sábado, 16 de outubro de 2010

E só foram 4

Mais de 41000 num jogo contra um clube da III divisão? Depois digam-me que uma boa hora e uma boa política de preços não leva gente aos estádios. Que este bom exemplo sirva para alguma coisa.

Quanto à bola propriamente dita, no início é daqueles jogos em que menos de 5 é derrota, mas quando acabou ficou aquela sensação agradável de ter valido a pena, o regresso do prazer de ver futebol, mas ainda não enche a pança. Como diria Bobby Robson: falta o Killer Instinct. A jogar em casa contra um adversário da III divisão, a jogar contra 10 nos últimos 30 minutos, temos de marcar mais golos. Temos mesmo é que humilhar.

O Walter que ao longe parece o ponta de lança com menor poder de impulsão do mundo - do mundo pode ser um exagero uma vez que o Ronaldo, lá pelo Brasil, ainda joga - fez a sua parte e até marcou um de cabeça, deu no mínimo a ilusão que pode ser a alternativa ao Falcao, embora não pareça de todo ser uma solução para os apertos, não é nem Juary, nem Vinha.

Mas a água na boca quem a deixou foi o James - embora tenha sido o Ukra a fazer um centro com conta, peso e medida para o tal golo de cabeça do Walter. O Varela que se cuide, embora tenha estado relativamente bem a aparecer nas costas do ponta de lança, foi assim que marcou e que falhou duas boas oportunidades de cabeça.

Num jogo a sério, quero crer que o AVB não fazia duas substituições de uma assentada que alteravam profundamente o modelo de jogo numa situação em que a equipa está em posição defensiva. Se contra um Limianos resulta mal mas pouca implicação teve, noutro jogo pode ter outras consequências. Nunca mais me esqueço das substituições do género que Fernando Santos fez num jogo com o Olympiakos e que nos valeu nos últimos 5 minutos do jogo passarmos de um 2-0 para 2-2.

14 comentários:

ultrafcporto disse...

Caro amigo portista, foi um jogo bastante acessível para o nosso fcp, sem grandes dificuldades causadas por parte do Limianos, a diferença de qualidade fez-se notar e muito. Deu para verificar caso dúvidas houvesse, que temos um avançado de luxo, que está com fome de bola e de golos, o mister AVB só tem que o colocar a jogar principalmente quando o Falcão se anda arrastar pelas defesas dos nossos adversários, com todo o mérito que o mesmo me merece, mas as verdades são para ser ditas.

Cumprimentos,
Ultrasfcporto

meirelesportuense disse...

O que eu vi foi uma boa equipa que veio de Ponte do Lima...Compacta, solidária e com um futebol interessante.O Porto demorou a encontrar os caminhos para desmontar o sistema, mas a culpa era mais da inoperância do meio campo, em que se sentiu muito a falta do Moutinho, nem Sousa, nem Guarin, nem Ruben estiveram bem...De resto Hulk esteve muito activo e solidário e Walter caminha para poder ser um alternativa séria, tem que ser ainda mais trabalhado fisicamente...Na defesa Sereno esteve bem na primeira parte e depois desatou a fazer asneiras...Sapunaru voltou a cair de produção e a desperdiçar uma excelente oportunidade de brilhar.
Otamendi foi discreto e pendular.Rafael esteve activo e interessado no jogo.
Mas a partida foi agradável, o Limianos não ameaçou muito, creio que fez dois remates à baliza e um golo num momento de alguma confusão táctica do Porto...Tentou desestabilizar pelo lado do Sapunaru e foi mais longe do que me era admissível...

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Grande festa nas bancadas, com 41 mil espectadores a darem colorido ao Dragão.
Perto de 5 mil adeptos vindos de Ponte de Lima, para apoiarem a sua equipa, foi fantástico.

O FC Porto venceu naturalmente o jogo, pois é mais forte, e por isso cumpriu o seu dever.

Este jogo era uma oportunidade para os que menos jogam se afirmarem como alternativas aos habituais titulares.

Na defesa Rafa foi o melhor. Sapunaru esteve muito lento, Sereno não esteve nada sereno, e Otamendi foi ultrapassado com facilidade no golo de honra do Limianos.

No meio campo Ruben Micael esteve muito nervoso, errou demasiados passes, reclamou muito. Este não é o Ruben da época transacta. Penso que é necessário um trabalho psicológico com ele. Deixou-se ir muito abaixo, teve lesão, teve uma amigdalite, que também ajudaram, mas penso que o que lhe falta é confiança. Só o melhor Ruben conseguirá disputar o lugar de Belluschi.

Souza esteve bem nos lançamentos longos. Guarin muito forte fisicamente empurrou muitas vezes a equipa.

Hulk, ontem capitão, foi o desequilibrador do jogo, menos individualista do que habitual, fez algumas assistências para golo, mas só uma foi convertida por Walter.

Varela teve uma prestação qb, marcou um golo, mas está longe da forma de inicio de época.

Walter, finalmente apareceu como alternativa a Falcao, ou quem sabe o homem que permitirá apostar num 4-4-2 nos jogos mais fechados.
É um avançado completo, muito forte fisicamente, explora bem os espaços vazios na área.
Forte na finalização com os pés, todavia só não marcou de cabeça porque Pedro Baía fez a defesa da noite.

Quanto aos suplentes utilizados, excelente a prestação de James, que merecia aquele golo mal anulado pela equipa liderada por "Cómico" Machado.
Entrou muito bem no jogo, deu vida ao ataque, foi desequilibrador, com fintas fantásticas e com uma assistência para golo de Walter.

Castro, foi dinâmico e lutador, o que é apanágio da sua forma de jogar, podia ter marcado perto do fim.

Ukra teve uma missão ingrata, entrou para extremo, mas em virtude de termos sofrido o golo, teve de recuar e fazer o corredor direito. Mesmo assim não virou a cara à luta, e teve perto de marcar de trivela.

Em suma, foi uma festa bonita, um jogo entretido, e o Limianos mereceu o golo de honra, como prémio a uma equipa que deixou o autocarro no estacionamento, e aos seus 5 mil adeptos que fizeram a festa antes e durante o jogo.

O Porto segue em frente na taça, e o Limianos fez festa, mesmo tendo perdido!

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Nelson Machado disse...

O titulo mais correcto era: .

O James... bem o James foi uma lufada de ar fresco. Eu que pensava que a qualquer momento iria aparecer uma história mirabolante nos pasquins lisboetas a "explicarem" que a sua pouca utilização era por uma zanga qualquer e afinal... afinal o VB estava mas era a esconder "um tesouro".
O moço promete e se já tinha lido muitos elogios aquando da sua contratação e se tinha ficado(muito) satisfeito com as suas exibições na pré-época, ontem fiquei extremamente maravilhado. Com 19 anos e a jogar assim vai ser um valor seguro e um investimento de alta rentabilidade garantida, assim tenha mais oportunidades e desde que continue a trabalhar bem e não esmoreça até essas oportunidades aparecerem mais consistentemente , mas quanto a isso só podemos ambicionar que VB saiba "trabalhar" estes jogadores menos utilizados.

E quanto ao 1º paragrafo do post devo dizer que concordo e subscrevo na sua totalidade.
Há muito que digo que mais vale um estádio cheio com bilhetes a 15 euros do que uma meia casa com bilhetes a 30.

dragaovenenoso disse...

Caro João Saraiva. Não percebi muito bem a frase de humilhar o adversário. É a frase que destoa claramente neste post. Um adversário é para se respeitar. Se não tivermos adversário não jogamos, certo? Se o que quis dizer foi que o FCPorto, por respeitar o adversário, deveria jogar ao seu ritmo normal e daí resultar um resultado muito desnivelado, eu concordo. A palavra humilhar é demasiado forte e por certo injusta. É uma palavra que não se deve usar em desporto.

Henrique disse...

Concordo plenamente.
Nós, que não somos o clube dos 6 milhões, conseguimos, jogando contra uma equipa de dois escalões abaixo da que jogou contra os milhafres, levar quase o dobro da assistência desses lampiões. Se calhar como tapados que são, não entenderam as directivas do orelhas: é só nos jogos fora (excepto no Dragão!!!).

Por mim, com a hora e o preço do nosso jogo, pude levar toda a família a ver o jogo.

João Saraiva disse...

@dragaovenenoso

é evidente que o humilhar aqui é no sentido figurado, não é no sentido de troçar com o adversário - que esse sim não deve existir no desporto, mas sim no sentido de o submeter ao poder do nosso futebol. Como dizia Bobby Robson:

"Então, se marcamos um golo está bem, é óptimo, mas vamos lá tentar outro. E se obtivermos outro, excelente, mas o jogo continua e vamos procurar ainda outro golo. Temos de continuar a atacar e atacar, para obtermos tantos golos quanto pudermos."

e se marcarmos tantos golos quanto pudermos os adversários vão ser "humilhados"

Dragaopentacampeao disse...

Jogo conseguido frente ao um frágil adversário que teve um comportamento muito digno, merecendo por isso o golo de honra.

A ânsia de ver alguns dos novos reforços foi de algum modo satisfeita, já que AVB, optou e bem por fazer descansar quase todos os habituais titulares.

James foi para mim o mais prometedor, apesar do pouco tempo que teve para se mostrar. Demonstrou qualidades que o podem lançar num ápice para a equipa principal, ou pelo menos, ter uma utilização mais constante.

Apesar dos 3 golos marcados, Walter pareceu-me pouco móvel mas oportunista e com faro de golo. Beneficiou de uma defesa macia que lhe deu tempo para, em dois golos, receber a bola algo defeituosamente, corrigir o posicionamento e disparar para as redes.

Rafa começou muito irregular, a falhar muitos passes, mas com o decorrer do jogo foi acertando.

Os outros pouco mostraram. Esperava um pouco mais, atendendo à modéstia do adversário.

Um abraço

PS: novo endereço - http://dragaopentacampeao2.blogspot.com/

rbn disse...

O FCP fez o "trabalho de casa", jogou pro gasto e podiam ter sido mais.

Quanto ao humilhar, concordo plenamente com o Saraiva.Quantos mais melhor, e o humilhar no seu real sentido era bom dia 7 próximo, assim como os humilhantes 5 x 0 na luz em 1996 eh eh eh...e olhem que neste jogo Jardel perdeu 2 feitos...podiam ter antecipado Vigo...

Agora alguém que avise o Hulk para estar de olho nos cartões amarelos.

O clássico se aproxima e não duvido nada que queiram colocá-lo de fora, com cartões "bobos" que ele adora levar.

meirelesportuense disse...

Eu considero que tentar humilhar só faz sentido se jogarmos com os nossos maiores rivais.Se o jogo de ontem fosse contra um desses rivais eu concordaria que deveria ter sido feito tudo o que estivesse ao nosso alcance para se atingir um score elevado...Mas apenas por uma questão de vingança momentânea! -Os resultados desportivos valem por uma noite, no dia seguinte já pouco contam.
Fomos campeões vários anos seguidos e agora estamos na luta para o poder ser novamente, os títulos passados já não contam, a não ser nas estatísticas...
O Limianos não merecia esse estado de espírito.
E percebam que não tenho nenhumas afinidades com as gentes de Ponte do Lima, muito embora considere ser esta uma região bonita e a cidade muito agradável...
Esse tipo de posicionamento é gerador de ódios e ressentimentos muito difíceis de apagar...4-1 é um resultado forte e sem margens para dúvidas.

dragaovenenoso disse...

Caro João Saraiva.

É isso mesmo. Podemos ter sempre vontade de vencer podemos até marcar muitos mais golos que o adversário, mas sem nunca perder o respeito ao adversário. Esse é o espírito do desportista.

Infelizmente nada muita gente desinformada por aí, nomeadamente muitos jornalistas. Daí ser importante termos cuidado com o que dizemos, até para não nos confundirem com essa corja.

Um abraço.
dragãovenenoso

David disse...

meirelesportuense disse: "E percebam que não tenho nenhumas afinidades com as gentes de Ponte do Lima, muito embora considere ser esta uma região bonita e a cidade muito agradável..."

Sem querer ser recta pronúncia, Ponte de Lima é ainda uma vila, talvez por escolha própria, pois assim pode continuar a ufanar-se de ser "a mais antiga vila de Portugal". E fazem eles muito bem, pois há para aí cidades que nem sei se terão a mesma população que a freguesia de Campanhã...

meirelesportuense disse...

David:
-Então Ponte de Lima tem Câmara Municipal, Museus, Biblioteca e é ainda uma vila?
-Pensei que era cidade, tantas foram as alterações feitas neste âmbito...Eu moro numa Freguesia, de um grande Concelho da região do Grande Porto, que já é cidade, embora nem eu perceba bem porquê...Mas é cidade, embora tenha apenas uma Junta de Freguesia, uma Empresa de Transportes privada -com algumas parcerias dos STCP- que abrange toda esta área, parece que vem para aí o Metro mas deve demorar, e pouco mais...Tudo ainda para fazer!

Nelson Machado disse...

Parece que me falhou algo no comentário anterior quando escrevia a minha sugestão alternativa para o titulo.
Aqui fica então.
E SÓ FORAM 5