quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Para a próxima não te fies no Rui Cerqueira


“Na sequência de uma série de imagens proporcionadas hoje pela TVI sobre o lance na grande área do Guimarães, e que originou a minha expulsão, confirma-se que não há realmente caso para grande penalidade. Nessa jogada as críticas são infundadas e injustas. No entanto, esta reapreciação não apaga uma sequência de erros, cuja referência mantenho e que devem ser analisados à 10ª jornada. Estaremos, pois, atentos ao rigor e à ponderação dados pelo presidente da Comissão de Arbitragem às faltas de Ricardo e João Alves sobre Falcao e João Moutinho, respectivamente, e à entrada violenta por trás do João Paulo sobre Falcao. Para além disto, houve dois foras-de-jogo mal assinalados, sendo que um dos quais deixava o Falcao isolado frente ao guarda-redes”

Comunicado de André Villas-Boas, in http://www.fcporto.pt/, 05/10/2010

Quando André Villas-Boas surgiu ontem na sala de imprensa do Estádio Afonso Henriques, veio acompanhado do Director de Comunicação do FC Porto, o ex-jornalista Rui Cerqueira. Aparentemente o treinador suportou as suas afirmações naquilo que lhe foi relatado por Rui Cerqueira que, a dado ponto da conferência de imprensa, interrompeu André Villas-Boas para dar o detalhe do segundo exacto em que tinha ocorrido o penalty então reclamado: 77' 53'' da transmissão da TVI.

André Villas-Boas é sensato. Depois de analisar as imagens concluiu que afinal foi induzido em erro, caso contrário não teria emitido este comunicado.

Já afirmei aqui que não vejo qualquer utilidade na pessoa de Rui Cerqueira como Director de Comunicação. Depois deste lamentável episódio o espaço do ex-jornalista no FC Porto esvaziou-se por completo. Não vejo como conseguirá Pinto da Costa conciliar agora a presença de Villas-Boas com Rui Cerqueira na estrutura do futebol profissional.

25 comentários:

Miguel Pereira disse...

Tiro o meu chapéu ao AVB pela reacção à posteriori. Um toque de hombria que falta nesse lixo que orienta o clube da capital e que só o distingue. Agiu bem porque as declarações são, realmente, excessivas.

Agora é como diz o Nuno, que diabos ainda faz a pairar o Cerqueira?

Mefistófeles disse...

Nem mais, Nuno Nunes.

Que diabo faz este tipo como director de Comunicação ? Já nos tínhamos habituado, infelizmente, a ver o Jesualdo a dar o peito às balas sózinho. Agora ver o AVB a fazê-lo, ainda por cima induzido em erro por esse cromo...

Protejam o treinador. E ponham lá alguém que saiba dar a cara e a disparar as munições certas nas direcções certas. É assim tão difícil arranjar o homem certo para o lugar ? Não me parece.

José Correia disse...

É verdade que, na conferência de imprensa, Rui Cerqueira contribuiu para induzir AVB em erro na análise de um pretenso penalty a favor do FC Porto (nos restantes lances que ele reclama – ver comunicado – AVB tem toda a razão). Contudo, recordo que o AVB foi expulso por ter protestado esse lance de forma desabrida sem, até essa altura, ter havido qualquer intervenção do Rui Cerqueira.

José Correia disse...

Dito isto, apreciando o que tem sido a política de comunicação do FC Porto nos últimos anos, também eu não vejo qualquer melhoria após o FC Porto ter ido contratar Rui Cerqueira para Director de Comunicação. Neste aspecto – política de comunicação – continuamos a anos-luz do slb.

t_valente disse...

De facto, impunha-se que AVB se retrata-se. Espero que não voltemos a entrar por este tipo de explicações ( a não ser em flagrantes situações de prejuizo).
O que os adeptos querem é o FCP a jogar e que os relaxamentos e excessos de confiança nos jogos não se voltem a repetir.

meirelesportuense disse...

Todos cometemos erros, Rui Cerqueira não foge à regra, mas convém que depois de episódios como estes -e já assisti a coisas semelhantes com muitos outros- as considerações feitas e as informações dadas a terceiros, sejam rigorosas, para preservar a verdade e evitar embaraços...
-Quanto à reacção do Villa Boas e ao castigo aplicado pelo árbitro, recordo um belo exemplo -um gesto de claro surripiar, feito pelo actual Seleccionador Nacional em directo ao juiz de uma partida entre SLB/SCP...


"Reacção imprevisível
JORGE MAIA
André Villas-Boas é jovem e impetuoso, dois "defeitos" que costumam passar com o tempo. Se não fosse tão jovem, nem tão impetuoso, poderia ter tido a presença de espírito para dar os "parabéns" a Carlos Xistra pela sua arbitragem. Foi o que Jesus fez no Marítimo-Benfica: deu os "parabéns" a João Capela. E deu-lhos com vontade. Aliás, a vontade de dar os "parabéns" ao árbitro era tanta que não parou de esbracejar na direcção dele durante todo o jogo, não resistindo a partilhar as suas boas intenções com o quarto árbitro, que lhe foi pedindo paciência, explicando-lhe que não, não podia estar a gritar-lhe assim os "parabéns" desde a linha lateral por tudo e por nada. E no final do jogo, foi ver Jesus apressar-se na direcção de João Capela e perder uns bons três ou quatro minutos a dar-lhe efusivamente os "parabéns", no que, de resto, foi acompanhado por Carlos Martins e Rui Costa. Uma festa, com o árbitro no centro, sem reacção. O problema é que nunca se sabe quais são as festas e os "parabéns" que deixam os árbitros assim, sem reacção."

Pedro disse...

vem de encontro ao que eu disse ha' uns dias. esta confusão toda por causa de um director de comunicação que nunca sequer ouvimos falar e que é absolutamente cego é a maior vergonha que podia acontecer ao FC Porto, a todos os que lhe estão associados e a aos seus simpatizantes.

Ninguém disse...

A minha opinião
http://1jornada1cronica.blogspot.com
cumps

David disse...

Espero que se aproxime do fim o tempo em cena da peça de Eugène Ionesco "O Estranho Caso do Media Man que era Mudo". Trata-se uma peça de grande valor literário mas quer-me parecer que o público já a viu vezes suficiente e não voltará a encher o Rivoli para a ela assistir. Obrigado e parabéns ao Filipe Lá Féria por mais este brilhante espectáculo! Provou que também se distingue no campo da farsa.

Vitor disse...

Se o MST não tivesse nada p'ra fazer, até podia dar uma ajuda na comunicação do nosso muy nobre FCP!... Era só uma ideia...

Jon Marx disse...

O AVB não é nenhum papagaio do Rui Cerqueira. Se disse o que disse, e disse mal, no final do jogo de Guimarães, disse-o porque quis, e por sua conta e risco.
O FCP jogou em Guimarães para ganhar, o empate não nos envergonha, bem pelo contrário. A equipa sempre teve uma atitude positiva e ganhadora. Não ganhamos por causa de erros individuais de um jogador. O resto é folclore. Se AVB quiser manter a boa imagem que vem espalhando desde que chegou ao FCP, continue a executar o excelente trabalho, como tem feito até ao momento, e deixe este tipo de palhaçadas para o Cerqueira ou para quem o quiser fazer. Se é que o FCP acha mesmo que este circo é necessário...

David Duarte disse...

é obvio que o AVB poderia ter escolhido uma malhor altura para falar de arbitragem. Queixar-se num jogo onde ha um penalty favoravel ao Guimarães transformado em falta atacante e um vermelho directo a Fucile transformado em segundo amarelo... so não é patético porque AVB admitiu o excesso da sua postura.

Agora tudo isto resulta de uma estratégia que pecou pelo escolha do momento (finalmente inoportuno). Depois de semanas onde o Benfica se queixou da arbitragem, o Porto igualmente sente necessidade de fazer pressão.

Não nos iludamos! O Benfica està a ganhar força e parece-me que o Porto vai agora entrar numa curva descendente. Resta saber quanto tempo a perca de forma vai afectar os jogadores do Porto (era impossivel seguir no mesmo ritmo) e quantos pontos vão perder (começa agora a fase mais complicada do campeonato para o Porto). A pressao sobre os arbitros aparece sempre nos momentos mais complicados de um campeonato. O Porto vai entrar agora no seu.

Alexandre Burmester disse...

«Não nos iludamos! O Benfica està a ganhar força e parece-me que o Porto vai agora entrar numa curva descendente. Resta saber quanto tempo a perca de forma vai afectar os jogadores do Porto (era impossivel seguir no mesmo ritmo) e quantos pontos vão perder (começa agora a fase mais complicada do campeonato para o Porto).»

A isso chama-se em inglês "wishful thinking", meu caro. O Porto não ganhou este jogo, mas em minha opinião jogou melhor do que na Figueira ou em Vila do Conde. Empatar em Guimarães é um resultado normal, independentemente de o Porto ter feito o suficiente para ganhar o jogo. Não é lícito daí concluir-se que os jogadores estão em baixo de forma, nem isso se viu em campo.

E quanto à força que supostamente o Benfica está a ganhar, mais uma vez você deixa-se influenciar pelos resultados, pois os últimos jogos (Marítimo e Braga) foram razoavelmente modestos em termos exibicionais.

Justiceiro Azul disse...

Em relação ao suposto penalty do Fucile sobre o Edgar, não se pode ajuízar o lance apenas pela câmara de trás da baliza. Daí parece penalty. Já da câmara que filma em direcção da baliza (a mesma perspectiva do árbitro) vê-se que Edgar também agarra/empurra o Fucile.
Foi falta cometida pelos 2, não há dúvida.

José Correia disse...

Tal como consta do comunicado publicado no site, o ênfase das críticas do FC Porto à arbitragem de Guimarães deveria ter sido colocado nas "faltas de Ricardo e João Alves sobre Falcao e João Moutinho, respectivamente, e à entrada violenta por trás do João Paulo sobre Falcao. Para além disto, houve dois foras-de-jogo mal assinalados, sendo que um dos quais deixava o Falcao isolado frente ao guarda-redes".

José Correia disse...

David Duarte disse...
"Não nos iludamos! O Benfica està a ganhar força e parece-me que o Porto vai agora entrar numa curva descendente."

Daqui a três jornadas falamos, quando o slb vier jogar ao Dragão.

Nightwish disse...

"Queixar-se num jogo onde ha um penalty favoravel ao Guimarães transformado em falta atacante e um vermelho directo a Fucile transformado em segundo amarelo..."
Penalty: Edgar agarra Fucile, falta. O resto ele nem sequer conseguiria ver, só com um olho extra no poste da baliza.
Falta do Fucile: se aquilo era vermelho directo, ou, sequer, amarelo, o guimarães já devia estar a jogar com 7 ou 8, pelo que não seria um grande problema. O primeiro amarelo é, evidentemente, ridículo.

Offshore disse...

a ver
http://oantilampiao.blogspot.com/2010/10/agressao-de-maxi-alan.html

David Duarte disse...

Alexanedre Burmester, Parce-me uma evidência que o benfica està a subir de forma, até porque... fazer pior do que fez nas primeiras quatro jornadas era impossivel! Das primeiras quatro jornadas so me lembro de meia-hora boa contra o Nacional e a espaços contra o Guimarães. De resto zero. Não me influencio pelos resultados, mas sim pelas exibições, vamos ver:

Guarda-redes: ganhou confiança e ja não da as abébias que deu durante os primeiros jogos, mesmo se continua visivel que os cruzamentos são o seu ponto fraco.

Defesa: voltou a ter a segurança do ano passado. Nas primeiras jornadas era tremideira atras de tremideira, cada atque dos adversarios provocando desorganização. Agora o benfica està mais eficaz defensivamente mesmo se o jogo contra o Shalke mostrou que ainda pode melhorar.

Meio-Campo: Javi Garcia ja corre e Martins està em grande forma (digo isto não apenas pelos remates mas mais pelos passes). Aimar, como sempre, as suas exibições dependem muito de se ele està para ai virado ou não.

Ataque: gaitan, gosto muito do miudo. Trata-se daquele tipo de jogadores que normalmente não têm tempo de adaptação porque Benfica e Sporting não têm paciência e que acabam por brilhar... no Porto! Tem boa capacidade em cruzar e não tem medo do um contra um. Dêem-lhe tempo. Cardozo... bom, eu acho que o mundial foi um trauma para ele. Não sei se psicologicamente vai recuperar de modo a ser o que foi no ano passado. De qualquer das formas, não marcara nem metade dos golos que marcou no ano passado. Não espero muito dele.

Collectivamente: Benfica com controlo dos jogos, algo que não aconteceu nas primeiras jornadas. nestas cada vez que o adversario tinha a bola ele era capaz de marcar. Agora têm a bola mas não fazem grande coisa com ela (tirando claro uma ou duas oportunidades que todos, mesmo os mais fracos, têm num jogo). A notar: zero golos sofridos nos ultimos três jogos da Liga sendo que dois deles foram contra Sporting e Braga.

Por estas razões estou muito longe do pensamento superficial e limitado aos resultados quando digo que o Benfica està a ganhar força ;)

David Duarte disse...

Sobre o Porto a perder força, é obvio que é algo que eu espero que aconteça, mas esta frase não se limita a uma esperança.

Empatar em Guimarães não é um mau resultado (mesmo se o podemos considerar assim se pensarmos que o Porto vinha de 12 vitorias seguidas mas igualmente de varias goleadas nos ultimos anos em Guimarães), sobretudo porque o Guimarães de Machada, não tendo os jogadores de grande qualidade que tinha no ano passado, tem um treinador que é capaz de lutar pelos lugares de cima. Apostei com uns amigos que o Guimarães acabaria em terceiro lugar e cada vez mais estou convencido disso.

Sobre o Porto, senti no jogo de Guimarães alguma suficiência. Quando digo que o Porto vai abrandar, digo-o no aspecto fisico, mas também, e sobretudo, no aspecto psicologico. Não houve a atitude matadora que tem havido. O empate de Guimarães fez-me pensar ao periodo de novembro e dezembro do ano passado quando o Benfica deixou de golear constantemente para limitar-se a ganhar com mais dificuldades. O Benfica saiu-se bem quando baixou de ritmo (basicamente perdeu em raga e empatou em Alvalade). o que eu quero ver agora é como o Porto reage a esta primeira perda de pontos sobretudo agora que vão chegar os jogos mais dificéis (o Benfica teve um inicio de campeonato mais complicado no que toca ao calendario: Nacional, guimarães fora, Sporting, Braga em casa)... é esperar para ver.

David Duarte disse...

Sobre os casos de arbitragem, não culpei o Xistra dos erros. E essa de dizer que o Edgar e o fucile fazem falta... bom, é tirada pelos cabelos. Se o Edgar agarra o Fucile é pura e simplesmente porque està a ser puxado pela camisola e quer equilibrar-se. Ou seja, é porque ha a falta do Fucile que depois existe o agarrão. Dizer que os dois cometem falta é como dizer que um defesa faz um carrinho na perna de um atacante, que o atacante cai em cima do defesa e que por esta razão também comete falta. Essa da falta simultânea... bom...

Sobre a expulsão do Fucile, para mim é obvio que é vermelho directo... como o era o lance do Peixoto na Supertaça. Se faço esta comparação é porque penso que a intenção de um e de outro não era verdadeiramente agredir. Foi pura e simplesmente falta de jeito. O Peixoto estava em desequilibrio (as imagens são nitidas) e ao colocar o pé para tras pisa com violência o Sapunaru (se não me engano).

Sobre o fucile é daqueles casos que quem tem o habito de jogar futebol compreende facilmente. A mim pareceu-me daqueles casos onde para ganharmos posição num lance onde não temos a bola, esticamos o pé para ocupar o espaço ao lado do jogador que tem a bola. Ora o problema é que no momento em que o Fucile estica o pé o jogador do guimarães mete a perna precisamente no mesmo lugar.

Ambos estes lances não me pareceram intencionais, mas mereciam vermelho directo pelas consequências que poderiam ter.

ricardompr disse...

interessante.....

http://www.ionline.pt/conteudo/81842-villas-boas-nao-e-parvo-nenhum

David Duarte disse...

Exactamento o que eu queria dizer no segundo paragrafo do meu comentario das 13h43 ricardompr.

Donnie Darko disse...

Boas

concordo com o post sobre a saída do Rui Moreira do trio d'atque, mas queria deixar ainda uma opinião sobre o jogo de guimarães e não fazendo de advogado do diabo:

- Todas as resposições de bola do guimarães foram efectuadas para o lado direito da nossa defesa, onde o fucile, mesmo com o handicap da altura, ganhou todos os lances aos avançados do guimarães, com excepção no lance do golo onde foi batido de forma quase infantil.

- O avançado do vitória, ganha bem a posição mas controla a bola com as mãos, como se pode ver em: http://www.youtube.com/watch?v=VcNwcMDPgIY&feature=player_embedded

- AVB teve mal na primeira substituição. Rodriguez está claramente ainda em fora de forma (parece pesado), como se viu frente as CSKA. e não seria a melhor alternativa a Varela, que também estava a passar ao lado do jogo. O ideal na altura, como AVB fez noutras situações, seria fazer entrar Souza de forma a melhor controlar o jogo.

- Mal AVB nas declarações pós jogo, mas pareceu-em mal aconselhado pelo Cerqueira. Este até à data apenas aparecia a abrir portas ao PC e a ligar microfones. Até que ponto a relação entre AVB e Cerqueira não saiu de forma irremediavelmente prejudicada?

- O lance do penalty o Edgar também está claramente a agarrar Fucile e o xistra só tem a visão de frente do lance, por isso, não marcou penalty porque não viu. Mas a dualidade de critérios nos amarelos foi gritante (ver as entradas por trás sobre o Falcão e algumas entradas na seguda parte ao Hulk)

. Estes dois pontos perdidos até poderão ser benéficos de forma à estrutura cerrar mais fileiras, que o ano não vai ser fácil. O JJ já anunciou que tem as pastilhas para a segunda volta. A ver vamos.

Um abraço

José Correia disse...

O blogue 'Dragão Pentacampeão' fez uma análise detalhada (recorrendo a imagens) da arbitragem de Carlos Xistra.
http://dragaopentacampeao.blogspot.com/2010/10/xistralhadas-do-xistrema.html

Talvez o FC Porto, através do seu departamento de comunicação, pudesse fazer algo parecido.