terça-feira, 30 de setembro de 2008

Emirates Stadium

De acordo com o Relatório e Contas relativo ao exercício financeiro de 2007/08, a Arsenal Holdings PLC - a empresa-mãe do clube londrino - atingiu uma receita global recorde de 281 milhões de euros e um lucro ilíquido de 46 milhões de euros.
Uma parte muito significativa destas receitas são resultantes das assistências no Estádio Emirates, inaugurado em Julho de 2006 e com capacidade para receber 60.432 espectadores (é o segundo maior estádio da Premier League, atrás apenas do Old Trafford).


Os 31 jogos que a equipa disputou em casa ao longo da temporada de 2007/08 renderam 122 milhões de euros, ou seja, quase quatro milhões por jogo. A assistência média foi de 60.070 espectadores, o que significa lotação esgotada (99,5% da capacidade do estádio) em todos os jogos.

No total, as receitas cresceram quase 6,5% relativamente à temporada anterior e os custos salariais somaram cerca de 127 milhões de euros. O passivo do clube - constituído em grande parte pelos encargos assumidos com a construção do novo Estádio - situa-se actualmente em cerca de 400 milhões de euros.


Na "Deloitte Football Money League" referente à época 2006/07 - ranking dos clubes de futebol organizado com base na facturação ordinária - o Arsenal subiu da 9ª para a 5ª posição.
Em outro ranking dos clubes mais ricos - organizado pela revista norte-americana "Forbes", em Abril passado - o Arsenal surgiu na terceira posição, apenas atrás de Manchester United e Real Madrid.

Fontes: O JOGO de 28/09/2008, Wikipedia
(clique nas imagens para as ampliar)

1 comentário:

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Desculpem lá, mas não consigo sossegar esta revolta: Sporting-Porto! Árbitro LUCÍLIO BAPTISTA!