sábado, 7 de fevereiro de 2009

3 - 3 = 6

Tivemos um dia um treinador, que na antevisão de um jogo, ainda na 1ª volta, com os lagartos disse que o empate poderia ser um bom resultado, e é certo que o empatou.

No final da época foi campeão, com o saldo de 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas nos jogos com os clubes da 2ª circular, ganhando o campeonato no jogo da 2ª volta com os lagartos, mas na prática a diferença essencial foi nos jogos com os clubes pequenos.

No final da época reconheceria que não sabia da importância que os adeptos davam aos jogos grandes, embora para ele fossem jogos que valiam na mesma 3 pontos.

Se é verdade que não é nestes jogos que se ganham os campeonatos, quando já se perderam 7 pontos em casa com equipas de 2º plano, é neste jogos que se ganha o embalo (em pontos e na mente) para ganhar o campeonato. E os 3 pontos do jogo transformam-se em 6. Os 3 que nós ganhamos e os 3 que o nosso adversário directo perde, a diferença que vai de -2 a 4.

Por isso é favor "jogar à Porto", a gente apoia e no final agradece.

5 comentários:

Metz disse...

Não podia estar mais de acordo..
Aliás, basta ver que, apesar dos mais de 20 pontos perdidos em casa no ano em que os mouros foram campeoes, a derrota em casa com eles, se tivesse sido outro resultado, poderiamos ter sido campeões...
Força Porto!

Cumpz

Aristodemos disse...

Com o Adriaanse o Porto não tinha tantas dificuldades a jogar contra o autocarro.

José Correia disse...

É verdade que fomos campeões com o Adriaanse e que o jogo decisivo foi o Sporting x FC Porto da 2ª volta.

Mas, fruto das duas derrotas que tivemos com o SLB foi, provavelmente, o campeonato ganho que me soube menos bem.

Anónimo disse...

Lembro-me de um amigo meu, fora de si com as duas derrotas contra o Benfica com Mr Adriaanse, me ter dito, exaltado: "Gajo que perde duas vezes com o Benfica não é treinador para o Porto!!" Tive de ir ao baú da minha memória e encontrei: "Olha que em 1976/77 perdemos também, creio que pela última vez até agora, os dois jogos com o Benfica. Sabes quem era o treinador? Um tal de José Maria Pedroto..."

Paulino disse...

O que é certo as declarações de Jesualdo hoje (Sábado) foram proferidas como desculpas para o caso da coisa correr mal...

É de mim, não sei...mas o Jesualdo é um "Houdini" das palavras que joga sempre à frente com declarações por vezes ambíguas para estar preparado para responder ás várias situações que possam ocorrer.

Digo isto com situações onde Jesualdo até afirmou que o adversário está mais forte que na primeira volta...

E quando confrontado que se acha que o Porto está mais forte que o Benfica: "Sinto que temos condições para ganhar a qualquer adversário em Portugal e a muitos dos que poderemos encontrar fora."

Logo concluo que já começa a jogar na retranca fora das quatro linhas...

Se calhar estava a espera de um treinador mais audaz e que transmitisse mais confiança a todos.