quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Entradas e saídas do plantel em Janeiro


Com o início da época de transferências muitos adeptos (e secretamente alguns treinadores também) esperam ver as suas equipas reforçadas. No FC Porto a situação não será diferente e o mercado é constantemente sondado à procura de bons negócios, como referiu recentemente Jesualdo Ferreira.
Haverá provavelmente também algumas saídas, motivadas pela entrada de novos jogadores e também para dar oportunidade aos jogadores menos utilizados (ou que não fazem parte dos planos do treinador) de jogar com mais frequência.


Do lado das possíveis saídas é mais fácil referir nomes em concreto, sendo os candidatos mais prováveis à saída Bollati, Lino e Stepanov.

Bollati tem sido uma desilusão e não parece conseguir adaptar-se ao estilo de jogo europeu, de tal modo que foi o jogador escolhido pela equipa técnica para ficar de fora da lista de inscrições nas competições europeias. Já manifestou várias vezes o desejo de sair, e parece que existem negociações entre o FC Porto e vários clubes argentinos para o empréstimo ou mesmo para a saída em definitivo.

O caso de Lino é uma questão de oportunidade. Apesar de ter 11 presenças na equipa este ano, Lino tem 31 anos e o Porto não vai realizar uma grande transferência com ele. Havendo uma equipa interessada em contratá-lo, o momento pode ser aproveitado para reduzir o plantel e abrir uma vaga para a contratação de um novo lateral. A título de curiosidade, o site inglês da Wikipedia sobre Lino já o refere como jogador do PAOK.

Stepanov parece ser um caso diferente dos dois referidos acima. Apesar de ser reconhecido como um jogador com potencial e com qualidade, não se tem conseguido impor na equipa, fruto de alguns acidentes de percurso (semelhantes aos de Pepe na sua primeira época de azul e branco). O destino mais provável parece ser o empréstimo a uma equipa estrangeira onde possa jogar com regularidade de modo a ganhar ritmo competitivo e confiança que lhe permitam regressar ao plantel como alternativa credível.

É possível que Pelé possa também ser transferido no caso de haver um boa proposta, já que é um jogador que tem algum mercado, não tem conseguido impor-se na equipa principal, e tem sido dado como um jogador pouco querido pelo treinador devido às suas actividades extra-profissionais.

Apesar de não ser tão provável, é possível que algum dos quatro jogadores mais jovens do plantel seja emprestado para ganhar ritmo competitivo e experiência. Entre estes, os mais prováveis candidatos à saída serão Tengarrinha e Rabiola, já que Candeias tem sido opção com alguma frequência e Ventura é o terceiro guarda-redes do plantel (a sua saída obrigaria à contratação de outro guarda-redes ou a promoção de algum júnior).


Adivinhar nomes de entradas no plantel é um pouco mais complicado, já que o universo de jogadores candidatos à entrada é um pouco maior do que o de candidatos à saída (plantel vs mercado).

As posições que se mostraram mais fragilizadas são:
- a de lateral esquerdo, onde Lino e Benítez não se conseguem impor e Pedro Emanuel não consegue disfarçar a falta de ritmo. Fucile não pode fazer as duas laterais em simultâneo, podendo fixar-se na esquerda se for contratada mais uma alternativa para a direita.
Leandro pertence ao FC Porto, mas a alergia aos microfones parecem afastá-lo do regresso.

- a de médio-ala, onde não existem alternativas a Rodriguez. Tarik tem sido atormentado por lesões, Candeias não parece ter oportunidades apesar de dar boas indicações quando é chamado, e Mariano tem feito fazer sofrer os adeptos com a qualidade das suas exibições apesar da entrega com que costuma jogar.
Dos jogadores emprestados pelo FC Porto, Hélder Barbosa, Bruno Gama e Diogo Valente estão a fazer campeonatos interessantes, podendo estar a ser considerado o seu regresso.

- a de defesa central, se for confirmada a saída de Stepanov, por não ser seguro tentar fazer mais de meio campeonato com apenas três defesas centrais (apesar de Sapunaru poder fazer o lugar).
Nuno André Coelho é um jogador emprestado pelo FC Porto que tem feito algum furor no Estrela da Amadora. O seu regresso parece estar na calha, apesar de à primeira vista ser um candidato à posição de quarto central da equipa.


Apesar de tudo, esta época de transferências costuma ser pródiga em surpresas e em laterais-esquerdos, por isso qualquer bom negócio que surja pode ser aproveitado.
Um facto é certo: com a crise financeira a chegar ao mundo do futebol, não vamos ver a SAD a cometer grandes extravagancias.

18 comentários:

José Correia disse...

O defesa-central Tengarrinha vai jogar no Estrela até ao final da temporada. Sem grande espaço no plantel portista, o empréstimo foi a solução encontrada pela SAD para garantir a evolução do jogador, de 19 anos, formado nos escalões de base do clube. Para além de defesa-central, Tengarrinha pode jogar como defesa-direito ou mesmo médio-defensivo. Esta época participou em dois jogos da Taça de Portugal, frente ao Sertanense e Cinfães. Depois de Nuno André Coelho, Tengarrinha é o segundo jogador portista cedido ao Estrela.

in O JOGO, 07/01/2009

José Correia disse...

Está confirmada a notícia avançada por O JOGO: Lino vai mesmo jogar no PAOK, treinado por Fernando Santos, no próximo ano e meio (o que resta desta época e a seguinte). Antes de viajar para a Grécia, amanhã, o defesa brasileiro ainda vai rescindir o contrato com o FC Porto, que, recorde-se, terminava no final da época. O acordo entre os clubes já foi alcançado, assim como entre os gregos e Lino. "Estou motivado e quero jogar com regularidade num bom clube. O treinador fez força para me ter no PAOK, o que é sempre bom", disse Lino a O JOGO. Contratado à Académica, esta era a segunda época do brasileiro no FC Porto. Desde que chegou foi utilizado a espaços.

in O JOGO, 07/01/2009

José Correia disse...

O F.C. Porto cedeu o lateral-esquerdo Leandro ao Fluminense. A notícia foi confirmada pelo site oficial do clube do Rio de Janeiro, o qual garante em comunicado que o jogador será apresentado nesta quarta-feira, pelas 11 horas (15 horas portuguesas), à imprensa, como novo reforço do plantel principal.

Leandro assinou contrato por um ano, até final de Dezembro de 2009, ele que está ligado ao F.C. Porto até Junho de 2010. O brasileiro fica assim com mais meio ano de contrato com os azuis e brancos para além do período de cedência ao Fluminense. Ele que, recorde-se, renovou com o F.C. Porto em Julho passado.

Com o empréstimo ao Fluminense, que ficou selado esta terça-feira com um faxe do F.C. Porto a libertar o jogador, fica concluída uma longa novela em torno de Leandro, um jogador que nunca contou para Jesualdo Ferreira. Depois de emprestado ao Cruzeiro e ao Palmeiras, Leandro cumpre mais um empréstimo, agora ao Fluminense.

in MaisFutebol

José Correia disse...

Em 25/11/2008, o Maisfutebol apresentou um estudo referente aos jogadores emprestados pelos três grandes.
No caso do FC Porto eram 30 atletas e o cenário era o seguinte:

Guarda-redes: Bruno Vale (V. Setúbal, 5 jogos/450 minutos), Paulo Ribeiro (Portimonense, 9 jogos/810 minutos);

Defesas: Leandro (Palmeiras, 33 jogos/2906 minutos), Nuno André Coelho (E. Amadora, 8 jogos/720 minutos), João Pedro (Gloria Bistrita, 3 jogos/225 minutos), Steven Vitória (Olhanense, 9 jogos/768 minutos) e Stéphane (Olhanense, 6 jogos/446 minutos), João Paulo (Rapid Bucareste, 13 jogos/1077 minutos), Edson (Académica, 5 jogos/428 minutos);

Médios: Ibson (Flamengo, 31 jogos/2682 minutos), Leandro Lima (V. Setúbal, 8 jogos/427 minutos), Castro (Olhanense, 9 jogos/792 minutos), Pedro Moreira (Boavista, 8 jogos/703 minutos), Nuno Coelho (Portimonense, 9 jogos/810 minutos), Paulo Machado (Saint-Etienne, 12 jogos/698 minutos), Federico Scoppa (Sp. Covilhã, 2 jogos/19 minutos) e Kazmierczak (Derby County, 11 jogos);

Avançados: Maxi Asís (Portimonense, ainda não utilizado), Hélder Barbosa (Trofense, 9 jogos/672 minutos), Monteiro (E. Amadora, 1 jogo/19 minutos), Ivanildo (Gil Vicente, 8 jogos/434 minutos), Zequinha (Gil Vicente, 9 jogos/689 minutos), Bruno Gama (V. Setúbal, 9 jogos/650 minutos), Bruno Moraes (V. Setúbal, 3 jogos/164 minutos), Rui Pedro (Portimonense, 8 jogos/421 minutos), Ukra (Olhanense, 9 jogos/553 minutos), Renteria (Sp. Braga, 8 jogos/573 minutos), Cláudio Pitbull (Rapid Bucareste, 8 jogos/465 minutos), Vieirinha (PAOK, 4 jogos/304 minutos) e Diogo Valente (Leixões, 8 jogos/401 minutos).

José Correia disse...

Ontem, no 'Trio d'Ataque', o Rui Moreira referiu que o João Paulo e o Pitbull estavam de regresso ao FC Porto, porque o Rapid Bucareste não lhes tinha pago os salários nos últimos meses.

Alguém confirma esta informação?

Ana Martins disse...

Esta fase será ainda mais complexa, tanto por que não é expectável que Jesualdo Ferreira faça algo de inédito - estar 4 anos no mesmo clube. Assim sendo, neste momento, as dispensas com rescisão são arriscadas (com a excepção de Lino e Beniteza) porque nunca se sabe se o próximo treinador, mediante o esquema a usar, pode usar que jogadores. Essa é a razão pela qual concordo com os empréstimos de Ibson e Bollati e Stepanov (apesar de ter pena, pq gosto mto deste jogador). Quanto ao Bolatti, o problema é q na Argentina não jogam com 1 "6" mas com dois "8" em paralelo, daí as dificuldades de Bolati em afirmar-se. No entanto, nestes empréstimos algo me causa muita confusão: sabendo da situação da equipa da Amadora, como se empresta 1 jogador? Para acontecer como ao Pitbul e ao João Paulo, que não viram 1 tostão na Roménia? A não ser q seja já a famosa modalidade de empréstimo: se o jogador actuar sempre, fica a custo zero para o clube q o recebe...(jogada de mestre, diga-se!)

cumps

Zezé disse...

http://novobenfica.blogs.sapo.pt/51177.html

recomendo que todos os portistas leiam isto. escrito por um benfiquista, que deixou todos eles indignados!

é o confirmar da nossa superioridade.

abraços

Nelson Carvalho disse...

José Correia disse: «Ontem, no 'Trio d'Ataque', o Rui Moreira referiu que o João Paulo e o Pitbull estavam de regresso ao FC Porto, porque o Rapid Bucareste não lhes tinha pago os salários nos últimos meses.

Alguém confirma esta informação?
»

Isso é algo totalmente novo para mim, nunca ouvi algo semelhante. Era contudo algo que me agradaria, não pelo motivo que hipoteticamente fará regressar os atletas, mas porque considero ambos alternativas bem mais crediveis que alguns elementos que temos no actual plantel.

Anónimo disse...

Oliveira e Costa, no programa trio d´ataque, insinuou que o central do Nacional jogou, de forma consciente e intencional, a bola com a mão, acrescentou ainda, que a PJ deveria investigar!

Lamento muito que o Dr Rui Moreira não lhe tenha explicado que o jogador do Nacional, apesar de brasileiro, não se chama MANACA mas sim Felype Lopes!

É por estas e por outras que tenho grande apreço e consideração por Miguel Sousa Tavares, homem de rija têmpera, habituado a cortar a eito e que em situação alguma se tolhe.

Anónimo disse...

Lino: «Saio de cabeça erguida e sem mágoa»
LATERAL-ESQUERDO VAI JOGAR NO PAOK

Grato aos que lhe deram uma oportunidade do FC Porto, Lino despede-se tranquilo para rumar ao PAOK (contrato de época e meia), onde promete "dar o melhor".

"Somos amigos e gostei de estar aqui. Sempre tentei fazer o melhor nos treinos e nos jogos. Saio de cabeça erguida e sem mágoa", referiu à Antena 1.

O lateral-esquerdo promete o mesmo empenho na equipa de Fernando Santos."Vou jogar num grande clube. Estou feliz", referiu.

Por último, deixou o desejo de voltar ao Dragão para festejar o título de campeão.

Lino, que tinha contrato com o FC Porto por mais seis meses, chegou ao Dragão na última temporada vindo da Académica, mas não conseguiu conquistar o seu espaço e foi pouco utilizado pelo treinador Jesualdo Ferreira

Anónimo disse...

O FC Porto já me disse que serei primeira opção"
B.F.M.

A aventura de Nuno André Coelho no Estrela da Amadora parece estar a acabar. O internacional Sub-21 já foi informado que Jesualdo Ferreira o pretende no plantel caso o FC Porto venda algum central durante este mês, e agora só está à espera que a tal vaga surja. Entretanto, vai tirando o máximo proveito do empréstimo à equipa estrelista, na qual voltou a viver o drama dos ordenados em atraso, ainda que do lado de fora. Apesar de tudo, garante a O JOGO que ninguém no plantel deseja o fim do clube da Reboleira.

Qual seria o melhor presente neste 23º aniversário? A reintegração no plantel do FC Porto?

[risos] Sem dúvida que seria um excelente presente. Sei que, se for, arrisco-me a jogar menos do que no Estrela da Amadora, mas prefiro jogar no FC Porto. Desde os oito anos que sonho lá chegar, portanto, seria uma das melhores prendas que podia ter.

O que falta para que tal suceda?

Tenho feito tudo o que está ao meu alcance para que isso aconteça. Julgo que estou a fazer um bom campeonato, por isso, se calhar só falta mesmo uma vaga. É muito complicado para um defesa, principalmente com a minha idade, integrar o plantel do FC Porto.

Recebeu algum contacto por parte das pessoas ligadas ao clube?

Sim, já fui contactado. Tive uma conversa com um dirigente da SAD e ele disse-me que, quando existir uma vaga, serei a primeira opção.

Ricardo Carvalho e Bruno Alves conquistaram o seu espaço no FC Porto com 23 e 24 anos, respectivamente. Julga que este é o momento certo para tentar a sorte no campeão nacional?

Penso que sim. Como todos sabem, o FC Porto gosta de ter centrais experientes e eu acredito que com 23 ou 24 anos poderei afirmar-me no plantel.

Ficou triste por não ter defrontado o FC Porto e, assim, mostrar-se a Jesualdo Ferreira?

Infelizmente a lesão que sofri não me deixou jogar. É verdade que poderia aproveitar mais esse jogo para mostrar o que sou capaz de fazer, mas não é por causa de um jogo que a opinião que têm sobre mim vai mudar.

José Correia disse...

lima disse...
«Lamento muito que o Dr Rui Moreira não lhe tenha explicado que o jogador do Nacional, apesar de brasileiro, não se chama MANACA mas sim Felype Lopes!»

Caro Lima, se o Rui Moreira tivesse dito isso estaria, na minha opinião, a cometer um grave erro.

Em primeiro lugar estaria a dar importância a uma insinuação reles, sem qualquer tipo de fundamento, do representante do Sporting.

Em segundo lugar, e ainda pior, ao referir o caso Manaca estaria a colocar ao mesmo nível duas situações que não têm comparação.

No caso do jogador do Nacional, trata-se de um lance infeliz/infantil/estúpido, semelhante ao protagonizado pelo Binia no Trofense x SLB.

O caso Manaca é muitíssimo mais grave, a começar pelo facto de os dirigentes do FC Porto terem alertado, ANTES do Guimarães-Sporting, de que tinham sido informados que um jogador do Guimarães iria cometer um penalty ou marcar um auto-golo.
A situação foi de tal maneira grave, que houve uma forte discussão e, inclusive, agressões entre jogadores do Vitória no final do jogo e o Manaca foi afastado do grupo de trabalho por um jovem presidente chamado Pimenta Machado.

Anónimo disse...

Caro José Correia,

Longe de mim pretender insinuar que as situações são semelhantes.

Referir o caso Manaca seria apenas uma forma de calar o homem das sondagens. Mas, como muito bem diz, o Dr Moreira poderia ter aludido ao lance do bynia e, pura e simplesmente, questionado se o camaronês estaria a soldo de alguém, ou se, foi apenas um lance infeliz.

Sucede que nem uma coisa nem outra, aos costumes o Dr RMoreira disse...nada.

Nada me move, mas nada mesmo, contra o Dr RMoreira mas por vezes deixa-se intimidar pelos seus colegas de programa, que, verdade seja dita,não poupam o Fc Porto, não rebatendo da forma mais indicada os desaforos com que aqueles o brindam.

Daí abreve alusão a Miguel Sousa Tavares, esse sim, homem que não se deixa tolher.

Anónimo disse...

Errata: onde se lê abreve deverá ler-se a breve

Anónimo disse...

Errata : onde se lê aqueles leia-se estes.


P.S.- Peço desculpa pelos erros mas é o preço a pagar por "escrever a correr"

Aristodemos disse...

Se a ideia é eliminar o Atlético da CL a equipa precisa de um defesa esquerdo a sério.

Mais mexidas na equipa parece-me um erro, dado os bons resultados obtidos nos últimos meses.

António Soares disse...

Depois desta entrada fiquei com a pulga atrás da orelha e fui investigar.

A verdade é que existiu uma edição na entrada do Lino da Wikipedia a 31 de Dezembro de 2008, num IP originário de Manchester.

Será o empresário? Será alguém intimo do jogador?

Não é muito usual isto acontecer no nosso clube...

Um abraço,
António Soares

José Correia disse...

Edson, emprestado pelo FC Porto à Académica, não vai jogar mais pela Briosa esta época, tendo já hoje regressado ao Porto.

O jovem central, de 21 anos, já não participou no treino de hoje do plantel da Académica, que ocupa a 10.ª posição da Liga Sagres.

O treinador da Académica, Domingos Paciência, já se tinha pronunciado publicamente a favor da saída do atleta, para "dar o salto", manifestando mesmo o contentamento, alegando que revelaria "a sua qualidade como atleta".

in Record, 08/01/2009