quarta-feira, 14 de abril de 2010

Oeiras, aí vamos nós...


Tal como era esperado, o FC Porto, em ritmo de passeio, garantiu a presença na final da Taça de Portugal, com vitória gorda sobre o Rio Ave. Num jogo em que Jesualdo Ferreira concedeu espaço a alguns atletas menos utilizados, destaca-se a estreia absoluta de Addy com o dragão ao peito. Um pequeno aperitivo num encontro que foi quase sempre insosso, com excepção do ultimo quarto de hora.

Assim mesmo, aproveitando a menor pressão que este jogo envolvia, o Professor aproveitou-o para mostrar o jovem lateral esquerdo Addy aos portistas. A estreia confirmou-nos que o miúdo é, por hora, mais verde que o relvado do Dragão, porem com algum processo de “domesticação” e aproveitando aquela velocidade de ponta, pode-se vir a retirar qualquer coisa dali. No mais, destaque para o retorno em bom plano de Fucile após o pesadelo de Londres.


Mercê do resultado adverso da 1ª mão, coube naturalmente à equipa de Vila do Conde a assunção dos desígnios do encontro na sua fase inicial. A equipa azul e branca, sem grandes preocupações, controlava ao largo o espírito de iniciativa dos homens de Carlos Brito. Sem muito ter feito para o conseguir, a equipa portista pôs-se na dianteira do marcador, num livre superiormente marcado por Belluschi. Se dúvidas existissem, o minuto 21 tratou de as dissipar sobre quem acompanharia o D. de Chaves ao campo de Oeiras.

O tento do médio ofensivo argentino teve o condão acordar a nossa equipa. Ainda as bancadas comentavam a mestria com que o 1º golo portista fora obtido e já Orlando Sã desperdiçava incrivelmente o 2º. E como um desperdício nunca vem só, Farías resolver solidarizar-se com o seu companheiro de ataque, falhando um penalty. Até ao intervalo apenas ficou na retina uma vistosa intervenção de Beto, após um ortodoxo cabeceamento de Ricardo Chaves.



Os segundos 45 minutos nada trouxeram de novo na sua fase inicial. Os ânimos apenas voltaram a agitar-se quando Falcão e Hulk renderam a frente de ataque titular. O jogo cresceu – para o lado portista – teve vivacidade e dinâmica. Faltava contudo o condimento essencial, os golos. Chame-se Guarín à recepção e sirva-se um golo à Ronaldo. Que pontapé. Micael “amuou” e tentou seguir-lhe as pisadas. O golo do madeirense também foi de belo efeito, mas não é a mesma coisa. Quem nunca deslustra é Falcão. Com este homem em campo os defesas adversários que se cuidem. Oxalá estejam assim inspirados a 16 de Maio.


Fotos: Agência Lusa

24 comentários:

meirelesportuense disse...

Foi um jogo simpático, jogamos bem tendo em linha de conta que jogaram muitos jogadores que não têm sido opção do Jesualdo...Quatro excelentes golos!

Pinto Moreira disse...

Fui ao Dragão ver o jogo e valeu pelos grandes golos e pela boa estreia do Addy que promete dar trabalho ao A. pereira e claro pela presença na final.
Agora é fazer tudo para levantar o caneco.

ultrasfcportomatosinhos disse...

Ora boas, sem dúvida uma boa goleada, mas foi preciso recorrer aos nossos avançados principais Hulk e Falcão, se não mesmo com 2 golos de vantagem a coisa podia se ter complicado, mas agora está feito já pertence ao passado, que venha o Chaves terra de benfiquistas eh...eh.. ainda vai dar mais pica lá jogar.

Dragaoatento disse...

Caros Amigos!

Após uma primeira parte (exasperante) jogada ao ralenti pela equipa Azul e Branca, sucedeu uma segunda parte jogada em bom ritmo, já muito próximo da velocidade de cruzeiro.
Destaques: Addy, um jovem com larga margem de progressão e Orlando Sá um avançado que demonstra ter boa técnica, ser rápido a executar, enfim um dianteiro que com um pouco mais de ritmo e experiência poderá vir a ser muito importante na equipa dos Dragões!

Um abraço

PS- ...fábrica de boatos lançou um bem desagradável!
Podiam fazer o favor de me esclarecer?

Pedro disse...

Enfim gostei do Valeri.. acho que o homem bem fisicamente mete Guarin e Belluschi num saco de papel.

E enfim também um jogo de raça do B.Alves. Pena que não tenha sido sempre assim.

4 grandes golos, 3ª final consecutiva.Será uma boa despedida para o Jesualdo, merece ir em grande.

pois disse...

Mais uma vitória, mais uma entrada lenta com ascendente do adversário. Não havia necessidade da marcação da falta que dá o primeiro golo, porque não existiu, porque não fazia falta, porque ea muito melhor que não fosse marcada.
Quatro grandes golos, 3 grandes pontapés e mais uma grande cabeçada de um grande jogador - tanta letra de slbs e acho que o jogador que tem mais mercado, assim quisesemos, era Falcão. O regresso de Fucile e do sossego e o regresso à liga contra o Guimarães deve ser bem mais complicado. GRANDE, GRANDE SÓ A CLAQUE SEMPRE DE PÉ NA TÁBUA. Saudações Portistas

José Correia disse...

Tal como nos últimos jogos em que participou, Guarin voltou a aproveitar a oportunidade e, mais uma vez, esteve em bom plano.
Já o referi antes, o Guarin tem características interessantes para um médio (capacidade física e remate potente), as quais poderão ser bem aproveitadas se o colocarem a jogar na posição onde ele rende melhor.
Na minha opinião deve continuar no plantel do FC Porto para a próxima época.

rvaz disse...

Boas

Queria destacar a boa exibição do Valeri. Mesmo a jogar fora da posição dele. Espero para o ano não andar a ler opiniões como li sobre o Diego e o Fabuloso.

Pela negativa, o Orlando Sá. Muita vontade mas ....

Um abraço

Pedro disse...

É bom ver que o Christophe Afonso anda a ler este blog... Chego a ter pena da vida triste e falsa de alguns.

Falando de coisas sérias.

Também concordo que Guarin e Valeri merecem um ano mais. Mas esse merecimento depende muito do treinador que vier. Acho que todos percebemos que Guarin tem potencial mas raramente joga onde deve, e a táctica da equipa não o favorece.

Preocupa-me mais a sucessão de Jesualdo. Não quero ter mais uma surpresa á la Del Neri. Dizem-me pelos corredores de alguns media que é o Paulo Bento, mas ainda me custa a crer.

Mais do que investir em jogadores, vale a pena investir num grande treinador.

Ps: Que alegria me dá ver os lampiões a desculpar, ou a tentar, mais uma entrada ridicula do Luisão. É quase um designio da BOla e do Record abafar aquela que foi a 2ª expulsão escandalosa perdoada a este simbolo do clube dos pardais...

João disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Daniel disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Gustavo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
karaya disse...

Queria agradecer aos responsáveis do R.P. pela excelente qualidade deste blog, e pelo contributo que presta á sanidade mental de alguns benfiquistas que aqui vêem descarregar as frustrações desportivas destes últimos anos.
Muito obrigado

André disse...

eh pá, ignorem o gajo!

Ontem li que o benfica ia comemorar não na rotunda, mas no túnel do marquês - o que faz muito mais sentido...

Pena o Farias ter falhado o penalty, correu e esforçou-se e é um jogador que gosto sempre que marque.

Gostei do Addy neste jogo apesar de não dar para dizer se é bom ou é mau- também achei que o prediger esteve bem contra o sertanense o que não quer dizer rigorosamente nada sobre ele como jogador, mas já que fui buscar esse jogo, o Sergio Oliveira que nesse fez um jogão podia ter jogado ontem no lugar do Fernando, pelo menos na segunda parte ou quando o jogo ficasse resolvido.

Gostava de ter visto o Nuno André Coelho a titular e a central em vez do Maicon- que jogou bem.

Acho terrível o que o Jesualdo anda a fazer ao fucile, não fez o mesmo ao helton depois do jogo com o schalke e o atlético, e apesar de mal nesse jogo ele esteve sempre muito desapoiado- derivado ao facto do Hulk também não defender e o Nuno A. Coelho não ter rotinas para ir defender desse lado como é normal um médio fazer.

João disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
João disse...

André o Fucile não esteve mal num jogo. Já vinha em excesso de confiança e a jogar com displicência desde o princípio da época (sabe que não tem concorrência, aquele Miguel Lopes é uma nódoa como já nem se fazem..) Enquanto noutros clubes com outras "envolventes" isso pode resultar, no Porto normalmente corre mal.

O Maicon fez uma excelente 2ª parte. Já no 1º jogo contra o Sporting tinha sido o melhor em campo. Com tempo e oportunidade, pode ser um central do nível do Pepe, com pouco menos disponibilidade atlética mas com mais presença.

Pedro disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Pedro disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
André disse...

eu não digo que o fucile fez apenas um mau jogo, apenas que já noutras situações tivemos jogadores num mau momento e houve outro critério.

Como foi feito neste caso é queimar um jogador, há outras formas de gerir situações como estas e esta não me parece a correcta.

Anónimo disse...

Meus amigos e caros leitores,

Mais uma vez pedimos que não respondam a vermelhuscos. Nós cá estamos para os varrermos.

Os comentários de resposta a vermelhuscos normalmente são também apagados, pelo que são duplamente perda de tempo.

Obrigado pela vossa compreensão e ajuda.

Dragaopentacampeao disse...

Jogo muito fraco que não abona nada os jogadores menos utilizados, dos quais se destacaram pela positiva Beto e Maicon.

O jogo valeu pelos belos golos e os últimos minutos.

Um abraço

Adolfo Dias disse...

Vi na semana passada muita gente dizer que foi uma opção errada (tanto das equipas como do canal emissor) de pôr o jogo do FC Porto à mesma hora do Real - Barça. Eu fui vendo os 2, mais o espanhol, e até porque quando acabou em Espanha o jogo é que o FC Porto começou a jogar e marcou.
Mas esta semana não será muito diferente.
FC Porto X guimarães às 20:15 de domingo e 15 minutos antes começa o Real X Valência.
Pois é. O guimarães sempre é um osso mais duro de roer mas qual será que vai dar mais gosto ver?
Eu já decidi, vou manter a estratégia anterior.

AntiPorcosCorruptos disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
penta1975 disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.