segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Jesus crucificado por 5 discípulos

«O medo de Jorge Jesus, plasmado numa equipa cheia de remendos e soluções de recurso e sem a mínima identidade colectiva, só podia dar o que deu: toda a confiança aos poderosos avançados portistas e um enorme curto-circuito mental nos próprios jogadores encarnados.»
João Querido Manha, Correio da Manhã


«O clássico do Dragão foi, por força do resultado, humilhante para o Benfica. Mas, visto de outra forma, foi mais penalizante para Jorge Jesus que, em dois embates consecutivos, apanhou duas “ensaboadelas” do “rookie” Villas-Boas. O técnico das águias quis dar tanta importância à equipa contrária que acabou por descaracterizar a sua. A colocação de David Luiz na esquerda, pretensamente para travar Hulk, foi um erro tremendo (…). De resto, deixar Saviola no banco – quando a equipa não tem Cardozo – também não lembra a ninguém. Se o argentino não estava em condições... ficava na bancada. Jesus, a época passada, garantiu que era capaz de colocar o Benfica a jogar o dobro. Cumpriu a promessa. Agora, contudo, parece incapaz de descobrir as razões que levam o conjunto (…) a jogar um terço do normal há meia dúzia de meses. Contudo, a história diz-nos que Jesus tem esta tendência. Raramente consegue uma segunda temporada igual ou melhor que a primeira.»
Luís Avelãs, Record


«O erro não é escolher o jogador menos correcto para marcar o futebolista mais poderoso do adversário. O erro maior é dizer à sua equipa e aos adeptos que afinal o treinador acha que não são assim tão bons. Foi isso que Jorge Jesus fez. (…) Resumindo: Jorge Jesus teve uma noite péssima no Dragão. Ele errou mais do que a equipa. Ou pelo menos primeiro do que a equipa.»
Luís Sobral, Maisfutebol


«A segunda palavra vai para Jesus, que sendo, segundo o próprio, um “catedrático” do futebol, fez no Dragão figura de aprendiz. E pior, de um aprendiz que não aprendeu. (…) A facilidade com que Hulk o “sentou” [David Luiz] no lance do primeiro golo e o papel de “barata tonta” que representou na jogada do segundo estão na origem da goleada e são o “remake” da “chapa 4” da época passada em Liverpool. Ao reincidir no erro estratégico desse jogo da Liga Europa, Jorge Jesus não só “inventou” e falhou. Vai também sentir os efeitos que os 10 pontos de atraso, “destemperados” por esta duríssima humilhação, terão na Luz. Trata-se, na realidade, do abanão que antecede a derrocada. Luís Filipe Vieira não engolirá esta afronta e não quererá continuar a pagar 2,4 milhões euros/ano a um “profeta” que prometeu o Paraíso e agora arranja desculpas. (…) Jesus sobe o Gólgota para acabar na cruz.»
Alexandre Pais, Record


«O jogo começou a ser ganho fora do relvado, no momento em que se percebeu que Jorge Jesus, ele próprio, não tinha confiança nos seus jogadores nem no esquema que tem servido de base ao futebol do Benfica. (…) Esta derrota, que liquida as aspirações benfiquistas na revalidação do título, é da inteira responsabilidade do treinador. Denunciou ter medo, revelou falta de ousadia e não soube adequar o modelo táctico ao dispositivo do FC Porto. (…) No duelo com André Villas-Boas, Jesus saiu claramente a perder. Não é admissível tão clamorosa falha de análise e previsão por parte de um treinador que sirva o Benfica. (…) É melhor o Benfica começar a planear a época 2011/2012, executando o trabalho de casa com discrição, longe dos holofotes da imprensa, sem guerras de palavras e, sobretudo, pensando a sério na hipótese de contratar outro técnico. Alguém que não se deixe deslumbrar consigo próprio e que saiba, com humildade, dar valor ao dinheiro que lhe é posto nas mãos para formar um grupo de trabalho.»
José Eduardo Moniz, Record


Falta-me saber o que dirão outros “discípulos”, como o Guerra e o Delgado de A Bola (terão ido a alguma reunião/almoço de emergência com Luís Filipe Vieira?), mas já se percebeu que quem foi goleado no Dragão não foi o slb, foi o ex-“exterminador”. Sem benquerença, a semana promete ser um calvário…

P.S. Espero que os jogadores do FC Porto não se deixem embalar pelo canto da sereia e com os anúncios antecipados do campeão 2010/11. Há ainda 60 pontos em disputa e muitos obstáculos pelo caminho. O AVB parece estar atento.

9 comentários:

Michael Scott disse...

Luís Filipe Vieira na Primeira Pessoa (Jornal do Lidl):

Um Filme: O 5º Elemento

Um Livro: Os 5, de Enid Blyton

Um Perfume: Channel Nº 5

Um prato: Pizza 5 Estações

Um Lugar para viver: A 5ª da Marinha

Uma Rede Social: Hi5

Uma Gripe: H5N1

Uma Equipa: A dos 5 Violinos

Uma Personagem Histórica: D. João V

Um Poema: O 5º Império, de Pessoa

Um Programa de TV: A 5ª das Celebridades

Um Dia: 5ª Feira

Uma Mudança: A 5ª

Um Vicio: Jogar A 5ª, do Facebook

Um Número: O 10, que é o dobro de 5 e é a distância a que estamos do FC Porto.

John Aarson disse...

Quem ri por último, ri tão, mas tão melhor :D

r.m.silva da costa disse...

Se do outro lado não estivesse uma equipa a exibir-se à altura em que o Futebol Clube do Porto o fez, o os encarnados tivessem ganho ganho o jogo da mesma forma que já ganharam outros, estes mesmos papagaios estavam a tecer loas ao "mestre da táctica"

meirelesportuense disse...

Era fácil perceber que a culpa morria solteira, Logo de início foi escrita a nota de culpa...Isto é o Benfica não tinha nenhuma culpa, o erro foi de um indivíduo, melhor de dois indivíduos, o primeiro e o mais claro "culpado" foi o "estúpido" do Jorge Jesus -antes, grande sucessor do José Mourinho- e o segundo "culpado" foi o "incompetente" e "inconsequente" do Hulk...Em vez de fintar louca e estúpidamente como era e é seu hábito, dispôs-se ontem, a rematar algumas vezes à baliza onde se passeava um grande e distraído frango, vestido de amarelo...Portanto nada de desnível entre duas equipas, apenas um "tremendo erro humano" e "um dia menos feliz"...
-Continuai a viver na LUA!...

José Rodrigues disse...

"já se percebeu que quem foi goleado no Dragão não foi o slb, foi o ex-“exterminador”."

Ora nem mais.

A 1a página d'A Bolha é paradigmática. Fosse o resultado ao contrário, e teríamos uma grande foto dos jogadores do slb a celebrar um golo e uma parangona afirmando "Esmagadores!" ou algo do género. Assim, retira-se por completo o mérito a quem o merece e arranja-se um bode expiatório.

O FCP foi muito mais do q Hulk (e eu até acho q a figura do jogo foi o Belluschi numa de "primus inter pares"), da mesma forma q os problemas do slb foram muito mais do q a escolha de D Luiz para def esquerdo (e Coentrão foi "comido de cebolada" jogando na posição natural aquando do 4o e 5o golo): os problemas do slb foram, acima de tudo, o... FCP.

Mas pronto, se eles querem ficar a pensar q se não fosse essa decisão específica do JJ o slb até teria ganho 3-0, é lá com eles. Olhem só para a minha cara de preocupado...

Amphy disse...

Caros,

julgo que o que melhor pode acontecer ao FCP a médio prazo, é que os adversários arranjem bodes expiatórios como este. Assim, em vez de se conseguirem focar nos problemas reais, com soluções reais, vão colando as peças com cuspo, o que eventualmente dará 9 em cada 10 campeonatos ao FCP.

A saída do JJ do clube da 2a circular até facilitaria o caminho do FCP, uma vez que o vejo como um bom treinador.

Com JJ ou sem ele, esta época a 2a circular não faz mossa a este FCP de AVB. É sem dúvida um treinador metódico, sedento de vitórias, motivador de homens e qual cereja no topo do bolo, ferrenho portista.

A vida corre bem ao Dragão. Aproveitemos.

Bem hajam.

Jon Marx disse...

De um lado, uma equipa que joga em casa, com 2 empates, em quase 20 jogos oficiais. Do outro, uma com 6 ou 7 derrotas, no mesmo número de jogos. Tirem a camisola ao SLB e ponham lá a do União de Leiria ou Setúbal. Quem é que se espantava com o resultado? Obviamente que o campeonato está entregue. O resto é futebolês.

Nuno Vaz disse...

Pois...nem com 5 no lombo eles nos dão mérito, querem fazer crer que o Benfica, se não fosse JJ, tinha equipa para ganhar no Dragão...
Mas ainda bem que assim julgam, nós neste momento precisamos é de ter os pés bem assentes na terra e saber que nada ganhámos, além da alegria de humilhar o nosso rival da 2ªcircular. Muita água vai correr pela ponte, ainda. Estejamos atentos.

Rui disse...

Adorava ter voz publica ou publicada e ser quem sabe o unico a dize-lo em voz alta(outros para dentro) que o Futebol Clube do Porto garantiu não só mais um jogo mas todo o campeonato.
Fruto tb de se superiorizar aos seus adversarios,mas sobretudo por ter tanto talento no plantel que lhe permite ganhar o campeonato nem que houvesse outro ricardinho e o Porto perdesse na secretaría 10 pontos.
Garanto-vos isto não é coragem.
Coragem tem ,quem percebendo de futebol defende o contrário.