quarta-feira, 7 de julho de 2010

Os "prognósticos" de Paul



Depois de 100% de acerto nos "prognósticos" dos jogos da Alemanha contra a Austrália (vitória), Sérvia (derrota), Gana (vitória), Inglaterra (vitória) e Argentina (vitória), Paul, o polvo que vive no aquário Sea Life de Oberhausen, voltou a acertar em cheio.

P.S. E a tal selecção "fraquinha" que eliminou Portugal, está na final do Mundial. Por aquilo que vi hoje, sorte da Alemanha que não apanhou a Espanha nos oitavos...

10 comentários:

Anónimo disse...

É melhor fazer-se já uma arrozada antes que esse bicho vaticine a vitória dos nossos vizinhos!

R.M.Silva da Costa disse...

Andará por aí muito "profeta" a pensar como apagar os sábios comentários produzidos a propósito do nosso afastamento pelo Espanha, por 1 único golo, do campeonato do Mundo.

condor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
condor disse...

O que valeu aos Alemães foi o facto da Espanha não ter na sua equipa nenhum jogador de classe mundial,assim tipo o "nosso"querido cr9,senão era uma goleada das antigas!

Nuno Vicente disse...

Muito bateram na nossa selecção (principalmente no Queirós) e Portugal criou muito mais ocasiões de perigo do que a Alemanha (pra mim, a equipa que jogou o futebol mais agradável do Mundial).. Bando de Scolarianos aziados!

meirelesportuense disse...

Pois eu até torci pela Espanha, e tive o palpite que ela ia ganhar no momento do Hino, qualquer coisa de muito forte emanou naquele ambiente...Só não concordo com a opinião quase unânime de que o Pedro esteve bem, para mim foi uma espécie de Mariano a azarar continuamente...Bola no Pedro era bola queimada, aliás ficou bem patente isso, uns minutos antes de ele ter saído definitivamente do jogo perdeu a mais soberana oportunidade de golo, por falta de companheirismo, por puro egoísmo...Quando vi a sua substituição afirmei de imediato: -Ganhámos!...

FernandoB disse...

Quem não gosta de CQ é Scolariano !!!!

Quem nãqo gosta de Salazar era comuna !!!

Por amor de Deus !!! A Espanha jogou o triplo do que jogou contra nós...

O Selecionador alemão, estudou a cartilha do Mourinho, no jogo em Barcelona, só que esqueceu que o Mou tinha vantagem conseguida por ele e pelo Ó Larápio Benf..., no 1º jogo..

Dragaopentacampeao disse...

Não posso deixar de ficar abismado com opiniões sobre a grande qualidade do futebol da selecção nacional e sobretudo com o «grande» resultado frente à Espanha!

Estou certo que se o seleccionador fosse o «mercenário» do Scolari, as críticas ganhariam uma diferente dimensão.

Quer esclarecer que o sargentão nunca me convenceu, mas daí até considerar este futebol de Queiroz mais competente, vai uma grande diferença.

Afinal parece haver alguns portistas adeptos do famoso «autocarro» estacionado em frente à baliza. Foi assim que conseguimos perder apenas por 1-0 frente aos espanhóis.

Reconheço o bom futebol praticado pela Espanha, achando mesmo que Portugal poderia perder até por mais se assumi-se jogar sem medo.

Porém, quando se tem argumentos, e Portugal tem, bem poderia acontecer uma surpresa, pois não há equipas imbatíveis, como a Suíça demonstrou, ainda que com muita sorte à mistura.

Preferia perder por mais contra a Espanha mas deixar bem vincado o perfume do nosso futebol.

Assim, limitamos-nos a perder pela diferença mínima, por sorte, praticando um futebol cobardolas, nada dignificante, mas que parece ter agradado a alguns. Aos que me fazem recordar o Chalana, no Dragão que depois do jogo ter terminado ficou feliz por não ter sofrido uma goleada! Lembram-se?

Com esta mentalidade nunca pactuarei.

Um abraço

dragaovenenoso disse...

Continuam a achar que o CQ é bom...pois é...mas para orientar miúdos, organizar, não para liderar uma equipa de jogadores seniores. Ele não tem mão nos jogadores. Tolera diferenças de tratamento de uns jogadores em relação a outros. O que é que estará à espera?! Vai para o mundial com dois defesas direito e inventa um terceiro. Põe um jogador parado há seis meses a jogar num jogo a eliminar e a cereja em cima do bolo...troca um ponta de lança por um médio...sem comentários meus caros.

em meu entender, esse foi o jogo em que a Espanha mais temeu o adversário. Não apenas por ser Portugal, mas por serem os oitavos de final. O jogo com o Paraguai foi fraco porque subestimaram o adversário. Desta vez não o fizeram e deram um banho de bola aos tanques alemães. Por falar nisso, a selecção germânica parece a legião estrangeira. Já não posso dizer nada em relação à portuguesa.

Foi merecida a vitória.

José Rodrigues disse...

" Por falar nisso, a selecção germânica parece a legião estrangeira"

Vamos lá ser justos para com os alemães... um Boateng ou Ozil, por exemplo, nasceram e sempre viveram na Alemanha. Que eu saiba não é o caso de Deco ou Pepe, nem muito menos Liedson... aliás, é mais do q se pode dizer de um Nani, q ninguém questiona na selecção.