segunda-feira, 13 de outubro de 2008

O dia em que aprendi o que é um fora de jogo

Corria o ano de 1978, e se a memória não me falha a semana anterior tínhamos empatado em casa com o ben7ica, no célebre jogo do auto-golo do Simões e do golo do Ademir a 8 minutos do fim, estávamos na frente do campeonato com 1 ponto de vantagem e fomos jogar a Coimbra.

O jogo ficou 0-0 e do relato que chegava de Coimbra só me lembro de ouvir que foi anulado um golo ao FC Porto, marcado pelo Oliveira em fora de jogo. Em fora de jogo? Que raio estava o Oliveira a fazer fora de campo? E como é que ele estando fora de campo, conseguiu marcar um golo?

Aquilo fez-me uma confusão desgraçada. À noite lá chegou o domingo desportivo (ou o telejornal - já não sei bem), e qual não é o meu espanto, quando vejo que o Oliveira estava na grande área quando rematou, afinal não estava fora de campo - os gajos da rádio mentiram, mas estes da TV voltam a dizer o mesmo: estava fora de jogo.

- Ó Pai! O que é um fora de jogo?

Foto gamada em Olhares

A partir desse dia os jogos na rua (que saudades!) e na escola nunca mais foram os mesmos (pelos menos por uns tempos), passou a haver foras de jogo. Finalmente tínhamos o antídoto para os gajos que ficavam na "mama".

5 comentários:

Guedesnet disse...

Que saudades dos jogos de rua!!!

Geninho disse...

Dos jogos de rua e dos mamões.
hehehehehe

J Reis disse...

entender o fora de jogo é uma espécie de maioridade futebolística. não é por acaso que se contam pelos dedos de uma mão as gajas que percebem o que isso é :)
só tenho a impressão que a localização temporal desse jogo está trocada. se a minha memória não me prega partidas, o jogo com o ben7ica foi a penúltima jornada do campeonato, e na última precisávamos de ganhar em Braga para sermos campeões, o que obviamente conseguimos.

João Saraiva disse...

Foi assim:

O jogo com o ben7fica foi a 28.05.1978 e mantivemos 1 ponto de avanço.

Depois na semana seguinte (04.06.1978) empatámos 0-0 este jogo em Coimbra e ficámos com os mesmos pontos.

Depois sim, veio o jogo com o Braga (11.06.1978) e ganhando por 4-0 fomos campeões com os mesmos pontos do ben7ica. Com dois empates nos resultados directos (0-0 e 1-1) fomos campeões pela melhor diferença de golos: 81-21 contra 56-11

J Reis disse...

Já cá não está quem falou ;) Por alguma razão apaguei da memória esse jogo com a Académica.
Por acaso estive no tal jogo com o benfas, em que íamos perdendo o campeonato graças ao célebre auto-golo do Simões. Acho que nunca tinha visto tanta gente naquele estádio. Lembro-me que o GR "bermelho" era o Fidalgo, que se fartou de defender e só não conseguiu parar o pontapé do Ademir.
Um abraço