domingo, 4 de janeiro de 2009

Liga Sagres ou Liga SLB?


«O Benfica e a Sagres assinaram no último dia de 2008 um acordo de patrocínio para todas as modalidades do clube encarnado que terá a duração de, pelo menos, três temporadas a troco de 1,5 milhões de euros/ano.
Este valor é apenas uma referência, pois o montante que a cervejeira vai pagar ao Benfica pode ser ajustado de acordo com o êxito desportivo. No contrato ficou assente que as duas partes podem, em 2011, prolongar o acordo desde que ambas o pretendam.
No que diz respeito ao futebol profissional, a Sagres substitui o Banco Espírito Santo (BES) nas costas das camisolas. A entidade bancária que patrocina os três grandes, já revelou que vai deixar o futebol no final da época.
Segunda-feira Benfica e Sagres divulgarão pormenores do acordo.»
in DN, 03/01/2009


1,5 Milhões de euros/ano (no mínimo) para as modalidades é, sem dúvida, um excelente patrocínio e que vem reforçar a ligação que já existia entre a Sagres e o SLB.

Em 07/07/2008, relativamente ao naming das Bancadas do Estádio da Luz, o site oficial do SLB anunciava:
«TMN e Meo substituem respectivamente as bancadas PT e Sapo. As restantes bancadas - Coca-Cola e Sagres - mantêm a designação».


Juntando o naming de uma das Bancadas do Estádio, o patrocínio de todas as modalidades do clube e a publicidade das costas das camisolas da equipa principal, é fácil concluir que as verbas anuais envolvidas andarão na ordem dos 4 a 5 milhões de euros, tornando a Sagres no principal parceiro comercial do SLB.

Ora, faz sentido que o patrocinador do campeonato nacional e que dá nome ao mesmo seja, simultaneamente, o principal parceiro comercial de um dos clubes que disputa essa competição?

Imagine-se o que diria a comunicação social lisboeta se o clube envolvido fosse o FC Porto. Expressões como “Promiscuidade”, “Conflito de interesses”, “Suspeição” e “Mulher de César” iriam ser repetidas até à exaustão e, provavelmente, a pressão dos media obrigaria a Liga de Clubes a mudar o seu patrocinador. Mas como é o SLB não merece, sequer, um comentariozinho…

Por falar em “mulher de César”, o João Saraiva já tinha aflorado este assunto, a propósito da apresentação dos equipamentos do Sporting tendo, na altura, sido referido que a Sagres iria patrocinar as equipas de Futsal e de Andebol do Sporting.


Evidentemente, no caso do SLB estamos a falar de uma parceria de outra amplitude, que também envolve o futebol e cujos montantes são muitíssimo superiores.

Deixo uma pergunta final: se a Sagres pudesse escolher um clube para ganhar a competição que patrocina, qual seria esse clube?
Não é difícil adivinhar…

4 comentários:

Aristodemos disse...

Lisandro Lopez foi o 12º melhor goleador de 2008, com 24 golos em 27 jogos.

Lista completa no site da IFFHS.

Mefistófeles disse...

O que me vale é que só bebo Super Bock, nunca gostei de Sagres.

Jorge Aragão disse...

A Sagres perdeu um cliente sobretudo da Boémia pois sempre me inclinei mais para a Super Bock.
Concordo que a marca Sagres não deveria fazer acordos com quem anda na Liga Sagres... Isso é claramente promiscuidade e dá azo a mais suspeição!!!
Embora off topic venho aqui também para sustentar que o Lucho tem créditos firmados, tem crédito para falhar e tem crédito de confiança tal como hoje aconteceu em que no final e com 2-2 marcou bem o penalti depois de ter andado a falhar.
São assim os grandes jogadores...

Zé Luís disse...

Fiquei elucidado, não sabia disto. Obrigado. Também não gosto daquilo da cerveja, mas quanto a moral...