domingo, 20 de dezembro de 2009

A ver o Milhafre a voar...

No “colete de forças” entrou o FC Porto em campo e nunca mais dele saiu. Com um trio de meio campo que privilegiou o músculo e a tentativa de contenção de espaços, Jesualdo tentou dar agressividade à equipa e adapta-la à dureza do terreno. A verdade, porém, é que o Dragão foi completamente manietado por um adversário que soube quase sempre gerir a vantagem cedo atingida, e foi capaz de adaptar-se às alterações introduzidas pelo treinador azul e branco no 2º tempo.

Certamente o que vai marcar o rescaldo deste Clássico serão as opções do Professor por Guarín e Hulk, para o onze inicial, em detrimento de Belluschi e Varela. A prestação dos 2 que foram titulares, tal como a generalidade da equipa no 1º tempo, foi muito fraca, pelo que foi natural a vantagem conseguida pela equipa da localidade que vai receber aquela célebre corrida de avionetas. Na 2ª parte o FC Porto abeirou-se mais da baliza adversária. Cresceu ligeiramente com as alterações efectuadas, mas ficou quase sempre a sensação de se tratar de um domínio consentido por parte do clube do Milhafre, já que o resultado corria a seu favor.



Mais do que nomes, a forma como a equipa portista se dispôs em campo - sempre demasiado afastada entre si – não formando um bloco capaz de sair a jogar, daí não ser estranha a razão de haver perdas consecutivas de bolas ao fim de 2 passes seguidos, foi sendo asfixiada pela pressão coerente da equipa da terra onde tudo se passa. Por incrível que pareça, este erro, não foi corrigido no decorrer dos 90 minutos do encontro. E qualquer equipa que se preze, se quer chegar a bom porto, tem de ser compacta em todos os momentos do jogo. O FC Porto nunca o foi.



A verdade é que o Dragão perdeu o jogo para um rival directo. Está a 4 pontos da liderança do campeonato (que na pratica são 5, já que perdeu com os 2 conjuntos que seguem na frente), e levou uma grande machadada no plano emocional, na hipotética regeneração que a equipa parecia fazer crer. Jesualdo perdeu o duelo para o auto-intitulado Mestre da táctica e, acima de tudo, voltou a mergulhar num manto de desconfiança que a generalidade dos adeptos azuis e brancos tem sobre si, e a sobre sua postura de marcha à ré. Adivinham-se tempos difíceis no Dragão.

Fotos: Agência Lusa

45 comentários:

Anónimo disse...

O problema é que não bastava ter metido o Guarin para ganhar o jogo: era também preciso ter jogado o Mariano.

Para o ano há mais.

Pedro disse...

Eu destacaria 3 aspectos.

1- Mentalmente muito melhor o SLB. Que jogo, ou não jogo, fez Fucile, R.Meireles, A.Pereira, Hulk, Guarin. Tão pouca confiança e agressividade na 1ª parte. Mais do que táctica pareceu-me uma equipa temerosa e sem um comandante no meio campo.

2- Na nossa melhor fase da 2ª parte ficou evidente que com jogadas mais elaboradas e com mais de 3 passes seguidos com sucesso, a equipa seria muito mais perigosa. Em vez disso pareceu usar e abusar do pontapé longo, muito fácil de anular para a defesa do SLB. Para além disso jogadas simples de tabelinha eram transformadas em investidas individuais sem sentido. Falta sentido colectivo a esta equipa.

3- A arbitragem, não obstante o penalti evidente do Rodriguez, é uma palhaçada. O penalti sobre o Hulk nem me parece muito escandaloso, mas na 2ª parte o homem nem nos deixava passar a linah do meio campo, inventou cantos e faltas, deu 4 minutos de descontos quando o jogo raramente correu depois da lesão do Ramires. Alguém que me explique como apita este imbecil?

Conclusão, um mau jogo, uma má exibição, mas fico com a ideia de que um bom Porto é campeão a brincar. O problema está... ainda não o ví este ano. Acho que precisamos urgentemente de um reforço com qualidade para o ataque, e de uma outra atitude competitiva.

Louro disse...

Neste jogo começámos logo a perder quando o professor voltou a insistir nos pecadilhos do costume.
Os seus receios e as suas teimosias frente a um adversário fragilizado por lesões e castigos dão razão aqueles que dizem que o professor é de facto um medroso e que em jogos grandes falha sistematicamente - é puramente verdade!
Como é possível não jogar para ganhar?
A entrada de Guarin para o meio campo foi um desastre, Meireles eclipsou-se e Hulk naquele campo de batatas quis fazer tudo sozinho, numa primeira parte para esquecer, onde nem sequer criámos uma oportunidade de golo!
No lance do golo irregular do adversário, destaca-se mais uma desatenção do Helton que , em vez de estar atento ao jogo, foi cumprimentar o adversário (que ficara deitado sobre a linha de golo) e com isto Bruno Alves deixou passar uma bola que seria SEMPRE do guarda redes!! Palavras para que?? Outra vez o Helton, claro!
Rectificou-se algo na segunda parte e conseguimos dominar a partida entre os 45 e os 75 mns de jogo mas, com o deteriorar do relvado (horta), com as decisões inimigas do arbitro e com o anti-jogo do adversário nos últimos 15 mns , incluindo descontos., fizeram com que não se conseguisse dar a volta ao resultado, numa péssima partida de futebol.
Para alem das decisões técnicas do professor e do mau estado do relvado, todos vimos mais uma arbitragem habilidosa do Lucílio que, a meu ver foi decisivo para a derrota:

1 mn: Javi Garcia com o jogo parado dá uma bolada em Falcao (Amarelo por mostrar)
2 mns:César Peixoto agarra Hulk que se isolava : (Amarelo por mostrar)
3 mns: Carlos Martins placa Hulk na lateral quando este se isolava (Amarelo por mostrar)
7 mns : Canto inexistente contra o FCP (a bola toca em C.Martins)
10 mns: Carlos Martins entra de Pé em riste fazendo jogo perigoso sobre Meireles (Amarelo por mostrar)
15 mns: Falcao pisa David Luiz na disputa de bola (Amarelo por mostrar)
22 mns: golo irregular, uma vez que no lance que antecede o golo, Saviola toca para o Urreta em nitido fora de jogo!
24 mns: saviola dá uma patada em Fucile (Amarelo por mostrar no minimo)
26 mns: Alvaro Pereira rasteira Ramirez (Amarelo por mostar)
45 + 2: Rodriguez leva uma porrada feia (Maxi Pereira?) mas o arbitro decide acabar a 1ª parte gerando um ligeiro sururu!(Amarelo por mostrar)
49 mns: Entrada feia de Javi Garcia sobre Rodriguez (Amarelo por mostrar)
55mns: falta inexistente de Rodriguez sobre Ramirez
56 mns:falta inexistente de Varela sobre César Peixoto, a evitar perigoso contra-ataque.
60 mns: falta de Peixoto sobre Varela que se isolava (Amarelo por mostrar)
70 mns: Canto inexistente a favor do Benfica e na sequência, Rodriguez comete penaltie (mão na bola)
84 mns: Belucshi "rouba" a bola a Cardoso para dar inicio a um contra ataque, mas que o arbitro assinala falta contra o FCP!
Curiosamente o arbitro mostrou amarelo por uma falta de Fernando aos 80 mns em lance semelhante a tantos outros já aqui descritos e mostrou um amarelo (justíssimo) ao Rodriguez ( 87 mns) depois deste, sofrer faltas atrás de faltas em tudo idênticas!
...
Não é desculpar com o arbitro, é a prova em como se conduz um jogo de forma caseira e parcial , algo a que já estamos habituados deste senhor.
Para completar o ramalhete, até o banco do Benfica tentou pressionar o arbitro, quando o Fucile tocou involuntariamente em Urreta , decorridos 44 mns de jogo, com todos eles a pedir a sua expulsão do Uruguaio..Anedótico !!
PALAVRAS PARA QUE?
Afinal de contas , onde está o sistema?

Mário Magalhães disse...

Boas,

Não nos vamos desculpar do pessimo jogo com o Sr Lucilio, a culpa sim é do Prof JF que é medroso, incompetente, não soube aproveitar de ter quase todo plantel a disposição e de uma semana para preparar o jogo, enfim quando acabara este PESADELO... Hoje tive vergonha do jogo que fizemos, mau de mais...
Espero novidades em breve...

Jorge Aragão disse...

Não vi o jogo, não ouvi o relato, vi o resumo ao chegar a casa.
Aí vi uma equipa a correr e motivada e outra a jogar mal, sem soluções e com os defeitos do costume.
Será que ir ao mercado chega???
A reflectir com muita urgência...
Finalmente e sem nada a ver com o resultado, é inadmissível existirem relvados tão primitivos no nosso campeonato ainda por cima de quem é um candidato.
Lamentável.

Pedro Mota disse...

Por amor de Deus,num jogo em que ningum jogou nada,repito NINGUEM,vão ser os cristos Hulk e Guarin e levar com tudo??..Onde andou R.Meireles??Fucile quantas perdas de bola teve??Cebola(goza de uma impunidade critica por parte dos portista que é notavel) alem de corridas inconsequentes,que mais fez??etc etc..Ninguem jogou nada,e não venham com varela pois tambem esteve 45 min em campo e nada fez..Desastre total,num jogo que fica marcado pelo estado do relvado-eu detesto dar desculpas- e das artimanhas do Lucilio,que nunca nos deixaram procurar o empate...Jesualdo esteve mal em não ter colocado beluschi(Portistas,eu inclusive,fazemos dele mais do que é,pois está longe de ser um lucho ou deco) logo no inicio da 2ªparte,tal como Farias apenas isso..Eu acredito no titulo,espero que R.Micael seja contratado em janeiro..E lembrar que Hulk e Sapu foram expulsos por agressão a um segurança,só espero que os Portistas não venham massacrar estes 2 jogadores,pois duvido que eles sejam maçucos e o segurança santo..

Rui disse...

Acho que tacticamente o Jesualdo falhou ao meter o Rodriguez colada à linha na primeira parte.

perdemos o centro do meio campo e isso foi a morte da equipa.

O lance do golo é anedótico, o Helton a falar com o jogador caído na linha de baliza e os 2 centrais a verem a bola passar.

Enfim, perder na Luz não é um drama mas jogar assim preocupa-me, que é mais um ano sem jogar um futebol minimamente decente.

jdm.dragão.lisboeta disse...

Quanto ao jogo, não comento, era o que mais faltava... não jogámos à TETRA, jogámos uma treta de futebol, por isso...
Já relativamente ao "árbitro" habiloso, já li um comment que o dissecou bem, mas como houve penaltis por marcar, aqui ficam algumas observações: Vi TRÊS, repito três penaltis (não têm que ser enormes, ditos inequívocos, para ter que serem marcados e curiosamente sempre a poupar o clube de todos os regimes, não é?) não marcados a favor do F.C.PORTO e aquele que seria a favor do slb na sequência de um canto, nunca existiria se o slb (senhor lucílio baptista), aliás lucílio CALABOTE baptista, aliáS ainda lucílio carlsberg baptista, ou o seu auxiliar, tivesse dado bola de saída ao F.C.PORTO e não inventasse um canto que, de facto não existiu como se pode ver e bem na ÚNICA repetição que foi mostrada e não comentada.?!!

Assim, ainda para amis a jogar uma lástima, tínhamos que perder, mas, claro, nada está perdido e eu acredito no PENTA.

José Correia disse...

Jogo muito mau do FC Porto. Terá sido por causa das escolhas de Jesualdo para o onze inicial?
Penso que 9 dos 11 titulares são razoavelmente consensuais e as maiores dúvidas/discussões eram:
Belluschi ou Guarin?
Varela ou Hulk?

O Belluschi é tecnicamente evoluído mas é um jogador fisicamente frágil e, conforme tem sido notório, não aguenta os 90 minutos de um jogo (intenso) ao mesmo ritmo. Para piorar a situação, as condições do jogo de ontem eram completamente inapropriadas para o tipo de jogo do Belluschi, porque o relvado estava encharcado e em algumas zonas enlameado (é incompreensível a entrada do Belluschi a 15 minutos do fim).
Gostava de acreditar nisso mas, infelizmente, não acredito que a solução ontem tivesse sido colocar Belluschi de início em vez de Guarin. Penso que salta à vista que os problemas que o FC Porto revelou ontem são muito mais profundos.

O Hulk é um jogador com um enorme potencial e que, depois de uma época de adaptação, prometia explodir esta época. Infelizmente, o que se tem visto é exactamente o oposto, um jogador que regrediu, que continua sem perceber que o futebol é um jogo colectivo e que não soube lidar com os elogios e a chamada à Selecção do Brasil. Olhando para aquilo que o Varela tem jogado e para aquilo que trouxe à equipa na 2ª parte (enquanto o relvado e o Lucílio permitiram que houvesse jogo), não tenho dúvidas que era Varela quem deveria ter jogado de início.

José Correia disse...

O aspecto que mais me impressionou negativamente no jogo de ontem foi a forma atabalhoada e, por vezes, infantil como os jogadores do FC Porto perdiam a bola na saída para o ataque, ainda no seu meio-campo defensivo.
O SLB fez uma boa pressão? Sim, enquanto tiveram pernas, mas isso não explica tudo. Viram-se perdas de bolas de jogadores internacionais como Fucile, Bruno Alves e Meireles verdadeiramente incompreensíveis.

José Correia disse...

O lance do golo é paradigmático.
Bola a sobrevoar a zona central da defesa do FC Porto, Alvaro Pereira a ficar para trás e a colocar Urreta em jogo, Rolando atrapalha-se com Maxi Pereira e não consegue cortar a bola, Fernando alivia a bola em direcção à sua própria baliza (!), Meireles alivia atabalhoadamente de cabeça, David Luis antecipa-se a Falcão, bola a sobrevoar a zona central da defesa do FC Porto, Alvaro Pereira a ficar para trás e a colocar Saviola em jogo, e golo.

Este lance foi um resumo daquilo que muito mau o FC Porto fez ontem.

PMF disse...

Pergunta o Jorge Aragão (supra):
"Será que ir ao mercado chega???"

Depois, diz o José Correia isto:

"Gostava de acreditar nisso mas, infelizmente, não acredito que a solução ontem tivesse sido colocar Belluschi de início em vez de Guarin. Penso que salta à vista que os problemas que o FC Porto revelou ontem são muito mais profundos".

Sublinho e concordo com as obsercações de ambos:

De facto, os problemas do FCP este ano são bem mais profundos do que uma simples troca ou errado escalonamento de jogadores para a equipa titular!!

(cont.)

PMF disse...

(cont comnt. anterior)

De facto, o jogo de ontem trouxe à luz (em sentido literal) os problemas estruturais, de fundo, do Porto. Tinha esperança que não fosse assim, que se ultrapassassem essas dúvidas neste jogo - infelizmente, foi o contrário: foi a confirmação de que este ano (que não tem siod bom, não tem jogado bem como o próprio JF reconheceu na conferência de imprensa), tudo está mal construído e que, de facto, o Benfica é, em todos os aspectos, francamente melhor!

- Há problemas de composição do plantel. Sejamos realistas: tal como o MST dizia, de facto (e custa reconhecê-lo), este é o plantel mais fraco de há 10 anos a esta parte. O simples facto de estarmos a discutir a titularidade de Guarin (de GUARIN!!??) para um jogo deste, é revelador.

Ainda por cima, os poucos que poderiam explodir como grandes jogadores (qualquer equipa que se preze tem que ter um ou dois - era o que o Porto tinha!), teimam em não explodir ou mesmo em regredir. Concordo com o que disseram atrás sobre o Hulk!!

Há que rever, urgentemente, a política de "recursos humanos", as compras, a prospecção....

- além disso, há um sisema táctico que pura e simplesmente não funciona - ou, no mínimo, não funciona com estes jogadores: não é possível jogar neste 4-3-3, com os jogadores distantes uns dos outros 20 e 30 metros (falta de dinâmica); não é possível jogar bem neste 4-3-3 sem, pelo menois, um bom extremo (que vá à linha centrar e seja capaz de penetrar na área adversária) e sem um organizador de jogo, que marque o ritmo e que saiba ler os tempos de jogo (belluschi, claramente, não é; Valeri, ainda não sabemos)

- depois, mesmo quando joga razoavelmente bem (ou de forma sofrível), a equipa tem o adn do contra-ataque (se bem que o faça mal, este ano, talvez por déficite de qualidade de jogadores) - por isso, é incapaz de apresentar um futebol consitente de ataque, de pegar no jogo - como ontem se viu.

Em CONCLUSÃO: má sistema táctico, inadequado plantel (ou vice-versa).

(cont.)

PMF disse...

cont. comnt. anteriot:

A QUESTÃO É:

- basta ir ao mercado?...será preciso reestruturar todo o plantel? (não esquecer que todos os anos perdemos os melhores jogadores...e eles, por muito que isso custe aos portistas e à Direcção, não nascem nas árvores!!!!)

- será necessário mudar a filosofia de jogo e, consequentemente, o treinador?

- Ou as duas coisas ao memso tempo?

PS - Entretanto, o Benfica está aparentemete a estruturar-se para fazer um plantal para uns anos...

Atenção que poderemos correr o risco de dificilmente retomar a situação de domínio (sem concorrência) antecedente

Offshore disse...

http://www.youtube.com/watch?v=EUHPUmqJZRg&feature=player_embedded

imagens do fora de jogo

Luís Carvalho disse...

E com tudo isto, os habituais Rodriguez e Falcao passam, incrivelmente, ao lado das críticas.

Eu bem sei que, por ter vindo do slb, toda a gente deseja muito que o Cebola tenha muito exito. A verdade, porém, é que anda muito longe de justificar (e não é só de agora) o exagerado salário mensal que aufere. Salário esse que, no fundo, foi a razão principal da saída de Lisandro do nosso clube.
C.Rodriguez tem que deixar de ser, de uma vez por todas, inimputável às criticas. O banco só lhe fará bem. Joga muito pouco.

Já Falcao, nem sequer consegue segurar uma única bola, quanto mais fazer um único remate que se seja. Foi um zero absoluto, ontem.
Trata-se apenas de um jogador "bonzinho". Temo que não chegue para as nossas ambições...

E sim, temos que obrigatóriamente ir ao mercado em Janeiro.
E, tem que vir alguém de créditos mais que (con)firmados.

Se é para virem mais 2 argentinos de segunda, então é melhor estarem quietos.

disse...

Um jogo fraco, ruim entre as 2 candidatos. A pior das 2 equipas que jogaram á bolo foi o Porto. A pior das 3 equipas que estiveram em campo...a de arbitragem.
Nada que eu não tivesse já espera.
Tubo bem que o cebolha faz penalty. Tambem houve lançes dentro da a´rea do SLB, e nada.
Mas nem falo dos penalty´s, falo sim da maneira como o Sr. Lucilio não deixou o FCP jogar.
Ao Hulk foram assinaladsa 4 "faltas" inexistentes em disputas de bola. Ao todo as "faltas" inventadas a favor do SLB foram mais de 10. Juntando isso ao cantos e lançamentos que eram a favor do FCP e passaram a para a outra equipa e os lançes junto dos assistentes em que ele decidiu (apesar de muito mais longe) por eles...
Nos ultimos 10 min + 4 min houve cerca de 4 minutos de jogo corrido.
Mas o lançe mais evidente foi a da lesão do Ramires! Enquanto o SLB teve posse de bola ( e não a joga fora) não interrompe o jogo. Assim que a perdem apita logo. (O falcão vê amarelo). Jogada a seguir Ramires passa a bola e cai de novo lesionado. Seguindo o mesmo o mesmo criterio deveria ter interrompido, mas não como era um laçe de contrataque do SLB....deixa seguir!
Apesar do relvado estar pesado, a condição fisica do Sr. Lucilio é péssima. Não alonga a diagonal por isso a mais de 30/40 mts é facil transformar os pntapés de baliza em cantos. Curiosamente sempre para o mesmo lado!
Tambem por 3/4 vezes passou na frente de jogadores do FCP com bola. Chegou a cortar um passe num lançe de contrataque do FCP e tudo.
Não consigo perceber como é possivel ser tão mau, e pior, como é que o ainda vão nomeando para jogos grandes.
É triste....

Anónimo disse...

"(um exercício interessante seria recuperar alguns comentários feitos aqui há mês e meio ou dois meses sobre a equipa, os jogadores e o treinador)."

Esta frase, ao melhor estilo "Antero Henrique o da Memória Futura", foi aqui postada no fim de semana por um estimado comentador.

Pela boca morre o peixe.

José Correia disse...

Num jogo com a intensidade e disputa física do jogo de ontem e com o relvado nas condições em que estava (e que foram piorando com a passagem dos minutos), não me parece que o Belluschi fosse solução. E sustento esta opinião naquilo que de bom e mau vi até agora o Belluschi fazer.

E jogar com Fernando, Meireles e Guarin no meio campo foi (é) solução?
Também não, mas por isso é que eu digo que o problema deste FC Porto é mais profundo.

Conforme venho referindo há muito tempo, o plantel do FC Porto é desequilibrado e nos últimos anos tem vindo a perder qualidade. Ora, onde a menor qualidade do plantel é mais notória é precisamente no meio-campo. Já era assim na época passada e as coisas pioraram (bastante) com a saída do Lucho.
Fernando e Meireles, apesar de indiscutíveis, têm estado a um nível pior que na época passada (a saída do Lucho é capaz de ter algo a ver com isto), Guarin tem jogado bem, mas o seu lugar natural é como alternativa ao Meireles.
Quem sobra?
Belluschi (já falei nele), Valeri (uma incógnita que é cliente habitual do departamento médico), Prediguer (nem sequer foi inscrito na LC), Tomás Costa e Mariano.

Sinceramente, vejo um enorme deficit de qualidade no meio-campo portista, o qual é urgente colmatar.
Sugestões?
Ruben Micael, tem dado excelentes indicações e parece-me um jogador com as características que o meio-campo do FC Porto precisa. Tem ainda a vantagem adicional de não precisar de seis meses para se adaptar ao clube e ao campeonato português.

O Anti Lampião disse...

Mais uma vitória manchada por erros de arbitragem.
Sempre em benefício dos mesmos.

http://oantilampiao.blogspot.com/2009/12/golo-ilegal-fora-de-jogo-de-urreta.html

Luís Carvalho disse...

Sem dúvida, Zé Correia.

Acho mesmo que já vamos atrasados na corrida a Ruben Micael.

Anónimo disse...

O Rubens Micael provavelmenre irá para o estrangeiro, penso eu de que.

hmocc disse...

Só digo isto: O Belluschi, nos 15 mins. que esteve em campo foi capaz de fazer 2 jogadas em que, cercado por jogadores do slb, transportou a bola para o ataque e passou-a em condições para um colega - O Guarín é só musculo e cada vez que tocou na bola era para a dar ao adversário.

E a arbitragem deixou passar um pénalti claro do Rodriguez (mão na área) e um vermelho directo ao mesmo jogador.

Meus amigos, ontem a noite foi do slb, não porque tenham jogado por aí além mas porque jogaram bastante melhor do que nós.

Mário Magalhães disse...

boas,

A minha melhor prenda de natal era a saida do Jesualdo Ferreira...

Saudações

pedro disse...

Não é nesse lance que o Benfica marca, mas o jogador que poe o Saviola em jogo é o mesmo que acabara de cortar a bola quase em cima da linha de baliza, de seu nome Alvaro Pereira, e que já não teve tempo de recuperar com os restantes companheiros de defesa. Como tal dizer que o lance não teve influencia só de má-fé...

Engraçado também ver o Lucilio a olhar para o relogio enquanto o Quim fazia que nao via uma segunda bola dentro de campo e depois compensou esse momento com 2 segundos!! Seria um excerto de video engraçado e uma imagem que ficaria da carreira deste senhor...

Nos descontos ver os jogadores do Benfica a jogarem fora do campo é revelador da habilidade.

P.S.- o FCP nada fez para merecer outro resultado. Infelizmente.

José Correia disse...

pedro disse...
«o jogador que poe o Saviola em jogo é o mesmo que acabara de cortar a bola quase em cima da linha de baliza, de seu nome Alvaro Pereira, e que já não teve tempo de recuperar com os restantes companheiros de defesa»

Depois desse corte do Alvaro Pereira a um remate do Cardozo, há um "alivio" do Fernando em direcção à baliza do FC Porto (!), um corte atabalhoado do Fucile para a entrada da área e um alivio sem nexo de cabeça do Raul Meireles. Ou seja, houve mais do que tempo do Alvaro Pereira subir no terreno para ficar em linha com os restantes três defesas do FC Porto, de modo a colocar os avançados do SLB em fora-de-jogo.
O lance pode ser revisto aqui: http://futebol.videos.sapo.pt/0JCQDsBrgt9L5sfsue5Q

Aliás, não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que por deficiente atenção/colocação o Alvaro Pereira coloca em jogo os avançados adversários (já tinha sido ele a colocar em jogo o avançado do Belenenses que marcou o golo no Dragão).
Mas não é novidade para ninguém que o Alvaro Pereira é melhor a atacar do que a defender.

José Correia disse...

Tenho muitas dúvidas que nas próximas semanas/meses o Belluschi consiga ganhar a endurance e regularidade exibicional que até agora não demonstrou (no Olympiakos padecia das mesmas virtudes e defeitos que tem mostrado no FC Porto), mas mesmo que isso venha a acontecer, parece-me evidente que o meio-campo do FC Porto está carente de médios ofensivos de qualidade e que possam render no imediato.

Não podendo ter Lucho de regresso, nem dinheiro para comprar um craque de nível internacional, o mais lógico será olhar para o campeonato português.
É nesta lógica que me parece que o Rúben Micael poderia ser uma boa opção. Reúne as características que o FC Porto precisa e, quer na época passada, quer nesta, tem demonstrado uma qualidade acima da média.

Por outro lado, os factos mostram que alguns dos jogadores de mais rápida integração na equipa do FC Porto e de rendimento mais regular vieram de outras equipas do campeonato português.
Exemplos (desta e da última temporada): Rolando, Fernando, Rodriguez e Varela.
Não vejo razão para o Rúben Micael ser diferente, bem pelo contrário.

Offshore disse...

José Correia,
Existe efectivamente fora de jogo, as imagens são claras
é vê-las aqui:
http://oantilampiao.blogspot.com/2009/12/o-fora-de-jogo-de-urreta.html
http://oantilampiao.blogspot.com/2009/12/golo-ilegal-fora-de-jogo-de-urreta.html

não invalida o resto da análise, mas o golo é efectivamente ilegal

Pedro disse...

Não será um golo ilegal, mas um golo que resulta de um lance prévio ao qual deveria ser marcado fora de jogo clarissimo.

Ainda mais do que a pobre exibição do Porto irrita-me o tratamento jornalistico a este jogo. E não é que o único erro foi a mão do Rodriguez?? ( O resumo da SIC é uma coisa paranormal)

PS: Segundo o SLB o Sapunaru e o Hulk agrediram sem qualquer motivo um segurança. Sim... é uma versão que acredito mesmo.

Duarte disse...

Fomos anjinhos, o resultado e a exibição são consequências disso.

O caldo estava preparado com a nomeação do Senhor Lucílio Baptista. Confirmou-se o que eu previa e, de resto, escrevi noutro blog. Lucílio foi nomeado e praticamente não houve reacção da parte do FCP. Jesualdo calou-se, Pinto da Costa falou, mas timidamente. O clube comeu e calou. Agora podemos queixar-nos, mas é tarde. Se durante a semana as coisas tivessem sido devidamente orientadas, provavelmente o jogo ter-se-ia passado de modo diferente.

Jesualdo colocou Guarin, foi uma possibilidade levantada durante a semana, não foi nada imprevisível e, que me lembre, não ouvi nem li nenhum comentário, nem aqui nem noutro blog, a desaprovar esta opção. Pela minha parte, também não gosto nada quando a equipa base é tocada em função do adversário, mas se o Porto tivesse ganho ninguém se indignaria com a escolha.

Concluindo e resumindo, ainda há muito campeonato. Fomos objectivamente roubados e agora espero que o clube e, quanto mais não seja, os opinion makers portistas não se escudem apenas na objectiva má exibição para justificar o resultado. Se nos calarmos, o golo em fora de jogo, as entradas bárbaras dos jogadores do Estado Novo, ficarão no esquecimento, porque se não formos nós a falar, não será a comunicação social a fazê-lo.

O presidente diz que não são precisos reforços. Discordo. Não acho que seja preciso um camião de jogadores, dois chegam perfeitamente. O Ruben Micael é garantia de qualidade, espero que as coisas se invertam e agora em Janeiro compremos jogadores de créditos firmados que possam pegar de estaca. Contratar jogadores desconhecidos dá excelentes resultados, como já se viu, mas apenas a médio/longo prazo. Precisamos de um ou dois jogadores que façam a diferença imediatamente e não daqui por 3 ou 4 meses.

PMF disse...

Diz José Correia (supra):

"Sinceramente, vejo um enorme deficit de qualidade no meio-campo portista, o qual é urgente colmatar".

Totalmente de acordo!
Continuando nessa linha (problemas estruturais com o plantel, de resto, o pior da última década, segundo alguns como o MST e que tão criticado foi por dizer o óbvio!), importa, também, sermos realistas: os bons jogadores não nascem nas árvores!
Se temos tido algumas boas escolhas e sorte (também devido à prospecção e, até a certos empresários - vg. Jorge Mendes), isso não pode durar sempre!

Alguém diz atrás que o Falcao é apenas um jogador "bonzinho". E fala-se também do Belluschi.

Importa recordar que o Falcao é um avançado que custou 4 milhões (+ ou - o mesmo que Farias), o Belluschi 5 milhões...

Ora, se alguém preferiu dar 18 milhões pelo Lucho, mais velho, do que 5 por Belluschi (mais novo), por alguma razão foi! Noto que um bom (não muito bom, mas normalmente bonzinho) avançado/goleador, no mercado internacional, anda na casa dos 10 milhões (o que custou o Cardozo e o que custaria ao Porto o brasileiro Kleber que acabamos por não comprar).

Às vezes, é preciso cair na real, termos a noção de que nem sempre os nossos jogadores são revelações e fruto de "descobertas"!! Nessa ordem de ideias, este ano, a grande contratação foi mesmo o Varela e o grande flop (porque não tem as características de que o meio campo do Porto precisa), foi o Belluschi.

Mário Faria disse...

Foi mais um jogo mau, igual a muitos outros. O ano passado com o FCP em pleno (?), a jogar contra 10 toda a 2ª. parte e a ganhar por 1-0 (logo nos primeiros minutos de jogo) com um golo de gp, e com os gajos do SLB a cair de exaustão na última meia hora de jogo, não fomos além de um empate.
No Dragão a história ainda foi mais triste.
Estavam lá Lucho e Lisandro e jogámos horrivelmente, como fazemos quase sempre. Empatámos igualmente através de uma gp.
Tiram-nos espaços, juntam linhas e fazem pressão alta. E nós que fazemos ?
O SLB ontem não jogou bem. Foi agressivo, comeu a relva e assustou os rapazes do FCP.
A nossa equipa foi tenrinha, jogou mal, bateu-se pior. O Hulk nem se chegava ao Dadvid Luís com medo. Depois vingou-se no steward.
Fernando andou perdido toda a primeira parte, entre as deambulações de Saviola e os buracos na zona central da defesa, em que Rolando esteve irreconhecível e o Bruno cansou-se de mais a ralhar aos colegas, esquecendo-se da bola e que o adversário estava do outro lado.
Falcão não é muito rápido e Hulk e Rodriguez estavam sempre tão longe. Na área defensiva, nos lances de bola parada, ia colocar-se entre postes. Curioso.
Meireles protestou muito e cansou-se. Pouco activo e influente, não soube ser agressivo com bola e sem ela. O Guarin o réu da derrota, pelo menos deu o peito às balas e foi à luta.
Os jogadores sempre longe uns dos outros e raramente perto da bola. Talvez o menos mau tenha sido Álvaro Pereira. Tal, como dizia o Nuno, isto de ser treinador é muito mais complicado que ser um mestre em física quântica. Ainda bem que o JJ esclareceu que o SLB anulou o FCP nas fases de construção, preparação e transição. Trabalhou toda a semana e foi canja.
O JF parece não ter estrela para os grandes jogos. É fácil criticar os treinadores. São sempre o elo mais fraco. Acho um exagero condenar o treinador segundo algumas opções que tomou, neste ou naquele encontro.
Agora uma coisa é certa : jogámos mal por hábito e somos os reis dos passes falhados, mesmo nesta pobre primeira liga portuguesa. E, esse é um sintoma que irrita o JF, mas não é isso que esperamos do nosso treinador. Queremos mais : que consiga corrigir essa falha técnica sistemática e que tanto empobrece a nossa qualidade de jogo.
Perder na Luz por 1-0 é normal. Nem é tanto a derrota que me preocupa. Como tenho dito, preocupa-me a pouca produção do FCP, e uma certa indisciplina - no campo e fora dele - que são efeitos da falta de confiança, de vedetismo e de mau profissionalismo.
O SLB ontem jogou à Porto. Nós não fomos capazes. A culpa não é minha que ontem arrostei com a intempérie e o peso dos anos para estar presente na Luz. Acho que me vou virar para as pipocas.

pc disse...

Vi um relvado miserável,vi uma equipa a correr loucamente durante 90 min, Vi nessa correria sintomas de psico-motricidade, vi a nossa equipa a tentar construir algo... mas sempre em dificuldades, vi um treinador completamente histérico a querer ver o Fucile injustamente na rua, vi que os salazares comemoraram aquele misero e acidental golo com se tivessem ganho a liga dos campeões,confirmei que aos salazares Jogar com o SrLBatista dá uma moral do outro mundo! De resto não vi nada de anormal... e a psicomotricidade não dura para sempre! Os jogadores do Braga do ano passado que o digam.
Acho que ainda vamos ter bastantes alegrias ..mas é preciso trabalhar!

Pedro Mota disse...

Hulk regrediu???desaprendeu querem ver...Hulk é um diamante autentico que está ser queimado,pois o talento está lá,as exibições da epoca passada não foram por acaso,a tal como a chamada a selecção ou a clausula de 100M..O problema é que Hulk tal como Cebola(é bom jogador,mas nada que justifique o que custou,o que ganha e a forma como é inimputavel ás criticas dos portistas)sofrem como os problemas de meio campo do Porto..É preciso criar uma tactica que tire partido das caracterisitcas dos jogadores,é preciso lembrar que não há lisandro e Lucho traves mestar do nosso jogo nas epocas passadas..O Porto tem de jogar em 442,o 433 não está a funcionar..Veja-se o que jogava Cardozo,Aimar,Di Maria o ano passado e este ano,será que aprenderam de repente ou foi o treinador que tirou partido das suas qualidades?! Nós estamos a queimar o Hulk,Falcao e Beluschi que podem render muito mais se a tactica for outra...

pc disse...

Esqueci-me que sobre este jogo , fosse com as mesmas equipas mas com as camisolas trocadas a única coisa que hoje era notícia eram os dois penaltis não assinalados pelo Sr.LB na 1ª parte e o golo em off.side.
E os títulos seriam ROUBO, Árbitro COMPRADO... nos mínimos ... mas, na verdade, foi exactamente isso que aconteceu!

Pedro disse...

A memória do jogo é também construida pela imagem e história contada pelos media. Basta ler a Bola e o Record e ver a SIC para perceber que o Lucilio Baptista roubou o SLB num penalti e na não expulsão do Cebola.

Enfim, esta época tem o mesmo cheiro da de 2004/2005. E não me esqueço que contra o Setubal nos roubaram 2 penaltis, na mesma jornada onde é perdoada a expulsão ao David Luiz.

Dragaopentacampeao disse...

Foi uma derrota difícil de engolir, não tanto pelo resultado, mas principalmente pela fraca exibição, num retorno ao passado recente, apenas interrompido em duas ocasiões (Guimarães e Madrid).

Os problemas desta época (imprecisão no passe, perda de bola frequentes, incapacidade de construção de jogo ofensivo, desconcentrações comprometedoras, atitude desajustada e alguma falta de classe)reapareceram num jogo em que o FC Porto tinha tudo para ser feliz.

O adversário, longe da capacidade enaltecida pela propaganda panfletária dos pasquins, soube explorar as fraquezas há muito patenteadas pelos Dragões, com a protecção aqui e ali do habilidoso e mafioso Lucílio Calabote, acabando por levar a água ao seu moinho, num lance duvidoso, onde sobressaíram um conjunto dos defeitos apontados acima.

Pode-se especular se com Varela e Belluschi a titulares a exibição teria sido diferente.

Sinceramente, eu acho que o problema é infelizmente mais profundo.

Falta um patrão do meio campo e um avançado eficaz, diferentes dos que temos.

Ao que parece Pinto da Costa está satisfeito com o plantel! Como ele raramente se engana, continuarei a sonhar com o Penta.

Um abraço

Sempre disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Américo disse...

Mas ninguém viu que o inicio do lance do golo começa com um fora de jogo flagrante (antes do remate desviado pelo Álvaro Pereira). Por amor de Deus, até a minha avozinha viu aquilo com os seus óculos de fundo de garrafa. É certo que as opções de Jesualdo foram más e os jogadores não deram tudo o que podiam dar e que o terreno estava uma lástima, mas por favor vejam e não deixem de espalhar a palavra: "Mais uma arbitragem vergonhosa (no caso do Sr.LB), entre todas as outras desta época a dar a vitória ao benfica. Começo a desconfiar que esta época o benfica tem de ser campeão, mesmo à força toda. Já estou a ver no fim o FC Porto campeão e a ser destituído pois por decreto ainda vão ganhar o campeonato. FC Porto sempre e para sempre.

José Rodrigues disse...

A construir jogo com charutos lá para a frente não vamos lá. Até podiam meter o Messi no meio-campo ou o Drogba lá na frente q não íamos lá na mesma...

O maior problema do FCP neste momento é esse "ADN". Até me dói o coração ao ver o adversário directo pelo título a fazer tabelinhas e movimentações com trocas de jogadores bem conseguidas, sem jogarem por aí além, enquanto nós íamos para sair para o ataque parecíamos o Ramaldense. E se tivessem Aimar e Di Maria teria sido ainda pior.

O PMF põe em parte o dedo na ferida: é wishful thinking pensar q ano após ano vendemos 2 ou 3 jóias da coroa para comprar jogadores mais baratos e esperar q o desempenho desportivo não se ressinta. Há que inverter este ciclo, encotrando forma de vender menos. Já aqui dei algumas ideias como, ainda há poucas semanas (basicamente, cortando com critério nos custos).

Mas o maior problema não está apesar disso no plantel, mesmo sendo eventualmente o mais fraco dos últimos 10 anos (perdão: para os mais sensíveis, direi "o plantel menos forte dos últimos 10 anos". Digo isto porque penso q o nosso plantel é hoje, apesar disso, equiparável ao do slb (q usa jogadores como C Peixoto, Weldon, Urreta, L Felipe, Filipe Menezes & outros). Antes era claramente mais forte do q o dos rivais, hoje estará ela-por-ela.

O maior problema está na atitude de "wait and see" e na forma de jogar da equipa, os tais charutos para a frente e os avançados q se desenrasquem tentando fazer milagres. E a raíz desse problema tem nome, q começa por J (mas dou uma dica, não se chama Jesus).

Enfim, para concluir nada está perdido e penso q apesar das condicionantes ainda temos condições para podermos ser campeões. No entanto, para tal temos q arrepiar caminho - e como.

Pedro Mota disse...

Cada vez mais penso que o Porto e seus adpetos estão a perder o espirito gurreiro de outros tempos,onde nunca nos calavamos perante os roubos..Hoje em dia vê-se portistas a minimizar roubos de igreja para dizer que a equipa não jogou nada,do tipo fomos roubados,mas como nada jogamos não nos podemos queixar...Contra o Setubal fomos roubados,mas como ganhmos facil não se faz barulho,contra o Benfica somos novamente roubados,mas como não jogamos nada não falamos,só quero saber quando iremos falar,ver os portistas a cair forte e feio na arbitrgem nos programas semanais,ver o pinto da costa ou alguem falar destes roubos...Andamos muito calados..Eu não sei se tivessem jogados outros jogadores teriamos feito melhor ou pior,mas tenho a certeza que se não fossemos roubados não tinhamos jogado tão mal e não teriamos perdido...

José Rodrigues disse...

"Cada vez mais penso que o Porto e seus adpetos estão a perder o espirito gurreiro de outros tempos,onde nunca nos calavamos perante os roubos..."

É "estratégia".

Estamos a seguir o mote da nossa direcção. Se eles - e já lá vão pelo menos 5 anos q é assim - não se queixam dos árbitros, quem somos nós, meros adeptos,para colocar a sapienta "estratégia" em causa...

O q interessa é destilar verborreia contra as gaffes d'A Bola. Isso sim, é q é importante salientar...

miguel87 disse...

Mercado?? Só se for para ir buscar um TREINADOR Á PORTO!!!

Anónimo disse...

Mas em relação às arbitragens eu estou de acordo com o que costuma dizer o Miguel Sousa Tavares: quem não joga a ponta de um chavelho não tem moral para se queixar dos árbitros. Isso tornar-nos-ia basicamente iguais à lampionagem e aos calimeros.

Eu, pelo menos, não consigo criticar uma arbitragem depois de ter visto aquela fraquíssima exibição.

Nightwish disse...

Para uma equipa jogar naquele relvado é preciso que a deixem. Mas fiquem lá encantados com o brilhante jogo dos milhafres e as suas 2 oportunidades de golo.