terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Erro grave favorece Benfica


No lance que precede o golo dos lampiões há um fora-de-jogo mais que evidente, como é perfeitamente visível nesta imagem, de Urreta que não foi sancionado pelo árbitro assistente de seu nome Venâncio Tomé. Saviola toca para Urreta que está adiantado e que acaba por tirar partido do lance fazendo de seguida um passe de calcanhar. Foi um erro muito grave e que tem influência decisiva no resultado (foi no decorrer da jogada que o slb chegou ao golo).

Nota: na generalidade da Comunicação Social o assunto não mereceu referências. O costume.

17 comentários:

Nuno Nunes disse...

Isto já para não falarmos de:

- Penalty não assinalado pela rasteira de César Peixoto a Hulk;

- Penalty não assinalado por mão de Cardozo dentro da área benfiquista.

- Amarelos por mostrar nos primeiros minutos a Javi Garcia e Carlos Martins.

O penalty reclamado por mão de Rodriguez na área do FC Porto surgiu, curiosamente, de um lance em que o jogador do Benfica é o último a tocar a bola pela linha de fundo mas que o Lucílio habilidosamente transformou em canto. Um pequeno e despiciendo detalhe.

Pedro disse...

Só o jornal o Jogo o refere hoje. De resto é um lance invisivel.

A SAD está calada demais e é 2004/2005 repetido. Vale tudo.

SecretHell disse...

Eu identifico o problema do nosso FCP esta epoca a 3 niveis:
-a estrategia que tendo sido adoptada pela Sad nos ultimos 4 anos de nao se defender dos constantes ataques de que o clube é alvo(liga, cd da liga, comissao de arbitragem, comunicaçao social, etc) , respondendo dentro de campo com vitorias este ano nao é suficiente pelos investimentos "anormais" feitos
pelos adversarios;
- contrataçoes falhadas : tomas costa, sapunaru,valeri,mariano,guarin e prediguer;
- mau momento de forma de fernando, hulk , rodriguez e meireles;

Anónimo disse...

Em relação às arbitragens eu estou de acordo com o que costuma dizer o Miguel Sousa Tavares: quem não joga a ponta de um chavelho não tem moral para se queixar dos árbitros. Isso tornar-nos-ia basicamente iguais à lampionagem e aos calimeros.

Eu, pelo menos, não consigo criticar uma arbitragem depois de ter visto aquela fraquíssima exibição.

Mas que, se esses "casos" e o resultado tivessem sido ao contrário haveria enorme "escândalo", disso não há dúvidas.

Offshore disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
m. lopes disse...

Boas pessoal do FCP, somos um blog novo sobre desporto e gostariamos de divulga-lo.
Queremos começar pelos blogs dos clubes da Liga Sagres e se aceitarem colocar o nosso link no vosso blog faremos o mesmo no "Gritos do Desporto" ( http://www.gritosdodesporto.blogspot.com/ ).

Agradecemos uma resposta

Saudações Desportivas

Pedro disse...

Eu acho que a exibição e a arbitragem nunca podem ser relacionadas dessa forma.

Pelo facto de jogar mal pode ser roubado? Não vejo lógica nisso.

A verdade é que a jogar mal com uma arbitragem 100% isenta nunca perderiamos o jogo se calhar. Isso chama-se justiça. Jogue bem ou mal merecemos sempre uma boa arbitragem.

Américo disse...

É necessário é haver mais realce e cada vez mais falar destas poucas vergonhas. As arbitragens desta época estão de enraivecer qualquer um. Ainda dizem que o FC Porto é que controla árbitros e clubes através de jogadores emprestados e que ameaça quem não lhes faz os jeitos. O que se tem visto esta época é de bradar aos céus, árbitros ameaçados antes depois dos jogos do benfica (os pseudo-intelectuais dizem ser uma artimanha do FC Porto e do Pinto da Costa. Devem ser os mesmos que quando descobrem que as mulheres ou namoradas lhes andam a por os cornos gritam: "Malvado Pinto da Costa que fez da minha mulher uma vadia"), e o dinheiro que devia ser para matar a fome a muitos angolanos e melhorar o país, mas em vez disso tiram da boca dos esfomeados para matar a fome aos benfiqistas em Portugal. Depois há também a táctica de assobiar para o lado e falar de tudo menos do que realmente acontece. Viram na sic noticias o cervant a dizer: "sim ali é fora de jogo mas depois não é e por isso o golo é limpo" o Aguiar tenta-lhe explicar como se ele fosse um puto de 6 anos e ele diz: " sim é fora de jogo naquele momento mas o golo a seguir é um lance legal" e depois de várias insistências e até já a conversa tinha evoluído para outro lance e ele volta: "mas têm de reconhecer que o golo é limpo". Isto é estratégia para deixar marcado na cabeça das ovelhas (ovelhas para mim são todos aqueles que pensam pela cabeça dos "pastores", também conhecidos como opinion makers), que depois de tanto ouvirem passam a assumir como verdade e passam a agir de igual modo. É necessário uma intervenção forte do FC Porto para acabar com esta estratégia, sendo que não é obrigação e muito menos única do clube azul e branco, pois todos os outros também estão a ser prejudicados por estes erros constantes e sempre no mesmo sentido e encobertos por estas estratégias manhosas. É que aquilo que acabei de relatar do cervant é repetido de igual forma noutros programas de debate desportivo, pelos outros defensores vermelhos. Vi um comentário que dizia que quem joga mal não se pode queixar da arbitragem. Reparem bem...

Américo disse...

... no que dizem. O lance do único golo é ilegal e porque o FC Porto jogou mal, ou menos bem, temos que ficar calados e deixar a roubalheira seguir. Quer dizer, eles tentam tirar-nos da Liga dos Campeões, arranjam caldinhos nos conselhos de justiça para o FC Porto perder pontos e ter outros castigos, andam sempre a atiçar todos contra o FC Porto e mandar indirectas (quando não são directas) de que o Pinto da Costa está velho e devia se ir embora e agora até se oferecem como testemunha do segurança "anjinho" se ele quiser por os jogadores do FC Porto em tribunal e nós vamos ficar calados porque eles ganharam um jogo em que a equipa esteve menos bem (e só na 1ª parte) porque não temos moral para isso. Vê-se que continua a haver que siga o raciocínio dos outros,mesmo que esses outros já tenham mostrado no passado serem muito pouco Portistas e até se calhar são gente que dizem conforme lhes pagam para dizer, em vez de usarem a sua própria cabeça e formarem uma opinião própria. Só mais uma coisa, imaginem tudo o que se tem passado com o benfica esta época a passar-se com o FC Porto: árbitros ameaçados, discussões/agressões nos túneis, dinheiro a aparecer sem explicação da origem, jogos ganhos com constantes penaltis, expulsões de adversários entre outros "erros" de arbitragem. Aposto que até no estrangeiro já andariam a espalhar as noticias, como tudo isto é a favorecer o benfica, até no nosso país passa tudo ao lado e a comunicação social faz de conta que assim é que é normal e que está bem. Faz lembrar o ultimo campeonato ganho pelos vermelhos. Só faltou haver um jogo de duas equipas da zona de lisboa irem jogar para o Algarve, porem o arbitro a jogar com equipamento desportivo disponibilizado pelo benfica e no fim ouvir o treinador da equipa prejudicada pela arbitragem dizer que se soubesse que se soubesse que a sua equipa, que era de posse de um dirigente da equipa adversária, só ia ali para ser o bombo da festa mais valia ter perdido por falta de comparência. E assim anda a verdade desportiva e o jornalismo sério e isento e toda a gente de bem em Portugal satisfeito, pois a acreditar no que essa gente diz: "Quem não é bbenfiqista não é boa pessoa, nem bom pai, nem bom chefe de familia". Pois de mim ninguém tem razão de queixa, nunca fiz mal a ninguém, e ajudo quando e se posso, mas devo estar mal pois sou PORTISTA. FC Porto sempre e para sempre.

PS: desculpem lá tanta palavra, mas precisava desabar. É que esta pouca vergonha anda a dar cabo de mim e precisava de deitar para fora estes sentimentos negativos todos.

Kostadinov o Flecha disse...

Depois de ouvir isto tudo, acho que a chama do Dragão se vai reacender com mais vigor e potência. Não tenho dúvidas.

Hoje existe um motivo para partirmos para a vitória, pois o enxuvalho destes anormais de certeza que vai despertar o brio e o profissionalismo da equipa do FCP.
Tenho a certeza que vamos vencer 12 de enfiada como nos anos anteriores.

A pressão tem que começar por nós, mas sobre as equipas adversárias e árbitros da treta, cheios de tiques de GNR´s da aldeia, e não a fazer o jogo dos calimeros deitando abaixo os nossos jogadores e treinadores.

Já todos desabafamos e apresentamos as nossas opiniões.
O inimigo está do outro lado e veste-se de vermelho.

Vamos lá derrota-los sem dó nem piedade, pois nós somos dragões.

Santos disse...

Nos últimos anos muitos têm sido os argumentos para gerar alguma revolta, mas o que é certo é que o tempo vai passando e não acontece nada. Desde a discrepância entre as decisões dos tribunais e as do conselho de disciplina (que para todos os efeitos históricos e não históricos nos condenou injustamente) a situações verdadeiramente ridículas e perplexantes como os célebres sumaríssimos e o original castigo a lisandro na época passada, vale tudo.
Eu, confesso, vou ficando cansado da inércia e não percebo como nasce tão euro na 2ª circular que permite investir tantos milhões ano após ano. Esse clube já devia estar falido e à beira de fechar portas. Um Anderlech português, por exemplo, remetido à mediocridade desportiva. Não merecem mais. São invejosos, mentirosos, manipuladores e incompetentes. E a incompetência tem de ter um preço.
Este jogo fez-me lembrar outros onde a nossa prestação foi sem dúvida fraca, fomos mais uma vez prejudicados mas a moral da história é que a opiniao pública sai desta situação com a ideia que somos arruaceiros (até o MP anda a investigar as agressões) e candidatos a 6 anos de prisão, maus perdedores (quando o que eu vi foi os jogadores calmos, resignados e tristes no final do jogo).
Estou farto. É 2004-05 outra vez. Lá vão comprar os árbitros, os jogos os clubes e o diabo a sete e voltam a ser os maiores que lutam pela verdade desportiva contra o lado negro da força que vive no norte.
E do lado azul como as prestações são tudo menos consensuais, acaba-se por resumir o resultado final a isso e apenas isso, o que não é justo, nem para a equipa técnica, nem para os jogadores.

SecretHell disse...

Preocupa -me a estrategia que o inimigo está a montar ...se é verdade que praticamente hipotecaram o clube em termos financeiros com grande investimento no futebol nao é menos verdade que o plano ta a resultar: 1º lugar do campeonato dividido com o braga,valorizaçao de passes de jogadores,etc; ao mesmo tempo com as redes de influencias que estao a criar na liga , cd da liga, arbirtragem e com as alianças com as maiores empresas do pais ( PT, EDP, CGD, Unicer) , para alem do dominio da CS , eu sinceramente temo pelo nosso futuro...nao vejo a nossa estrutura com força suficiente para combater tudo isto...

miguel87 disse...

Quase tão grave como isto, foram os consecutivos cartões perdoados nos instantes iniciais da partida:

1.Javi Garcia chuta a bola contra Falcao já depois do jogo estar parado, mesmo nas barbas do arbitro...

2.entrada durissima de Carlos Martins ao Guarin ou Hulk (já não me recordo)

3.Puxão ostensivo do Peixoto ao Hulk em jogada perigosa e já perto da area

Sintomático.

Luís Carvalho disse...

Não é também cristalino que um jogador, caído praticamente sobre a linha de golo, não seja um interveniente directo no lance.

Se tal não é considerado fora-de-jogo, então pode tornar-se num bom expediente para qualquer equipa, em qualquer jogo. Um jogador deitado, junto à baliza adversária, é um óptimo recurso para distraír guarda-redes e defesas.

pedro disse...

Caso não tenham reparado, o jogador que corta a bola sobre a linha de golo nesta jogada é o Alvaro Pereira, que depois não tem tempo de recuperar a posição e coloca o Saviola em jogo!! Dizer que não tem influencia no golo é de gajos bafientos como o Silvio Cervan...

José Correia disse...

Sinceramente, começo a ficar cansado de escrever artigos e comentários a denunciar erros de arbitragens, alguns deles autênticas roubalheiras, e simultaneamente verificar que os dirigentes do FC Porto continuam a "comer e calar".

Nightwish disse...

Caros Luís e Pedro, lamento dizer, mas não concordo. Se nem aqui À uns anos (2005?) o lance em que a bola passa pelo meio das pernas do Simão é fora de jogo, a presença do jogador deitado na linha é irrelevante. Nem em situações em que um jogador em fora-de-jogo faz claramente que um defesa hesite tenho visto tal a ser marcado. Não é essa a nossa queixa.