segunda-feira, 5 de abril de 2010

Revolução no plantel?


No passado dia 15 de Março, o semanário 'Grande Porto' publicou uma notícia onde anunciava uma revolução no Dragão, com Bruno Alves, Meireles e Jesualdo de saída.

«Com o título nacional e até o segundo lugar, que dá acesso à Liga dos Campeões, a revelarem-se objectivos cada vez mais distantes, a SAD do FC Porto prepara uma revolução no balneário para a próxima temporada.
A eliminação da Liga dos Campeões, em Londres, frente ao Arsenal (por 5-0), igualou as piores goleadas de sempre na história europeia dos dragões e a SAD começou já a desenhar o plantel da próxima temporada, sem contar com o técnico Jesualdo Ferreira. O objectivo é reunir um lote de jogadores mais tecnicistas, ao contrário do grupo actual, que é considerado como demasiado assente na compleição física dos jogadores. Além do mais, os dragões necessitam de vender activos para compensar a previsível falta de receitas da Liga dos Campeões, que representa quase um quarto do orçamento portista.

Nesse sentido, o GRANDE PORTO apurou que são nada menos do que sete os jogadores que estão de saída do Dragão. Os capitães Bruno Alves e Raul Meireles estão no topo dos transferíveis, até porque já terão manifestado essa vontade em outras ocasiões e os dirigentes do FC Porto vêem na venda de ambos possíveis bons encaixes financeiros. Noutro contexto, mas também com o mercado de transferências como destino, estará de saída um rol de jogadores sul-americanos.

O lateral-direito Fucile, com contrato até 2012, é um dos casos, até porque tem mercado e já esteve em vias de sair no final da época passada. Mariano González, com contrato até 2011, vem a seguir, tal como o colombiano Freddy Guarín. Recorde-se que ambos têm sido algo contestados pelos adeptos por estarem sistematicamente entre os preferidos de Jesualdo Ferreira.

Outros jogadores que não farão parte do plantel azul-e-branco para 2010/11 serão os argentinos Valeri e Ernesto Farías, este último que já em Janeiro último esteve prestes a integrar o negócio da contratação do avançado brasileiro Kléber ao Cruzeiro, entretanto gorado.

No caminho inverso, o médio-centro Castro e o extremo-esquerdo Ukra têm já regresso assegurado, depois de terem dado boa conta de si nas duas temporadas de empréstimo ao Olhanense. Além destes, os dragões já contrataram o defesa-central Sereno, em final de contrato com o V. Guimarães (emprestado pelos vimaranenses ao Valladolid em Janeiro), e querem ainda comprar mais um lateral-direito, defesa-central, um médio e um ponta-de-lança.»
in semanário 'Grande Porto', 15/03/2010


A notícia da contratação do defesa-central Sereno é conhecida há muito tempo e, atendendo ao comportamento do V. Guimarães (nenhum portista esqueceu a santa aliança que fizeram com o SLB para, na secretaria, tentarem excluir o FC Porto da Liga dos Campeões), não me admiraria que Desmarets (30 anos), em final de contrato e que pode jogar a médio ou a defesa-esquerdo também viesse a custo zero.

Os regressos do Castro e do Ukra também têm sido muito falados e, no caso do extremo, o próprio foi questionado em Janeiro passado para a possibilidade desse regresso se concretizar no imediato (em virtude da lesão do Rodriguez e castigo do Hulk). Há muito tempo que defendo que a rectaguarda à primeira linha do plantel seja composta, preferencialmente, por jogadores da casa. Além disso, o inevitável corte no orçamento e o facto de 2011 ser a época que encerra o projecto Visão 611, são dois factores adicionais que contribuem para o regresso destes dois internacionais Sub-21.

Que o Farias está de saída, é mais do que óbvio. Aliás, só não saiu em Janeiro porque o Kléber roeu a corda. Em sua substituição terá de vir um ponta-de-lança de qualidade, desejavelmente com características complementares às de Falcao. Não será fácil de encontrar e os bons também não são baratos.

A estes jogadores, juntaria um bom médio-defensivo. Penso que a maior parte dos portistas estão de acordo que o plantel precisa de ter alguém que seja uma alternativa ao Fernando, visto que quer o Tomás Costa, quer o Raul Meireles já provaram não ter as características necessárias para jogar na posição 6 (estou a falar em jogos a sério, porque para a maioria dos jogos do campeonato português até o Prediguer era capaz de servir...). Infelizmente, e pelas notícias que chegam de Valladolid, parece que a alternativa Pelé está fora de hipótese.

E já vamos em cinco ou seis entradas, o que implicará outras tantas saídas. Quem? Seguramente Farias e Valeri, mas também, com elevada probabilidade, Orlando Sá e o defesa-esquerdo nigeriano contratado em Janeiro (ambos para rodarem).

E chegamos aos casos de Bruno Alves e Raúl Meireles. Será mesmo verdade que ambos querem sair? Bem, na ressaca da eliminação com o Arsenal, o jornal 'O Jogo' fez uma primeira página cujas letras garrafais eram "Fim de ciclo" e os dois jogadores que ilustravam esta notícia eram o Bruno e o Meireles.
Não me parece que a SAD aceite abdicar destes dois "activos" por meia-dúzia de tostões, mas se fizerem um bom Mundial na África do Sul, talvez cheguem ao estádio do Dragão propostas interessantes (para todas as partes).

Em jeito de conclusão, espero que não haja uma nova revolução no plantel portista. Temos de acabar com a política do contentor, em que todos os anos sai uma dúzia e entram outros tantos. Cinco ou seis saídas, no máximo, e outras tantas entradas, sempre que possível promovendo regressos e aproveitando bons jogadores do campeonato português a custo zero, deverá ser essa a estratégia (assim espero) num ano que se prevê de "vacas magras" sem as receitas da liga milionária.

26 comentários:

André disse...

vamos nos manifestar contra a liga

http://www.youtube.com/watch?v=1ZL5z9Una20

ajudem a divulgar por favor postem no vosso blog se precisarem da foto posso mandar lhes por email com todo o gosto!

saudaçoes portistas

Ana Martins disse...

Continuo a achar uma tolice desmedida a dispensa de Fucile. Entretanto, nessa notícia de O Jogo, fica claro que Alves e Meireles saem. Mais pena por Meireles do que por Alves, francamente. Fica a pergunta: quem assume a braçadeira e lidera o balneário? Hélton passa a ser dos jogadores com mais anos de clube...e não faço mais comentários.

De qqr modo, tb é preciso ter em consideração que há 1 ano atrás a capa tinha Alves e Licha. Um saiu, o outro não (infelizmente) e ainda foi o Lucho a preço de saldo, para além do Cissohko.

cumps

Miguel disse...

De facto, acho que está na altura de voltar aos tempos em que não se mudava uns 10, 11, 12 jogadores, que é o que tem acontecido nos últimos tempos. Porque o actual plantel do Porto tem qualidade por todo o lado. O problema é que depois tem uma série de incapazes aqui e ali. Tudo se resolve com bom senso, cuidado e competência, sem ser preciso revolucionar nada.
Concordo com o autor do artigo quando diz que a segunda linha do plantel deve ser formada idealmente por jogadores da casa. Contudo, é preciso ver que não se pode integar os jovens só por serem jovens e formados no clube. Têm que ter qualidade. E qualidade há-a em Ukra, Castro, André Pinto, Bura, Rui Pedro, Rabiola, Diogo Viana, Alex, Claro, Sérgio Oliveira, Ventura, só para mencionar alguns. Se alguns destes forem integrados, já fico muito contente, porque um dos principais sinais que passaram para o exterior durante o consulado de Jesualdo foi o de que a aposta nos jovens portugueses era tudo menos prioritária.

Comecemos pelo guarda-redes. Não sei se Nuno vai continuar, mas se não acontecer, o terceiro guarda-redes pode ser um jovem da casa. Ventura não, porque esse tem qualidade demais para ficar no banco mais um ano. Está bem como está, a jogar como titular, a rodar. Depois há Beto e Helton. Honestamente, acho que o ciclo que termina este ano contempla também o fim do ciclo de Helton como guarda-redes titular do Porto. Esperemos que Beto esteja à altura.
Centrais: confirmando-se a saída do Bruno Alves e a permanência do Rolando, ficamos com Rolando, Sereno, Nuno Coelho e Maicon. Não vejo grande necessidade de adquirir um central, sobretudo tendo um Nuno Coelho que, prevê-se, irá "explodir" como novo grande central formado pelo Porto. Antevejo-lhe grandes novos e espero que faça dupla com um dos outros a titular no próximo ano. Mas resumindo, não vejo necessidade de contratar um central... Mas a fazê-lo, e recorrendo ao nosso mercado, porque é bom contratar jogadores que já conhecem o nosso campeonato, temos o Rodríguez do Braga... E ainda há o Abdoulaye, que é nosso, ou o André Pinto...
Se o Fucile sair, não creio que seja absolutamente necessário adquirir também um novo defesa-direito. Temos Miguel Lopes e é bom recordar que temos ainda Sapunaru. À esquerda, A. Pereira a titular e possivelmente um novo homem para lhe fazer concorrência (já que Ivo Pinto, Benítez ou Addy não estarão com condições para tal, por diferentes razões - mas é preciso avaliar Addy como deve ser porque eu confesso que ainda não o vi jogar 1 minuto...).

Miguel disse...

No meio-campo, convém termos pelo menos mais um jogador capaz de jogar a trinco, para além do Fernando. Como médios mais defensivos, ficaríamos com Fernando, Castro, Tomás Costa e Sérgio Oliveira, como médios mais ofensivos mantínhamos o Rúben e o Belluschi, e, aqui sim, juntávamos uma verdadeira mais-valia, um grande jogador, como era Lucho, um verdadeiro patrão do meio-campo, que é o que nos faltou sobretudo este ano... Aqui sim, impõe-se gastar dinheiro, para adquirir um grande jogador (no estrangeiro, e esperemos que o encontrem, porque cá dentro não há mais nada - havia o Rúben e já o temos). Na ala direita do meio-campo/ataque, ficamos com Varela e Mariano (não me parece que vá sair) e na esquerda com Rodríguez e Ukra. Se por ventura Mariano sair, há sempre Candeias e Diogo Viana. No ataque, obedecendo à máxima de quatro avançados no plantel, é simples: Falcao, Hulk, um jogador a contratar (Kléber ou Djalma, talvez, a julgar pelo que se tem visto) e um outro que pode ser o próprio Orlando Sá ou o regressado Rabiola, ou até Yero.

Ficaríamos com um plantel de 25 jogadores, com menos estrangeiros, mais jovens da casa, gastando menos dinheiro que o que temos feito, e com um onze praticamente inalterado relativamente a este ano, porque, lá está, não são precisas revoluções nenhumas.

Depois aprofundo mais isto...

André Oliveira disse...

http://misticadodragao.blogspot.com/2010/03/comecou-logo-mal.html

Deêm uma vista de olhos...

Miguel disse...

Poderia acontecer algo como isto:

Onze:
Beto, Miguel Lopes/outro, Rolando, Nuno Coelho, A. Pereira, Fernando, ? (a tal mais-valia a adquirir), Rúben, Hulk, Varela, Falcao.

No banco:
Helton/outro, Sereno, Miguel Lopes/outro, Castro, Belluschi, Rodríguez, um avançado (Kléber, Djalma).

No caso de o futuro treinador optar por um 4-4-2 que contemple um nº10, essa posição ficaria claramente atribuída a Belluschi, e saltava Varela do onze, com uma dupla de avançados composta evidentemente por Hulk e Falcao.

Entrariam 7 ou 8 jogadores, portanto. Num plantel de 25, com 12 ou 13 estrangeiros. Números muito melhores do que o que a miserável política de contratações que descaracterizou a nossa equipa nos últimos anos tem feito...
Com um treinador competente, isto é suficiente para "início de ciclo".

João Diogo Reis disse...

Se o Raul Meireles e/ou o Bruno Alves saírem, não considero isso uma “revolução”.
O Raul Meireles já está no clube há 6 épocas (desde 2004/2005), se não sair agora possivelmente nunca mais sairá (ou então sairá pela porta pequena).
O Bruno Alves já tem 28 anos, se não sair agora, também dificilmente sairá no futuro.

Estes jogadores não devem sair a qualquer preço, o FC Porto só os deve vender se tiver boas propostas por eles: 15 a 20 milhões pelo Raul Meireles, e (cerca de) 30 pelo Bruno Alves.


Acho o plantel do FC Porto muito bom, não acho necessário contratar (quase) ninguém.
Por mim manteria o Helton, o Nuno e chamaria de volta o Bruno Vale.
Manteria o Fucile, chamaria de volta o Sapunaru (ou então ficaria com o Miguel Lopes… um destes 2), e manteria o Álvaro Pereira e o Addy (que é GANÊS, não nigeriano como diz o artigo).
Manteria o Bruno Alves, Rolando, Maicon e Nuno André Coelho. Se alguém oferecesse os tais 30 milhões pelo Bruno Alves (ou houvesse uma oferta boa por um dos outros centrais), contrataria o Rodríguez do Braga.
Manteria o Fernando, Tomás Costa, Guarín e Rúben Micael, chamaria de volta o Castro… e para 6º (e 7º?) médio(s), há várias hipóteses, desde gratuitas (Sérgio Oliveira, Valeri) até caras (Enzo Pérez, Diego Souza, Hernanes, Hugo Viana, Witsel, etc.)
Manteria o Varela, Rodríguez, Hulk, Falcao, chamaria de volta o Ukra e o Rentería, e como último avançado uma vez mais há várias hipóteses, desde gratuitas (Orlando Sá, Rabiola…) até intermédias (por exemplo, os angolanos Djalma, Flávio ou Manucho) e mesmo caras (Boselli)

pvnam disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Orgulhoazulebranco disse...

Que vão haver mudanças significativas,penso que ninguém pode negar.O próprio presidente já falou em sangue novo...
Só espero que isso aconteça sem (grande) prejuízo para a identidade do clube.
Quer dizer,se saírem Bruno e Raul,quem passa a liderar?
Vejamos,em 2010/2011

Helton - 6 épocas
Fucile - 5 épocas *
Nuno - 4 épocas mas um estatuto especial
Rolando,Rodriguez,Hulk,Fernando - 3 épocas
Alvaro,Falcao,Varela,Ruben - 2 épocas
(...)

* Se Bruno e Raul saírem,acredito que a SAD fará esforços para segurar Fucile.

É uma renovação natural e inevitável.Passagem de testemunho.
Outros jogadores virão,e concordo inteiramente com a política do "prata da casa",para,daqui a uns anos,serem eles a explicar aos novos que chegam,o que é ser jogador do Futebol Clube do Porto.
E parece-me que mesmo que saiam os nossos dois capitães,temos gente para isso!

Quanto às saídas do Mariano e Guarin,isso caberá ao novo treinador decidir(que,ao que parece,será também ele um conhecedor do Clube)pois não me parece que andem por aí grandes interessados...

Sem contar com jogadores que entrem para colmatar saídas,precisamos mesmo de um trinco e de um avançado...no mínimo...

Mas tudo isto é muito especulativo...há que esperar para ver.

Pedro disse...

Eu aposto mais em muito poucas saidas do nucleo duro da equipa. Talvez apenas uma, e várias vendas de jogadores menos utilizados.

O Valeri segundo consta não vai sair. Cumprirá o segundo ano de empréstimo em outro clube da Liga. Aposto em Tomas Costa, Belluschi, Fucile, Farias (está quase), Nuno André Coelho. Além da venda de alguns emprestados que por ai andam.

Quanto ás entradas... devem ser maioritariamente do mercado nacional (sempre que o FCP está em crise é a solução que opta), mas acredito que vai chegar um avançado estrangeiro, assim como um médio ofensivo.

Ps: Manter Hulk e Falcao se faz favor....

Adolfo Dias disse...

Muito gostava eu que esta noticia se concretizasse. Valeri fora, guarin, tomas costa, farias, mariano idem, mais o raul e o bruno, que querem mais graveto e em Portugal não se paga o que já lhes prometeram de boca nas aberturas de mercado anteriores. Fucile não sei se tem procura, se tem e for uma boa proposta é vende-lo. Até porque laterais direitos é das posições que mais facilmente se arranja substituto. Não tenho o mesmo motivo para a saída de todos que referenciei, mas acho que deviam sair e entrar então o tal sangue novo, com preferência pelos jogadores referenciados no post (ukra castro s. oliveira e pelos vistos o sereno que tb já está garantido). Agora é preciso é que da verba recebida por esses jogadores que têm mercado (ou não, guarin ... mariano, quem os quer??) não gastar em camiões de jogadores e gastar, preferencialmente, só uma parte e em 1 ou 2 jogadores bons mas que estão subaproveitados (o saviola era falado há anos por mim entre o meu grupo de amigos como um jogador perfeito para o campeonato português) e há sempre jogadores subaproveitados nas grandes equipas, é uma questão de conhecimentos e prestigio, coisas que penso que o FC Porto e o Pinto da Costa têm de sobra.

Não esquecer que é preciso um treinador que aprove esta estratégia e que seja bom como treinador (táctica e mentalmente progressivo, coisa que jesualdo não é) e de preferência que conheça a realidade do futebol português.

Não entrar é em esperanças vãs, pois ninguém dá mais de 20 milhões de euros por B. Alves e ninguém dá mais de 12 milhões por Raul Meireles (muito limitado fisicamente). E se os derem é aproveitar agora que as oportunidades para estes dois dificilmente se repetirão.

Fleaster disse...

Se existia mercado para o Fucile, ele pura e simplemente evaporou após a estrondosa exibição deste contra o Arsenal.
Quanto às saídas, acho que o Bellushi não sairá, uma vez que a meu ver ele tem um potencial que ainda não foi explorado pois ainda não foi utilizado na sua posição normal (n:10).

Luis disse...

Caro Fleaste, vou apenas responder a si pq n quero escrever mt sobre este topico.

Dou-lhe total razao, se houvesse mercado para fucile evaporou-se, mas acrescento um detalhe AINDA BEM :D

um jogador injustiçado vale por mim.

sem duvida alguma dos melhores jogadores que temos no clube nao so pela forma como joga, mas pela forma como faz jogar, como defende, como ataca e as garras que mete em campo, ao contrario do alvaro ele vai á linha e cruza nao passa para trás.
arrisca..arrisca e bem.

tenho pena que neste momento tenha sido prejudicado.

mas pergunto?
eu AMO o Baia mas quem nc o viu "mamar" perus?
eu vi e alguns que me envergonhavam.

acontece no futebol parece-me normal.

vou adicionra mais uns nomes á lista para que possam comentar e dizerem-me se concordam ou não?

eu n queria mas sporting confirmou a nao contratação do villas boas?
será em resposta a algo?

preocupa-me pois n o queria mesmo como treinador do porto.


segundo, n sabia do sereno mas gosteid e saber. Bom jogador

terceiro, rodriguez do braga não, parece-me um jogador um pouco lento derivado do seu peso. jogador que me faz lembrar o barroso, com tendencia para o peso ..

quarto, andrezinho do guimaraes?

parecia-me perfeito...mas que jogador, adoro ve-lo jogar.
é fenomenal..

porto podia ir pega-lo

abraço e saudaçoes

Adolfo Dias disse...

Se o Villas Boas não vai para o sporting, espero também que não venha para o FC Porto. Até pode ser que não seja de se deitar fora e que com outros recursos, que não tem na académica, seja realmente uma boa fotocopia do Mourinho mas não me parece. Paulo Bento é que não, nunca, jamais... se esse tipo for para o FC Porto fico sem clube para apoiar em Portugal durante o tempo que ele lá estiver.
Continuo a insistir que a melhor opção, CASO SEJA VIÁVEL, é termos os dois técnicos Portistas que melhor estão a desempenhar as suas funções neste momento. Domingos e Jorge Costa. Um que percebe muito de defesa e é mentalmente forte e muito dedicado e sabe incutir essa mentalidade aos jogadores, dando uma imagem perante os seus jogadores de um tipo duro e exemplo a seguir. O outro percebe mais de táctica de ataque, e parece ser bem recebido no meio dos jogadores e ter uma filosofia de treino de proximidade, ou seja, não se limita a dar a táctica e chamar jogadores para conversas que não passam de sermões encapotados. Não, ele é mesmo do género que sabe mostrar que é ele que decide mas também não se coloca num patamar acima dos jogadores. Sabe falar com calma e transmite as coisas com serenidade. São até os dois muito diferentes e é nessa diferença que se pode ir buscar a riqueza de conhecimentos e cultura que ambos têm e pôr isso tudo ao proveito do clube.
Penso eu de que.

carlos disse...

na sua grande maioria até concordo com os nomes apresentados , o problema está e sempre esteve em ir buscar melhores jogadores e se umas vezes se acerta outras nem por isso . como estamos virados para a américa do sul e pelas várias imagens que vi impressionou-me o tal central brasileiro ( penso que mário fernandes ) , é jovem (19) , rápido e possante é capaz de ser uma boa aposta . como médio tenho visto algumas imagens de um jovem argentino de nome mauro formica um 10 tipico rapido e tecnicista e os dois seguintes deviamos mesmo contratar , extremo 19 anos marco murillo perez este não engana vai ser um grande e para marcar golos mauro boselli ( vejam o golo que marcou este fim de semana ! ) , é curioso porque parece que o fc porto já o ano passado tentou contratá-lo ( no negocio bolatti ) 4 estranjeiros mas muito bons . també gostava de ver o moreno do v g no porto , acho que ía evoluir e muito , tornando-se o jogador que há muito se espera .

Orgulhoazulebranco disse...

Eu também gostava de ver esses dois no comando,mas será que eles pensam o mesmo?
A menos que empancassem com tácticas ou filosofias diferentes...

André disse...

essa do formica do newell's... talentoso mas ainda verde e sem o menor ritmo para o futebol europeu

eu quero é o Boghossian, é novo e um jogador descomunal.

Alto, jogo de cabeça, remate, técnica no 1-para 3 se for preciso, e totalmente diferente do falcao - podendo complementar em vez de ser mais do mesmo.

é novo e desconhecido, foi um dos melhores marcadores do torneio -terceiro com 11 golos- abertura, levou em muitos jogos o newell's ao colo e o newell's ficou em segundo.


não será tão caro como o Kebler mas é crack

miguel_canada disse...

Bom, fundamental, fundamental é impedir que o António Araújo continue a despejar contentores de sul-americanos de origem duvidosa no Dragão.
O Lanús é o Moreirense da Argentina e o Independiente é assim uma espécie de Marítimo.
Da Argentina, só deviam vir jogadores do Boca Juniores e do River Plate.

Depois, defendo que o numero de jogadores comprados deve ser o mesmo dos jogadores vendidos. Vendemos 3, compramos outros 3 que tem de ter potencial para serem melhores do que os que saíram. Ultimamente, o FCPorto tem vendido 3 e comprado 8 ou 9!

Apenas um aparte... Desde que o Jesualdo virou para o 442, o Guarín tem feito jogos bastante bons. Foi dele a assistência para aquele colosso marcado pelo Falcão e o Tomas Costa fez aquele passe fabuloso de mais de 30 metros que deu no golo do Incrível.

Estes factos são a prova de que há jogadores que servem na perfeição para determinado sistemas mas que falham redondamente noutros.

Eu acredito que o Guarín, com um bom treinador, pode vir a ser muito útil ao FCPorto.

Vendas proibidas ou inaceitáveis:
Falcão, Hulk, Rúben, Álvaro, Fucile e Varela.

miguel_canada disse...

Alternativa ao Fernando? Aquele miúdo do Rio Ave...Vítor Gomes. Muito bom.

Pedro Reis disse...

O Guarin tem feito jogos bons? Onde? No FCP não ou então os nossos patamares de exigência são muito diferentes.
E chamar assistência ao que ele fez para o golaço do Falcão é uma heresia! Ele mandou um daqueles chutos que costuma mandar e que invariavelmente não passam das pernas dos adversários e depois só teve o mérito de insistir porque nem um bom centro fez (ninguém centra para um pontapé de bicicleta daqueles). Vamos lá com calma...
Quanto à dupla JC e DP, até podem ser portistas, tudo bem, mas estão a léguas do que se exige para treinador principal do FCP. O AVB tenho muitas dúvidas, porque está verde e longe de provar alguma coisa. Dos portugueses de que se fala o melhor é sem dúvida o Paulo Bento. Conseguiu manter quase sempre o SCP competitivo e lá em cima com um orçamento baixo e com uma equipa quase sem estrelas. Era decididamente a minha aposta e não percebo pq é que entre os portistas o PB tem tantos anti-corpos. Só pq nunca jogou no FCP? Outra aposta de risco, mas que é um tipo que me parece muito inteligente nos comentários é o JVPinto.

PedroBM disse...

Pedro Reis,
Cada qual a sua opiniao como e obvio. Eu detestaria ter o Paulo Bento e nao tem nada com ele ter sido do Porto ou nao... Tem sim a ver com:
- Ser um treinador conservador
- So saber jogar num sistema
- Nao melhorar os jogadores que tem
- Jogar sistematicamente no erro do adversario em vez de na forca da sua propria equipa

Ou seja, porque Paulo Bento seria um Jesualdo mais novo e com risca ao meio... para isso preferia o velho porque ao menos sabe falar aos jornalistas sem ser sempre a arranjar desculpas no arbitro ou na relva ou no risco al lado do outro treinador....

Quanto aos jogadores, concordo com o miguel_canada que os nossos jogadores parecem piores do que sao - eles precisam e de alguem que lhes ensine mais qualquer coisa - e isto sera o maior problema do Jesualdo, ja que nao ha um unico jogador que jogue agora melhor do que quando ca chegou (nos ultimos jogos o Hulk... mas aqui acho que e porque durante a sua suspensao treinou com menos contacto com o Jesualdo... :) )

João Diogo Reis disse...

Miguel_canada,
O seu comentário de que da Argentina só do Boca Juniors ou do River Plate é ignorante.
O actual campeão sul-americano é o Estudiantes, da Argentina, e este clube tem vários jogadores interessantes: nomeadamente o Enzo Pérez, médio de 24 anos, e o Boselli, avançado também de 24 anos.

Como já disse anteriormente, o FC Porto nem precisaria de comprar (quase) ninguém: basta fazer regressar alguns dos emprestados, como o Bruno Vale, Sapunaru (?), Castro, Ukra, Rentería… e ainda há muitos mais por ai, como o Stepanov ou o Pelé.

O Enzo Pérez, que mencionei anteriormente, seria um negócio brilhante se fosse possível trazê-lo por troca com o Belluschi, Mariano e Farías, sem dinheiro envolvido na transferência.


Concordo consigo, o Guarín é um excelente jogador, só não vê quem não quer ver.
No último jogo é dele a assistência para o golo do Falcao, no jogo anterior é dele a assistência para o golo do Hulk.
(Sim, Pedro Reis, isto são assistências, quer queira quer não)
No jogo anterior a estes dois, com o Rio Ave, marcou o 3º golo… e no 1º golo fez uma abertura brilhante para o Falcao (isto não foi uma assistência, Pedro Reis, porque depois o Falcao rematou e o GR defendeu, e na recarga o Falcao assistiu o Rúben Micael que marcou o golo).
Antes disso entrou a minutos do fim com o Olhanense, com o resultado em 0-2, e o FCP ainda conseguiu empatar para 2-2, o 2º golo foi do Guarín.

Acho ridículo que as pessoas culpem o Guarín pela má época do FCP, inclusive em jogos em que ele nem sequer participou.

Bernini disse...

Assistência de Guarin para o golo de Hulk frente ao Belenenses... assistência de Guarin para o golo de Falcao frente ao Maritimo... golo de Guarin no ultimo minuto frente ao Olhanense... é caso para dizer, mas que grande época está a fazer Guarin! Se o vosso Porto é o Porto dos Guarin então contentem-se com um Porto a lutar pela presença na liga europa...

A qualidade do nosso plantel tem sido deveras criticada (e com muita razão). Agora falar em nomes como Sereno, Andrezinho, André Pinto, Djalma ou Rabiola é dar um tiro nos própios pés... Não sei que Porto vocês desejam, mas o Porto que eu desejo não é concerteza com estes nomes vulgares...

João Diogo Reis disse...

Bernini,
Ninguém no FCP está a fazer uma grande época, excepto o Falcao (e o Varela, até se lesionar).

Mas sim, o “meu” FC Porto é o FC Porto do Guarín, e do Helton, Nuno, Fucile, Bruno Alves, Rolando, Álvaro Pereira, Fernando, Tomas Costa, Rúben Micael, Cristián Rodríguez, Varela, Hulk, Falcao, etc.
Estes jogadores são, na minha opinião, muito bons, o FC Porto tem o melhor plantel de Portugal.

Concordo consigo quanto aos jogadores do Guimarães: Sereno, Andrezinho, Desmarets, etc.
Espero bem que o FCP não tenha a infeliz ideia de ir contratar alguns destes jogadores.
Já no caso do Djalma tenho uma opinião diferente. Gostei muito de o ver na Taça das Nações Africanas, talvez fosse uma boa contratação para a próxima época, tal como o Varela foi uma boa contratação esta época.

Bernini disse...

João Diogo Reis, sobre Guarin nem quero discutir mais, tanta vez que tem sido falado aqui...

Infelizmente não temos o melhor plantel, e pior que isso temos um deficit de qualidade no nosso melhor 11, por isso acho cómico saber que temos o maior orçamento da história.

Concordo consigo até certo ponto em relação ao Djalma, bom jogador, mas não me parece constante e com estofo suficiente para vestir a nossa camisola... mas aceito que não será má opção...

Para aqueles que falam aqui de Serenos e Andrezinhos, por exemplo, pergunto se realmente vêem os seus jogos ou se os referem apenas por os seus nomes serem associados pela imprensa ao Porto...
E porque ninguém fala num Diego Gaucho, um Alonso ou um Sougou, por exemplo??

João Diogo Reis disse...

Para mim, o FC Porto tem o melhor plantel:
Acho o Hulk e o Falcao melhores que o Cardozo e o Saviola. Acho o Cristián Rodríguez melhor que o Di María. Acho o Fernando melhor que o Javi García. Acho que o quarteto defensivo do FCP (Fucile, Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira) é o melhor do país. E também acho o Helton o melhor guarda-redes.

O grande problema do FCP este ano foi o Belluschi (devia chamar-se Belixo). Acho incrível que se fale em renovação e não se mencione que este “jogador” deveria ser escorraçado.
Com ele em campo, são sempre 10 do FCP contra 12 dos outros, porque a única coisa que ele faz em campo é passar as bolas aos adversários.
O Jesualdo também deveria ser escorraçado, por não se ter apercebido disto, ou então por se ter apercebido mas ter continuado a teimar.

Se o Belluschi (Belixo) fizer parte do plantel para a próxima época, vai ser mais do mesmo, com ele em campo nem ao Paços de Ferreira o FCP será capaz de ganhar.