sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Os lugares na Liga...


Em 2003, a propósito da contratação de Jankauskas pelo FC Porto, Luís Filipe Vieira afirmou que não estava preocupado, porque "são mais importantes os lugares na Liga do que contratar bons jogadores".
O tempo veio provar que o presidente do SLB sabia perfeitamente o que estava a dizer. De facto, tal como Cunha Leal foi um importantíssimo player enquanto esteve na Liga (quem não se lembra do Estorilgate?), o filho do benfiquista de Canelas (*) não lhe fica atrás e, depois do apito final, a forma como geriu os casos dos túneis fazem dele um forte candidato a águia de ouro (será uma distinção mais do que justa, pelos bons serviços prestados...).

Entretanto, a FC Porto – Futebol, SAD já reagiu num comunicado publicado no site oficial.

(*) O pai de Ricardo Costa era conhecido pela sua fortíssima ligação afectiva ao SLB, a qual é partilhada pelo filho.

17 comentários:

Templo do Dragão disse...

Papoila de Ouro

Mefistófeles disse...

Uma estatua no Colombo.

Roberto Tavares disse...

@Mefistófeles

O mais provavel é fazer uma estatua a limpar a chuteira do sr que ta galinheiro..

Armindo disse...

Não há ninguém que lhe rebente as trombas?

AMC disse...

Não sei se hei-de rir ou chorar. A notícia, por ser uma autêntica aberração, está na parte destinada ao "Incrível" pelo site MaisFutebol da TVI. Aliás a notícia foi comentada com todo o sarcasmo merecido no programa MaisFutebol da TVI24 há pouco mais de 2 horas. O Toni fugiu à questão, o membro permanente dos "veremlhos" Nuno Ribeiro balbuciou umas inanidades, temendo que o futuro campeão deste campeonato saia beliscado por estes acontecimentos.
Mas é verdade. Aconteceu. O Olhanense foi castigado em 1400 euros (100 euros por calção, 11 titulares + 3 suplentes, como se comentou no programa num tom merecidamente jocoso) por não ter jogado de calções pretos. O site Mais futebol presta a devida vénia à (in)justiça desportiva do Sr. Costa:
Calções do Olhanense custam quase tanto como o túnel da Luz.

RS disse...

Estive a dar uma vista de olhos no processo. Agora percebo porque tardou a decisão... é preciso muita inspiração para encher 120 páginas sendo metade delas uma tentativa de interpretar a expressão "intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo".

Vou ser sincero, não percebi nada da forma como chegaram ao critério que lhes permite concluir que os ARD são intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo. Se calhar o problema é meu que devia ter ido para Direito... Ou então não é mesmo para entender...

Louro disse...

Uma vergonha, um verdadeiro golpe de estado que, merece veemente protesto de todos os adeptos do futebol.
Contratar Stewards para provocar os adversários vale uma multa de 1500 Euros, mas que no entender da SAD Bafienta é injusto - se calhar o circo foi no Tunel CC Colombo!!Tentativa de agressao e um pontapé em resposta a varias provocações, valem 4 meses de suspensão - seriam 3 se não agredisse verbalmente o Xistra na 1ª jornada em Paços Ferreira!
Assim nem na final da Taça da Liga pode jogar!
Ora, vou já candidatar-me para steward e quero ir para o Tunel do Leixões no proximo jogo dos banfientos!!
Com um pouco de sorte ainda consigo suspender o David Luiz, o Luisão e o Javi Garcia em jeito de compensação peo facto de , terem saído impunes após terem agredido os adversários em pleno relvado!Houve um sumaríssimo que ficou sem efeito, porque existem sempre atenuantes, mas para o nosso lado as penas têm sempre agravantes (Lisandro vs Aimar).
Um diabo dá um cachaço no fiscal de linha em pleno relvado e nada acontece..
Em resumo: a tenda esta montada e com esta justiça desportiva, temos de estar preparados para a GUERRA!

TG19 disse...

Contra os Mouros, Marchar Marchar!

Jorge Mota disse...

Quao palerma se pode ser?!!

Incrivel!!

Esta besta,em mais 1 exercicio de auto proclamaçao absolutamente vomitante,consegue ultrapassar todos os limites do bom senso.

CA GRANDA PUDAO

(Armindo,eu pergunto me isso..como e q este texugo sai de casa..!??!..e regressa..)

José Correia disse...

RS disse...
«é preciso muita inspiração para encher 120 páginas sendo metade delas uma tentativa de interpretar a expressão "intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo"»

A maior parte das leis e regulamentos dão espaço de manobra às interpretações que os "especialistas" queiram fazer. Por isso é que há quem ganhe a vida a elaborar pareceres. E há até quem, para o mesmo caso, faça pareceres para as duas partes em conflito.

Gilberto disse...

Jorge Mota, eu também pergunto como é que uma besta destas (Ricardo "Bosta" se pode passear sem uns apertos em plena cidade invicta. Deixemos em paz as àreas de serviço das auto-estradas e os lojistas de Olhão e vamos abrir a pestana, para este e outros artistas, que querem atirar vermelho para os nossos olhos.

José Correia disse...

Para o jurista João Leal Amado, quando o Regulamento Disciplinar da Liga fala em intervenientes do jogo, "deixa margem para ambiguidades", não esclarecendo se os "stewards" integram esse grupo. "A ambiguidade da lei permite vários argumentos sólidos e nunca vamos chegar a uma conclusão 100% segura", disse. "Juridicamente, é possível seguir por uma linha ou outra, mas na minha óptica deveria ser seguida a que permitisse um resultado final mais justo. E, neste caso, parece-me excessiva a punição dos dois jogadores, não fazendo sentido uma pena tão pesada". E repetiu: "Mesmo dentro da ambiguidade da lei, era possível ter chegado a um resultado mais justo!..."
in O JOGO, 20/02/2010

Oporto disse...

Estão a conspurcar o vosso brilhante blog com fotos que só me fazem lembrar um monte de merda...Até me dá vomitos!

Nightwish disse...

Qualquer decisão jurídica tem que ter a justiça e o bom senso em mente indepedentemente da lei. Para este mentecapto que não devia arranjar emprego em mais lado nenhum, pelos vistos não.

José Correia disse...

«O castigo aplicado ao Olhanense por ter trocado os calções no jogo como Marítimo seria sempre ridículo: pagar 1400 euros por um equívoco no equipamento é difícil de entender.
A coisa torna-se absurda quando no mesmo dia a Comissão Disciplinar da Liga pune o Benfica com uma multa de 1500 pelo comportamento «provocatório» dos «stewards» no jogo com o F.C. Porto.
Estas coincidências infelizes retiram seriedade ao futebol português e não ajudam a credibilizar a justiça desportiva. Este episódio entrará na história da época 2009/10 como o absurdo do ano.»
Luís Sobral
in Maisfutebol, 20/02/2010

José Correia disse...

«Acho que a Comissão Disciplinar valorizou muito pouco duas questões fundamentais: o comportamento dos stewards indicados pelo Benfica e o facto de os jogadores estarem sujeitos a uma pressão que resultava de terem terminado um jogo de futebol intenso minutos antes. Ou seja, os stewards não deviam simplesmente estar naquele sítio, quanto mais optar por um comportamento que a CD considerou «provocatório». Faltou à Comissão Disciplinar algo essencial a quem aplica regulamentos: bom senso. Os clubes mal intencionados ficaram a saber que sai muito barato provocar os jogadores adversários nos túneis. Com 1500 euros pode conseguir-se provocar um sério dano na concorrência.»
Luís Sobral
in Maisfutebol, 20/02/2010

José Correia disse...

«Os actos dos dois futebolistas não mereciam semelhante pena, que considero de uma violência sem sentido. Se pensarmos que os jogadores têm, em média, dez anos de carreira ao melhor nível, este castigo significa, por exemplo, que o lateral romeno acabou de perder 5 por cento da sua vida desportiva. É brutal. (...)
Só mais um ponto: face à dimensão do castigo aplicado a um jogador tão importante como Hulk, é evidente que a Comissão Disciplinar poderá sempre ser acusada de ter contribuído para decidir o campeão em 2009/10.»
Luís Sobral
in Maisfutebol, 20/02/2010