terça-feira, 19 de outubro de 2010

Inovação na venda de bilhetes


«O Sporting lançou esta terça-feira o sistema de bilhetes em PDF, sendo o primeiro clube português a fazê-lo (...)
Os adeptos podem adquirir os seus ingressos para os jogos sem terem de se deslocar à bilheteira evitando filas de espera, com um simples acesso à Internet. (...)
Todos aqueles que adquirirem bilhetes na Internet vão receber, sem custos acrescidos, e de forma imediata no seu email pessoal o bilhete em formato A4.
Este bilhete contém as informações obrigatórias para o dia do jogo, o código de barras que permite a entrada no recinto, últimas novidades de serviços e "merchandising" oficial, como também a informação do lugar comprado.»
in record.pt


Ora cá está uma boa medida que, espero, o FC Porto também implemente brevemente.

Foto: 'Paixão pelo Porto'

13 comentários:

Dean disse...

Falta só dizer que tens de imprimir o dito bilhete, ora caberá ao sócio os custos de impressão...

Não estou a ver o pessoal a levar o portatil para os torniquetes de acesso ao estádio para lerem o codigo de barras.

Espero que o FCP nunca opte por esta medida.

Pedro disse...

e um postzinho sobre este ( http://www.youtube.com/watch?v=wL5X72nIXMw ) fantástico desempenho?

José Correia disse...

Dean disse...
"Falta só dizer que tens de imprimir o dito bilhete, ora caberá ao sócio os custos de impressão..."

Há muita gente que não se importa de arcar com os custos de impressão, se com isso evitar os custos e tempo que perde em ter de se deslocar ao estádio, ou a uma loja azul, para comprar um bilhete.

Diogo disse...

Ainda estou para perceber como se irá contornar a falsifição de bilhetes nestes casos.

Antonio disse...

Concordo com o José Correia, eu não me importaria nada, até porque tempo é dinheiro.

Já agora e em jeito de rodapé, existe outra forma que é o envio por parte do clube para o telemóvel do comprador, de um MMS com o código de barras do bilhete.

nelson barbosa disse...

Acho uma boa ideia, sobretudo para quem vive longe do Porto, que é o meu caso. É sempre uma complicação a compra de bilhete.

Quanto às questões de segurança, certamente serão salvaguardadas.

José Correia disse...

Chamo à atenção que este tipo de facilidade – envio de bilhetes em .PDF por correio electrónico – já há muito que é usado pela TAP, CP e agências de viagem, só para citar alguns exemplos.

Rogério Paulo Almeida disse...

Também é muito fácil adquirir bilhetes para os nossos jogos através do site. Podemos inclusive escolher o lugar exacto que pretendemos, isto, claro, de entre os lugares disponíveis para além dos "Dragon Seats". O bilhete vem ter a casa, e o custo é zero.

Justiceiro Azul disse...

E deixamos de poder coleccionar aqueles bilhetes fantásticos? Antigamente cada bilhete para um jogo internacional era uma obra de arte. Depois com a padronização de tudo e mais alguma coisa, os bilhetes foram ficando mais feios.

Enfim, é a evolução, não podemos fugir a ela. O problema é que os custos de quem opta por fazer tudo electronicamente, como os bancos fazem, por exemplo, vão baixando sempre, os nossos, continuam a aumentar!

José Correia disse...

@Rogério Paulo Almeida
Eu já sabia que podíamos adquirir bilhetes através do site www.fcporto.pt. O que não sabia é que o bilhete adquirido ia ter a casa e que este serviço tinha um custo zero.
Isto é mesmo assim? Já experimentou?

meirelesportuense disse...

José Correia:
Eu acho que não é assim, o custo não é zero bem pelo contrário, o bilhete pode ser levantado em dois ou três locais diferentes dos das bilheteiras, mas paga-se bem este serviço...Há uma taxa que por sinal é bem elevada!

Daniel Silva disse...

Os bilhetes de sócio para jogos do FCP são activados no cartão de sócio e são estes os utilizados para passar nas portas. A impressão do bilhete será apenas necessária para passar pelo 1º perímetro de segurança.

Aliás a impressão até pode ser evitável se o serviço enviar um SMS para o telemóvel. Julgo que o benfica já tem um serviço com bilhetes por telemóvel. Pelo menos é um serviço que já existe em outroa países europeus para transportes públicos.

A questão de falsificação não se coloca nestes casos já que os bilhetes de sócios são personalizados com o nome, à semelhança dos bilhetes da TAP, CP, etc.

Espero que o FCP opte por esta medida o mais rapidamente possível.

Rogério Paulo Almeida disse...

Caro José Correia,

Sim, já experimentei, e mais do que uma vez. Passou a ser sem custo (Correio Expresso) a partir do Porto - Braga.

No site está tudo bem explicado. É bastante simples.