terça-feira, 15 de junho de 2010

O Grande Líder Inspirou-os!


Não há dúvida. Os brasileiros até podem ter jogado a passo, mas os organizados rapazes da selecção da República Democrática e Popular da Coreia deram boa conta de si. Decerto inspiraram-se no Grande Líder, defunto pai do Adorado Líder, cujos monumentos megalíticos celebram a sua grandeza. O Queiroz que se cuide!

5 comentários:

Nightwish disse...

O nosso querido líder já não nos inspira a nada, só a não pagar impostos.

John Aarson disse...

Ao menos esses têm algo em que acreditar (mesmo que seja nas histórias de encantar vindas de um ditador que não joga com o baralho todo), ao contrário dos nossos, que, tal como os Brasileiros, Franceses, Ingleses, todos os países de África (talvez à excepção do Ghana), só joga, para o dinheiro que ganham ou que podem vir a ganhar. Dei por mim a puxar por um país que não gosto, mas que ao menos deixam tudo em campo, por mais defensivos que sejam, ou por mais anti-jogo que façam. Faziam falta mais equipas como a Coreia do Norte neste mundial e é com grande pena que digo isto...

meirelesportuense disse...

Pois é, eles são Anti Democratas e nós somos Democratas?...Duvido que este seja o País que todos querem que exista, num Mundo que todos desejam(?) assim...Mas a verdade é que vivemos em Liberdade, até na hipótese de sermos trucidados Democraticamente...E eles não, nascem tiranizados e morrem tiranizados.
Nós nascemos tiranizados, sacudimos a tirania e somos enganados agora pelos vendedores de banha da cobra...Depois vêm uns senhores que dizem que é necessário em vez de 30 dias, termos apenas 20 dias de vencimento e direitos...Boa, descobriram a pólvora!
Nós nascemos pobres, sonhamos ser ricos e morremos miseráveis...Eles nascem pobres, sonham ser poderosos e morrem miseráveis.É o Mundo que temos.
Quem está no topo, sonha em esmagar-nos, sabiamente...

Anónimo disse...

O meu post não pretendeu ser político, pois não é esse o teor do blogue. Apemas me apeteceu troçar do culto da personalidade, fenómeno do qual os norte-coreanos não têm, de facto, o exclusivo.

meirelesportuense disse...

Meu caro Alexandre não tem que pedir desculpa, mas há coisas que são mesmo ridículas, tal como fazer estátuas de homens como se eles fossem Deuses, aqui em Portugal querem fazer passar por Deuses, homens que nem sabem sequer falar em condições, como o Cristiano Ronaldo...Mas é assim a mentalidade dos homens, para mim que sou um individualista do tamanho da Torre dos Clérigos, defendo o melhor para mim que é o melhor para todos...Ou dizendo de outra forma, defendo o melhor para todos, que é o mesmo que defender o melhor para mim...É que "nós passamos por aqui" apenas uns tempos, poderíamos perfeitamente ajudar-mo-nos constantemente e passaríamos o testemunho a quem chegasse a seguir, que teria para si um Mundo muito mais seguro e estável...Mas não, queremos todos ser Milionários, ter grandes carrões, brutas vivendas, muitas mulheres e salários desproporcionais e depois, morremos com uma mão atrás e outra à frente, melhor, morremos com as mão ao lado do corpo, inertes...