terça-feira, 13 de janeiro de 2009

A aventura portista pela canhota


No passado fim de semana a SAD do FC Porto decidiu avançar para a primeira aquisição deste mercado de inverno, precisamente para o sector que é apontado unanimemente pela imprensa que acompanha o fenómeno desportivo e adeptos portistas como o mais débil da equipa, o lado esquerdo da defesa. Cissohko, proveniente do Vitória de Setúbal, ocupará o lugar vago deixado por Lino que rumou para Grécia.

Na antevisão da partida frente ao Trofense Jesualdo Ferreira aludiu as razões para a contratação do jovem defesa proveniente das margens do Sado:
«Das observações que fizemos, chegámos à conclusão de que não vamos, seguramente, dar um tiro no escuro. Vamos esperar que a sorte o proteja e que as competições o favoreçam. O tempo de ele poder render é mais curto, mais provável e mais previsível do que o de qualquer outro que chegasse de fora».


O treinador portista foi ainda mais longe e definiu o perfil tipo e as dificuldades que o Clube tem enfrentado para encontrar a peça ideal para a sua canhota defensiva:
«Qualquer jogador que possa vir para o FC Porto terá de entrar para jogar directo, mas para isso tem de ter um determinado nível, que custa x, e para esses não há dinheiro. Assumimos isso. O mercado que mais nos interessa, pelas garantias, é o interno, porque os jogadores já conhecem o FC Porto e o futebol português e estão adaptados. A aquisição do Cissokho assenta nestas linhas e ainda no facto de ser jovem, ter uma cultura europeia e um bom potencial para se desenvolver».

Desde da temporada 2004/05, ano em que Nuno Valente perdeu lugar na equipa mercê de uma serie de arreliadoras lesões, ate à corrente época, a SAD portista já contratou nove jogadores para esta posição. A saber os nomes e montantes envolvidos:

- Rossato, 1 milhão de euros por 50% do passe

- Areias, por 800 mil euros.
. Leandro, por 1.500 milhões de euros.

- Marek Cech, por 1.270 milhões de euros.

- Ezequias, por 300 mil euros.

- Lucas Mareque, por 1 milhão de euros.

- Lino, por 150 mil euros.

- Benitez, por 1 milhão de euros por 50% do passe.

- Cissohko, por 300 mil por 60% do passe.




Ao longo destes anos o FC Porto já investiu quase 7.5 milhões de euros em defesas esquerdos, mais os vencimentos que teve de suportar de todos eles. A acrescentar a estes nove atletas, os diversos treinadores que têm passado pelo Dragão têm sido “obrigados” a buscar soluções de recurso dentro do plantel para este sector, casos de Ricardo Costa, César Peixoto e Fucile, só para citar alguns exemplos.

Jesualdo acha que o Clube não pode investir muito dinheiro em jogadores para esta posição, mas olhando para o montante dispendido em todo este tempo, parece-me que se a SAD ao invés de seguir uma politica de subalternização da lateral esquerda, tivesse feito uma aposta forte na contratação de um atleta com maiores credencias, talvez as vantagens financeiras e desportivas seriam bem maiores.

Confesso que a aquisição de Cissohko não me entusiasma particularmente, talvez por corresponder a um tipo de perfil de aquisições dos últimos anos para o lado esquerdo que não tem surtido efeito; jogadores sem experiencia na alta roda do futebol, provenientes de clubes modestos (onde em alguns casos nem aí se impuseram), baratinhos. Pode haver quem ache estou a ter uma visão algo esteriótipada desta contratação, mas gato escaldado de agua fria tem medo. A ver vamos.

Fotos: uefa.com e Record

13 comentários:

José Correia disse...

Infelizmente, lendo nas entrelinhas o que Jesualdo afirmou, não me parece que o Cissokho seja uma aposta para esta época. Foi mais uma oportunidade que surgiu, após a saída do Lino ter aberto uma vaga no plantel.

Atendendo à idade do Cissokho (21 anos) e às limitações tácticas e de posicionamento defensivo que ainda tem, penso que terá de ser sujeito a um período de alguns meses para "limar" estes defeitos.

Um jogador do campeonato português que, na minha opinião, teria condições para entrar já na equipa, seria o Alonso do Nacional, que está em final de contrato. Mas, talvez devido à idade (tem 29 anos) a SAD não parece interessada neste hipotética contratação.

Carlos Filipe disse...

E então quais seriam os atletas "de maiores credenciais" que o porto poderia contratar para deefsa esquerdo e que se encaixassem na política orçamental (salários) do clube?

José Rodrigues disse...

"E então quais seriam os atletas "de maiores credenciais" que o porto poderia contratar para deefsa esquerdo e que se encaixassem na política orçamental (salários) do clube?"

Vamos lá a ver...

O FCP gastou quase 20 milhões de euros no ano passado em jogadores (só em Farias, Bolatti e Stepanov - 3 jogadores coincidentemente e infelizmente muito pouco utilizados - foram 15 milhões).

Este ano (no Verão) gastou outra vez mais de 25 milhões em contratações.

Quanto à "política salarial", temos vários jogadores a ganhar entre 100 e 150mil euros/mês.

Ora... com 5 milhões (custo de 100% do passe) e um salário de 100mil/mês (ou nem isso), já se pode contratar um dos melhores 50 def esquerdos mundiais, com CV demonstrado (a nível de selecções, clubes).

Esses são valores perfeitamente ao alcance do FCP, pelo q se percebe pelo q escrevi acima, havendo vontade de investir nessa posição.

Cissokho (ou até mesmo Fucile) não entram, hoje, sequer no top100 mundial.

Podem responder-me "ah, mas isso é arriscado financeiramente". Bem, acho q é tão arriscado como as contratações de Farias, Stepanov ou Bolatti, por exemplo...(para não falar em Hulk ou Rodriguez). Mas saliento que:

1) jogadores q chegam com "cartel" podem sempre ser revendidos (ainda q com um pequeno prejuízo) se nào resultarem no FCP (a não ser q tenham mais de 28 anos). Exemplos: Diego e Fabiano.

2) o investimento pode ser mais do q recompensado desportivamente. Aliás, a posição de lateral no FCP é ainda mais importante no esquema de Jesualdo q prescinde de médios criativos, devendo ajudar o ataque.

Só para dar um exemplo: tivéssemos nós um bom def esquerdo no ano passado, q acho q seria o suficiente para fazer a diferença em ganhar a final da Taça e ultrapassar o Schalke na LC (qdo não houve Bosingwa, q muita falta fez).

Acredito q fosse mais difícil arranjar um dos tais bons def esquerdos (ie com CV e carotes) no mercado neste momento; mas certamente será muito mais fácil no Verão (no anterior e... no próximo).

Isto havendo vontade para investir nesta posição em detrimento de mais um avançado ou médio caro, claro...

Aristodemos disse...

Vou postar excertos da entrevista que Jesualdo deu a OJOGO no inicio deste ano.

"É muito complicado encontrar bons laterais, para a esquerda, mas também para a direita. Basta olhar para a Selecção Nacional para o percebermos. Aliás, olhando de relance para os três grandes, percebe-se a dificuldade que existe para conseguir jogadores ao nível das exigências de um lateral. Ora, para mim, como o nome indica, um defesa-lateral é, antes de mais, um defesa. A sua primeira função é defender bem. A maior parte das pessoas, costuma avaliá-los pela sua capacidade para atacar, mas eu não faço isso. Na minha concepção de jogo ofensivo, é importante que os laterais também consigam ser jogadores com capacidades ofensivas. Ora, defender bem e atacar bem não é fácil para jogador nenhum. Depois há mercados, como o Brasil e a Argentina, que potenciam um determinado tipo de lateral que só sabe atacar. E esses não me servem. É verdade que somos mais sensibilizados por alguém que ataca bem, até porque defender é muito aborrecido, mas a verdade é que há defesas que não gostam de defender e isso não pode ser. Aliás, para uma equipa atingir a maturidade precisa de perceber que só consegue atacar bem defendendo bem. Considerando tudo isto, e considerando a especificidade da função do lateral, que tem de defender e de atacar muito bem, é natural que sejam jogadores muito difíceis de encontrar."

"O Benítez ataca bem, tem noções ofensivas boas, mas que não tinha, sob o ponto de vista defensivo, a estruturação táctica que os defesas na Europa têm de ter. E por isso mesmo sentiu dificuldades na adaptação a essas exigências. Como de resto teve também o Fucile, apesar de já ninguém se lembrar disso. Ele também chegou com 21 anos e não conseguiu fazer de imediato aquilo que é capaz de fazer agora. O Bosingwa também não, também ele levou muitos anos para se fixar a lateral e preencher os requisitos da função."

"O Sapunaru tem condições físicas óptimas, apesar de não ser muito rápido. Não é um jogador de explosão, mas é um jogador de ritmo elevado. Tem ainda algumas dificuldades no posicionamento defensivo e é um jogador que, sob o ponto de vista emocional, se desestabilizou em determinada altura. Mas tem todas as condições para vir a ser um grande lateral. No entanto, o Sapunaru está resguardado, porque tinha de ser protegido. Como outros estão resguardados para poderem escapar às críticas e análises negativas que se fazem permanentemente aos jogadores que entram no FC Porto e não conseguem imediatamente comer a bola."

Concordo a 100% com o Mister. Bons defesas esquerdos portugueses, o que é isso? Basta ver que a última aposta da selecção para essa posição, Antunes, contratado pelo Roma à 2 épocas, passou o 1º ano no banco e no 2º foi emprestado ao Lecce, 16º classificado da série A, onde é novamente suplente. O Roma pagou 5M€ ao Liverpool pelo passe do Riise, para ter um lateral esquerdo a sério.

É muito difícil conseguir que bons jogadores europeus venham para o nosso campeonato. Estamos na segunda divisão europeia, abaixo de Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França, que são muito mais apetecíveis para um jogador do que a liga portuguesa. "Um atleta com maiores credencias" aos 26-27 anos quer fazer o contrato da vida dele, o que nos países que referi representa um salário que o Porto não pode igualar.

Aristodemos disse...

José Correia disse:
«Infelizmente, lendo nas entrelinhas o que Jesualdo afirmou, não me parece que o Cissokho seja uma aposta para esta época. Foi mais uma oportunidade que surgiu, após a saída do Lino ter aberto uma vaga no plantel.

Atendendo à idade do Cissokho (21 anos) e às limitações tácticas e de posicionamento defensivo que ainda tem, penso que terá de ser sujeito a um período de alguns meses para "limar" estes defeitos.»

Também me parece, apesar de achar que tanto Benitez como Cissokho são melhores alternativas para defesa esquerdo do que Pedro Emanuel.

JP disse...

só para dizer que quer o Lucas Mareque, quer o Cech e quer o Rossato, voram vendidos a preço superior ao da compra.

o Rossato foi comprado por 1M (penso eu) e vendido umas semanas depois pelo mesmo 1M, sendo que o FCP conservou 50% de percentagem do passe em caso de venda futura.

José Rodrigues disse...

Viste isso em algum comunicado oficial, JP? Eu não, pq não houve. E no relatório e contas tb não. Por isso tenho alguma cautela ao dizer coisas dessas.

Eu tb li na imprensa q Stepanov, Farias e Bolatti custaram 4, 3.5 e 3 milhões respectivamente; no entanto diz preto no branco no relatório e contas q eles custaram no total 15 milhões...

De resto o Jesualdo diz q o "Cissokho não é um tiro no escuro pq foi observado". Esta frase a mim não me aquece nem me arrefece, já que tb tinham dito o mesmo de Mareque e de Benitez, e... enfim.

Assinalo tb as contradições de Jesualdo... diz q lhe interessa acima de tudo q um lateral defenda bem, q isso é a base; mas no seu período contratou-se Ezequias, Lino, Mareque e Benitez, nenhum dos quais chegou com predicados acima de tudo defensivos, bem pelo contrário.

Das duas uma: ou estas contratações vieram por iniciativa da SAD, ou então temos aqui uma contradição muito esquisita com o Jesualdo a meter os pés pelas mãos (seja na decisão das contratações, seja no q diz).

Aristodemos disse...

José Rodrigues disse:
"Viste isso em algum comunicado oficial, JP? Eu não, pq não houve. E no relatório e contas tb não. Por isso tenho alguma cautela ao dizer coisas dessas."

Quando não tens cão caças com gato. :D

http://www.caindependiente.com/cms/noticias.php?id=776

http://www.wba.premiumtv.co.uk/page/News/0,,10366~1343888,00.html

Jorge Aragão disse...

Para mim o Fucile continuava na esquerda que é quem dá mais garantias apesar de quando em vez jogar abaixo do que sabe ( Trofense ).
A questão é que a direita também não está nada bem.
Falou-se do miudo do Rio Ave. Não conheço, mas se é bom seria de arriscar, novo e português mas não sei... pois não o vi jogar, só pelo que li.
Que saudades do Atraca, Branco, Inácio, Fernando Mendes, Nuno Valente .... até do mal aproveitado Rui Jorge.

Carlos Filipe disse...

JR,

Tanto verbo e nem um nome, um jogador lateral esquerdo possível, de classe, apontas para vir para o FCP por esse dinheiro (já agora... achas mesmo que o Porto pode dar 1 milhão de contos por 1 defesa lateral?)

Vá ... só um nome, porque isto de criticar é muito lindo, é preciso mostrar que se sabe do que se fala...

Atenção não esquecer os salários que esse dito lateral esquerdo cobraria para jogar no Porto...

José Rodrigues disse...

"já agora... achas mesmo que o Porto pode dar 1 milhão de contos por 1 defesa lateral?"

Caro Carlos Filipe

Se podemos gastar 4 milhões de contos por ano em contratações, como foi o caso nas duas últimas épocas, parece-me ÓBVIO que podemos certamente gastar 1 milhão num lateral. Ou está escrito nas estrelas que para laterais só se pode gastar "x"?

Já agora, não sei se estavas distraído mas ainda neste defeso contratámos um lateral avaliado em... 1 milhão de contos.

COmprámos 50% de Sapunaru por 2,5 milhões, e tanto quanto eu sei ele é um lateral...

Quanto a nomes, sinceramente já perco tempo que chegue a seguir o FCP em detalhe e o panorama internacional em geral para andar a seguir os defesas esquerdos todos das selecções e dos 50 melhores clubes europeus. Deixo isso para os candidatos a Luis Freitas Lobos deste mundo...

Saudações portistas

Carlos Filipe disse...

JR,

Dás-me razão em toda a linha, o Porto não quer e não pode gastar de imediato 5 milhões num lateral.

De resto, se Sapunaru está avaliado em 1 milhão de contos e está a ter enormes dificuldades em impor-se no Porto, apesar de ser internacional romeno, quanto custará então o tal lateral que tanto defendem os ultra críticos da politica de contratações da SAD que esta poderia perfeitamente contratar um jogador desses que claramente chegasse e se impusesse.

De resto, registo que as críticas pelos vistos é só apontar o dedo, comprometeres-te com uma alternativa é que já não.

Nelson Carvalho disse...

Carlos Filipe disse: «De resto, se Sapunaru está avaliado em 1 milhão de contos e está a ter enormes dificuldades em impor-se no Porto, apesar de ser internacional romeno, quanto custará então o tal lateral que tanto defendem os ultra críticos da politica de contratações da SAD que esta poderia perfeitamente contratar um jogador desses que claramente chegasse e se impusesse.»

Nada nos garante que contratar um defesa lateral por um valor a rondar os 5 milhões de € seja sinónimo de sucesso, assim como a contratação de lateral mais barato pode ate revelar-se positiva (vide caso de Fucile).

Porem o que imcompreensivel na politica de aquisições da SAD portista no que toca a defesas esquerdos é ir buscar alguns que nem sequer se impunham em clubes de dimensão muito inferior ao FC Porto. Lino, Ezequias ou Lucas Mareque são apenas alguns exemplos. estava na cara que estas seriam contratações falhadas logo à nascença.

Carlos Filipe disse: «De resto, registo que as críticas pelos vistos é só apontar o dedo, comprometeres-te com uma alternativa é que já não.»

O Carlos filipe que me perdoe, mas parece que está querer seguir o caminho da demagogia quando está a exigir a um comum adepto portista que indique um nome para defesa esquerdo do FCP.

Não sei o Sr. sabe, mas eu sei que a SAD do FC Porto paga e bem pago a muitos olheiros para prestarem informações sobre diversos atletas que observam. Parece-me que é a esses a quem deve dirigir essa pergunta.

Abraço.