domingo, 13 de dezembro de 2009

Uma boa semana

Aos êxitos desportivos em Guimarães e Madrid, associou-se mais uma vitória na barra onde se dirimem os conflitos numa sociedade de direito, quando o tribunal do recurso do Porto não deu provimentos aos despachos do MP, sobre o processo do envelope.

Platini não pediu desculpas, mas de alguma forma deu a mão à palmatória sobre a leviandade das suas acusações. A gravidade das suas palavras pediriam mais, mas um gesto é um gesto e de alguma maneira veio confirmar que a UEFA acatou definitivamente o que a justiça portuguesa sentenciou, dando o seu infeliz dito como nulo e sem efeito.

O SLB (em nome da verdade desportiva), o MP (em nome da luta anti-corrupção) e Ricardo Costa (em nome da disciplina desportiva) o que têm para nos dizer? Se entendo o SLB e o Presidente do CD da LPFP que “egoisticamente” trataram de servir os seus próprios interesses, preocupa-me o modus faciendi do MP e do dream team criado para instruir a acusação, agindo à luz dos holofotes mediáticos e segundo uma agenda que se confundia com a do próprio SLB.

Demasiado dependente de gargantas fundas, de escutas e da promiscuidade entre os agentes da justiça e a comunicação social mais trauliteira, à frente da qual se posiciona galhardamente o CM, o MP tentou ganhar os processos na praça pública. O julgamento popular haveria de funcionar como uma forma de pressão sobre os tribunais que já tinham mandado arquivar os processos por falta de provas. A arrogância dos procuradores e a boa imprensa, não mascararam a ausência de provas e o contraditório apresentado em defesa dos acusados. As loas cantadas depressa se deixaram de ouvir. Aos funcionários públicos ao serviço da justiça não basta olhar para o umbigo e trabalhar para a Televisão. Exige-se exactamente o contrário. O PGR serviu-se do futebol, deixou-se apanhar na teia política e foi traído pela CS que o tinha posto num pedestal. Bem feito!

Mas a bola continua a rolar e o FCP fez os dois melhores jogos desta época. Não foram perfeitos, mas foram muito bons. Com o plantel praticamente todo disponível, JF tem boas opções para constituir a equipa e solistas para dar o tom rápido e alegre que Fucile tão bem personalizou.

A equipa base está composta. A defesa está constituída e não sofrerá alterações, a não ser que o JF opte por alguma poupança. No meio campo Fernando e Meireles têm lugar cativo e serão certos nos próximos jogos antes do Natal, a menos que JF entenda resguardar algum deles no próximo jogo. Com o Setúbal vamos ter Belluschi e Falcão, com Rodrigues e Hulk, e Varela à espreita. Com o SLB vamos ter Guarin, com Varela, Hulk e Rodriguez, jogadores com capacidade para esticar o jogo e para o contra-golpe. Músculo e rapidez, nas transições ofensivas e defensivas e mais equilíbrio na ocupação dos espaços, aquando das subidas de Fucile e Álvaro Pereira.

Valeri não me convenceu e não entra nas minhas contas, para já. Causa-me alguma perplexidade a incapacidade de Tomás Costa em se adaptar, uma vez que me parece o jogador mais europeu dos argentinos que contratamos ultimamente.

Mariano está a marinar: com Varela a corresponder é bem possível que não entre nas contas de JF, a não ser que o professor faça alterações radicais neste jogo com o Setúbal que não prevejo. A equipa precisa de jogar e poupança a mais é um sinal de fraqueza.

Aliás, estou muito curioso relativamente ao próximo jogo porque não vai ter o perfil dos anteriores, em que os adversários jogaram olhos nos olhos com o FCP. O Setúbal vai estacionar o autocarro e vai servir-se de todos os ardis para se jogar sem grande intensidade, com as linhas muito baixas, a enervar o adversário e a jogar com o tempo. Vamos lá ver como é que o FCP resolve o problema, sem pensar demasiado no SLB. Não temos sido muito felizes e eficazes neste tipo de confrontos com equipas super defensivas. A maré está a encher e espero um bom Porto, reforçado e moralizado a caminho da Luz.

4 comentários:

Mefistófeles disse...

Pois, este jogo com o Setubal vai-nos dizer mais algumas coisas sobre o crescimento da equipa.Esperemos que boas.

Quanto aos hediondos palhacos que o inicio do post refere, para quando o clube vai pedir as responsabilidades ? Porque o nome do clube andou na lama, alguem vai ter que pagar !! E 6 pontos ainda nos devem.

ruben disse...

quer-me parecer que antes de mais os 27M de euros de lucro obtidos pela liga no ano passado, vão ter novo dono...eheheh, qt ao restante post, partilho consigo caro mario a preocupaçao no que toca a 1 jogador como tomas costa...nao so nao demonstra qualidade para 1 equipa como o porto, assim como empenho...acho que perfeito era trocar os jogadores que temos emprestados: iam o tomas e o mariano e voltavam ukra e castro...têm querer...e ainda por cima nao ficam admirados qd lhes chega 1 bola aos pes...

dragao vila pouca disse...

«Valeri não me convenceu...» com esta excepção, o Valeri a mim já me mostrou alguma coisa e só tenho pena que não possa jogar 4 ou 5 jogos seguidos... assino por baixo todo o post.

Um abraço

rui disse...

Eu acho que estão a ser injustos com o tomas costa. Considero-o bom jogador e so nao joga pk os ke la estao sao melhores...mas ainda é superior a castros e afins.

Ruibonga