terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Ao colo dos árbitros e do Sistema

4 de Janeiro de 2009

O SLB é derrotado pelo último classificado (0-2), sem apelo nem agravo.

No final, centenas de adeptos encarnados insultam os jogadores e o treinador à medida que estes iam entrando no autocarro (protegidos pela GNR e seguranças privados).

"Vocês são uma vergonha!", entoava-se à porta do estádio do Trofense.

Impotente, perante a confrangedora exibição do SLB, Rui Costa perguntava a um dos adeptos mais exaltado:
"O que é que queres que eu faça?!"

----------

5 de Janeiro de 2009

No day after à derrota na Trofa e consequente perda da liderança do campeonato para o FC Porto, o SLB está em convulsão. A generalidade da comunicação social (afecta aos encarnados) e vários conhecidos benfiquistas não poupam jogadores, treinador e dirigentes.

O director de comunicação do SLB, João Gabriel, reage a meio da tarde em nota enviada à Agência Lusa:
"São sempre os mesmos que aparecem nos momentos mais delicados. Aparecem por puro oportunismo, como se vivessem em função dos maus momentos da equipa. Parece até que os desejam."

----------

6 de Janeiro de 2009


Em conferência de imprensa, Quique Flores reconhece que a derrota na Trofa "foi o pior momento da época".

Sobre a ida de Luis Filipe Vieira e de Rui Costa ao balneário, afirma:
"A visita de um presidente ou director desportivo é lógica sempre que uma equipa está num momento difícil".

Perante o cenário do seu eventual despedimento, Quique Flores deixa um aviso:
"Já vivi as duas situações [ficar até ao fim da época ou ser despedido a meio] e sempre que terminei a época a minha equipa cumpriu os objectivos. No Valencia, após a minha saída, o clube entrou em processo de autodestruição e quase desceu de divisão."

----------

7 de Janeiro de 2009

Guimarães-Benfica, Taça da Liga
Árbitro nomeado: Olegário Benquerença

21': Os jogadores vimaranenses reclamam penálti numa mão de Maxi Pereira. É indesmentível que a bola toca na mão do defesa uruguaio do SLB, mas o árbitro considera o lance involuntário e sem influência na jogada.

60': Maxi Pereira derruba Marquinho pelas costas dentro da grande área. Penalty evidente, mas o árbitro não assinala.

No final do jogo, Cajuda (um benfiquista assumido) afirma:
"Jogámos bem, fomos melhores que o Benfica".
Sobre a grande penalidade cometida por Maxi Pereira: "há uma grande penalidade a nosso favor que não foi assinalada. Podia ter sido o 1-1..."

----------

11 de Janeiro de 2009

Benfica-Braga, 14ª jornada da Liga Sagres
Árbitro nomeado: Paulo Baptista

Uma das piores arbitragens de sempre do futebol português, contribuindo para inverter totalmente o resultado do jogo.
Na opinião do treinador do Braga, foi a maior vergonha dos últimos 20 anos.

Opinião de Quique Flores no final do jogo:
"Tivemos uma fase negativa e estamos a recuperar a confiança"

---

FC Porto-Trofense, 14ª jornada da Liga Sagres
Árbitro nomeado: Luís Reforço

Logo nos primeiros minutos do jogo, um golo mal anulado ao FC Porto por, supostamente, Rodriguez ter tentado jogar a bola com a mão!...
Não chegou a tocar na bola com a mão, mas como tentou... É uma nova regra, de aplicação exclusiva aos jogadores portistas... Ah grande Reforço!

87’: O central do Trofense, Valdomiro, comete um penalty escandaloso sobre Lisandro. O árbitro, perfeitamente enquadrado, mandou jogar.

«Valdomiro, de forma temerária, procurou disputar a bola a Lisandro sem o conseguir. Ao invés, pisou-lhe o pé esquerdo, derrubando-o. Grande penalidade que ficou por assinalar. Um erro que provavelmente ficou a dever-se à vontade do árbitro em querer demonstrar imunidade à grandeza do Dragão, o que é manifestamente errado
Jorge Coroado (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)

«É uma clara grande penalidade que o árbitro de Setúbal não assinalou. O árbitro entendeu que não houve falta, mas a verdade é que Lisandro foi mesmo rasteirado no pé de apoio. Um erro grave do árbitro estreante em jogos a envolver os chamados grandes
Rosa Santos (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)

«Valdomiro tentou jogar a bola, mas não o conseguiu. Como tal, rasteirou o jogador do FC Porto, cometendo assim falta passível para grande penalidade. Erro grave do árbitro ao não sancionar a respectiva falta
António Rola (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)

----------

16 de Janeiro de 2009

Braga entrega participação na Procuradoria Geral da República.

Comunicado da SAD do SC Braga:

«O Sporting Clube de Braga, SAD, entregou na sexta-feira, dia 16 de Janeiro, uma participação na Procuradoria Geral da República no sentido desta averiguar os acontecimentos verificados antes e no decurso da partida entre o Sport Lisboa e Benfica, SAD, e Sporting Clube de Braga, SAD, disputada no dia 11 de Janeiro, no Estádio da Luz, a contar para 14ª jornada do Campeonato Nacional.

O Sporting Clube de Braga pretende que o Ministério Público investigue todos os acontecimentos ocorridos antes e durante o encontro, que foram amplamente difundidos por toda a comunicação social nacional, nomeadamente as suspeições geradas em torno da actuação e nomeação da equipa de arbitragem, de forma a apurar-se toda a verdade e punir eventuais responsáveis.»

----------

17 de Janeiro de 2009

Benfica - Belenenses, Taça da Liga
Árbitro nomeado: Bruno Paixão

«Mais um jogo, mais uma arbitragem desastrada com influência no resultado. Bruno Paixão não quis destoar e aos 90'+2' anulou (mal) um golo ao Belenenses por alegada falta de Carciano sobre Moretto
in O JOGO, 18/01/2009


«Moretto não é o Eduardo Mãos de Tesoura, mas na verdade beneficiou da comiseração do árbitro. Não houve qualquer infracção, pois foi o guarda-redes quem abordou mal o lance. Largou a bola e permitiu que os visitantes fizessem golo indevidamente não validado
Jorge Coroado (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)

«É falta, mas falta de jeito do guarda-redes do Benfica. Não vejo qualquer interferência do jogador do Belenenses em impedir o guarda-redes de jogar a bola e como tal o árbitro precipitou-se ao marcar falta
Rosa Santos (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)

«Foi mal anulado o golo ao Belenenses, pois Moretto não sofre qualquer infracção. Na sua falha o guarda-redes encarnado teve a protecção do árbitro ao considerar que tinha sofrido falta
António Rola (ex-árbitro, Tribunal de O JOGO)


Quique Flores no final do jogo: "a equipa está, sem dúvida, mais confiante".

----------

18 de Janeiro de 2009

Comunicado da SAD do Belenenses:

«A propósito do jogo Benfica-Belenenses, referente à Taça da Liga (Carlsberg Cup), e nomeadamente em relação à arbitragem do sr. Bruno Paixão, vem a SAD de Os Belenenses informar:

1) Será que vale a pena solicitar reuniões com as entidades responsáveis e competentes do futebol e em particular da arbitragem?

2) Por que razão o Belenenses, nesta época desportiva, como é público e notório, tem sido sucessivamente prejudicado, face a erros que, inclusive, acarretam danos patrimoniais para esta SAD?

3) Por que razão a Carlsberg Cup - prova a que a Liga pretende dar credibilidade, visibilidade e na qual aposta forte em termos de implantação no calendário nacional futebolístico - não tem observadores dos árbitros presentes nos seus jogos?»

----------

De 4 a 17 de Janeiro, duas semanas negras do futebol português em que os factos falam por si.
Aliás, comentando os factos e citações anteriores, eu diria que um Benfica super “Reforçado” com craques da bitola do Olegário, Paulo Baptista e Bruno Paixão, foi suficiente para ultrapassar um momento mau, difícil e delicado (nas palavras dos próprios).

Após sentir que o seu lugar estava por um fio, Quique Flores volta a estar de pedra e cal, ao ponto de no final do último desta série de jogos não ter dúvidas em afirmar que “a equipa está, sem dúvida, mais confiante”. Pudera!

Quem também tem estado ao seu melhor nível é Vítor Pereira. Depois das “belíssimas” arbitragens do Guimarães-SLB e do SLB-Braga, nomear o Bruno Paixão para um jogo do SLB é de mestre!...

Ontem, Vítor Pereira falou pela primeira vez dos sucessivos casos de arbitragem que vêm ensombrando o futebol português nas últimas semanas:
«Sabemos que apenas uma equipa vai garantir presença na Liga dos Campeões e isso vai provocar muito nervosismo, ansiedade e provavelmente muitas questões que vão pôr em questão tudo e todos».

Fantástica explicação! Os responsáveis do Braga e do Belenenses devem estar satisfeitíssimos...

E pronto, ao colo dos árbitros e com o beneplácito do Sistema, assim se escreveram mais umas “belas” páginas da história do “glorioso”...

Nota: Os destaques no texto a negrito são da minha responsabilidade.
Fotos: Record

8 comentários:

José Correia disse...

«Entretanto, esta é a Taça da Liga que temos e que assim chegou a umas meias-finais de acordo com a programação feita (...)
Benfica e Sporting ficam em casa e FC Porto e Guimarães fazem o favor de vir à capital. Dificilmente se conseguiria fazer melhor para chegar à tão almejada final Benfica-Sporting. Agora, só falta mesmo nomear o Lucílio Baptista para Alvalade e o Paulo Baptista para a Luz (o Bruno Paixão fica guardado para a final)»

Miguel Sousa Tavares
in A BOLA, 20/01/2009

Nuno Nunes disse...

É uma das mais fortes campanhas da arbitragem portuguesa a favor do SLB e só tenho pena de ter um presidente e uma sad amordaçados e silenciosos pactuando com a vergonha. Isto não é futebol, isto é uma merda. Será que a Liga, com o seu gorduroso e gebo presidente, não entendo porque razão os estádios estão cada vez mais vazios? É este tipo de competições combinadas em nomeações de árbitros e arbitragens tendenciosas que querem prestigiar a todo custo?

E o FC Porto, não vai reagir? Vai deixar perder este campeonato como o de 2004/2005? Pelo menos nessa época tinha o nosso presidente sido recentemente envolvido no apito pela corja já bem conhecida e estava atordoado sem poder de reacção. Não haverá ninguém dentro da sad que possa dar a cara e denunciar bem alto a vergonha a que todos temos assistido?

Jogo a jogo enche o slb o papo com a ajuda dos Baptistas, Paixões e Benquerenças da vida. Pergunto-me se valerá a pena continuar a comprar lugares anuais para assistir a uma competição desvirtuada. Talvez quando começarem a ver as bancadas do Dragão vazias a sad se lembre de uma iniciativa qualquer como sortear Toyotas Yaris ou coisa do género para recuperar os adeptos.

Zé Luís disse...

É tão triste, revoltante, pungente que custa reler a sucessão de acontecimentos, Zé Correia.

E também observei essa declaração do Vítor Palhaço Pereira. Ouvi-a esta manhã na tv.

A culpa é dos lugares que sobram na Liga dos Campeões.

A culpa é dos árbitros? Não, há é poucos lugares na Liga dos Campeões?

A culpa é do Governo? Não, é da crise internacional?

O Governo mete água (deliberadamente?) nas suas contas, vai rectificá-las mas chama-lhe suplementar? Não, a culpa não é do pior ministro das Finanças da UE (Times).

Não há moral nesta merda de País. Não há sequer gente que tenha vergonha disto tudo.

Já agora, como eu há muito defendo (nem que fosse só para os jogos do FC Porto!) que árbitros estrangeiros deviam apitar cá, depois da aceitação do argumento por Quique Flores (Outubro), o presidente do Braga pede à Liga que faça convénios para pôr árbitros estrangeiros a apitar os jogos dos 3 grandes.

E o que faria Vítor Palhaço Pereira?
Eo taberneiro Hermínio da tasca da Liga?
Querem árbitros profissionais. Pois...

Tiago Araújo disse...

Olá a todos!

Eu no meu blog tenho mais uma iniciativa, e é de sócio.

Querem ser sócios do meu blog?

podem ganhar um cartão ( mas de imagem ).

Podem saber tudo em:

http://campeoesfcporto.blogspot.com

e depois escrevam na caixa de comentários se querem ser sócios do blog ou não.

Um abraço e conto com voçês.

Jorge Aragão disse...

Este ano a roubalheira passou a ser às claras, completamente à descarada.
Do FCP ninguém fala ... PC não pode.. Então os outros??????????
Para ganhar este ano teremos que ser 6 vezes melhores...

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Olá companheiros Dragões.
Este blogue é muito bom.
Os seus artigos são globalmente muito bem elaborados e ... principalmente muito certeiros e incisivos.
Este post, particularmente, sintetiza com excelência o que está a acontecer no futebol português. Demosntra a total falta de vergonha dos agentes desportivos. Há bem pouco tempo apontavam o dedo ao FCPorto e, mesmo sem que qualquer tribunal tenha julgado procedente qualquer acusação, o clube o seu presidente foram condenados. SEM JULGAMANTO, SEM PROVAS DE FACTO. Pelo contrário, alguns dos processos foram ridicularizados pela justiça. Mas de nada valeu. Hoje, assistimos à total impunidade e cruzar de braços por parte daqueles que outrora foram céleres a julgar e a culpabilizar.

Estas denúncias e outras que por aí vão proliferando podem, pelo menos, mostrar ao "deserto" que estamos atentos e, mais dia menos dia, a paciência pode terminar...

Um bem haja para quem tão bem escreve.

César disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
José Correia disse...

César disse...
«Obviamente que o sr. MST devia saber, tal como o autor do blog, alguma coisa sobre bola. Sei lá... pelo menos as regras.»

Primeiro e último aviso: não lhe admito este tipo de bocas. Se quer continuar a escrever comentários neste blogue, com este nickname ou com outro, é bom que o faça de forma correcta.

Se quer mandar bocas tem N blogues benfiquistas onde o pode fazer à vontade.