quarta-feira, 24 de março de 2010

CJ reduz castigos de Hulk e Sapunaru


«O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reduziu o castigo de Hulk para três jogos e o de Sapunaru para quatro jogos, disse à Lusa fonte do FC Porto. (...)
Os argumentos do Conselho de Justiça ainda não são conhecidos e este órgão limitou-se anunciar que foi “convolada a condenação”. Isto quer, dizer que o castigo de quatro meses a Hulk e seis meses a Sapunaru foi alterado. (...)
A CD da Liga enquadrou o comportamento de Hulk e Sapunaru num artigo que previa uma suspensão entre seis meses e três anos, tendo encontrado atenuantes no caso do avançado brasileiro, que reduzia os castigos previstos para um período entre três meses e um ano e meio.
O enquadramento disciplinar defendido pelo FC Porto no recurso era de dois a seis jogos de suspensão. E foi precisamente isso que o CJ entendeu.»
24.03.2010 - Lusa, PÚBLICO

A notícia completa pode ser lida aqui.


Quem irá indemnizar os jogadores e o FC Porto pelos elevadíssimos prejuízos (desportivos e financeiros) causados?

Será que agora, finalmente, a Administração da FC Porto SAD irá reagir à Porto, e ir até às últimas consequências, exigindo responsabilidades ao Dr. Ricardo Costa e à Liga de Clubes?


Actualização (17:55): A Administração da FC Porto – Futebol, SAD já reagiu em comunicado.

Foto: A Bola

46 comentários:

fallengod disse...

Esta é uma oportunidade que o FCPorto tem para se fazer ouvir e dar mostras de força.
Agora gostava era de ver o "sr." Costa numa das conferências de imprensa que tanto gosta de dar quando se trata de castigar o FCPorto, explicar como vai ressarcir o clube pelos danos causados, tanto desportivos como financeiros. No fim demitia-se.

Miguel Pereira disse...

José,

Era expectável que tomassem uma posiçao destas assim que o ano ficasse resolvido.

Com a Taça da Liga entregue e a liga decidida (ou pelo menos com o FCP fora da luta de maneira clara) a suspensao já nao fazia sentido. E realmente nao existe legalmente nada onde se possam sustentar para justificar o tratamento de caes que nos deram.

Agora sim, se a direcçao fosse a direcçao que o clube merece, a ediçao da prova deveria ser impugnada, indemnizaçoes chorudas exigidas e uma queixa por escrita a UEFA já estar a caminho.

No entanto, desde o Apito Dourado, que sinto que à nossa direcçao limaram as garras de tal forma que nem um arranhao conseguem fazer. Espero estar enganado. Oportunidades como esta nao aparecem todos os dias.

um abraço

Nightwish disse...

Começa a haver justiça...
Nem por isso, agora não conta para muito. O bom era que se tivessem decidido ontem, no mínimo, ou que explicassem porque não o fizeram a semana passada.
Isto mais parece um salvar da face do que outra coisa, fazer de conta que afinal tá tudo esclarecido e muito justo agora.

Alexandre Burmester disse...

Face à decisão que havia tomado em relação ao recurso do Director de Comunicações do FCP, Rui Cerqueira, esta decisão do CJ da FPF é coerente e honra a justiça desportiva. E este acordão prova que, ao contrário do que habilidosamente quis fazer crer o Dr. Ricardo Costa, os "stewards" não têm de ser considerados "agentes desportivos". Aliás, como pode alguém que não pode ser castigado pela Liga ser considerado "agente desportivo"?

Mas também não adianta vir-se agora perguntar que implicações isto tem ou deixa de ter para a Comissão Disciplinar da Liga: não tem nenhumas, nem o FCP ou os jogadores terão, infelizmente, direito a qualquer indemnização, pois é assim que a justiça funciona. A Relação farta-se de emitir acordãos contraditórios da primeira instância, e isso não põe esta última em causa nem dá a ninguém direito a ser indemnizado. Dura lex sed lex.

hmocc disse...

O mal está feito, os jogos sem Hulk e Sapu já foram jogados, e agora resta-nos o consolo moral que a razão estava do nosso lado.

Fraco consolo. Parece que vejo o Vieira e o Costa a brindarem com espumante a sua grande derrota legal.

É pena que este campeonato fique manchado por esta trafulhice (i)legal. Jesus e os seus discipulos não mereciam isto.

Pedro disse...

Tenho sido um defensor da SAD, mas se nos próximos dias não houver uma reacção pública ao caso... Serei um dos que votarão em branco nas próximas eleições.

Ao R.Costa.... não tenho pena nenhuma que leve umas cuspidelas na rua. Foi um esbirro patético do SLB. E se não se demitir com esta derrota... é ainda mais porco do que pensava.

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

Como é evidente a jogada já foi planeada para ser assim no final.
Estava à vista de todos...

José Correia disse...

Alexandre, admito que tenhas razão e que o FCP e os jogadores não tenham direito a qualquer indemnização. Contudo, segundo o site da Rádio Renascença, "o FC Porto, perante as deliberações do CJ, já estuda a impugnação da Liga Sagres e da Taça da Liga".
in http://www.rr.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=73&did=96847

Adolfo Dias disse...

O rato bosta não se vai demitir pois só faltam umas semanas para o seu mandato acabar.
Agora espero um pedido nos tribunais de impugnação deste campeonato. Mesmo que não seja para ser levado até ao fim será giro ver a FPF e a Liga a fazerem contas à vida e se calhar até mandam matar o rato bosta pelo prejuízo que ele lhes provocou.

Mefistófeles disse...

"Como é evidente a jogada já foi planeada para ser assim no final.
Estava à vista de todos..."

Subscrevo. Mas o mínimo que se pode exigir agora é a cabeça do Pavão. Pelo menos para não termos que levar mais com tão embirrante figurinha.

Ricardo Goucha disse...

Hugo, esse consolo é um pouco "virtual".

Perante a opinião pública (não portista) o que esta decisão prova é que o CJ da FPF não é independente (claramente o chavão mais utilizado para qualquer órgão que tenha decisões favoráveis ao FCP).

Da mesma forma que a opinião portista considera que o CD da Liga não é isento.

A única ilação positiva que poderemos tirar desta decisão tem muito a ver com a reacção que o FCP tomar.
Veremos...

José Correia disse...

Ricardo, este mesmo CJ deu cobertura às decisões do Dr. Ricardo Costa no processo Apito Final. Assim sendo, não deve ser fácil catalogá-los de portistas.

Não que fosse necessário, mas o que esta decisão do CJ vem por a nu é os critérios da (in)justiça encarnada que dominou a Liga de Clubes nos últimos quatro anos.

duarte disse...

Alguém me sabe dizer pf, se esta decisão tem recurso????????

Alexandre Burmester disse...

Joé Correia,

O FCP pode estudar a impugnação, o que eu duvido é que seja bem sucedido. Aliás, essa impugnação só pode, a meu ver, ser interposta junto do mesmo CJ da FPF, pois, como sabemos, os regulamentos impedem os clubes de levarem estas questões para os tribunais civis.

Isto não impede, claro, que a SAD tenha uma reacção pública à altura da travidade do que se passou, como estou certo que terá.

Alexandre Burmester disse...

Não há mais recursos, caro Duarte. O caso está encerrado.

Orgulhoazulebranco disse...

Duarte,

esta decisão não é passível de recurso.

Da mesma forma,ninguém se pode responsabilizar pelos 14(catorze) jogos a mais...

John Aarson disse...

Muito engraçado. Agora que o FCP está quase matematicamente afastado da liderança e segundo lugar, podem-se revogar o castigo ao Hulk. Mas mantém-se ao Vandinho do Braga, não vá ele dar dissabores ao SLB no sábado. Este pessoal mete NOJO!!!

Pedro disse...

Tecnicamente, a impugnação é impossivel, vou reler os regulamentos mas parece-me qu eos critérios para impugnação não se enquadram neste caso. A questão é como pode ser um clube compensado por isto? Dinheiro? Num processo que se pode arrastar anos nos tribunais... O FCP devia ter-se mexido na altura da eleição do Herminio... agora paga as favas.

José Correia disse...

A FPF já confirmou a decisão no seu site.

http://www.fpf.pt/portal/page/portal/PORTAL_FUTEBOL/FEDERACAO/NOTICIA?notid=9004469

José Correia disse...

“Estamos perante o normal funcionamento da justiça desportiva. Por isso é que existem os recursos e as partes exercem os seus direitos. A Justiça Desportiva está a funcionar”, disse à Lusa uma fonte oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Pois, pois, só faltam os violinos...

Os senhores da Liga SLB..., perdão, Liga de Clubes, esquecem-se de um "pequenino" pormenor: ao contrário da Justiça civil, neste caso, o recurso a que as partes têm direito, não impediu os jogadores e o FC Porto de serem indevidamente punidos e gravemente prejudicados, devido a uma decisão irresponsável do Dr. Ricardo Costa.

Miguel Teixeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miguel Teixeira disse...

Já todos sabiam que a redução da pena aos jogadores era inevitavel. Agora, também vamos TODOS saber de que massa é feita esta SAD.

Irá a SAD FCP contra os interesses comerciais que são comuns aos três "grandes"? Duvido que o façam...


Que eu esteja totalmente enganado e que o FCP demonstre de uma vez por todas que administra o FCP para o bem do FCP, e não para salvaguardar uns quantos interesses da banca/grupos privados.

Que façam o que é certo.

José Correia disse...

Lisboa, 24 mar (Lusa) - O jurista José Guilherme Aguiar, adepto do FC Porto, anteviu hoje que o clube vá exigir uma indemnização "muito vultuosa" à Liga de clubes devido à redução dos castigos aos futebolistas "azuis e brancos" Hulk e Sapunaru em sede de recurso.

"Não é suscetível de consequências desportivas. Os jogadores foram impedidos ilegítima e ilegalmente de participar nos jogos que já ocorreram, mas não há retroatividade. Não se vai poder repetir os jogos em que eles não alinharam. As consequências só podem ser de natureza pecuniária. O FC Porto, naturalmente, irá pedir uma indemnização muito vultuosa à Liga", disse à Agência Lusa o antigo diretor executivo da Liga de clubes.

Guilherme Aguiar descartou qualquer cenário de tentativa de impugnação do campeonato por parte dos "dragões" porque "um plantel tem muitos jogadores", classificando apenas o sucedido como uma "decisão de um órgão jurisdicional que prejudicou o FC Porto".

Adolfo Dias disse...

O comunicado do FC Porto deixa antever uma reacção forte à decisão sabida hoje mas espero mais para daqui a uns dias. Os pontos 5 6 7 e 8 são os melhores e merecem ser bem lidos.

5 – Desde a suspensão imposta pela CD da Liga a Hulk e Sapunaru passaram 17 jogos das competições nacionais e mais de três meses. Como teria sido o desempenho do FC Porto nestes compromissos, caso os dois atletas estivessem, como deviam ter estado, disponíveis e quais os reflexos desta aberração na classificação da Liga 2009/10? Será que a verdade desportiva foi defendida?;

6 – Fica novamente comprovada a perseguição da CD da LPFP ao FC Porto e a cegueira persecutória de Ricardo Costa, ratificada, ao melhor estilo de Pôncio Pilatos, pelo presidente da LPFP, Hermínio Loureiro. Recorde-se que, ainda recentemente, o mesmo Hermínio Loureiro afirmou que o seu papel se limitou a criar condições para que os órgãos da LPFP funcionem. Nem que seja sem rigor, de forma grosseira e com arbitrariedade…;

7 – Este, de resto, será o facto mais marcante do mandato dos actuais órgãos dirigentes da LPFP. O futebol não esquecerá o péssimo serviço que lhe prestaram nesta matéria e, por conseguinte, só lhes resta uma saída: Obviamente, demitam-se!;

8 – A FC Porto – Futebol, SAD já deu instruções aos seus advogados para intentarem as competentes acções de responsabilização e indemnização, quer dos membros da CD da LPFP, quer da própria instituição.

Luis Melo disse...

Obviamente que Hulk não é nenhum salvador da pátria, mas o facto é que ausência de Hulk e Sapunaru levou a que o FC Porto ficasse prejudicado nas suas opções.

Juntando estas ausências às das lesões graves, o FC Porto tem tido problemas que o levaram a perder pontos em jogos impensáveis.

Além do mais é preciso ver que um caso desta dimensão terá concerteza abalado a confiança e a moral dos jogadores. Eles que se viram “roubados” fora de campo depois do esforço que faziam dentro dele. Isto deita um homem abaixo.

Mais do que isso o FC Porto perdeu pontos que podem por em causa a participação na liga dos campeões. Esse que é o garante de épocas mais equilibradas e desafogadas a nível financeiro. Quem pagará isso?

E o facto de o Hulk – indiscutivelmente o maior activo do FC Porto nesta época, e o jogador com maior margem de progressão e de valorização no mercado – ter ficado parado, também traz graves consequências para os cofres do clube.

E quem vai agora pagar por isto? É o Ricardo costa, presidente da CD do Benfica… perdão, da Liga? Não me parece que este menino tenha 50 M€ para indmenizar o FC Porto…

José Correia disse...

O Correio da Manhã já teve acesso ao acórdão do CJ:

«O ponto principal que levou à alteração do castigo tem a ver com o enquadramento dos 'stewards' no Regulamento Disciplinar da Liga. Para a CD, liderada por Ricardo Costa, os assistentes de recinto desportivo (ARD) são intervenientes no jogo. Para o CJ, não.

'Afigura-se-nos que serão, além dos delegados dos clubes e demais pessoas que desempenham funções no quadro das equipas em confronto (treinadores, massagistas, médicos), o director de segurança, o director de campo e delegado da Liga com responsabilidades sobre o recinto de jogo. Esses são realmente os intervenientes, onde se não incluem os ARD vocacionados para garantir a segurança e conforto dos espectadores', lê-se no acórdão do CJ, a que o CM teve acesso.

'É certo que, excluídos os ARD dos outros intervenientes, surge a dificuldade de onde os incluir como sujeitos passivos da infracção disciplinar praticada por jogadores. Só resta a possibilidade de os enquadrar no tipo de ilícito disciplinar previstos no art. 120º, alínea j) do regulamento disciplinar da LPFP - agressão de jogadores ao público. Não é muito líquido ou satisfatório o enquadramento, mas conduz a uma punição sem excesso', argumenta o CJ, que analisou os regulamentos disciplinares da FIFA, da Liga Espanhola e da Liga Francesa, para fazer a comparação com o regulamento da Liga portuguesa.

Como os 'stewards' foram vistos como 'público' e não 'intervenientes no jogo', os castigos foram reduzidos de forma drástica.

Hulk já falhou 17 jogos por castigo, enquanto Sapunaru foi cedido ao Rapid de Bucareste, da Roménia.»

Pedro disse...

O passe do Hulk estará avaliado, contabilisticamente falando, em talvez uns 10 milhões o que dividido por época dá 3,3. 14 jogos são quase 50% de toda a liga. Supondo que se considera 1/3 da liga então a perda é de pelo menos 1,1milhões ao que se pode juntar dois meses de salário.

Esse é o custo real que o Porto tem com dois meses de utilização do jogador. O ganho eventual desta utilização é possivelmente maior mas não é mensurável, porque não dá fazer conjecturas sobre se os resultados seriam melhores ou piores.

Se este triste episódio acabásse com uma indemnização de 1,5 milhões já daria para o fechar com alguma dignidade para as partes.

Adolfo Dias disse...

O Sapunaru não tem e jogado e deve voltar ao campeonato português urgentemente e há o facto de 2 jogadores de elevada rotação no FC Porto que estiveram castigados e obrigou a que houvesse maior desgaste dos restantes jogadores daquelas posições e como tal e por não haver outra hipótese senão carrega-los com minutos e mais minutos levou ao elevado numero de lesões que se tem visto. Indemnização de 100 milhões de euros no mínimo é o que eu espero. Do rato bosta espero um suicido voluntário ou "assistido".


PS: já há quem venha com teorias de que o vandinho continua castigado para o FC Porto poder chegar ao 2º lugar e que o CJ é serviçal do FC Porto, é preciso ser-se muito desonesto para vir com essa conversa, então o vandinho se jogasse o próximo jogo era contra quem?

Gustavo disse...

o problema e k estas suspensoes e os golos mal anulados abateram muito a equipa psicologicamente...

ou acham k os jogadores n sentem isto? injustiça!

Injustiça cria revolta, desânimo!!!

Desânimo é aquilo q se passa no fcporto! para alem de termos sido claramente prejudicados, quem disse q nao vamos ser na proxima epoca, em consequencia destas acçoes?

Miséria de Liga, abaixo com estes cabrões! qual apito dourado? isto é o cúmulo da anti-verdade desportiva! ou julgam que os adeptos sao parvos?

Força Sad, arrumem esses fdps!

Adolfo Dias disse...

Pedro
esqueceste-te que para além dos salários há prémios de jogo e valorização ou desvalorização de passe neste caso, a influenciar os respectivos pedidos indemnizatórios. Para não falar na possibilidade de haver um proposta (e isso era tão fácil de acontecer ou fazer acontecer) para compra de Hulk abortada por os castigos serem aplicados em todos os campeonatos. Imagina lá que agora apareciam documentos que mostravam vontade de um clube pagar a clausula de rescisão do Hulk (100 milhões) mas que desistiu ao saber dos castigos que lhe tinham sido aplicados.

Pedro disse...

Não esqueci Adolfo mas a questão é encontrar uma base razoável para exigir à liga.

Até diria mais - o grande prejuízo para o Porto vem pelo facto de o Hulk deixar de ter expectativas de ir ao mundial e aí talvez se valorizar enormemente.

A questão é se um prejuízo potencial de muitos milhões será exigido a uma estrutura que não terá nem 1/10 desse valor para pagar.

Efectivamente outros cenários hipotéticos não dão para apresentar como prova. O único dado concreto, fiável e que serve de base para um pedido de indemnização é o contrato de trabalho do Porto com os jogadores. Tudo o resto será visto infelizmente como uma especulação.

Adolfo Dias disse...

Pedro: "O único dado concreto, fiável e que serve de base para um pedido de indemnização é o contrato de trabalho do Porto com os jogadores. Tudo o resto será visto infelizmente como uma especulação."

Certo, mas aparecer uns documentos a mostrar que chegou a haver interesse e uma ou mais propostas concretas por parte de uns quaisquer clubes na compra do passe do Hulk e que pagariam a clausula (ou mesmo que não fosse o valor da clausula e fossem 70 milhões por exemplo) não é difícil de fazer (fazer no sentido de "arranjar" ou até terá acontecido mesmo de haver propostas altas e existirem então esses papeis) e aí não seria especular, seria um bom motivo de pedido de indemnização e seria sustentado e com bases em factos, logo o FC Porto podia hipotecar todas as receitas da FPF até ser ressarcido nesse valor.

duarte disse...

Obrigados pela inf. agora só me apetece gritar bem alto e se possível de cima da Torre dos Clérigos, FFFFFFFFFFFdaPPPPPPPPPPaa, mouros da Mer------------a.

Adolfo Dias disse...

Herminio pede renuncia ao seu cargo de presidente da liga e é o primeiro rato a fugir, agora que o "barco" vai levar um "rombo".

Típico dos ratos.

Mais o seguirão.

E isto é o mesmo que admitir má gestão e/ou má intenção no apoio à decisão do R Bosta.

Adolfo Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Rodrigues disse...

Esta decisão do CJ era mais do q óbvio, nunca na vida os seguranças podiam ser considerados como "intervenientes no jogo".

Gostei do comunicado. Agora é colocá-lo em prática e ir para cima do FDP do R. Costa e da Liga com tudo; como já foi dito uma impugnação do campeonato não tem pernas para andar, mas uma indemnização jeitosa (q duvido q passe 2M€ no máximo dos máximos) sim.

The Blue One disse...

Para ser sincero, eu estava rendido à força do Benfica e do seu Futebol e acreditava que o FC Porto tinha chegado ao fim da linha... Mas depois de ver isto só me aprece dizer: SLB = CORRUPTOS!!!

Cumprimentos e Saudações Portistas!!!

José Rodrigues disse...

O q é mais triste nisto é q nem sequer me acredito na possibilidade de corrupção da parte do slb: é q o R Costa "corre" por gosto, faz aquilo para ajudar o seu clube de vontade própria.

Ele já sabia q no fim desta época o seu ciclo chegava ao fim, e sendo assim foi o "fartar, vilanagem" na recta final. Mas se houver justiça cósmica neste universo ainda há-de pagá-las.

AntiPorcosCorruptos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
penta1975 disse...

uma modesta sugestão a quem administra este blogue:

porque não filtrar os comentários ANTES de estes serem publicados?

é que há «lampiões tristes e sós» [como na canção] que persistem em "comentar" em tudo o que é blogue azul-e-branco e que o fazem em termos que, sinceramente, só os desprestigia.
é que faz-me asco e sinto nojo por quem nem sequer consegue ser desportista quando está a ganhar.

fica a sugestão à consideração de quem de direito.

saudações PENTACAMPEÃS!

Nick disse...

De facto, como seria possível os stewards serem considerados agentes desportivos?

Se acontecesse o contrário, um dos stewards agredisse um jogador, como seria castigado? A Liga tem regulamento quanto a este tipo de situação?

Suponho que não, porque, caso contrário, a quantos jogos seria castigado o steward?

Estou em pulgas para ver o Hulk na segunda mão da taça.


Saudações Draconianas!

(A palavra para verificação de palavras do Blog é "menti", mas juro por tudo que o que escrevi é o meu mais genuino sentimento)

o lado do futebol disse...

Boas

Estranho, CJ baixou drasticamente castigos de Hulk e Sapunaru.

Veja e dê a sua opinião:
http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/estranho-cj-baixou-drasticamente.html

Abraço

Nightwish disse...

Claro que não, o FCP podia, pela módica quantia de 1500€, instalar os super dragões voluntariados para seguranças no balneário dos encornados quando cá viessem e estes não só ficavam com as pernas partidas como ainda eram suspensos 6 meses.
O que não tem lógica nenhuma, mas é o que os filhos da puta dos mouros defendem, só porque é contra o FCP.
Sendo assim, ainda nos resta tê-los no relvado a provocar os jogadores, uma vez que o Vandinho continua suspenso por levantar uma perna.

aduanev disse...

Sem dúvida que R. Costa corre por gosto, mas não tenha o caro J. Rodrigues a mínima dúvida de que o dito é um pau-mandado. A prova está no próprio comunicado do Benfica, senão vejamos: se a tese do Benfica-Ricardo Costa de que o gorila é um agente desportivo fosse aceitável, então porquê um comunicado do Benfica sobre um assunto que não lhe diz respeito, mas sim à liga que organiza o evento?
Caro José Rodrigues, desengane-se, ou corre o risco de ver outro R.C. no mesmo sítio para o ano.

Miguel Pereira disse...

"Irá a SAD FCP contra os interesses comerciais que são comuns aos três "grandes"? Duvido que o façam..."

Miguel,

Esse é precisamente um dos pontos que há muito critico nesta SAD. Partilhar como fazemos tantos patrocinadores tanto com SLB como com o SCP é uma adulteraçao grave da verdade desportiva e para mim uma falta de respeito para os adeptos. Imaginem o Barça e o R. Madrid a partilhar 2/3 dos patrocinadores e venham-me contar o que acontece.

Quanto ao caso em si, a indmenizaçao nunca será volumosa, como já bem se disse aqui, porque só podera ser feita com base em valores plasmados em contratos: salarios, premios, etc... Entre 1 a 3 milhoes para os dois jogadores (uma ninharia). Mesmo apresentando provas de ofertas, essas serao sempre do Verao e nao entrarao nestas contas porque o FCP nao terá provas que tinha intençao de vender o Hulk em Janeiro.

O importante é falar com o clube romeno e ir directamente à UEFA. Mesmo que o Platini nos chame de "batoteiros", a pressao mediática tem de ser feita. Nao me importo de gastar esses 3 milhoes em deixar as coisas claras.

No entanto a demissao do Loureiro, a 60 dias do fim de mandato, e a anunciada candidatura do F. Gomes diz muito do que podemos esperar. O FCP vai receber uma indmenizaçao pequena pelo novo presidente (porque é amiguinho) e a eleiçao do Gomes vai ser feita sem grandes problemas como "compensaçao". Nao será dificil juntar os apoios necessários. E a partir daí, com um presidente da Liga como o Gomes, podemos esperar para o ano uma clara inflexao de posiçoes face ao FCP e ao SLB.

Essa acabará por ser a grande vitória dentro de tudo isto, mais do que o dinheiro ou o facto de poder utilizar o Hulk até Maio.

José Correia disse...

penta1975 disse...
«uma modesta sugestão a quem administra este blogue: porque não filtrar os comentários ANTES de estes serem publicados?»

Activar a moderação dos comentários é (seria) uma possibilidade, mas o facto de haver benfiquistas que vêm a um blogue portista com o objectivo de insultar ou provocar, é também uma prova da nossa (FC Porto) grandeza.

Nota: Admito que também haja benfiquistas interessados em lerem o que escrevemos, mas esses não costumam comentar.