terça-feira, 29 de junho de 2010

A verdadeira revelação


Com Ricardo Costa fora do lugar (ou melhor, na posição normal de um defesa central) e Simão a ver jogar, Eduardo ainda defendeu à primeira, mas na recarga já estava caído no relvado e não teve colegas de equipa que o ajudassem. A partir daí, em desvantagem no marcador, o destino dos "navegadores" estava traçado.

Nos quatro jogos que a selecção portuguesa fez na África do Sul, Eduardo defendeu tudo o que era possível e algumas bolas que pareciam impossíveis. Mais do que Coentrão, que fez meia dúzia de arrancadas que deixaram os comentadores benfiquistas extasiados, a verdadeira revelação esteve na baliza da selecção portuguesa.

Por ele, tínhamos discutido a passagem aos quartos-de-final nos penalties.
Por mim, seria ele o capitão da Selecção a partir do próximo jogo.

12 comentários:

meirelesportuense disse...

Acho que sim o Eduardo foi a grande revelação desta selecção.
No outro lado estiveram CRonaldo e SSabrosa, uns inúteis...Gostei da forma como a Simoneta foi ao David Villa no lance do golo.-O RCosta devia estar lá mas o Simão viu a posição do espanhol e deixou-se estar a ver jogar até à última, quando lá foi, só ajudou a aprimorar a direcção do remate...

reine margot disse...

Mais do que só defender ainda teve sempre (ou quase) reposição de bolas muito boas...
mas o Coentrão também esteve bem, assim como o Cristiano (é também muita injustiça pedir que ele faça tudo sozinho) e o Ricardo Carvalho que é tão bom que ninguém destaca, mas viu-se a diferença em qualidade para o BA (que como sabemos é um bom central)... o Simão cumpriu, o Raul Meireles esteve bem, e... não me lembro de mais ninguém...tivemos meio campo?...

hmocc disse...

Queiroz precepitou-se, tal qual aquele tipo que gostava das gajas boas de Ermesinde.

Mas Queiroz quis dar o golpe de asa antes de ele ser necessário. A equipa desorientou-se e sofreu imediatamente o golo.

Depois foi o típico jogar com o coração e sem cabeça. A Espanha nem precisou de forçar.

Queiroz é bom treinador e tinha feito um bom trabalho até à substituição de Hugo Almeida por Danny. Nesse momento deitou tudo o que de bom tinhamos feito a perder.

Não sei se terá CQ condições de continuar. Pelos vistos a sua relação com os jogadores não é próxima e quase que arrisco a dizer que eles não lhe devem ter muito respeito.

Não saímos humilhados como a França, a Itália ou a Inglaterra, mas fica a sensação amarga de que poderiamos ter ido mais longe e que a Espanha não nos é superior.

Termino com os chavões do costume, mas que se aplicam que nem uma luva: Querer mudar o que está bem raramente dá melhores resultados e a pressa foi hoje inimiga da perfeição.

P. Cardoso disse...

No jogo contra a Coreia ganhamos 7-0.... Já nessa altura eu disse que o Ronaldo foi o pior em campo.
No jogo de hoje não se percebe... O simão ia marcar um livre (cruzar pra área, numa altura em que estava lá o Bruno Alves, por ex), e o CR9 pede a bola e passa-a ao Casillas....

Se queríamos ganhar, devia ter entrado o Miguel, quando o CQ viu que aquele tótó n dava nada a defesa direito.... E esta mudança já devia ter vindo do jogo com o Brasil.
Pra mim, se o Miguel ENTRASSE contra o Brasil, podíamos nem sequer ter de enfrentar a Espanha, e estávamos nesta altura a jogar contra um chilee.....

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

O problema nacional é que se criam ilusões através da comunicação social. Temos o melhor do mundo e podemos ser campeões do mundo e mais não sei quê...
A selecção deu o que tinha e o que tinha era isto.
Queiroz usou na minha óptica a táctica correcta para este jogo, o próprio Mourinho fez igual em Camp Nou e foi designado como um génio e esta Espanha é o Barça sem Messi..
Conforme tinha dito depois do jogo com a Coreia, nem éramos tão maus como nos pintavam, nem éramos tão bons como nos fizeram depois.

Jorge Mota disse...

A espanha n e melhor q nos??!!!

Kakakakakakakaka

Esta gente n anda bem

Mentalizem se:

A nossa selecçao e mediana,ja HA MUITO tempo!


1-Ric Costa-FRACO.Devia ter jogado o Miguel-TODOS JOGOS.Ainda me lembro qdo estava em sevilha os golos do larsson a minha frente e nas bentas do incompetente ricardo costa.
2-Substituiçao Hugo Almeida(n gosto dele)-patetica
3-o deco esta lesionado ou n esta lesionado?era anca direita depois anca esquerda!!N sabem q lado da anca foi??..ou foi como o Nani em q NENHUM medico veio falar a publico sobre a pseudo-lesao?!!
4-Pepe-RIDICULO(lesionado e sem ritmo)
5-O Moutinho e o Nuno Assis??!!!!!
6-Futebol de merda
7-Conjunto mediano
8-treinador fraco com imagem ao genero cavaco silva.n passa por mais q se esforce.ou se e empatico ou n se e.
9-Meio campo????!!!Digam me 2 trocas de bola q tenhamos feito na linha media(sem ser nosso meio campo).
10-Espanha MUITO MUITO melhor q nos


11-DE VOLTA À CRISE

Jorge Mota disse...

De qq das formas o golo deles e em FORA de JOGO

aduanev disse...

OUtra revelação: a cuspidela do intocável diante da câmara quando ele sabe muito bem que está a ser filmado... e o burro é ele?

mente disse...

A "ala direita" foi a desgraça. A substituição do Hugo Almeida foi tão má, que até um gajo que nunca tivesse visto um jogo, não teria dificuldade em classificá-la como asneira. E o Eduardo foi bom, mas acho que o Coentrão foi ligeiramente melhor. Há que reconhecer que é um grande defesa-esquerdo, um verdadeiro caxineiro.

Mefistófeles disse...

Destaco Eduardo, Coentrão e Ricardo Carvalho como as grandes figuras da equipa e que não mereciam saír assim, deram tudo o que tinham e mais alguma coisa.

Os restantes, simplesmente medíocres. Uma cambada de "primas donnas" mais preocupados com os direitos de imagem que em jogar futebol.

E, claro, uma equipa à imagem do seu treinador: muita parra e pouca uva, total ausência de garra e de coragem. Inacreditável como, sofrendo um golo, foram absolutamente incapazes de reagir, num desnorte quase amador.

Que diabo, era a Espanha, porra ! Já não há brio em se ser Português ??

rubius disse...

É curioso que foi nas posições que alegadamente eramos mais fracos antes do Mundial (defesa esquerdo e guarda-redes) que estiveram os melhores jogadores da selecção em todos os jogos!!!
A partir do momento em que o Ronaldo é considerado o melhor jogador em campo em todos os jogos (à excepção de ontem) o futebol está podre!!!!! E não há treinador que resista a estas campanhas que elevam estes palhaços como o Cristiano a deuses quando são uma nulidadeem campo. Força Messi, tu sim és um deus em campo e não precisas de aparecer nem fazer de conta!!!

Dragaopentacampeao disse...

O que falhou foi a tradicional mentalidade lusitana: MEDO!

Só porque a Grécia foi campeã europeia a jogar na retranca, Queiroz pensou que a poderia imitar.

Em três dos quatro jogos,o medo esteve presente,inibindo-nos, limitando-nos,com um único pensamento, não perder. No único em que assumimos o ataque foi o que se viu. Sintomático!

Pena que Queiroz não tenha sabido tirar partido do potencial de jogadores de top, preferindo escolher os atletas de modo a servir a tal mentalidade lusitana.

Eduardo foi dos poucos que tudo fez para honrar a camisola que envergou. Em raça, atitude e classe. Foi emocionante vê-lo cantar tão intensamente o hino, como puxar pelos colegas.

Como eu gostaria que os jogadores portistas desta selecção tivessem seguido este exemplo!

Um abraço