quinta-feira, 1 de abril de 2010

A "Gratidão" e a Memória

No dia 12 de Janeiro, a propósito do 25º aniversário da morte de José Maria Pedroto, lancei aqui a ideia de aquele grande homem ser homenageado pelos portistas com uma estátua junto ao Estádio do Dragão. Concomitantemente abri uma petição nesse sentido, petição essa que tem um link bem em evidência neste blogue.

Passado todo este tempo a petição tem quatrocentas assinaturas, incluindo as de um ou dois energúmenos que nem os mortos sabem respeitar. Eu bem sei que esta coisa das petições começa a cansar um bocado, pois a propósito de tudo e de nada lá surge mais uma, e é natural que haja já um certo enfastiamento de parte das pessoas. Também sei que, tendo embora um número apreciável de leitores, o Reflexão Portista não chega a todos os adeptos do F.C. Porto. Mas mesmo assim, não posso deixar de me manifestar profundamente desiludido com a fraca adesão a esta iniciativa.

Sempre que há uns debates mais ou menos áridos e mais ou menos improdutivos acerca do desempenho da SAD do F.C. Porto logo surgem uns auto-denominados e auto-convencidos indefectíveis, que falam como se fosse deles o monopólio do "verdadeiro" portismo, dizendo que a SAD e quem a dirige, mormente o seu Presidente, de tanto que já deram ao clube, só merecem a nossa gratidão, como se alguém de bom senso discordasse dessa básica e elementar justiça. Mas, pelos vistos, quando se passa do campo sentimental da "gratidão" para o campo mais exigente da Memória, muitos preferem abster-se e meterem a viola no saco.

Eu sei que em Portugal há a mesquinha tendência de as homenagens serem, encapotada e cinicamente, feitas contra alguém, em vez de se centrarem unicamente na figura do homenageado. Como tal, admito perfeitamente que muitas mentes ínvias assim tenham interpretado esta despretensiosa iniciativa mas, se assim foi, laboram no mais crasso dos equívocos. Esta iniciativa visava apenas aquilo que nela é referido: lembrar para sempre a grande figura de homem e de portista que foi José Maria Pedroto.

A petição ficará em linha mais uma ou duas semanas. Mais uma vez agradeço a respectiva difusão. José Maria Pedroto estará para sempre na nossa Memória.

18 comentários:

Mefistófeles disse...

Alexandre,

Eu próprio já tinha manifestado aqui a minha decepção com o reduzido número de peticionários.

Parece que os Portistas têm fraca memória. E gratidão. Custa-me dizê-lo mas é o que sinto. Apressam-se a "malhar" em todos quando alguma coisa não corre bem, mas homenagear adequadamente aquele que tanto o merecia, está quieto.

Isto sim, é uma tristeza.Envergonha-nos.

Zé_Lucas disse...

Não será o caso de a maioria dos portistas com "memória", achar que o José Maria Pedroto mereceria muito mais que uma simples estátua, seja ela de que tamanho for? Por que carga de água o meu amigo não começou por perguntar aos tais portistas, qual o tipo de homenagem que gostariam que fosse feita ao homem? Talvez neste momento entendesse melhor o porquê do alheamento de que se queixa.
Cumprimentos.

Mefistófeles disse...

"Sempre que há uns debates mais ou menos áridos e mais ou menos improdutivos acerca do desempenho da SAD do F.C. Porto logo surgem uns auto-denominados e auto-convencidos indefectíveis, que falam como se fosse deles o monopólio do "verdadeiro" portismo, dizendo que a SAD e quem a dirige, mormente o seu Presidente, de tanto que já deram ao clube, só merecem a nossa gratidão, como se alguém de bom senso discordasse dessa básica e elementar justiça".

Alexandre,

É bem verdade. Mas também há os outros, os que se convenceram que defendem melhor o FCP porque viram a "luz" ao contrário dos que ( ainda ) apoiam a SAD e o seu presidente, pois estes são todos ceguinhos. Se calhar viram mesmo a "luz", admito. Não viram foi a petição.

Cumprimentos.

Kaito Saru disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Pois bem, Zé_Lucas, diga lá de sua justiça. Que tipo de homenagem acha então que deveria ser feita a José Maria Pedroto? E alguma delas impediria que se lhe fizesse também uma estátua? A verdade é que não vi em parte alguma sugestões de outro tipo.

Obrigado pela sua participação.

Anónimo disse...

Obrigado, Kaito Saru. Esse "photografer" é contumaz, mas nós cá estamos.

Miguel Pereira disse...

Sempre defendi quando se começou a pensar em nomes para o estádio do Dragão que o nome oficial do recinto devia ser Jose Maria Pedroto. Mas apesar de nao desgostar do nome actual, esqueci-me de como é PdC, um homem que gosta de apagar toda a lembrança de gente grande neste clube que nao ele.

Fe-lo com Pedroto como também acabou por fazer com os campeoes de Viena, os de Gelsenkirchen e muitos dos grandes personagens que fizeram a historia do FCP nos ultimos 30 anos.

Jose Maria Pedroto - e nao PdC - é a essencia do novo FCP. O homem que mudou a mentalidade, a actitude, a postura do clube face á sociedade. Que mudou o sistema de jogo e a politica de prospeçao do clube. O homem que desafiou o Mundo e só caiu pela traiçoeira doença, rasteira, que o foi minando.

Pedroto merece mais do que uma estátua. Merece ser omnipresente neste FCP do novo milénio. Menos do que isso seria já muito pouco.

um abraço

Zé_Lucas disse...

Caro Alexandre ( se permitir que o trate desta maneira), aquí reponho uma das poucas intervenções que tenho tido neste blog ( e nos outros ). Pode verificar a data no final e talvez consiga decifrar o meu pensamentos em relação a este assunto. Obrigado pela atenção.

Zé_Lucas disse...
Caros, faz algum ( bastante já )tempo, que eu propus num espaço semelhante a este, que o novo estádio das Antas se chamasse "Estádio José Maria Pedroto". Considero que foi ele o verdadeiro artífice do FCP moderno e vencedor, tendo levado atrás homens como o Pinto da Costa. Apareceu depois o nome "Dragão", que me pareceu na altura (Honny soit qui mal y pense), deixar a porta aberta a que um dia o estádio venha a ter outro nome ( pois, esse que estão a pensar).
Seja como for, o Pedroto foi demasiado importante para o FCP e o Norte em geral, para qualquer homenagem tipo "plaquinha à entrada".
Sem querer ser maçador, deixo-vos aquí uma pequena história passada com o mestre e que me foi contada pelo Francisco Baptista, jogador na altura do FCP e irmão do Magriço Alexandre Baptista. Um belo jogo de reservas, estava o Zé no banco a "cochilar", dizem-lhe - mestre, golo do Valdemar! Boa, diz ele. Mas, mestre, foi na própria baliza...

10 de Janeiro de 2010 15:25

José Correia disse...

Aderi à iniciativa do Alexandre e terei sido dos primeiros a assinar a petição. Tal como acontece noutros clubes europeus (e foi referido pelo Alexandre), gostaria de ver uma estátua do saudoso Zé do Boné à entrada do nosso estádio, num local de livre acesso público.

Já no que diz respeito ao possível "Estádio José Maria Pedroto", discordo do Miguel Pereira e do Zé Lucas.
Por um lado gosto do nome Estádio do Dragão e, por outro, penso que não devemos colocar de parte a hipótese de um dia vendermos o naming do estádio (perdoem o meu lado materialista...).

Anónimo disse...

Muito obrigado pela sua achega, caro Zé_Lucas. Agora recordo esse seu comentário, e recordo-me também de ter respondido que o Francisco Baptista não era irmão do Alexandre Baptista, mas sim do Serafim Baptista, antigo jogador do Boavista, embora isso seja irrelevante para o assunto do seu comentário.

Independentemente da possibilidade de venda dos "naming rights" do estádio, aqui mencionada pelo José Correia, eu preferia que o estáio não tivesse o nome de ninguém e mantivesse o actual, mas isso são coisas subjectivas.

De qualquer modo, respeito e saúdo a sua opinião pelo que ela encerra de admiração para com a grande figura de José Maria Pedroto, embora não haja maneira de sabermos, ao contrário do que sugeriu no seu primeiro comentário de hoje, se essa é a opinião da maioria dos portistas.

Renovo os meus agradecimentos pela sua participação.

pois disse...

Meus caros quanto a Pedroto sei que merece reconhecimento em que moldes preferia abster-me. O nome do estádio ao principio também me criou alguma confusão mas confesso que lá fora e principalmente no idioma inglês é um nome com muito impacto

miguel_canada disse...

Na minha modesta opinião, a única homenagem que poderia ter a dimensão que José Maria Pedroto merece, seria dar o seu nome aquele belíssimo estádio a quem alguém teve a triste ideia de baptizar de Dragão.

Quando, a meio da sua construção, se começou a especular sobre o nome que se iria dar ao estádio, cheguei a ter a leve esperança de que se viesse a chamar Estádio José Maria Pedroto mas, sempre ouvi dizer que Pinto da Costa gosta muito pouco de que haja gente com mais protagonismo do que ele proprio e, sinceramente, Estádio de Dragão, foi na altura uma enorme desilusão.
Agora, talvez já me tenha habituado ao nome mas, ainda me irrita profundamente ver o estádio do meu clube a ser tratado como o estádio do cabrão ou de outras rimas parecidas.
Por isso, na minha opinião, a grande petição devera ser feita a quando da tomada de posse de uma nova Administração da SAD para dar a verdadeira e merecida homenagem a Pedroto. Dar o seu nome ao estádio.

miguel_canada disse...

Essa historia do naming arrepia-me profundamente!
Nem quero imaginar a minha equipa a jogar no Estádio Hipermercados Continente ou no Estádio Tintas Robbilac.

Anónimo disse...

Embora tenha no devido apreço as opiniões e desejos daqueles de vós que preferiam dar o nome de Pedroto ao estádio, gostaria de chamar à atenção para o facto de que essa vossa pretensão em nada colide com a daqueles que, como eu, defendem a colocação de uma estátua do grande treinador junto ao estádio do FCP. Não seria por haver lá uma estátua dele que o estádio deixaria de poder adoptar o nome de José Maria Pedroto. Além disso, lá diz o povo que mais vale um pássaro na mão que dois a voar, e parecendo-me bem mais fácil de satisfazer a ideia da estátua, não vejo por que a não apoiam vocês também.

reine margot disse...

alexandre, o problema que tenho em relação à estátua é só mesmo este: que estátua?
se for para ser uma igual à do d.antónio que esteve enfrente aos clérigos, digo-lhe logo que sou contra...poluição já existe que chegue...
acho muito bem a proposta de se homenagear para sempre, mas talvez fosse possível "enfiar no pacote" mais nomes, e fazer assim tipo um muro com nomes, ou até tipo o monumento ao willy brandt, mas obviamente com mais de um busto...
talvez trocar a petição a uma estátua por uma petição para se edificar um memorial...
de qualquer modo acho que não deve desistir: esta petição mesmo assinada por só alguns representa o que esses pensam e deve chegar a até outros patamares... eventualmente se ficar disponível para assinaturas presenciais em dia de jogo...

Anónimo disse...

"Reine Margot",

De facto a estátua de D. António Ferreira Gomes desafiava os cânones da estética comum. Já não está no mesmo sítio?

O problema aqui é que não se pode impor regras estéticas ao artista encarregue de um trabalho desses. Teria de se seleccionar um que não fosse conhecido pelo seu estilo "moderno"!;-)

Quanto a incluir mais nomes, isso poderia ser uma boa ideia para o museu, por exemplo, mas neste caso da estátua de Pedroto ao pé do estádio juntar-lhe mais algumas figuras do FCP iria desvalorizá-lo, em minha opinião.

JRP disse...

"Sempre defendi quando se começou a pensar em nomes para o estádio do Dragão que o nome oficial do recinto devia ser Jose Maria Pedroto. Mas apesar de nao desgostar do nome actual, esqueci-me de como é PdC, um homem que gosta de apagar toda a lembrança de gente grande neste clube que nao ele.

Fe-lo com Pedroto como também acabou por fazer com os campeoes de Viena, os de Gelsenkirchen e muitos dos grandes personagens que fizeram a historia do FCP nos ultimos 30 anos."

Há comentários que me deixam estupefacto. Isto tem algum cabimento?
Então não se fez bem recentemente um jantar de evocação aos 25 anos da morte de Pedroto?
Onde estão muitos dos campeões de Viena? Não são até funcionarios do clube?
Esta "obsessão anti-Pinto da Costa" parece bem mais perigosa que a anterior "cegueira pró-Pinto da Costa". Hoje em dia tudo serve para bater no homem. Quando alguém está em baixo, chegam logo os que sempre viram tudo à distância, os iluminados que pontapeiam quando alguém está no chão ou em queda.
É preciso juizinho, meus amigos.

penta1975 disse...

caríssimos,

eu já assinei a petição em causa e fi-lo sem hesitar. é uma das últimas assinaturas pelo simples facto de que só há muito pouco tempo é que resolvi "pesquisar" sobre a cultura azul-e-branca na blogosfera. mas assinei-a! e já a dei a conhecer no meu blogue.

uma sugestão e uma observação pertinente.

a SUGESTÃO:
porque desconheço se tal já terá sido feito, porque não chegar esta intenção aos responsáveis pelo Clube?
pese embora algumas divergências de opinião, é evidente que o presidente Pinto da Costa tem o saudoso Pedroto em muita estima. até lhe pensava dedicar o segundo Penta. é só uma sugestão.

a OBSERVAÇÃO PERTINENTE:
como foi observado no 'post', é inacreditável que haja quem se diverte a conspurcar petições com clubismos bacocos - e estou a ser brando -, reveladores da personalidade de quem as assina.
tenho para mim que prefiro sempre ser associado de um «clube regional» mas de uma forma digna, a pertencer a uma massa adepta «grande» e «gloriosa» mas sempre energúmena.

saudações PENTACAMPEÃS!