segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Agressividade extrema


Sapunaru teve de ser substituído aos 59', saindo do relvado em maca, após ter sido atingido por um adversário no tornozelo esquerdo. De acordo com o Record, "quando deixava o estádio em direção ao autocarro, foi notória a dificuldade do romeno em caminhar, só o fazendo acompanhado por um elemento do staff portista".

No mesmo jogo - Rio Ave x FC Porto -, aos 44 minutos Fábio Felício calcou o pé de Maicon e aos 64 minutos Milhazes acertou um pontapé no... joelho de Hulk.

No entender do árbitro Jorge Sousa, nenhuma destas três situações justificou que sequer mostrasse o cartão amarelo aos jogadores vila-condenses.

Entretanto, Guarín continua sob a alçada do departamento médico portista, devido a ter sofrido uma entorse traumática no tornozelo esquerdo há duas semanas atrás, na deslocação à Figueira da Foz. Consequências da entrada violenta que sofreu nesse jogo e que nem sequer mereceu que o árbitro Paulo Baptista marcasse falta. Aliás, também Moutinho "provou" os pitões dos jogadores da Naval, quando levou uma patada na cabeça.

Aparentemente, abriu a caça aos "dragões" e, jogo após jogo, os jogadores portistas têm vindo a ser alvo de "disparos certeiros", tendo sido registadas já duas baixas - Guarín e Sapunaru.
Conforme sabemos, esta agressividade mais do que excessiva das equipas adversárias começou na Supertaça, onde a impunidade verificada fez escola para os jogos seguintes. Até quando?
E até quando os dirigentes do FC Porto vão continuar a assistir a estas entradas violentas mudos e calados?

13 comentários:

meirelesportuense disse...

É absolutamente imperioso que se denunciem já esta passividade que grassa perante as faltas grosseiras que são cometidas sobre os nossos jogadores...Há alguns atletas que podem cacetar à vontade independentemente do adversário em campo -refiro David Luíz, Luisão, Aimar, Saviola ou Javi Garcia do Benfica- , mas quando é o Porto todos têm autorização para sairem a caçar!...

Blue Blood disse...

o caro meirelsportuense esqueceu-se de um manhoso, cardozo, o homem que joga melhor com os cotovelos que com as pernas.

Nuno Nunes disse...

E até quando os dirigentes do FC Porto vão continuar a assistir a estas entradas violentas mudos e calados?

R: ad aeternum.

meirelesportuense disse...

BlueBlood:
-Tem razão amigo, esqueci-me desse Tacuara, que pelos vistos, joga melhor com os cotovelos que com a cabeça...Mas prontos, poderia acrescentar o Maxi Pereira e até o Ex-Portista e ex-bracarense César Peixoto.


Gostava de propor -a pedido de algumas famílias- o seguinte:
-Fazer uma petição Nacional para conseguir um Pinheiro para o Sporting e um Eucalipto para o Benfica!...

joao abel calais disse...

Caríssimos
...pois aguardemos que o...LABAREDAS se pronúncie...Atenção! Muita atenção!que a coisa não é de agora:ainda há aqui,portistas que se lmbrem do TONI qe deu cabo do Marco Aurélio?...Mais (muito mais ) recentemente,quem não se lembra do Anderson a ser selvaticamente agredido pelo grego Katsouranis ?(nem amarelo viu...)
Os tão famosos(issimos)sumaríssimos...desapareceram?...o palerma da verdade desportiva,o ex-ministro,o cineasta,essa caca toda de "opinion-makers"...que "observam" eles no (e do)...fenómeno desportivo?!...
Saudações Portistas
João Carreira

Ah pois disse...

Pa', dizer que o Katsouranis agrediu selvaticamente o Anderson e' um abuso de todo o tamanho. Que ele foi duro, foi. Mas duvido muito que ele tivesse intencao de provocar a lesao (gravissima por sinal) ao Anderson. Vai ver a falta outra vez e diz se e' "uma selvatica agressao".

joao abel calais disse...

Ah pois...
pois,faltou-me,na época,analisar o ..."intensómetro"...
Saudações Portistas
João Carreira

Daniel Gonçalves disse...

Eu lembro-me do jogo inaugural do campeonato de 1985/86,o Porto recebeu nas Antas o SLB e ganhou por 2-0, cerca dos 20 minutos de jogo da 1º parte, um jogador benfiquista (penso que Nunes) numa entrada contra o nosso jogador Eurico parte-lhe a perna. Um dos esteios da equipa/defesa do Porto para o departamento médico durante meses.

Luis disse...

Com tantas reflexões,de doutos e outros menos doutos, estamos no nosso lugar,em primeiro.
O resto é conversa de treta, e palha para encher blogs como este.
Cheio de experts, mas o PORTO é mais e melhor do que isto!

miguel_canada disse...

Ah pois... deves estar a brincar!

Deko disse...

No lance da lesão do Anderson, dizer que nem amarelo levou é piada...

O Lucilio Calabote (que descance em paz...) nem falta marcou, deu apenas lançamento para o FCPorto.

Ah pois disse...

Foda-se, vejam com olhos de ver:

http://www.youtube.com/watch?v=hxZa93fjsPg

O gajo foi duro mas a intenção dele, claramente, era cortar a bola.

A memória consegue ser tão selectiva... Com tantos exemplos, recentes, de barbaridade benfiquista foram repescar esta jogada porquê? Só porque a lesão foi grave?

Só a Supertaça tem 7 ou 8 acções maldosas contra atletas do Porto. Esta jogada do Katsouranis contra o Anderson para mim não foi maldosa. Foi azar, olha.

Alexandre Burmester disse...

Eu sei que faz parte da nossa narrativa oficial dizer que o Katsouranis agrediu barbaramente o Anderson, mas nunca me importei de destoar da maioria e estou de acordo com o "Ah pois". Se não fosse a grave lesão de que foi vítima o Anderson ninguém falava hoje desse lance. As "cacetadas" de Aveiro foram bem piores. O Katsouranis até jogou a bola com um dos pés, com o outro é que lesionou o Anderson. Acho que foi uma entrada dura mas não necessariamente maldosa.