quarta-feira, 23 de junho de 2010

Tão Previsíveis que eles são...


Para mim há dois jogadores que são insubstituíveis na selecção nacional (e o chavão segundo o qual não há insubstituíveis não passa disso mesmo, de um chavão): o Cristiano Ronaldo e o Deco. Mesmo em má forma, acho que devem jogar sempre, pela categoria que têm e porque não há ninguém que lhes chegue aos calcanhares nas respectivas posições.

Depois da excelente exibição do Tiago frente aos desamparados filhos do Querido Líder logo surgiu um côro de "peritos" a especular sobre se o Tiago deveria guardar o lugar frente ao Brasil ou se, pelo contrário, o Deco, caso recuperasse a tempo, deveria regressar, especulação essa que, em muitos casos, logo se tornou opinião vincada e sem qualquer dúvida: tem de jogar o Tiago!

Pois eu digo que não: frente ao Brasil "convinha" estarmos na máxima força e nem o facto de o Tiago ser um antigo jogador do Benfica e o Deco o jogador fundamental do F.C. Porto conquistador de 2003 e 2004 deveria obnubilar certas mentes incapazes de porem de lado os seus clubismos mesquinhos e os seus odiozinhos de estimação. Força Deco!

11 comentários:

flama draculae disse...

Eh pá!

O Deco parece que corre para trás. Sei que ele sempre teve aquele jeito meio arrastado em campo. sei que o que conta é a magia que sai daquela cabeça, mas acho que o corpo já não acompanha. sim. Tiago a titular. sempre foi um incompreendido. mesmo tendo sido jogador do benfica. acho acima de tudo que é um jogador à porto. e se o fossem buscar?

Abraço

Pedro disse...

Eu concordo que devemos estar na máxima força, até porque me parece mais difícil ganhar à Espanha do que ganhar ao Brasil. E não me parece que a Espanha vá deixar de ganhar o 1º lugar.

A questão é como está o Deco.

Em relação à convocação de naturalizados, eu sempre fui a favor, mas confesso que me entristeceu a sinceridade do deco, quando sugere (em entrevista à globo) que não se sente Português como se sente Brasileiro. É que para mim, selecção é para quem é Português - pode não ser de nascimento, mas deveria ser de alma.

pois disse...

Caro Alexandre,

Quase que concordo, com um pequenino reparo, se o Deco não estiver em boa, BOA condição física, ele inventa mas não concretiza, ele finta mas não ganha a vantagem, ele vê mas não consegue lá chegar, ele remata mas não vai lá e sendo assim está a ver...

Anónimo disse...

Também eu quase que concordo consigo, caro "pois". Mas o substituo do Deco, o Tiago, é um jogador banal que se excedeu contra os pobres coreanos. Contra os brasucas é preciso outro pedigree. Pode ser que ele me surpreenda de novo, contudo.

pois disse...

Mas parece-me muito mais disponível para correr e olhe que vai ser preciso correr...

Anónimo disse...

Se a questão é correr, metam o Obikwelo.

José Correia disse...

No jogo contra a Coreia do Norte, a dupla Tiago e Meireles foi mais que a soma das partes. Juntamente com a má forma física do Deco, penso que isso será um dos aspectos que o Carlos Queiroz irá levar em conta.

Nuno de Campos disse...

A quem viu jogar o Deco no seu auge, no Porto e no Barcelona, fez dó vê-lo jogar na semana passada contra a Costa do Marfim. A lentidão e ineficácia são em tudo semelhantes às do Rui Costa de 2004...

Steve Bracotelli disse...

Acho que Deco é incomparavelmente melhor que Tiago mas concordo com o flama draculae e com o pois, está "roto".
Só consegue jogar bem de 5 em 5 jogos.
O Tiago está mais "fresco" mas só contra equipas fracas é que se nota essa frescura pois também ele já deu o que tinha a dar.
Se o Deco estiver bem fisicamente é a minha 1ª opção, se não então que jogue uma parte o Meireles e o Tiago e na outra parte o M Veloso e o Danny.

Um aparte; um dos jornais mais anti-FC Porto pode deixar de existir.
Inch Alá.

Nuno Vaz disse...

O Tiago ganhou o lugar no proximo jogo com a exibição que fez contra a Coreia. Seria tremenda injustiça tirarem-no pelo Deco, não jogando este nada contra a Costa do Marfim e vindo de uma lesão, ainda por cima.
E depois, se nao correr bem, existem sempre as substituições...

Zé_Lucas disse...

Não tem a mente obscurecida, não sofre de clubismos mesquinhos e ódios de estimação? Então, óbviamente, Tiago.