o Chelsea. Da mesma forma não jogou agora o Quaresma. Até aqui podemos discutir que milhões são milhões, e uma posição mais flexivel num jogo de início de época, poderá vira trazer benefícios futuros: vendemos o Quaresma, compramos mais um ou dois para reforçar o plantel.

Esta lógica deixa de funcionar quando se estende da seguinte forma: tendo a SAD investido fortemente em jogadores como Farias, Hulk, Sapunaru, Benitez, Guarin, terá Jesualdo Ferreira a coragem de convocar e pôr a jogar o Adriano, Renteria, Fucile ou Fernando respectivamente, deixando as novas aquisições de fora?

Terá Jesualdo Ferreira, e não querendo ser injusto, qualquer outro treinador português exceptuando o "special one", a coragem de contradizer a política de contratações do seu patrão- a SAD - quando escolhe a equipa titular?

Quanto ao resto, não me parece justo esperar que Jesualdo Ferreira possa apresentar uma equipa capaz de competir neste início de época com o Sporting, dado que eles mantiveram toda a equipa do ano passado e nós apresentamos uma manta de retalhos, com alterações fundamentais em todos os sectores.

O que deve ser analisado é a forma como as políticas de SAD influenciam e condicionam o trabalho do treinador. Pagar ao Paulo Assunção o dinheiro que ele merece acabaria por custar menos ao FC Porto do que fazer várias contratações para o lugar. Agora manter um jogador não dá comissões a ninguém.

Tiago disse...

Uma equipa que se dá ao luxo de dispensar o Ibson para ter um Guarín ou um Tomás Costa, que prefere nem dar um hipótese ao Rentería, Adriano e Pitbull para comprar o Hulk ao Rentistas depois do preço ter sido inflacionado em 500%, tem que ter opções mais que suficientes para colmatar possíveis baixas de última hora e não andar a inventar.

O início do campeonato vai ser muito complicado e dificilmente vamos contar com o Cebola que vai jogar pelo Uruguai no Japão, e não deve regressar antes de 6ª feira, já para não falar que temos o Lucho e o Licha na selecção e presumivelmente a titulares.

hmocc disse...

Todos falam nos jogadores, no Jesualdo e na SAD, mas para mim, a principal "machadada" será porventura a substituição do treinador adjunto.

Obviamente que os reforços são bons, mas terão uma progressão idêntica à de Pepe, com 2-3 anos de adaptação até se tornarem indiscutíveis titulares. Mais uma vez surge o problema de não haver tempo e ter que apanhar o TGV em andamento.

Questiono-me então se jogadores mais experientes (veja-se o exemplo de Rochemback no Sportem) não teriam sido uma melhor escolha. Mas o contraponto a este argumento é o caso de Farias, que continua uma "tecla muda" no piano azul-e-branco.

O caso de Quaresma já se está a tornar numa patologia que promete "minar" o balneário. Quando o MVP de uma equipa não joga por opção é porque algo está verdadeiramente mal.

Mefistófeles disse...

A supertaça ficou bem entregue, infelizmente. Ainda que, como de costume, tenhamos tido uma certa dose de azar. Mas...a verdade é que não jogámos como campeões.

Mais do que os erros dos caloiros ( que até acho que são bons ), faltou-nos atitude e CAGANÇA !!! è sempre a mesma coisa com JF: quem é que ele teme ? Nós é que temos que impor o nosso jogo e mostrar quem é que manda.

Jesualdo com o Sporting é como Scolari com os gregos. Pode jogar com eles 20 anos seguidos e não percebe como jogam. Perde sempre.

Paulo Bento deve-se rir que nem um reco...

HULK ONZE MILHAS disse...

Mário Faria disse...
"...O negócio do futebol tem de servir basicamente para formar um plantel forte ou faz-se segundo uma pouca criteriosa gestão de oportunidades que vão surgindo no mercado?"

Estou a comentar depois de já terem passado 24 horas da desastrosa exibição da nossa equipa, em que o resultado acabou por ser o mal menor.
Li os desabafos dos portistas neste e noutros blogues...
Acho que tudo já foi dito, mas penso que o busilis da questão está na frase de Mário Faria que acima destaco.
Segundo venho percebendo, a politica de contratações da SAD nestas últimas épocas, não passa pelo recrutamente de "activos" que venham no imediato a tornar mais forte a nossa equipa. Optam sempre por ir aos saldos, comprar jogadores jovens que talvez um dia venham a ter lugar na equipa, de forma a valorizarem-se e poderem ser vendidos por uns milhoes...
Jamais contratariam um Derlei, um Maniche, ou outro qualquer bom jogador mas já com uma idade perto dos 30 e, portanto, sem "valor de mercado"!
Eu estou de acordo que procurem contratar jogadores que possam vir a reforçar a nossa equipa no médio prazo e poderem ser, posteriormente, transferidos deixando uns milhoes nos cofres da SAD, mas, penso que no meio termo é que está a virtude!
Já aqui tenho dito: estou muito apreensivo com o futuro do nosso FCP !!! E não estou a falar nesta época futebolística! Vamos acabar por fazer uma época "mais ou menos" como foi a ultima apesar dos meus amigos portistas terem embandeirado em arco com a história dos 20 pontos e se terem esquecido de coisas que se passaram e que agora se estão a começar a repetir... Mas enfim...
Estou muito apreensivo com o futur do clube em termos de resultados financeiros.
Muitos defendem a SAD dizendo que se a SAD vende bem é porque também sabe comprar bem! Penso sinceramente que estão errados e vão ter a prova dentro de pouco tempo, infelizmente! Oxalá eu esteja completamente errado!
Olhem bem para os jogadores que nos ultimos anos fizeram entrar milhoes nos cofres do Club e também para os, muito poucos, que poderão ainda valer alguns milhoes... Foram todos contratados em determinado período, bem diferente daquele que vimos vivendo nas 3 últimas épocas...
Isto está a tornar-se demasiado grave... mas enfim... uma vitoria no relvado é suficiente pas esquecer estas situação e voltar a estar tudo bem...
É pena... gostaria que os associados do nosso FCP reagissem mas... infelizmente... quando isso acontecer... será já demasiado tarde... tal como aconteceu ao Salgueiros, ao Vitória de Guimarães, ao Boavista e ao Benfica!!!

Mefistófeles disse...

"Pagar ao Paulo Assunção o dinheiro que ele merece acabaria por custar menos ao FC Porto do que fazer várias contratações para o lugar. Agora manter um jogador não dá comissões a ninguém."

Nuno, até estou de acordo, mas a SAD não pode estar ao sabor de mercenários. E até podia ficar sem o PA por lesão grave.

Tem é que preparar o plano B e C convenientemente. O que não parece estar a acontecer. Pelo menos com JF, que tem uma dificuldade crónica em arriscar. E quando inventa, inventa mal.

Demasiado medroso para o FCP que gostamos. Não lhe questiono a competência mas a falta de coragem.

Vi Hulk e Candeias com "ganas" superiores a quem os treina. E continuo a não perceber porque Quaresma está de fora.

urtigao disse...

HULK ONZE MILHAS disse...
Mário Faria disse...
É pena... gostaria que os associados do nosso FCP reagissem mas... infelizmente... quando isso acontecer... será já demasiado tarde... tal como aconteceu ao Salgueiros, ao Vitória de Guimarães, ao Boavista e ao Benfica!!!

Isto não é de hoje, vem desde 1997...
Os tempos de questionar a Sad de onde estava o dinheiro, ainda me esta na memoria, Mourinho e os títulos encobriram esta politica, sistemática obsessão pelo mercado, com a alteração de ano após ano do plantel, sendo ainda preocupante as referencias no balneário que são cada vez mais escassas.
Octávio já tinha alertado para a alteração da politica do clube...
E como estava a ser um elemento incomodo, foi corrido...
Pode ser que um ano sem ganhar o titulo faça os portistas começarem a pensar que clube pretendem.
Este definitivamente, não é o meu clube, e nem os títulos me fazem pensar o contrario...
Basta ver o que se gasta para conseguir vencer..

Paulino disse...

Resultado mais justo 2-1...

Bem não se pode culpar jogadores quando os adeptos estão a favor do treinador.

Por isso, na minha opinião e que já dura desde que Jesualdo chegou ao Porto é que esse mesmo senhor não tem simplesmente estofo para ser treinador dos dragões.

Belo jogo do Sporting, talvez seja a continuidade da época dos últimos jogos da época passada....cuidado com eles.

miguel87 disse...

"E não se iludam: ele um dia vai ter mesmo que responder pelas dispensas de Ibson e Pitbull.
Ele que não pense que escapa.
Também vai ter que explicar, muito bem explicado, por que raio de razão contrata dois números 8 (Guarín e T.Costa) para fazerem a posição...6.
Errar uma vez é aceitável, duas é brincar com coisas sérias."

Eu tambem gostava que ele explicasse isso tudo muito bem, mas esperem sentados... alguem alguma vez ouviu o Fernando Santos explicar porque dispensou R.Carvalho ou P.Assunção, por ex..??

A verdade é que, como defendo á muito tempo, o Jesualdo é um treinador banalissimo, que teve a felicidade de chegar a um grande clube, com todas as condições e, mais do que isso, uma equipa montada com alguns jogadores acima da média. Na primeira vez que precisa de mexer nessa equipa (2 titulares, 1 deles fundamental) foi o que se viu...

Se isto não é suficientemente evidente, já todos vimos que nos jogos importantes (com equipas da mesma dimensão ou de campeonatos superiores) o contributo que ele tem é nulo, e os resultados, invariavelmente, negativos.

Como diria o grande Domingos, o homem não tem mãos para conduzir este ferrari.

Pedro Reis disse...

Deixo a minha "versão fria" dos acontecimentos e guardo os "calores" para mim. Simplesmente porque quero manter alguma clarividência:
Perdemos o jogo com o SCP essencialmente porque nunca mostrámos argumentos para o ganhar - as 2 grandes oportunidades de golo resultam de 1 remate de longe e de um penalty por "nabice" do adversário.
1.Começámos a perder pela falta de um nº6; discutimos este assunto aqui a semana passada: se o Guarin não serve para 6 e o Fernando ainda não está preparado (?), que jogue o Meireles a 6. Agora jogar 5 min o Guarin, depois outros 5 min o Meireles e nos 5 min seguintes nenhum dos 2 se lembrar e a posição ficar vazia não dá. Culpa inteira do treinador.
2. O sistema táctico: se não temos laterais, não queremos que joguem os que temos, ou não confiamos nos que podem jogar, não inventemos, joguemos em 4x4x2. Para mais quando o SCP tem sempre 4 homens no meio-campo e nos ganha sistematicamente os jogos a partir dessa posição. Até podiam jogar os mesmos 11 (ou o Hulk em vez do Farias) mas o sistema com aqueles nunca podia ser o 4x3x3. Na prática ninguém viu o Farias nem o Lisandro. Culpa do treinador.
3. A ausência do Quaresma: se "entendi" a sua poupança nos particulares, este jogo era oficial e para ganhar por isso se o Quaresma é jogador do clube e não está lesionado é para jogar. Especialmente porque é um dos melhores! Culpa do Presidente.

Quanto às contratações falhadas ou acertadas, com maior ou menor rendimento, não justificam a derrota. Assim como a questão relevante também não foi a saída do Paulo Assunção com o qual perdemos também todos os outros jogos com o SCP. Da mesma forma que uma eventual liderança mais fraca do JF não pesou quando ganhámos, também não pesa quando perdemos. E muito menos me venham com argumentos do Octávio, porque é uma personagem sem valor intelectual e técnico para o fazer. Fora o ressabiamento...

Distingamos o essencial do acessório.

P.S. O Candeias até entrou bem, mas também não acho que seja por aí. O Hélder Barbosa sempre que jogou o ano passado nada acrescentou à equipa. Enfim...

miguel87 disse...

Outro "pormaior" que me saltou á vista no jogo foi a falta de jogadores da casa na equipa!
Que saudades do Paulinho Santos e que falta fazia alguem como ele para impor respeito naquele meio campo e no "menino" Rochemback que se fartou de abusar do fisico como quis! E na defesa falta um Broas ou um Jorge Costa para pôr os companheiros em sentido quando ficam a dormir na prancha...
Não me falem do Emanuel, que o homem é muito esforçado e bem intencionado, mas não tem categoria para o Porto, é um central á Boavista! No 1º golo o que é que ele vai fazer atras dum gajo que já está coberto pelo Meireles e deixa o espaço aberto para o Djaló...?? Mau demais.

dragao vila pouca disse...

Concordo de uma maneira geral com o que foi escrito no post, mas gostaria de acrescentar o seguinte: não há 4x3x3 que resista a dois laterais que não atacam. Benítez não tem qualidade e só foi,na minha opinião, o menos mau dos laterais, porque Sapunaru foi um desastre.Lamentavelmente, ainda vai ter de ser o Fucile a ocupar o lugar.Mais, com o Benítez do lado esquerdo o C.Rodríguez rende menos.
O uruguaio quer bola no pé, tabelas, futebol apoiado... Benítez dá-lhe a bola pelo ar, em profundidade, não apoia, não tabela...enfim, mais um lateral esquerdo de qualidade duvidosa.
Guarín não é trinco, mas parece que todos vêm isso menos Jesualdo.
Se é para fazer do colombiano trinco, então que se aposte no Fernando que já é trinco e não joga menos que este Guarín.
Resumindo:apesar dos reforços não serem Maradonas,o problema passa muito por Jesualdo.
Cumprimentos

Metz disse...

há muito que venho dizendo que o guarin nao é, nem nunca será um nº 6... Mas parece que o Jesualdo nao vê isso, como já nos habituou a demorar a perceber o que o mais comum dos adeptos percebe logo há 1ª ou 2ª.
Assim como critico as escassas oportunidades que deu ao Candeias, e que, infelizemente precisou lançá-lo ás feras num jogo a doer.
Concordo que o Porto foi muito mau, mas tenho a esperança que tenha sido só um jogo...
O jogo contra a Lázio (a 1ª parte) não pode ter sido fruto do acaso, e em alguns jogos de pré-época até se viu algum bom futebol, por isso não quero acreditar que o Porto que jogou contra o Sporting é "real", prefiro acreditar num conjunto de mau dia + erros de percepção do jesualdo...
A ver vamos! Já no Domingo...

Cumpz

Nuno disse...

Mefistófeles,
Sim o nosso clube não pode andar ao mando de mercenários, concordo contigo. Resta saber quem são eles.

Os jogadores, correm por um motivo só, deixemos de lado a ingenuidade. Mas uns correm mais do que outros e por menos dinheiro, correm sempre, e não só quando lhes dá na bolha. É esse o caso do Paulo Assunção.

João Branco disse...

Eu só não percebo porque é que o Pinto da Costa ou alguém da SAD não vem aqui e contrata algum dos geniais treinadores que por aqui andam que muito facilmente, fariam bem melhor que o Professor Jesualdo Ferreira!

Fiquei a perceber também que o grande responsável técnico pela vitória no campeonato com 20 pontos de vantagem (repito, 20 pontos, caralho!), foi o Carlos Azenha. Agora que ele foi embora, é que vão ser elas!

Fiquei também a perceber que a maioria dos adeptos preferia ter uma equipa jovem da «cantera», com Castro, Paulo Machado, Candeias e Bruno Gama no onze primcipal, e ver os nossos adversários ganhar campeonatos com 20 pontos de vantagem. Ah e ganhando uma ou outra Taça pelo caminho, só para provar que esse sim, é o caminho válido!

Daqui a duas jornadas, se os resultados forem favoráveis ao FC Porto vai ser interessante saber o que pensam os adeptos que sonham todas as noites com o Ibson e acham que o Adriano pode algum dia ser melhor que o Hulk.

Está bem!

JESUALDO, RUA! VOLTA COUCEIRO, ESTÁS PERDOADO...