quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

A suspensão segue dentro de momentos


"Ele [Hulk] está [preparado para o jogo com o Arsenal]; não se encontra lesionado, está a treinar bem... Neste momento, a minha perspectiva é de o poder convocar [para o jogo com o Arsenal] (...)
O Hulk é um jogador revoltado. O estado de espírito dele é de revolta, porque não pode trabalhar e fazer aquilo que gosta. Nós, internamente, também estamos revoltados porque temos um profissional bem pago e que não está a ajudar a equipa como devia em função do contrato que tem. Acho que quando erramos temos de ser penalizados, mas temos de ser penalizados na justa medida do erro que cometemos, e temos de ser penalizados de forma a não voltar a errar. Agora, isto tudo não deixa de ser uma coisa incompreensível para as pessoas.
"
Jesualdo Ferreira, 12/02/2010


Após 12 ou 13 jogos (perdi-lhe a conta) em que esteve impedido de exercer a sua profissão, tudo indica que hoje Hulk vai voltar aos relvados. Será uma interrupção numa das suspensões mais injustas e absurdas de sempre de um jogador de futebol, cujos contornos definitivos continuam no segredo dos deuses da Liga.

«O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol é uma associação cuja principal missão é defender os interesses individuais e colectivos dos atletas. (...) É a voz activa do profissional de futebol junto de instituições governamentais e outras (...) O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol assume a defesa intransigente da classe»
in site oficial do SJPF

Quem diria? Já alguém ouviu o Joaquim Evangelista pronunciar-se sobre este caso?
Não será estranho que o presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol não manifeste preocupação por um profissional de futebol estar suspenso preventivamente há cerca de dois meses e impedido de trabalhar?
Depende. A quem interessa a suspensão de Hulk?
Na época passada, a quem interessava a greve dos jogadores do Estrela da Amadora, na véspera da deslocação ao Estádio da Luz?
Em 2005, a quem interessava o pré-aviso de greve dos jogadores do Setúbal, precisamente antes de um jogo com o Benfica?

Não tenho provas de que Joaquim Evangelista condiciona as suas intervenções em função dos interesses do SLB, mas lá que parece, parece. É que já são coincidências a mais...

10 comentários:

Carrela disse...

A escumalha está em todo o lado infelizmente...

Nightwish disse...

Esses cabrões andam por todo o lado.

SecretHell disse...

Este é outro fantoche...controlado pela estrategia do recreativo...de qq forma o nosso clube nao pode contar ninguem para defender os seus interesses como sabemos ha muito...os adeptos irao ficar sempre com a sensaçao que algo poderia ter sido feito em relaçao a isto...que saudades dos tempos da retrete das Antas

Pedro disse...

Ele no dia 11 de Fevereiro falou sobre o caso.

- http://aeiou.expresso.pt/video-sindicato-lamenta-silencio-de-herminio-loureiro-no-caso-do-tunel-da-luz=f565126

- http://www.record.xl.pt/noticia.aspx?id=D48B7957-92C7-446F-886A-919C7CA3F6F4&idCanal=00000006-0000-0000-0000-000000000006&h=9

Aliás na Renanscença ele foi bem duro com o Herminio.

A questão é o tempo que demorou a falar sobre o caso, quase 2 meses para vir a público. E claro que não foi tão sindicalista na linguagem como em outros casos.

Miguel Teixeira disse...

Evangelista não surpreende ninguém com este "silêncio". A prova de que certos lugares são seguramente mais importantes do que os "Jankauskas".

Se Evangelista fosse mais neutro, já tinha falado sobre o que verdadeiramente se passou na Amadora.

Basta recordar as histórias que envolvem uma empresa de construção de Alverca, que prometeu pagar ordenados em atraso ao Estrela antes do jogo com os encarnados ou mesmo dos "Fontes" que foram "contratados" em Setúbal.

Tudo, no interesse dos jogadores "sindicalizados"...



Com muitas ASPAS, que eu não quero que ninguém se "assuste".

José Correia disse...

Afinal o Evangelista falou no caso há 6 dias atrás...
Mas falou de uma forma tão soft, tão soft, tão soft, que eu nem me apercebi.
As palavras e o tom usado foram proporcionais às preocupações que o presidente do sindicato tem em relação ao impedimento que pende sobre estes jogadores do... FC Porto.

José Correia disse...

"Ele [Hulk] sente-se muito injustiçado até pelo tempo que se leva a decidir alguma coisa em Portugal. (...) Os jogadores portugueses, o futebol em si, são de 1.º nível. Agora a Liga e os que a dirigem são pessoal de baixo nível. Daí este tempo todo para dar uma resolução"
Teodoro Fonseca, empresário de Hulk, à Antena 1

José Correia disse...

"Alguém tem de tomar uma atitude. A Liga não está a fazer nada. Devem estar a tomar um cafezinho ou um vinhozinho. Está virando uma pizzaria. Só se reúnem para conversar, beber, gastar e não decidem nada. É uma palhaçada".
Teodoro Fonseca, empresário de Hulk, à Rádio Renascença

miguel_canada disse...

Só um reparo...O jogo com o Estrela foi na Amadora e não na Luz.
Mas foi interessante de reparar que após esse jogo com o benfas e ainda com os mesmíssimos salários em atraso voltaram aos treinos para preparar o próximo jogo........
............contra o FCPorto!

Miguel Teixeira disse...

Bem lembrado Miguel. A tal "promessa" a que aludi no meu comentário apareceu exactamente na semana do jogo contra o FCP. Na semana anterior foi como referiste, não existiram treinos...