sexta-feira, 29 de agosto de 2008

O nosso carro e piloto da corrida de clubes

Começa neste fim de semana a temporada da nova modalidade do desporto automobilístico que tenta aliar a emoção da velocidade com o fanatismo dos adeptos de futebol. Sob o slogan "The Beautiful Race - Football at 300km/h", esta modalidade reúne em 6 pistas europeias de renome - Donington Park 30/31 de Agosto, Nürburgring 20/21 de Setembro, Zolder 4/5 de Outubro, Estoril 18/19 de Outubro, Vallelunga 1/2 de Novembro e Jerez 22/23 de Novembro - os carros de 17 dos melhores clubes mundiais de futebol - AC Milan, PSV Eindhoven, Olympiacos, Borussia Dortmund, RSC Anderlecht, Flamengo, FC Basel, FC Porto, Sevilla FC, Corinthians, Galatasaray SK, Rangers, Al Ain, Beijing Gouan FC, AS Roma, Tottenham Hotspurs e Liverpool FC (não deixa de ser surpreendente o facto de não estar neste logo o clube que tem o seu nome inscrito no Guiness Book of Records).


Os carros
Os carros são iguais para todas as equipas, tentando garantir desta forma uma maior competitividade, dando outra emoção às corridas. São carros criados pela Panoz em colaboração com a Élan Motorsport Technologies.

Detalhes do chassi:
Carbon fibre tub for extreme strength / lightness
Under-body aerodynamics to facilitate nose-to-tail driving/overtaking
“X-Trac” six-speed gearbox + “Megaline” paddle operated gear shift
Pi “SIGMA” based dashboard / data logging system
‘Slick’ racing style tyres with no grooves or tread

Detalhes do motor:
Nº de Cilindros: 12
Cilindrada: 4.2 Litros
Configuração: 60º em V
Peso: 140KG (seco)
Potência: 750 cv @ 11,750 rpm
Rotações Máximas: 12,000 rpm
Torque: 510 N/M 9,500 10,500


Os pilotos
Devido ao facto referido acima de os carros serem todos iguais, vão ser os pilotos vão fazer a (principal) diferença. Como tal, é importante fazer uma pequena análise à experiência e ao curriculum dos pilotos.


O piloto do FC Porto vai ser o francês Tristan Gommendy piloto já com alguma experiência no automobilismo (com 29, terá começado a sua carreira em 1999), apesar de não ser muito conhecido do público em geral. Tem como principais conquistas o campeonato francês de Formula 3 no ano de 2002 e o Grande Prémio de Macau no mesmo ano.

Os principais adversários, baseando-me exclusivamente no curriculum, são o piloto italiano Enrico Toccacelo, o brasileiro António Pizzonia, e o holandês Robert Doornbos. Todos eles participaram em corridas da modalidade rainha da velocidade, a Formula 1, sendo pilotos com algum traquejo.
Os restantes pilotos, são maioritariamente ilustres desconhecidos, mas havendo no grupo pilotos que participaram A1 Grand Prix (3), GP2 (2), na Formula 3 (4) e na Fórmula 1 (os três referidos mais acima).

As corridas
O fim de semana de corrida é constituido por uma ronda de Testes Livres e uma de Qualificação no Sábado, e duas corridas (a segunda com grelha invertida) no Domingo.

A qualificação promete ser um dos eventos mais interessantes, tendo um conjunto de regras que estimula a competitividade e empolga os espectadores. Os pilotos são divididos em dois grupos que procuram fazer o melhor tempo, sendo que os 4 melhores de cada grupo vão fazer um playoff para decidir os 8 primeiros lugares. São feitas então corridas de uma volta, dois a dois, por eliminatórias: Quartos-Final, Meia-Final e Final.

As corridas têm a duração de uma hora, ao invés da habitual número de voltas caracteristico da Formula 1.


Nota: A primeira prova tem lugar em Donington Park, estando assegurada a transmissão televisiva pela TVI às 14h. Segundo o programa da prova, a primeira corrida é as 12.30 e a segunda corrida às 14.30. Aparentemente a TVI vai apenas transmitir a segunda corrida, esquecendo (para já) os testes livres, a qualificação e a primeira corrida.

Fonte: wikipedia.org e SuperLeague Formula

5 comentários:

José Correia disse...

«carros de 17 dos melhores clubes mundiais de futebol - AC Milan, PSV Eindhoven, Olympiacos, Borussia Dortmund, RSC Anderlecht, Flamengo, FC Basel, FC Porto, Sevilla FC, Corinthians, Galatasaray SK, Rangers, Al Ain, Beijing Gouan FC, AS Roma, Tottenham Hotspurs e Liverpool FC»

É surpreendente o SLB não fazer parte desta lista e, mais uma vez, o representante português ser o Futebol Clube do Porto.

Ele é (era) no G14, nas eleições para a Direcção da nova associação europeia de clubes (ECA), na SuperLeague Formula, ...
Caramba, isto é demais!

Varatesa disse...

Lamento que a TVI não tenha feito às 14horas a transmição.
Certeza tenho que se o símbolo fosse do SLB seria transmitido,mas como é de um " clube regional", não tem interesse!
Aliás não tem interesse para nenhuma das TVs mostrar feitos do FCP!
Enfim nada a fazer.

José Correia disse...

«É já amanhã, no circuito Britânico da Donington Park, que se vão correr as duas primeiras corridas da Superleague Formula, um novo campeonato que pretende aliar as emoções do futebol às das corridas de velocidade.

Hoje, teve lugar a qualificação, que funciona como um torneio de futebol, com grupos de apuramento, quarto-de-final, meias-finais e uma final a determinarem os lugares da grelha para a primeira corrida de domingo. A segunda corrida do fim-de-semana terá a grelha invertida. Davide Rigon, do Beijing Guoan, colocou o clube chinês na pole-position, depois de bater Borja Garcia, do Sevilla FC, na final, por 0,822 segundos, com a marca de 1m18,529s. O Olympiakos e o PSV Eindhoven foram os dois clubes eliminados na meia-final e vão partir da segunda linha.

O FC Porto vai partir da sétima linha da grelha de partida (13º lugar), depois de ter sido eliminado na primeira fase dos treinos qualificativos. Tristan Gommendy fez apenas 1m20,440s, falhando a entrada nos quartos-de-final por oito décimos de segundo.

As duas primeiras corridas terão lugar amanhã, em Donington Park, na Inglaterra, a segunda a ter transmissão em directo na TVI, às 14 horas. A comentar a primeira corrida, estarão Pedro Ramalho, jornalista do canal televisivo, e o piloto Pedro Couceiro.»

in www.autoportal.iol.pt

José Correia disse...

«A equipa chinesa Beijing Guoan, por intermédio de Davide Rigon, foi a vencedora da primeira corrida da nova Superleague Formula, que este fim-de-semana se realiza em Donington Park. O F. C. do Porto, com Tristan Gommendy, foi sétimo na estreia.

O autor da pole, Davide Rigon liderou do princípio ao fim, mesmo depois da passagem do safety-car devido a um incidente de corrida, no caso a equipa do Milão (Robert Doornbos) que se despistou.

A estrela da corrida foi Adrian Valles, que depois dos problemas eléctricos nos treinos, partiu de 17º logrando chegar em 1uinto depois duma corrida fabulosa.

Na verdade, a fiabilidade ainda é um problema, já que seis das sete desistências sucederam devido a problemas técnicos. O primeiro de todos foi Robert Doornbos, que irá partir da pole-position, caso a sua equipa consiga reparar o monolugar a tempo da segunda corrida, que é realizada com a grelha invertida.»

in autosport.aeiou.pt

José Correia disse...

«O fim-de-semana do F. C. do Porto saldou-se por um sétimo e um nono lugar, com a segunda contenda a ser vencida, com grande margem - cerca de 11 segundos - por Borja Garcia em representação do Sevilha F. C.

O piloto da formação espanhola foi quem melhor se adaptou às terríveis condições de Donington Park, com muita chuva, facto que levou a vários acidentes que resultaram na entrada em pista do Safety-Car por duas vezes.

Depois da segunda saída do safety-car, Borja Garcia demorou algum tempo a desenvencilhar-se de Tuca Rocha, que corre pelo Flamengo, numa luta interessante de seguir, mas a partir daí o espanhol, nunca mais teve qualquer adversário por perto, tal a margem que depressa alcançou.

As lutas no meio do pelotão foram muitas, com algumas trocas de posição. Destaque igualmente para a luta pelo lugar mais baixo do pódio, qual acabou nas mãos do Liverpool, depois dum bom duelo com o Borussia de Dortmund.

O piloto francês da equipa portuguesa terminou em nono, beneficiando da desistência perto do fim, da equipa do Corinthians, cujo piloto não evitou um aparatoso acquaplanning.»

in autosport.aeiou.pt