domingo, 24 de outubro de 2010

Difamar é barato


Julho de 2008
Um juiz do Tribunal de Instrução Criminal acusou Carolina Salgado de mentir e enviou para o DIAP do Ministério Público do Porto uma certidão por falsidade de testemunho agravado.

Fevereiro de 2010
Carolina Salgado foi condenada a uma multa de 3000 euros e a uma indemnização de 1750 euros, por difamação agravada ao líder da claque Superdragões, Fernando Madureira.

Julho de 2010
Carolina Salgado foi sentenciada a uma multa de 1250 euros e a indemnizar o advogado Lourenço Pinto em 5000 euros, por difamação agravada.

22 de Outubro de 2010
Carolina Salgado foi condenada, por difamação agravada de Pinto da Costa, a dez meses de prisão, pena substituída por 300 horas de trabalho comunitário. Em causa está uma entrevista à jornalista Felícia Cabrita, na qual Carolina acusou Pinto da Costa de ser o mandante das agressões a Ricardo Bexiga (ex-vereador da Câmara de Gondomar). O tribunal considerou que Carolina utilizou "expressões altamente difamatórias" e "muito gravosas".


Livro, filme, entrevistas, em Portugal difamar é barato, principalmente para quem tiver "amigos" ricos, dispostos a financiar campanhas mediáticas de destruição de imagem e carácter.

18 comentários:

Ana Martins disse...

Não vou discretear sobre Pinhões, Botelhos, Orelhas e demais manipuladores.

Repito o que já disse: "quem se deita com cães, acorda com pulgas". Esperemos que PC tenha aprendido a lição e que tenha a imagem dos estatutos do FCP no espelho, na secretária, no carro, no telemóvel. O FCP não contempla a figura da 1ª Dama. E, já agora, esta da filha do Presidente fazer lá o estágio...raisparta. Nem bom para ela é...

Fernando Tavares disse...

Só gostava de saber quem é o mecenas que suporta toda esta despesa incluindo as custas do Tribunal e os honorários do Dr.Dantas?

Seria curioso saber-se quem é o generoso mecenas!

van d'Alho disse...

Será que "alternar gratuitamente" se enquadra no serviço comunitário?

paulop disse...

Muito bem opinado Ana, já agora hoje alguêm se deitou com "cães", mas se calhar tem uma referência de qualidade do "correio da manhâ" já que alguns escrivas deste blogue se auto proclamam de inteligência e cultura superior, admira-me bastante.

VIVA O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

nunovinagre disse...

e o pior de tudo e que esta "senhora" era a principal testemunha no processo apito dourado,que legitimidade tinha ela para tal, estava era na altura de os mesmo jornais que lhe deram tanta publicidade na altura viram agora tambem demonstrar a sua capacidade de tentarem ser imparciais neste processo,e virem dizer quem e que tinha razao

r.m.silva da costa disse...

É tudo uma grande pulhice! Os delinquentes ao poder, já!

condor disse...

O amigo Fernando Tavares não sabe quem é o mecenas?
Pois em minha opinião é sempre aquele que paga os desmandos da corja lisbonense:O Zé Pagode!

José Correia disse...

paulop disse...
"já que alguns escrivas deste blogue se auto proclamam de inteligência e cultura superior, admira-me bastante"

Não percebi. Este seu comentário tem alguma coisa a ver com este artigo?

Daniel Gonçalves disse...

Se Portugal tivesse uma Justiça a funcionar como num Estado de Direito, as pessoas, ou seja Leonor Pinhão e outras como esta "senhora", também teriam sido condenadas em tribunal, porque estiveram por detrás de Carolina a manipular e a incitar às calúnias e difamações. Mas só foi condenada a marioneta/bode expiatório, e as outras personalidade que incitaram a esta campanha contra o Porto e PDC ficaram imunes, quando num Estado de Direito seriam condenadas por associação criminosa. Assim como a Sra. Maria José Morgado, se estivesse em Inglaterra, na Alemanha ou outro país com um sistema de Justiça coerente, no dia seguinte estaria no desemprego, pela forma tendenciosa e desonesta como conduziu todo este processo, mas estamos em Portugal.

paulop disse...

@José Correia
Antes do mais felicito-o pelo artigo, aliás como sempre assertivo.
O meu cometário tem a ver com o que diz a Ana, pois está sempre pronta a mandar bocas ao Presidente e a um tal david, que ainda ontem considerou que quem criticou Vitor Baía tinha um QI inferior a 70%, chegando ao ponto de referir que havia fezes nas meninges de quem criticava.
As referências a quem apoia a direção são todos uns carneiros e incultos é uma constante por parte de uns poucos comentadores deste blog, para mim tanto se me dá se gostam ou não, não podem é criticar com adjetivos pouco abonatórios a quem apoia, no meu caso até pensar que ainda é o melhor.
Em relação ao Vitor Baía continuo a criticar, alguns aspectos das suas declarações, hoje, daí o que escrevi em relaçao à Ana após ela dizer que PC se deitou com "cães acordou com pulgas", frase que concordo em absoluto, o mesmo se aplica à entrevista que VB dá hoje ao pasquim mais anti-portista e ordinário correio da manhã.
Peço desculpa se fui inconveniente para quem não devia.

VIVA O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

José Correia disse...

@paulop
Eu também não gosto de ver portistas, mais ou menos mediáticos, a dar entrevistas a jornais da estirpe do Correio da Manhã. Mas o Baía já não é dirigente do FC Porto e, na minha opinião, pior que a sua entrevista de hoje ao CM, foi eu ter visto o nosso presidente na SIC, algum tempo (1 ou 2 anos?) após os 'Donos da Bola'. E pior ainda, foi ver o logótipo da SIC a conspurcar as camisolas da equipa de Andebol, não lhe parece?

Nightwish disse...

@paulop
Antes que as pessoas comentem do que não possam comentar. Se não concorda com elas, olhe, paciência.

paulop disse...

@José Correia
Temos 3 canais generalistas,venha o diabo e escolha um,na altura se não me engano houve da parte da sic noticias uma tentativa de aproximação ao PORTO através de Felicia Cabrita e uma outra jornalista que não me recordo do nome, mesmo assim acho mal qualquer relação com qualquer canal, por estas e por outras é que se calhar somos um clube fechado, não lhe parece?

meirelesportuense disse...

A D. Carolina devia ser obrigada -pior condenação não lhe poderia ser dada- a escutar, ler e decorar alguns (determinados) comentários e depois ter de recitá-los com acompanhamento musical do Quim Barreiros, na Alameda das Antas!...

paulop disse...

@Nightwish
Há aqui uma confusão qualquer, acho muito bem que comentem discordando, não concordo é com insinuações menores.
Para mim acaba aqui a discussão, para que fique claro sempre considerei e quero considerar Vitor Baía um dos nossos maiores atletas de sempre, quem sou eu para pôr em causa o grande tributo que ele prestou ao CLUBE ao longo dos anos, mas não concordei em parte com as suas delarações, acho que é um direito meu.
Amanhã lá estarei no DRAGÂO, um hábito meu de há 50 anos, nada melhor que mais alegria, mais uma vitória. Até um dia a este blogue.

VIVA O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

José Correia disse...

@paulop
A Felicia Cabrita trabalhava no EXPRESSO (agora é jornalista do SOL) e, na altura em que o Pinto da Costa deu a entrevista à SIC, penso que ainda nem sequer existia a SIC Noticias. Mas não é isso que é relevante.

Depois do que a SIC nos fez, com a pior campanha de sempre que foi montada contra nós, semana após semana através do programa 'Donos da Bola', como é possível que o presidente do FC Porto tenha aceite ir à SIC dar uma entrevista?
Eu recordo que a SIC nunca apresentou um pedido de desculpas público.
E pior ainda, foi aceitar o patrocínio da SIC nas nossas camisolas de Andebol. Vendemos a nossa honra em troca de uns tostões?
Este tipo de atitudes, que eu nunca vi criticadas, são mil vezes piores, mil vezes mais chocantes do que uma qualquer entrevista do Baía ao Correio da Manhã.

José Correia disse...

paulop disse...
"acho mal qualquer relação com qualquer canal, por estas e por outras é que se calhar somos um clube fechado, não lhe parece?"

Penso que devemos saber distinguir.
O Jogo não é igual à A Bola.
O JN não é igual ao Correio da Manhã.
O semanário Grande Porto não é igual ao Expresso.
A RTP (apesar de tudo) não é igual à SIC ou à TVI.

Penso que os dirigentes do FC Porto devem privilegiar os seus interlocutores.
E penso, também, que devemos avançar para um canal próprio.

navegante disse...

"Penso que devemos saber distinguir.

...A RTP (apesar de tudo) não é igual à SIC ou à TVI."

Pois não. É muito pior, e sendo um canal público, que o dirige, e aceita esta permanente postura de gente que está ali para informar, já os devia ter despachado. Falta-lhes o mínimo para serem jornalistas.