quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Ouvir a voz do povo portista

Um artigo de Bruno Prata, no Público de sábado, fazia um levantamento dos jogadores mais em destaque na 1ª. Volta. Nem um jogador do FCP mereceu a primeira escolha. O Bruno Prata não é da Bola, nem um ressabiado.

Comungo que individual e colectivamente o FCP tem tido um fraco desempenho, bastante inferior ao do SCB e do SLB. Embora perceba a revolta dos portistas relativamente ao tratamento que o FCP recebe dos diversos agentes (FPF, Liga e CS), não devemos considerar esse o problema principal.

Sobrevivemos aos Donos da Bola e ao Apito Dourado e não nos derrubam a não ser que a casa passe a ser menos bem governada e nos fiquemos pela choraminguice de atacar os "inimigos" que apenas agem para cumprir essa condição. Nada que não conheçamos. Atitudes avulsas a propósito de minudências não vão esconder a realidade, nem a equipa jogará melhor apenas com essas vitaminas.

O jogo com o Paços de Ferreira concretizou a promessa da semana anterior e que Helton salvou. O FCP, mais uma vez foi prejudicado pela arbitragem, mas não podemos ficar apenas com esse sabor amargo. Há que pensar na equipa, na sua composição, na repetição sistemática de erros técnicos e tácticos e ver bem o que há a fazer. Atirar todo o ódio para cima dos árbitros era (e é) hábito dos calimeros e dos seus vizinhos da 2ª. circular.

A equipa não funciona e não entusiasma. Joga com baixa intensidade e com uma atitude displicente de quem sabe que mais tarde ou mais cedo vai marcar e ganhar. O número de golos sofridos espelha que a equipa tem vários problemas de organização que não se remetem apenas ao labor atacante.

Tenho, para mim, que o campeonato está perdido e que temos de salvar o essencial: uma presença digna nas provas que não hipoteque o futuro. Não podemos ganhar sempre, nem cair no desespero por esta época estar a correr mal. Há que aprender com os erros cometidos e, se possível, corrigir o que for de corrigir. O que não vai ser fácil, pois há procedimentos e rotinas que se sacralizaram, até porque são tidas como o suporte do sucesso das épocas anteriores e, como tal, indiscutíveis.

Não sou capaz de transferir todo o ónus da culpa para JF, mas como é o mais cómodo e fácil, normalmente é por aí que a corda vai partir. Culpado já há, falta a sentença. Há problemas de disciplina e, no sábado, houve demasiado nervosismo e pouco futebol, com excepção dos minutos finais que jogámos com raiva. Ficamos sem o Bruno e o Meireles para a próxima jornada, e até isso, no passado recente, era gerido com todo o cuidado.

Precisamos de alguém no comando da equipa que não seja exclusivamente treinador. Faz-me alguma confusão que Tomás Costa tenha jogado muitos mais minutos depois de PdC ter referido que era um dos reforços de Inverno.

Não há que desesperar, insisto, mas é urgente dar sinais que esta derrapagem vai ser detida. Basta ir ao Dragão e ouvir a voz do povo portista. Há um descontentamento resignado que vai deserficando as bancadas. Ruben pode ser uma boa aquisição, a confirmar-se a sua vinda. Oxalá tenha o sucesso e uma integração rápida no FCP, como Cissokho, o que é uma coisa rara no FCP.

18 comentários:

Ana Martins disse...

Caro Mário,
parabéns pelo seu lúcido e equilibrado comentário. Não negligenciando o movimento do sacrossanto andor, mas apontando os pecadilhos internos, algo que esta SAD tem tido problemas crónicos em resolver. Exemplo: noutras alturas, 1 agressão ao clube (processos a Hulk e Sapunaru) fariam aumentar os níveis de raiva e proficiência no jogo. Aconteceu o inverso: com o Leiria ameaçou-se, com o Paços concretizou-se. E isto, sim, é sintomático.

Estou de acordo, também, que não podemos ganhar sempre e que quando se vendem os melhores jogadores (não vou voltar a bater na tecla de Lucho, mas já desconto 11M€ - passes de Belluschi, Valeri e Ruben Michael- nos 20M€ pelos quais o vendemos ao Marselha), é natural que venha 1 novo ciclo. Parece-me claro, também, que só ganhámos o último título porque os adversários deram tiros nos pés. E isto sim, custa: em situação de competitivida normal, não ganhamos.

Só 1 pequeno fait-diver, mas de alguma forma ilustrativo do que se passa no plantel hoje. Depois de 1 jogo que tínhamos obrigação de ganhar, Radamel Falcão, na mesma madrugada, coloca no seu twitter 1 video do golo do...empate. Como se pudesse celebrar o que quer q seja quando a equipa não cumpre a obrigação. Apeteceu-me citar Rui Barros e dizer-lhe "naquele tempo, quando os jogadores do fcp não ganhavam o jogo, nem tinham coragem de sair de cabeça levantada ao passar pelo "Tribunal" (das Antas)". Muito menos iam para a net de madrugada, "postar" links de golos que nada/pouco fizeram pela equipa.

Por fim, embora torça pelo Braga, o mais provável é que o SLB vá ser campeão. Conto, lá para Maio, emigrar por uns dias...

cumps

Mário Magalhães disse...

Boas,


Meus parabens pelo post, concordo inteiramente com ele, e afirmo que a corda ja devia ter quebrado a cerca de 6 meses atrás, o JF saia pela porta grande assim vai sair corrido ou convidado a sair, a muito que defendo que está acomodado ao lugar, e que mais cedo ou mais tarde os resultados iam aperecer como nas epocas anteriores, mas este ano temos 2 coisas contra, 1 o nosso plantel não está tão forte como dos outros anos, 2 os nossos adversários estão mais fortes que nós...
Portanto é hora de REFLEXÃO para todos os PORTISTAS para não voltarmos a cometer os erros deste ano.
Gostava de ver uma limpeza no balneario, e uma nova equipa tecnica...

Saudações

SecretHell disse...

Concordo tambem com o post que nao é mais que aquilo que tenho vindo a dizer...a Sad cometeu um erro de principiante em ter renovado com JF ...foi um erro que nos vais custar muito caro e temo que nao seja so este ano...no futebol tudo é ciclico e ninguem ganha sempre mas os novos ciclos começam quando se esta a ganhar e o PDC sabe isso muito bem por isso nao consigo entender a nao contrataçao do Jesus ...
Eu defendo que para grandes males grande remedios e ainda seria possivel fazermos qq coisa em janeiro : dispemsava 5 ou 6 jogadores (ja tou farto de referir quais) por troca com Djalma , Castro , Ukra e Sergio Oliveira...é preciso recuperar a mistica urgentemente pk ja ninguem reconhece esta equipa...

Nightwish disse...

Não há um problema de disciplina, há um problema de confiança, já ninguém acredita que nos roubam o pão de dentro da boca. Assim, ninguém se controla. Se ando a fazer coisas que não vão ter resultado nenhum também não me vou esforçar, quando sei que vão por em causa por tudo e por nada (marcar faltas, anular golos), também não me vou esforçar.
É triste mas é assim. Se tivéssemos o Jesus a treinador nem as cotas pagava, não quero bestas dessas a representar o meu clube.

Pedro disse...

Agora criticam o Falcão ( o nosso abono de familia ) por postar no Twitter.

Bem, começo a achar que os problemas do FCP estão também nos seus adeptos. Ou mal habituados, ou em hiperventilação com o SLB esta época. Eu que sempre gozei os benfiquistas com o trauma que têm com o FCP...

Quanto à equipa, está a acontecer algo visto em 2004/2005. Os jogadores convenceram-se de que são prejudicados e parece não haver uma voz que os comande, que os segure, que os motive e ensine.

Quanto à constante critica a Jesualdo que surge em qualquer discussão sobre um post... Se alguém acha que o principal culpado é ele... não aprendeu nada com os últimos 30 anos de FCP.

Quanto ao artigo concordo num ponto fulcral, é necessário estancar o clima de nervosismo no balneário. Em última análise quem ganha os jogos ou os perde são os jogadores.

Ana Martins disse...

@ Pedro
«Agora criticam o Falcão ( o nosso abono de familia ) por postar no Twitter.»

Não é por postar no twitter, leia lá bem o que eu escrevi. O que tenho dúvidas é q ele se deva vangloriar de ter marcado 1 golo absolutamente insuficiente. Na cabeça de 1 team player, isto nunca aconteceria. Mas o Falcão está contentito com ter marcado 1 golinho que deu o empate num jogo em casa, com 1 adversário com certamente 1 orçamento bem menor e contra jogadores que ganham menos de 1 quarto do q ele ganha. É essa a crítica! Por mim, todos os jogadores do fcp estavam no twitter...

cumps

O Grilo Falante disse...

Penso que apesar de tudo está-se a exagerar um bocadinho. Na realidade estamos apenas a 6 pontos dos Líderes, sendo que ainda vamos jogar com os dois, ou seja, dependemos apenas de nós para estar a 3 pontos.

Mas agora vamos olhar um pouco para os motivos que nos distanciam do topo. É verdade, o Porto não joga bem, não joga. Mas tirando a primeira jornada, não me lembro de um jogo onde não tívessemos merecido a vitória e a verdade é que já perdemos n pontos onde a arbitragem teve um papel determinante.

O Benfica por outro lado, está a jogar bem, jogo sim, jogo não. A diferença é que quando as coisas correram menos bem, a arbitragem deu o empurrão necessário.

O Braga, para mim, merece estar onde está.

Assim sendo, vou apenas recordar 3 jogos que ditariam uma história completamente diferente:

Olhanense x Benfica - O Benfica foi escandalosamente beneficiado neste jogo e só assim conseguiu um pontinho.

Benfica x Porto - Golo marcado em evidente fora-de-jogo, resultando em mais 2 pontos para o Benfica e menos um para o Porto.

Porto x Paços de Ferreira - Golo mal anulado, resultando em menos 2 pontos para o Porto.

Ora tudo somado, e olhando apenas a 3 jogos das duas equipas, o resultado final é que o Benfica teria menos 3 pontos e nós teriamos mais 3. Ou seja, estariamos empatados.

E isto é pegando em apenas 3 jogos, e sabemos bem que houve outros bastante escandalosos. Isto sem contar com os mergulhos, agressões, cartões perdoados ao Benfica e constantes expulsões aos adversários.

Tudo isto branqueado por uma fantástica máquina de propaganda, que está a tentar "matar" o Hulk e que agora está a tentar fazer passar que o Falcão marcou golo com a mão.

miguel87 disse...

Um facto relevante e incontornavel desta época é que nos jogos do benfica, raramente vemos um em que não haja casos dúvidosos de arbitragem.
Jogando melhor ou pior, não se pode escamotear que eles têm sido beneficiados por demais, e que bastavam metade desses erros não terem acontecido para:
a) não terem os pontos de avanço que têm
b) o número de golos marcados ser substancialmente reduzido

Para cúmulo, os meios de (des)comunicação têm a distinta lata de branquear o que se passa nos jogos deles, além de passarem para o Porto a imagem de beneficiado em situações completamente absurdas (não é preciso ir mais longe do que os nossos 2 últimos jogos)!

Uma coisa certa é que estamos a jogar um futebol pouco atrativo, mas em condições pouco menos que normais, seria o suficeinte para irmos á frente.
Com as situações que se têm verificado jogo sim, jogo sim, fica muito complicado chegar lá á frente.

Ana Martins disse...

@Grilo Falante
"Mas tirando a primeira jornada, não me lembro de um jogo onde não tívessemos merecido a vitória"
e o jogo com o Marítimo? E o jogo com o Benfica? Pelo que fizemos, merecíamos ter ganho algum deles?!!!

cumps

O Grilo Falante disse...

Ana, não faço micro-gestão de comentários e muito menos vou perder tempo em discussões de análise de parágrafos, até porque pelo meu comentário fica evidente que não estou satisfeito com a qualidade de jogo do Porto.

O que realmente interessa retirar do meu comentário:

Jogando bem ou mal, o Porto teria mais pontos caso não se tivessem dado alguns erros de arbitragem.

Jogando bem ou mal, o Benfica teria menos pontos caso não tivesse sido tão beneficiado por erros de arbitragem.

Quanto ao resto, vamos concordar em discordar, pode ser?

Américo Preto disse...

O FC Porto, ao contrário de muitos que aqui opinam, está efectivamente a jogar melhor do que há uns 5 jogos atrás. Está nesta altura, para mim, a jogar com a mesma qualidade da época passada, também por esta altura. Até porque é preciso relembrar que a época passada nem o Lucho nem o Lisandro fizeram algo de especial, estando até muito abaixo das exibições de há 3 épocas atrás. A equipa está a melhorar e vai melhorar ainda mais, precisando de uns retoques. Retoques esses de vários tipos (reforços, treino e melhor conhecimento e antecipação dos colegas para não perderem passes e melhorar psicologicamente e alguns jogadores fisicamente) e que depois de feitos ainda se vai notar mais a melhoria na qualidade de jogo.
Quanto a aqueles que dizem que o treinador devia ter saido e o J Jesus é que devia estar no lugar dele, só digo uma coisa: Estão loucos??
O homem tem a idade que tem e nunca mostrou ser muito inteligente, não sabe falar correctamente português e é arruaceiro como um puto de um bairro de lata (as cenas com Manuel Machado) e devia ser treinador do FC Porto?? Isto era quase como um tipo branco nascido de pai preto e mãe preta. Não dá e não combina com a classe do FC Porto. Está bem é num clube de arruaceiros e com um presidente que para dizer uma frase inteira sem dar pontapés na gramática tem de encomendar o discurso.
Não sei se posso, mas penso não haver problema em sugerir mais um blogue para porem nos vossos links, que é muito do tipo de pensamento que eu tenho e é um blogue com o qual me identifico muito.
oportoeomaiorcarago.blogspot.com

Até mesmo as respostas que o tipo dá aos benfas que lá o vão azucrinar é do melhor que tenho lido em blogues portistas. Ele (durante um tempo pensei que era o Rui Moreira, mas depois ele, o dono e autor do blogue, disse-me que não era. Eu tinha sido levado ao engano por um comentário na pág. do maisfutebol que dizia que era o Rui Moreira o autor do blogue) não apaga os comentários que lá aparecem nem que sejam insultuosos mas também não se fica, dá sempre resposta mas com dignidade e saber. Merece ser seguido e como o titulo do post é Ouvir a voz do povo Portista aqui fica a sugestão de uma boa "voz" para ler.

FC PORTO SEMPRE E PARA SEMPRE

Américo Preto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Américo Preto disse...

ERRATA

onde diz "há 3 épocas atrás" queria dizer há duas épocas atrás.

SecretHell disse...

Américo Preto disse...
"O homem tem a idade que tem e nunca mostrou ser muito inteligente, não sabe falar correctamente português e é arruaceiro como um puto de um bairro de lata (as cenas com Manuel Machado) e devia ser treinador do FC Porto?? Isto era quase como um tipo branco nascido de pai preto e mãe preta. Não dá e não combina com a classe do FC Porto"...
se fossemos deixar de contar com alguem pela sua classe e cultura entao Hulk , Fernando, Joao Pinto , etc nao faziam parte do actual Porto por nao saberem falar...é com cada ponto de vista...é logico que Jesus é muito melhor treinador que Jesualdo a todos os niveis mas onde é mais visivel é no ataque e no jogo nas zonas de decisao...somos uma nulidade comparando com o SLBosta...De qq forma considero Domingos melhor k Jesus o que é animador...

Américo Preto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Américo Preto disse...

Não querendo entrar em picardias digo apenas que expressei a minha opinião baseando-me naquilo que são as intervenções públicas de J Jesus. Parece-me que quem não saiba falar correctamente e tem idade suficiente para o saber fazer, não pode ser muito inteligente. Quanto a Fernando e Hulk não me parece que estejam abaixo do nível considerado normal para um jogador de futebol, mas digo parece-me, pois nunca estive com muita atenção a ouvi-los nas poucas vezes que falaram para a comunicação social. E aos jogadores não se dá importância ao que dizem mas sim ao que jogam, já aos treinadores a capacidade de se expressarem é sempre analisada e considerada fundamental. Acho eu. O João Pinto (o actual adjunto, certo?)é aquilo que ainda no outro dia se viu. Serve para falar em último recurso e com recado dado anteriormente por quem sabe falar e com poucas palavras para ele não se confundir. Viste que depois de várias perguntas a resposta era sempre: "é uma insensatez". Por isso é que ele está há tanto tempo no clube mas só fala de 5 em 5 anos, é que se nota a diferença cultural e intelectual em relação aos outros adjuntos. O Rui Barros que é do nível dele também só fala quando os outros estão de férias. Há que saber manter uma boa imagem e nisso o J Jesus é do pior que há. Sempre a arranjar conflitos e a dar calinadas. O que, se fosse treinador do FC Porto, era dar pano para mangas aos anti-Portistas jornaleiros e seria alvo de chacota diária nos pasquins lisboetas. Não gosto muito do J Ferreira mas prefiro-o ao J Jesus que para mim só é melhor que o Jesualdo numa coisa, a motivar e incutir nos jogadores a ideia que os jogos são todos para ganhar e de preferência por muitos. Nesse aspecto o J Ferreira é muito fraco e em alguns jogos até dá ideia que diz ao jogadores para jogarem para empatar. De resto não vejo em que é que o Jesus seja melhor.
São opiniões, SecretHell tens a tua e eu tenho minha e somos todos livres de nos expressarmos e para mim todas são válidas.

hmocc disse...

A Liga ainda nos "deve" 6 pontos de à 2 épocas não?

Mais a mais ainda há muito jogo por jogar e o Benfica e o Braga ainda vão perder pontos onde não esperam.

Nós só temos é que meter na cabeça que não podemos perder mais jogos contra equipas como o Paços (sem desprimor para os castores que já na primeira volta nos tinham dado àgua pela barba).

O Grande Porto tem de se reencontrar consigo próprio e com a sua identidade de Campeão. Não somos só mais um clube - Somos uma Naçom, Carago!

Anónimo disse...

O Manchester Utd. proibiu ontem os seus jogadores de terem contas no Twitter, Facebook e semelhantes idiotices narcisísticas.