quarta-feira, 28 de julho de 2010

Novelas...


O "gladiador" foi dado como certo no FC Porto, numa operação que também envolvia a cedência de Farias ao Cruzeiro, mas esta novela não teve um final feliz. No dia 1 de Fevereiro de 2010, a Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, emitiu um comunicado para informar o mercado que tinha ficado sem efeito o princípio de acordo com o Cruzeiro Esporte Clube, para a cedência dos direitos de inscrição desportiva do jogador Kléber Giocomazzi de Sousa Freitas.

Após vários episódios nos jornais, Walter chegou ao Porto no dia 16 de Julho, realizou a habitual bateria de exames médicos, e no dia 18 de Julho esteve no Estádio do Dragão a assistir ao jogo que era para ser de apresentação mas não foi. Entretanto, no dia 23 de Julho, numa entrevista à Rádio Renascença, o seu empresário, Teodoro Fonseca, afirmou: "Walter tem muita vontade de jogar no FC Porto, mas há ainda muita coisa para tratar. Temos até ao dia 30 de Agosto para fazer a transferência e tenho tido problemas para resolver com outro jogador. Por isso, ainda não tive tempo de falar com os responsáveis do FC Porto".
Sim, temos tempo, até 30 de Agosto ainda falta muito...

E como não há duas sem três, também Kléber (ex-Marítimo) anda há semanas no limbo, sem saber se vai jogar de azul-e-branco, regressar à pérola do Atlântico, ou ficar sentado à espera que os dirigentes se entendam.

Ao contrário do que era habitual no FC Porto (outros tempos...), estas novelas têm decorrido na praça pública e com um número de episódios infindável. E o pior é que Ernesto Farias e Orlando Sá já não fazem parte do plantel, André Villas-Boas está a fazer a pré-temporada com apenas com um ponta-de-lança - Falcao - e o primeiro jogo oficial é daqui a 10 dias.

Por onde anda a famosa discrição e eficiência da estrutura portista?

44 comentários:

JON disse...

Estou muito apreensivo. Não reconheço esta forma de actuar... É impensável a meia dúzia de dias do arranque oficial da época termos em mãos com especulações diárias na imprensa os seguintes casos:

- Fucile,
- Bruno Alves,
- Meireles,
- Walter,
- Kléber.

Ah e melhor ainda... O Farías ainda não rescindiu, pelo que também há problemas!!!

Estou muito apreensivo e não percebo o que se passa!!!

Anónimo disse...

Eu também não, mas parece quase um tema tabú entre alguns Portistas, há quem tenha um enorme complexo em criticar...

Eu olho para estas novelas e não compreendo, não encontro justificação, vejo problemas que afectam o trabalho do treinador que tem a obrigação de ganhar um campeonato. E que tem uma final importante daqui a 10 dias.

Isto não é admissível.

Ana Martins disse...

N é só 1 questão de ineficácia da estrutura. O mercado, este ano, está diferente, e qd n há $ joga-se mais no bluff e na paciência...esticam-se cordas q em situação normal não se esticariam...

cumps

hmocc disse...

A ansiedade do adepto durante o defeso sobe a níveis impróprios para doentes cardíacos.

É normal.

Já não é normal o(s) clube(s) alimentar algo que pode muito bem contribuir para o aumento da taxa de fatalidade.

Cabe-lhes - aos dirigentes do clube - acautelar as novas épocas atempadamente, mesmo em ano de Mundial.

O FC Porto tem forçosamente que realizar mais valias para equilibrar as contas em ano de jejum da Liga dos Campeões.

Isto a adicionar ao facto de que existem certos jogadores devidamente identificados que sentem que ou "dão o salto" agora ou nunca mais terão outra oportunidade.

O FC Porto quer por um lado rentabilizar ao máximo as suas "Pérolas" enquanto que por outro regateia as "ostras".

Com batalhões de empresários, agentes de jogadores, intermediários, advogados, familias, etc, é natural que as negociações seja de compra como de venda tenha de ser geridas com bastante cuidado e diplomacia, se se quiser atingir CERTOS E DETERMINADOS OBJECTIVOS.

Agora, de uma coisa tenho a certeza, nos tempos em que o FC Porto negociava jogadores por intermédio de Jorge Mendes não me lembro de se assistir a este arrastar novelesco e bizarro de negociações, mesmo quando elas envolveram um dos maiores talentos a emergir do Brasil nos últimos anos, o Anderson.

Mas se calhar alguém achou que as comissões que eram pagas a Mendes poderiam ser poupadas, ou, na pior da hipóteses, atribuidas a outros agentes intermediários, e assim o FC Porto se vê em circunstâncias pouco saudáveis na gestão do seu plantel. Mas isto não são factos, são meras hipóteses.

Onde estará realmente a verdade?

HULK 11M disse...

Parece que o problema é apenas falta de dinheiro para "sinalizar" as compras.
Se isso for a razão é grave porque quererá dizer que o FCP não consegue crédito nos Bancos. Terá isto alguma coisa a ver com a saída do director financeiro Fernando Gomes?
Reparem que o acordo para a rescisão do Farias também está presa por "detalhes", o que tudo leva a crer que falta apenas pagar as verbas em débito ao jogador.
Estas contratações serão finalizadas quando for, finalmente, realizada uma venda!

Anónimo disse...

É espantoso! Se isto se estivesse a passar em Alvalade ou na Luz rebolávamo-nos a rir e diríamos - ou diriam alguns - que isso aqui nunca aconteceria devido à nossa superior organização.

Mas querem um palpite, pelo menos para o caso do Walter? Como nunca mais vendemos o Meireles ou o Alves, não temos dinheiro para pagar o negócio e o Internacional, ou o Figger, ou seja quem for, não o libertam.

A minha esperança está em que, tal como o Mourinho em 2003 e 2004, o André Vilas Boas consiga dsfarçar a ferrugem, o caruncho e o grande desgaste geral daquela "estrutura"

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

Será que ainda não houve concretização destes negócios porque a gestão é realmente boa e criteriosa e disciplinada?
Não. Neste blogue é porque é má e sem dúvidas.
Será que estão à espera de um certo e determinado momento (data) para poderem concretizar com rigor o que tem de se concretizado mas sem descurar outros pormenores de máxima importância?
Será que estão à espera de receber dinheiro de outros clubes por vendas já feitas (cláusulas de êxitos desportivos) e que serão pagas no inicio de Agosto, ou de vender algum jogador que já está comprometido com um clube que o comprou?
Não queria acreditar, mas...
tenho de dar o braço a torcer. O Reflexão Portista está numa linha claramente negativista, ou pior, anda a fazer oposição a quem sempre fez o bem pelo clube sem motivo aparente, pois não acredito que alguém deste blogue tenha hipótese de alguma vez ter um cargo de decisão dentro do clube, mas... e dai não sei.
Não se vê por exemplo um artigo sobre a maneira diferente (e para melhor) como o jogo do FC Porto é jogado com VB por comparação com o de JF.
Eu gosto muito mais deste futebol deste inicio de época (e que só pode melhorar) com garra e ambição de querer sempre a bola, do que o futebol de medo jogado com o Jesualdo.
Tenho dito.

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote

"Será que ainda não houve concretização destes negócios porque a gestão é realmente boa e criteriosa e disciplinada?"

Respondo com outra pergunta. Será normal a compra de um jogador ser discutida na praça pública, durante semanas, com os jogadores, os seus empresários e dirigentes dos clubes envolvidos a mandarem bitaites diariamente?
Acha isto normal? Este modo de actuação era habitual no FC Porto dos anos 80 e 90?

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote

"Será que estão à espera de um certo e determinado momento (data) para poderem concretizar com rigor o que tem de se concretizado mas sem descurar outros pormenores de máxima importância?"

Respondo com outra pergunta. Será normal dispensar dois pontas-de-lança – Orlando Sá e Ernesto Farias – sem ter assegurado a contratação e integração no plantel dos seus substitutos? Será normal que numa fase crucial da época, como é a pré-temporada, o treinador tenha apenas um ponta-de-lança (Falcao) à sua disposição?

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote

“O Reflexão Portista está numa linha claramente negativista, ou pior, anda a fazer oposição a quem sempre fez o bem pelo clube sem motivo aparente, pois não acredito que alguém deste blogue tenha hipótese de alguma vez ter um cargo de decisão dentro do clube, mas... e dai não sei.”

O Reflexão Portista vai continuar na linha que vem trilhando desde o primeiro dia, isto é, elogiamos ou criticamos cada situação em concreto, de acordo com a nossa opinião sobre essa situação. E como no Reflexão Portista há liberdade de opinião, os autores do blogue podem discordar entre si (algo que é habitual) e os leitores podem também expressar a sua discordância, que nós publicaremos, desde que os comentários não sejam insultuosos ou ofensivos.

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

Não vi ninguém do FC Porto ou mandatado pelo FC Porto, fazer essa discussão em público (ou em privado).
Pelo que eu sei o FC Porto pode até comprar outros jogadores e esses nem nunca chegarem a vestir de azul e branco.
A gestão de uma SAD não é a mesma coisa que gerir um clube de futebol e de certeza que vocês sabem isso, apenas o esquecem de vez em quando.
Mas atenção, não estou aqui armado em sabedor de alguma coisa, estou simplesmente a conjecturar como muitos outros fazem e podem dizer o que quiserem , eu faço o mesmo. Não há delito de opinião e todas são válidas, acho eu.
Até digo mais:
"Será normal a compra de um jogador ser discutida na praça pública, durante semanas, com os jogadores, os seus empresários e dirigentes dos clubes envolvidos a mandarem bitaites diariamente?

O FC Porto arrisca-se a servir de plataforma de valorização de jogadores sem sequer os ter tido ao seu serviço, pois já ouvi dizer que há um clube francês que não tinha mostrado interesse algum em Walter até há 2 ou 3 dias atrás e que agora pode compra-lo pois os seus empresários "publicitaram-no" junto do tal clube francês e provavelmente usaram o FC Porto como factor de atracção para o vender mais caro.
Dizem que o tal clube francês dá mais que o FC Porto e por isso é que os empresários ainda não quiserem fechar o negócio, preferem vende-lo em França e porque "colaram" o FC Porto e o seu hipotético interesse no jogador para o valorizar.
Como todos sabem que o FC Porto é bom a comprar, valorizar e vender, e os franceses quererão antecipar a compra e evitar uma compra a quem os sabe vender caros depois de os fazer "crescer".
Por isso digo: Não será que esta conversa toda dá mais jeito a outros que não ao FC Porto?
"empresários e jornalistas envolvidos a mandarem bitaites diariamente.

Alexandre disse...

Meus caros, parece me óbvio que a razão destas indecisões e impasses são resultado sobretudo de uma coisa:
Falta de liquidez geral (ver Barcelona) e crédito cada vez menos acessível.

Portanto, enquanto ninguém se chegar à frente com dinheiro fresco, o Walter e o Kleber continuaraão a conhecer os belíssimos hotéis de VNG.(que mania brasileira de usar as letras W,Y e K nos nomes para parecerem mais sofisticados)

Pedro disse...

@José Correia

"Acha isto normal? Este modo de actuação era habitual no FC Porto dos anos 80 e 90?"

Não vamos comparar a velocidade, qualidade, e quantidade de informação que hoje rola com esses saudosos anos.

Quando fomos campeões europeus a novela Benni McCarthy também durou algumas semanas e as negociações foram públicas. A verdade é que o Porto controla o seu fluxo de informação, mas não controla o fluxo de informação alheio. E negociar com clubes brasileiros é sempre dificil, veja-se o que sofreu o SLB com o negócio Ramires em que os dirigentes brasileiros antes dos contratos assinados deram uma conferência de imprensa.

Por uma vez na vida vejo-me obrigado a concordar com o Calabote :-). Existe uma tendência demasiado emotiva na critica à SAD neste blog. Não me espantaria que PC um dia destes fosse considerado culpado da vaga de calor.

A verdade é bem mais simples. A SAD é muito competente numas áreas, menos noutras (eu próprio a critiquei em 2 áreas muito especificas). Faz mais coisas acertadas que asneiras. Mas quem ler os últimos 20 posts acha que o FCP não ganha nada há uma década e fazemos asneiras atrás de asneiras.

Que tal esperar pelo fecho do mercado para fazermos as respectivas análises?

R.M.Silva da Costa disse...

Mesmo que aqui tenha chegado ainda há pouco tempo não fui capaz de me aperceber de quaisquer reservas de intenção do seu autor. Antes acho que, as opiniões aqui expressas, são originais e traduzem uma visão própria e legítima da vida do nosso clube.

O envolvimento do FCPorto nas transferências de Valter e Kléber parece-me fugir à tradicional eficácia de outras épocas. Porém, acho que isso é fruto e não ter havido da parte da administração portista, esclarecimentos sobre a matéria.

Por outro lado as coisas não andam fáceis para ninguém e é preciso recorrer a muita engenharia financeira para concluir os negócios. Na sua ansiedade, os adeptos não dão muita relevância a esses aspectos...

Anónimo disse...

Caro Dr. Vale e Azevedo Calabote,

Em primeiro lugar estimo que esteja a ser proveitosa e agradável a sua estadia em Londres e que os juízes de S.M. o deixem aí permanecer indefinidamente, pois a capital inglesa sempre é mais agradável que uma prisão portuguesa, mesmo para os homens de colarinho branco.

Em segundo lugar, deixe-me citar esta sua interrogação:

"Será que ainda não houve concretização destes negócios porque a gestão é realmente boa e criteriosa e disciplinada?"

Eu até poderia dizer que isso seria possivel não fosse o facto de o Walter e o Kleber estarem já os dois no Porto há bastante tempo. Deve ser inédito jogadores estrangeiros desembarcarem cá sem tudo estar tratado (e daí não, esquecia-me do Kléber I em Janeiro). Ora isso só pode dar uma imagem de incompetência e desorganização, por mais que isso custe àqueles que se preocupam mais com a reputação dos administradores da SAD que com a imagem e a saúde do FCP.

Em terceiro lugar, quero lá saber se os bloguistas do RP são contra a SAD, fazem parte da "oposição" ou se, pelo contrário, são amigos do peito do Tio Reinaldo, do Joaquim Pinheiro ou do Tarass Bulba. Nunca vi aqui escrita nenhuma mentira nem nenhuma infâmia, apenas opiniões com as quais se pode ou não concordar.

Anónimo disse...

João Vale e Azevedo Calabote (Dr.) comentou:

"Não se vê por exemplo um artigo sobre a maneira diferente (e para melhor) como o jogo do FC Porto é jogado com VB por comparação com o de JF."

Vê-se, vê-se, meu caro, você é que pelos vistos não esteve atento e não viu a crónica do Porto-Sampdoria do nosso colega Nelson Carvalho.

Anónimo disse...

João Vale e Azevedo Calabote:

"O Reflexão Portista está numa linha claramente negativista, ou pior, anda a fazer oposição a quem sempre fez o bem pelo clube sem motivo aparente, (..."

Não acredito que o nosso caro amigo e fiel leitor não admita a existência da crítica desinteressada.

Pedro disse...

"Por onde anda a famosa discrição e eficiência da estrutura portista?"

- Em James Rodriguez, em Moutinho, em Emidio Rafael, em Souza.

Porque só falar dos casos complicados e não realçar a maioria de casos bem resolvidos?

penta1975 disse...

@ José Correia

infelizmente para nós, adeptos fervorosos do nosso clube do coração, não poderia estar mais de acordo com as suas palavras.

por último, considero salutar que haja este tipo de espaço de discussão pública sobre o quotidiano do FCP - esse maravilhoso mundo que é a bluegosfera. ainda bem que assim é!
só lastimo que aquela (a discussão pública) não ocorra no lugar que o deveria ser, por excelência: o sítio oficial do Clube. é só mais um exemplo do desnorte da política de comunicação do nosso clube. "para quando um canal dedicado às nossas cores?", é a pergunta que (também) faço diariamente, quando (não) vejo as notícias sobre o FCP...

saudações PENTAcampeãs!
Tomo I

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

Um link que pode ajudar a esclarecer muita coisa.
Se conhecem o blogue e o seu "dono" sabem também que aquilo que lerem lá não é inventado nem é brincadeira.
E diz respeito a muito do que se fala nos blogues azuis e brancos, inclusivamente este onde ainda ontem com o artigo sobre Victor Baia. Continuo a dizer que PC é o melhor presidente de clubes de futebol DO MUNDO e que dificilmente haverá outro como ele e por isso só lhe devíamos agradecer e aproveitar enquanto o temos e não andar à procura de coisinhas que possam diminuir o seu valor e as suas capacidades.
Ele é, para mim, um daqueles que enquanto os outros ainda estão a elaborar o plano de uma época ele já traçou o destino das próximas 3.
Não o quero eternamente e ele saberá quando sair, mas enquanto ele lá estiver estamos bem e não me preocupa nada as manigâncias jornalísticas e quejandos. Se os outros se mordem todos por o não ter íamos nós que o temos "queimá-lo"? Leiam o blogue que eu "linkei" e se não perceberam o que eu escrevi e o porquê, depois de lerem perceberão.

Ana Martins disse...

Afinal há gente q pensa na sporttv!

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=180142

:)))))

cumps

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

Correcção;
onde diz: ..."onde ainda ontem com o artigo sobre Victor Baia"
FALTA
e a sua saída, se podia depreender que algo estaria mal, pois pelos vistos ele terá saído para que algo não ficasse mal.

E no link poderão ler (nos comentários) a explicação do mail exposto no blogue do Vila Pouca que explica que se não fosse PC já muitas guerras teriam existido dentro da estrutura do FC Porto.
Há lá muito comentário que não vale a pena ser lido mas é fácil de perceber e separar os que interessam dos que não.

Bernini disse...

Para que precisa o Porto de mais avançados se não consegue criar jogo para o que tem?? Tem sido evidente nos jogos de pré-época, o Falcão anda perdido...

José Correia disse...

@Pedro disse...
"Em James Rodriguez, em Moutinho, em Emidio Rafael, em Souza"

Este texto não é sobre a valia dos jogadores contratados esta época, ou nas últimas épocas. Sobre esse assunto (valia das dezenas de jogadores contratados nos últimos anos), já publicamos diversos textos e no 'Reflexão Portista' foram emitidas opiniões de muitas pessoas, autores e não-autores no blogue.

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...
"Se conhecem o blogue e o seu "dono" sabem também que aquilo que lerem lá não é inventado nem é brincadeira"

Conheço e respeito a opinião do autor desse blogue, o que não quer dizer que concorde com todas as suas opiniões acerca da vida do FC Porto.

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...
"Continuo a dizer que PC é o melhor presidente de clubes de futebol DO MUNDO e que dificilmente haverá outro como ele"

Conheço Pinto da Costa e acompanho a sua vida de dirigente desde meados da década de 70. Desde aí houve muita coisa que mudou no FC Porto, a esmagadora maioria das coisas para melhor e, por isso, não acredito que Pinto da Costa aprecie ou fique indiferente às novelas Kléber 1, Kléber 2 e Walter e muito menos às consequências que as mesmas têm na preparação da equipa. Ele, melhor do que nós, sabe da importância que uma pré-temporada bem feita, com um plantel perfeitamente definido, tem ao longo da época.

Anónimo disse...

Pedro disse: "Porque só falar dos casos complicados e não realçar a maioria de casos bem resolvidos?"

Porque para os resolverem bem é que "eles" lá estão e são (principescamente) pagos.

Se bem o entendo, você acha que os autores do blogue deveriam escrever um artigo a aplaudir a SAD por terem contratado James Rodriguez e Souza (dos quais decerto que a maioria dos portistas nunca ouvira falar)e o defesa-esquerdo da Académica. Também não está mal. Já a contratação de Moutinho é, aí concordo, digna de aplauso. Mas até creio que houve por aqui um artigo acerca dela.

Anónimo disse...

João Vale e Azevedo Caçabote disse:


"Continuo a dizer que PC é o melhor presidente de clubes de futebol DO MUNDO".

E isso coloca-o acima da crítica?Fogo, mas alguém aqui na caixa ou no blogue apoucou as qualidades do "NGP"? Isso já é uma obsessão. Temos que estar sempre a cantar "Pinto da Costa, Olé!" se não queremos ser acusados de ingratos ou até de submarinos. Não há pachorra. Eu já sei que o "NGP" lida mal com a crítica, que quase considera equivalente a traição, mas isso não obriga os adeptos a terem o mesmo comportamento.

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

V.R.
criticando alguém da direcção ou o clube no seu todo está-se a criticar quem?
A figura de máxima responsabilidade desse clube, não?

Vou esclarecer melhor o que até agora quis dizer.
Acho o "tom" do RP negativo, pois a maioria dos artigos são de critica negativa, sendo que se os artigos já têm essa "tendência" muito mais se torna negativa com os comentários de vários leitores e opinadores deste blogue.
Claro que não quero (nem posso) dizer que os que dizem assim e assado estão certos e os que dizem cozido ou grelhados estão errados.
Nem eu me tenho em tão grande conta ao ponto de achar que decido ou determino o que é certo ou errado.
Já disse num comentário anterior que o delito de opinião não existe aqui (vocês dão "voz a todos os que opinam aqui desde que dentro do respeito) e não tenho o objectivo de fazer todos verem as coisas pelo mesmo prisma que eu.
Apenas acho que há uma insistência no tema "incompetência" do clube como sendo algo novo e grave quando na verdade temos o clube mais bem dirigido de Portugal e que mais sucesso financeiro desportivo e social tem a nível nacional, e o que hoje em dia se debate apenas é fito porque tudo que aparece em jornais e internet é logo dado a extrapolações e exageros no sentido de coisas normais em qualquer clube serem tratados como "assunto de estado azul e branco" e do maior relevo e importância.
Claro que há falhas e claro que se pode criticar, só não percebo é como é que o tanto criticar e tanto exacerbar o que está mal pode ajudar alguma coisa.
E repito mais uma vez, e não se esgota em Pinto da Costa, também se pode dizer o mesmo em relação a praticamente tudo deste nosso grande clube;
"Se os outros se mordem todos por o não ter íamos nós que o temos "queimá-lo?".

Anónimo disse...

João Calabote comentou: "Um link que pode ajudar a esclarecer muita coisa.
Se conhecem o blogue e o seu "dono" sabem também que aquilo que lerem lá não é inventado nem é brincadeira."

Com todo o respeito pelo Vila Pouca, um portista bem intencionado, o tom dos comentários daquele blogue é tipo IURD. E agora, ao espreitar, até lá vi um tipo a atacar este blogue. Portistas contra portistas é coisa a que o próprio PdC não foge, fomentando por um lado as lutas fratricidas que por outro evitará, como lá nesse blogue se diz. Se essas lutas existem na SAD ou na "estrutura" ele é que sabe quem o rodeia, mas se calhar está irremediavelmente amarrado a certas lapas que por lá pululam com o aplauso dos fiéis da IURD. Não terá o seu exageradamente longo consulado alguma coisa a ver com essas lutas, não?

Pedro Forjaz

João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...

E se acham que não sou capaz de ver onde Pinto da Costa erra ou que não sou capaz de apontar o dedo ao que está mal, aqui vai;
E que tal uma novela de uma oportunidade de fazer mais de 20 milhões de euros na venda de um jogador perdida.
E é um daqueles erros do tamanho de uma casa, pois ele vinha bem referenciado e assim que o FC Porto abriu mão dele não faltaram "tubarões" à caça dele e foi apanhado em Itália.

José Correia disse...

@João Inocêncio de Vale e Azevedo Calabote disse...
"criticando alguém da direcção ou o clube no seu todo está-se a criticar quem? A figura de máxima responsabilidade desse clube, não?"

Não necessariamente. Apesar de Pinto da Costa ser o responsável máximo do clube e da SAD, penso que não será ele quem está a tratar das contratações e tem estado envolvido (directamente) nas novelas referidas neste texto. Dentro da estrutura portista haverá outras pessoas que o estão a fazer.

O Pinto da Costa é um líder forte, mas tem um papel cada vez mais institucional e, conforme foi referido num comentário anterior, é verdade que tem sido muito importante para moderar as facções existentes no clube e na SAD.

Pedro disse...

Negar a evidência de que este blog está numa fase profundamente negativista e critica a PC e à SAD é tão grave e bacoco como negar que a SAD comete erros.

Não vejo difença alguma entre fundamentalistas proPC e fundamentalistas antiPC. Sofrem ambos do mesmo mal, incapacidade para analisar prós e contras. Um mal que levou o SLB, em tempos grandioso, a tornar-se hoje num clube que acolhe trafulhas e cujos sócios apreciam as jogadas de bastidores mais do que o jogo jogado.

Não me parece sério falar das novelas sem analisar também as transferências bem sucedidas, por exemplo o milagre do resgate de James Rodriguez. Não me parece sério criticar a estrutura da SAD no caso Vitor Baia sem saber os contornos do caso, até porque se V.Baia exigiu um cargo diferente a questão ganha contornos complicados.

Tal como não é sério referir que V.Baia deu muito ao FCP, sem referir que o FCP também deu tudo a V.Baia....

Mas desde que li que o Fucile deveria ficar porque era um jogador com garra... também percebi que o nível de exigência dos portistas anda meio alterado.

E para não dizerem que sou proPC, é só ler o que escrevi sobre o "negócio" site FCP.

dragao vila pouca disse...

Bem, lá vou ter de vir aqui, sem querer, mas para dizer a esse Pedro Forjz, de perfil desconhecido, logo cobardólas, que iurd é a tua mãezinha, o teu paizinho, e a tua mulherzinha. Se apagarem o comentário, tirarei as devidas consequências, ok José Correia?

José Correia disse...

@Pedro Forjaz, Vila Pouca e restantes leitores

Mesmo discordando, tenho a certeza que conseguiremos discutir qualquer assunto relacionado com o FC Porto sem sermos ofensivos.
Na moderação dos comentários, nós, os autores do 'Reflexão Portista', temos procurado "arbitrar à inglesa", mas se for preciso apertar o critério fá-lo-emos.

Anónimo disse...

José Correia,

Concordo que o termo que usei, "IURD", possa não ser simpático, mas referia-me apenas a comentários de leitores do blogue do Senhor Vila Pouca e não aos comentários que ele lá faz. Mas ao contrário do Senhor Vila Pouca, que é tão anónimo quanto eu, pois o seu perfil no Blogger apenas diz que é do sexo masculino e vive no Porto, características que devem aplicar-se a uma boa centena de milhar de pessoas, eu não vou fazer fracas figuras em casa alheia, isto é, no vosso blogue.

Obrigado e desculpe o incómodo.

Pedro Forjaz

Anónimo disse...

Pedro disse: "Negar a evidência de que este blog está numa fase profundamente negativista e critica a PC e à SAD é tão grave e bacoco como negar que a SAD comete erros."

Desculpe lá, isso a mim parece-me a discussão do sexo dos anjos. Mas pode também ser um maneira de desqualificar a opinião de quem aqui escreve, isto é, fulano e beltrano dizem isto no RP porque o blogue "está numa fase profundamente negativista e critica a PC e à SAD". Acresce que, se isso que diz fosse verdade, nem publicávamos o seu comentário, não lhe parece?

Por outro lado, não sei a quem está a responder - confesso que não tive tempo para ler todos os comentários - ms seria preferível evitar referir-se a outros leitores ou suas opiniões como "bacocos".

meirelesportuense disse...

Meus caros:

"28/07/2010Comunicado da FC Porto–Futebol SAD:
-Walter já é jogador do FC Porto. O internacional brasileiro assinou um contrato válido para as próximas cinco temporadas."

dragao vila pouca disse...

José Correia, você a mim conhece-me, sabe que sou portista, sócio e me chamo Vila Pouca, não é verdade?
Pode dizer o mesmo do cavalheiro que veio mandar bocas a meu respeito? Se calhar não pode! Digo a meu respeito, pois no meu blog, muitos dos que comentam são meus amigos pessoais e quem ataca os meus amigos, ataca-me a mim.

De qualquer forma, concordo consigo e prometo que da minha parte pode estar tranquilo, não vai voltar a acontecer. Também coloquei uma nota no último post a pedir que mais nenhum comentário seja depreciativo para qualquer blog portista.

UM ABRAÇO

Nuno de Campos disse...

O FCPorto pagou 6 milhões de Euros por 75% do passe do Walter.

O Internacional vendou 50% do passe do mesmo jogador ao Rentista por 3,7 milhões de Euros. O Rentista é um clube da segunda divisão do Uruguai que o empresário Juan Figer utiliza como entreposto de jogadores; chamam-lhe alguns "lavagem de dinheiro".

Ora pelas minhas contas o preço do passe do jogador subiu significativamente em poucas horas, passando de 7,4 milhões para 9 milhões de Euros, o que corresponde a um aumento de mais de 20%.

O nosso clube acabou por pagar mais 150 mil Euros a mais por cada 25% do passe do Walter, um total de 450 mil Euros. Para onde foi este dinheiro, ninguém jamais saberá.

Para os que acham este Blog muito crítico da SAD, aqui está um dos principais motivos.

meirelesportuense disse...

Nuno:
Não percebo as suas contas...Se 6 milhões equivalem a 75% de um determinado valor, isso quer dizer que 100% desse número correspondem a 8 milhões...E 50% a 4 milhões. É fácil, 25x4=100, logo, 2+2+2+2=8 milhões.
-Se 50% do passe era do Figger ou se era de outro qualquer titular pouco importa, se você comprar alguma coisa e a for vender a um terceiro, não a vende por menos decerto, embora também o possa fazer...

Nuno de Campos disse...

Porque não comprar 50% do passe mais os direitos desportivos directamente ao Internacional?

meirelesportuense disse...

Porque provavelmente o Internacional abriu demais a boca na altura em que o negócio foi aberto...Ou porque o negócio foi conduzido logo de inicio pelo Figer e este, sabendo do interesse concreto do Porto, adquiriu os direitos restantes do jogador para assim lucrar nesta história.O Porto -quis-me parecer assim- limitou-se a ver se poderia ou não chegar ao fim do caminho e quando as coisas ficaram bem claras, assinou.
Havia interesses vários em jogo, mas percebeu-se que o jogador esteve sempre firme no seu propósito de assinar, o jogador e o Porto.O resto não dependia deles.

Nuno de Campos disse...

Tantas piruetas para escamotear o que está à vista de todos. Alguém meteu este dinheiro ao bolso; muito provavelmente todos os intervenientes, incluindo a presidente do Internacional que agora se faz de enganado para não parecer mal.

No bons tempos assinou o Futre, segundo consta em frente ao antigo estádio de Alvalade dentro duma carrinha. Mas isso era quando os interesses do clube estavam à frente dos interesses dos comissionistas.