sábado, 2 de outubro de 2010

De banido a estrela maior

«Com 5 golos nas primeiras cinco jornadas da LIGA Zon Sagres, o jogador portista foi eleito pelos treinadores e pelos adeptos como o melhor jogador nas jornadas decorridas nos meses de Agosto e Setembro.
Com um total de 36% dos votos, Hulk é o primeiro jogador a receber este troféu, instituído pela LIGA Portugal para a época 2010/2011. Fábio Coentrão (Benfica) teve 18% e Sougou (Académica), 8%.
Para esta eleição votam os treinadores da Liga Zon Sagres e os adeptos registados no site da Liga Portugal.
O troféu vai ser entregue no próximo jogo do Porto, no Estádio do Dragão.»
in site da Liga de Clubes


No dia 30 de Março, numa entrevista à RTP1 (programa “Grande Entrevista” conduzido pela jornalista Judite de Sousa), Pinto da Costa afirmou:
Se o FC Porto não ficar campeão, isso fica a dever-se à decisão da Comissão Disciplinar da Liga sobre o caso do túnel da Luz e ao facto de não ter podido utilizar o jogador Hulk. Não tenho dúvida nenhuma que os cinco pontos de diferença para o Sp. Braga, sem o castigo do Hulk, não existiriam.
Se os sete juízes do Conselho de Justiça, por unanimidade, deram razão ao FC Porto, é evidente que não há dúvidas de que nós tínhamos razão
”.

Ora, perante a decisão do Conselho de Justiça da FPF, de reduzir drasticamente o castigo aplicado a Hulk, Pinto da Costa revelou que “o FC Porto tem o direito de pedir uma indemnização à Liga” e quantificou o valor em “pelo menos 17,5 milhões de euros”.

Gostava de saber se este pedido de indemnização à Liga, prometido por Pinto da Costa, foi ou não para a frente.

Imagem: A Bola, 28/09/2010

8 comentários:

José Correia disse...

[Correio Sport]: Qual é o jogador que mais lhe enche as medidas?

[Daúto Faquirá]: Hulk é, de longe, o melhor jogador da Liga. Só tem de perder alguns tiques de vedeta, porque, de resto, tem tudo.

Pedro Azevedo disse...

O Hulk está a passar pela melhor fase desde que chegou ao FC Porto e parece que a desgraça familiar que teve ainda lhe deu mais forças.

Um jogador como ele é sempre importante na equipa, mas também não podemos branquear que até à sua suspensão o ano passado,o FC Porto teve com ele em campo 5 derrotas e 2 empates(dou de barato as derrotas contra o Chelsea),mesmo descontando isso, foram 13 pontos perdidos com ele em campo a nivel do campeonato, coisa que este ano na sua ausência até goleámos os dois jogos.

Por isso é tudo muito relativo.

miguel_canada disse...

"Gostava de saber se este pedido de indemnização à Liga, prometido por Pinto da Costa, foi ou não para a frente."

Como??? Sim, sim! Deve ter ido para a prateleira da frente como os seis pontos que nos retiraram sem provas, como as medidas de represália relativas as injustiças praticadas durante os processos apito dourado e apito final nomeadamente a suspensão de 2 anos do PC, as acusações publicas e sem fundamento do Correio da Manhã e do Record, as bocas que o Platini andou a mandar em praça publica que foram arrasadas no TAS, etc., etc., etc.

Durante dois anos, fez-se, disse-se, acusou-se e insultou-se o FCPorto de todas a formas e feitios com a total complacencia de quem parece ter enfiado bem o barrete.
No relvado, somos uns lutadores, uns bravos, uns conquistadores, nos gabinetes, somos UNS CONAS!

condor disse...

É assim mesmo Miguel!

José Correia disse...

@Pedro Azevedo
O que não é relativo, porque são factos, é o número de golos e assistências do Hulk desde que voltou do "degredo competitivo" a que Ricardo Costa o condenou.

José Correia disse...

É óbvio que o FC Porto não perdeu o campeonato passado apenas devido à perseguição que foi movida a Hulk desde a 1ª jornada (recordo a arbitragem de Carlos Xistra no Paços Ferreira x FC Porto da 1ª jornada), mas que teve um peso importante parece ser mais do que evidente.

Badameco disse...

Alguém sabe responder à pergunta final do artigo??
Eu também gostava de saber...
Obrigado

David disse...

Eu respondo, Badameco: o Pdc sabe muito bem que os regulamentos (por instruções da FIFA) não permitem aos clubes recorrerem para os tribunais comuns deste tipo de decisões. Por isso, falar em pedido de indemnização não passou de pura fantasia para entreter as hostes.

Não deixa de ser irónico: quando podemos recorrer para uma instância superior - como aquando do castigo dos 6 pontos - ficamos quietos; quando não podemos fazer nada, saímo-nos com estas tiradas. Mas é disto que o povo gosta.