quarta-feira, 11 de março de 2009

12º jogador convocado!


Há 10 dias atrás, houve quem encarasse a vitória (4-3) do Atlético de Madrid sobre o Barcelona como um acidente de percurso (mais um) do Barça.

Pois bem, duas horas antes dos dragões irem a Matosinhos vencer por 4-1, o Atlético foi ao Santiago Bernabéu impor um empate (1-1), interrompendo uma série de 10 (dez!) vitórias consecutivas do Real Madrid no campeonato espanhol.
Só falta dizer que o Real estava a atravessar um mau momento...

Contudo, tal como o 2-2 que o FC Porto alcançou em Madrid, foi um empate com sabor a derrota, porque o Atlético foi muito superior ao Real, cujo golo do empate foi obtido em posição de fora-de-jogo.

Basta ler o que 'A Marca' (um jornal afecto ao Real Madrid) escreveu, para se ficar com uma ideia da exibição que o Atlético de Madrid fez em casa do seu principal rival.

«Agüero dispuso de cinco ocasiones clarísimas • Forlán adelantó a los rojiblancos en una contra mortal en la primera parte • Huntelaar empató en claro fuera de juego • Forlán lanzó al palo tras el empate y Sinama falló a placer • El asistente impidió un mano a mano del 'Kun' en el 94' al señalar un inexistente fuera de juego




"Si el Atleti no gana este partido, no ganará en cien años". Ésa es la conclusión que miles de aficionados exclamaron cuando Fernández Borbalán pitó el final del derbi. En esta ocasión el 'Pupas' (y que nadie se moleste, pero después de lo visto esta noche es un sobrenombre que no se puede negociar) mostró la cara de las desgracias. Fue muy superior a los blancos, dispuso de las ocasiones más claras y hasta se vio perjudicado por el árbitro. La eterna historia rojiblanca. (...)»
in marca.com, 07/03/2009


Já se sabia que o Atlético tinha grandes jogadores, mas nestes últimos dois jogos - Barcelona e Real Madrid - mostrou também ter uma equipa de grande qualidade, capaz de enfrentar e vencer dois colossos do futebol espanhol e europeu. Sim, porque uma vez pode ser um acaso, mas duas seguidas...

Ora, olhando para o ataque do Atlético e para a defesa do FC Porto, fico com a quase certeza de que os madrilenos irão marcar no Estádio do Dragão e que só um FC Porto ao seu melhor nível será capaz de eliminar estes colchoneros.


Ninguém tenha ilusões. Este Atlético de Madrid é uma grande equipa e não virá ao Dragão jogar de forma aberta, em ataque continuado.

Na conferência de imprensa de ontem, Jesualdo falou num jogo de paciência e destacou a importância que o público pode ter (para o bem e para o mal).
"(...) é importante que o estádio esteja cheio e que em uníssono possamos ir todos até ao fim. Pelo apoio que nos vai dar, pela pressão que vai colocar no adversário, o público vai ser decisivo. É importante que o estádio esteja cheio."

Eu estou de acordo com Jesualdo e, por isso, espero que os adeptos percebam o grau de dificuldade deste jogo, tenham paciência e apoiem a equipa até ao último minuto. A equipa do FC Porto é jovem e, num momento decisivo da época, precisa de um estádio cheio, precisa do nosso apoio, precisa de um 12º jogador em grande forma.

P.S. "Acredito que vamos ganhar. Se jogarmos metade daquilo que mostrámos no Bernabéu [com o Real Madrid], estou convencido de que ganharemos", Enrique Cerezo.
Se fosse com o Mourinho, estou certo que tinha mandado ampliar estas declarações do presidente do Atlético de Madrid de modo a afixá-las à entrada do balneário.

Fotos: www.clubatleticodemadrid.com, marca.com (clique para as ampliar)

7 comentários:

HULK Onze milhas disse...

Vamos lá a ver se é desta que o "Dragão" se une em apoio à equipa!
Vamos repetir logo no "Dragão" aquilo que fizemos em Madrid:

- ver o jogo de pé e apoiar a equipa tanto nas coisas boas como nas menos boas!

FORÇA PORTO! Esta é que é a vitória mais importante da época !

bLuE bOy disse...

O dia está lindo...
a hora tá a chegar, carago...
é hoje, carago...
(B)ambora pra cima deles, sem dó, nem piedade!!!

Pedro Reis disse...

Nem euforias, nem pessimismos!
Se vamos com medo ou com receios demasiados é meio caminho andado para a desgraça...
O mesmo RM ontem tb levou 4. Cada jogo é um jogo. O Atlético tem alguns bons jogadores, mas nós também temos e depois do resultado e da exibição da 1ªmão só temos que estar confiantes, ir para cima deles, ganhar e passar!

Mefistófeles disse...

Até os comemos, carago ! Mas quem é o Atlético ?

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Peço desculpa por invadir este espaço com um assunto fora do contexto, mas o que tenho lido é suficientemente grave e merece toda a atenção e divulgação:
Ana Salgado, agora elevada a samaritana, já tocara no assunto e, na altura, a procuradora Morgado defendera a sua equipa.
Numa entrevista à SIC, lançou graves suspeitas sobre um elemento da Polícia Judiciária, actualmente integrado na equipa que investiga o "Apito Dourado", liderada por Maria José Morgado e que estaria a "formatar" a "verdade" da Carolina...
Na entrevista, Ana Maria lança suspeitas sobre um elemento da Polícia Judiciária de Lisboa, que acusa de ter fornecido elementos a Carolina sobre o suposto jantar descrito no livro "Eu Carolina", durante o qual teria contecido uma entrega de dinheiro por parte de Pinto da Costa a um árbitro, no final de um jogo de futebol. O jantar terá acontecido na residência do casal, na Madalena, Gaia, tendo o inspector da PJ corrigido Carolina quanto a alguns detalhes do encontro. A irmã garante que Carolina não viu dinheiro nenhum, apenas um envelope branco que "até podia estar vazio".
Na entrevista, Ana Maria conta ainda que o mesmo elemento da Polícia Judiciária - actualmente integrado na equipa liderada por Maria José Morgado, que coordena os processo relacionados com o "Apito Dourado" - terá inclusivamente aconselhado a sua irmã a "vender "um imóvel e o carro", de forma a não ter que pagar eventuais indemnizações resultantes de processos judiciais. Estas denúncias, apurou o JN, estarão já a ser investigadas pelo Ministério Público.


A propósito disto, o JN tentou sem sucesso contactar a também responsável pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, mas à SIC Maria José Morgado considerou "ridícula qualquer hipótese de maus métodos processuais" na sua equipa, que considerou "acima de qualquer suspeita".
Maria José Morgado não quis falar sobre as motivações de Ana Maria Salgado, mas foi dizendo que as pessoas que compõem a sua equipa "não são de fácil intimidação, nem recuam perante ameaças".


Ora, anteontem, Carolina ao ser interrogada em tribunal acerca da contradição entre as suas diversas versões dos factos e a ‘escritora’ respondeu: «Vendo as notas, foi o que me pareceu… O problema foi o inspector não ter escrito que o Jorge Nuno me falou desse valor…».


Resumindo com as letras todas: ela, Carolina, foi INSTRUMENTALIZADA pelo MP para enterrar Pinto da Costa!

HULK Onze milhas disse...

KOSTA DE ALHABAITE:
Hoje temos uma missão muito mais importante do que estar a ler essas mixórdices!!!
Hoje vamos tentar elevar bem alto o nome do futebol português que está a ser colocado na lama pelos péssimos resultados alcançados pelo SCP e pelo SLB!

hmocc disse...

Está feito.

José Correia, se tiveres oportunidade de ler as últimas crónicas do correspondente do Guardian em Espanha - Sid Lowe - poderás confirmar que o Real Madrid, apesar de estar a recuperar terreno ao Barça, ainda não é, nem de perto nem de longe, o "papão" de outros anos. Aliás os 2 confrontos com o Liverpool comprovam isso mesmo.

Penso que do Top 8 o Porto só não está ao nível do Manchester, Barça e do Liverpool. De resto podemos com qualquer um.

Por mim seguia com o Bayern.