quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Não deu para descansar



Falcao arranca penalty e finalmente não o falha. Vantagem parecia tornar-se decisiva até ao momento em que Rodriguez perde a calma, algo que já se está a tornar um hábito.
Besiktas passa a dominar o jogo, marca um golão e falha mais 2 ou 3 feitos.
Quase no final, mais uma decisão arbitral controversa e Micael vê-lhe negado (sobre a linha?) o possível golo da vitória.
Pelo meio, demasiadas falhas defensivas que fazem renascer receios antigos e um meio-campo que não carburou como vinha sendo habitual. O Besiktas também nunca colaborou e acabou por ser o teste mais difícil desta época no Dragão.
Apuramento no bolso mas um empate que tem que se considerar justo.

Jogo muito vivo. Se calhar vivo em demasia para os nossos íntimos desejos de algum descanso pré-clássico.
Os turcos deram sempre água pela barba e jogaram no campo todo, sempre muito fortes no um-para-um.
Podia o golo cair para qualquer dos lados, quando Falcao tirou da algibeira um penalty que compensa aquele outro - roubado - no jogo de Istambul.
Grande expectativa sobre se o enguiço seria desta vez quebrado. Dito e feito: o próprio colombiano assume a responsabilidade e finalmente o FCP volta a saber marcar do disco.

A segunda parte ainda ia nos seus inícios e o Besiktas jamais dava descanso.
O difícil torna-se ainda mais complicado quando Rodriguez, já amarelado, cai infantilmente na ratoeira dos turcos e é expulso após uns "chega-para-lá" mais emotivos que o habitual.
O uruguaio parece continuar sem perceber por que razão não esteve no último Mundial e levanta ainda mais dúvidas sobre o seu futuro no nosso clube.

De súbito, os turcos colocam ainda maior pressão e com um golão, de fora da área, empatam a partida. Ainda teriam mais oportunidades flagrantes e nas bancadas e no banco de suplentes começa a germinar a ideia que o empate até que nem seria assim tão má ideia.

E nem mesmo a expulsão do jogador do Besiktas, fez alterar muito estes pensamentos.
Porém, e de modo algo surpreendente, a dada altura os turcos começam a quebrar e parecem também dar-se por satisfeitos.

Estavam as coisas nisto quando uma excelente jogada de combinação deixa Micael na cara do guarda-redes contrário. Chapéuzinho perfeito e...golo! Golo? Afinal não. Um dos inúmeros árbitros (6 no total!) considerou que um turco ainda terá conseguido evitar que a bola cruzasse completamente a linha. Dúvidas. Muitas dúvidas.

Foi um partida em que ninguém esteve em particular evidência. Pelo contrário, até mesmo Álvaro Pereira deixou muitas interrogações no ar tais as crateras que se abriram no seu lado. Também o meio-campo, povoado com quase tantos elementos quanto o número actual de árbitros num jogo de futebol, nunca conseguiu verdadeiramente segurar estes turcos vivaços e raçudos.

Dois dias para reflectirmos.

26 comentários:

RHS disse...

camarada desculpa o atrevimento...
descansar está mal escrito... espero que não leve a mal...

Força com este grande blog que vai pondo os sarracenos no seu devido lugar...

Cumprimentos

meirelesportuense disse...

Jogo sempre muito complicado, Helton a mostrar algumas limitações, Guarin a abrir espaços na zona nevrálgica e Rodriguez a estragar o que era talvez mais fácil...Foi assim que eu vi o jogo.Alguma debilidade defensiva com o Otamendi a não conseguir impor-se no jogo por alto, Guarin a não impor o seu físico numa zona muito importante e lá na frente um Rodriguez cheio de vontade de fazer tudo e mais alguma coisa, quase sempre mal...Depois um Rúben Micael a 50%.
-Mas o Penaltie, mais conquistado que sofrido, o GR Turco não percebeu que Falcao já ia em queda e tocou-lhe, uma infantilidade...Depois com o jogo feito em termos de resultado, veio a expulsão, que considero exageradíssima por duas razões, Rodriguez empurra por ter sido empurrado pelos dois adversários e só ele viu o amarelo o que é inconcebível...Se havia razão para um castigo, ele tinha que ser repartido pelos três jogadores envolvidos, ainda por cima envolvidos de uma forma tão ingénua e inócua, uns empurrões, empurrões que pelos vistos só não são permitidos, aos azuis e brancos...Que pontaria, depois de um Espanhol, só podia sobrar um Italiano estúpido, é demais para a paciência latina...
Mas o Helton pareceu-me inferiorizado, teria sido melhor deixá-lo no banco...Esperemos para ver se não ficam mazelas, o importante foi garantir a qualificação mas, ficou o susto, dois remates nos postes, sem hipóteses e, a certeza que há ali jogadores a precisarem de ser sujeitos a um isolamento purificador...Tassssssssss.......

João Saraiva disse...

@meirelesportuense

Quando o Rodriguez vê o 2º amarelo, o árbitro também mostrou amarelo a um jogador do Besiktas.

Pedro disse...

alguns apontamentos em relação ao jogo e aos comentários, tanto na TV como aqui no blog.

- o penalti revela ingenuidade do guarda-redes mas ainda que falcao esteja em queda não deixa dúvidas

- no lance do ruben é mais do que nítido que a bola não entra (depois da choradeira nacional com o pseudo golo do petit ao baía, nós portistas temos ainda mais obrigação de nos lembrar que a bola tem de passar a totalidade da linha de golo - nem metade da bola passa)

- absolutamente de acordo em relação à permissivdade do lado esquerdo da defesa, aliás vem já de outros jogos

- é preciso não esquecer que joão moutinho ficou no banco e principalmente que jogou o guarin em vez do fernando

- com o onze habitual, tenho a certeza que ganhamos bem no domingo

RS disse...

Saudações

Vamos lá a ver... Lá por o Falcao já ir desequilibrado não quer dizer que não seja penalty, antes pelo contrário.

E a bola não entrou, digam o que disserem!

meirelesportuense disse...

@João:
Não vi esse amarelo , sinceramente só vi o amarelo a Rodriguez e fiquei admiradíssimo, porque a acção do "chega para lá" é conjunta, até mais grave do turco que do uruguaio, este foi derrubado e depois empurrado e reagiu, mal, mas reagiu...Mas enfim, sendo assim tudo bem...
-Agora o Guarin é de pôr um santo a dizer e a fazer asneiras, tanto cabedal mal aplicado...Internacional Colombiano?...Ponham-no na frente a ponta-de-lança, se calhar é "o pinheiro que nos falta"!

meirelesportuense disse...

A questão da bola dentro bola fora para mim não é questão há dúvidas e se elas existem não se de marcar...Mas só mostram que para acertar, tinham que estar ali para aí doze árbitros...Um de cada lado dos postes e mais uns quantos a decidir os fora de jogo...Dois numa área, dois na outra área, dois em cada linha de defesas -portanto, mais quatro- um árbitro principal e um árbitro em cada canto da linha final, 2+2+2+2+1+2+2=13 árbitros eram capazes de decidir mais ou menos bem...Se não fossem benfiquenhos, claro.

Jorge disse...

E possivel que o arbitro "de baliza" nao tenha tido duvidas nenhumas. So nos e que temos duvidas porque nao confiamos no arbitro que estava bem colocadoe nao temos imagens para se a bola entrou. Ja num lance no final em que o Falcao e rasteirado perto da linha de fundo, tenho duvidas que a bola tenha saido e nesse caso o arbitro de baliza pareceu-me estar tapado pelo Falcao. Se a bola nao saiu era penalty.

O penalty marcado e claro e nao e cavado nem forcado, o Falcao esta desiquilibrado mas e abalroado pelo guarda-redes Turco.

portodocrime disse...

eu penso que a bola não entrou.
de maneira alguma.
ok.
contra eles é ganhar.

Abraço

Pedro disse...

para acertar era preciso estar lá os que lá estavam, já que esses acertaram.

parece-me que é um lance que (com a câmara certa, clubismos e comentários de jornalistas que fazem três jogos por ano à parte) não deixa dúvidas, aliás tal como o penalti, tão desnecessário quanto nítido

Pedro disse...

o lance do 2º penalti ao falcao em que a bola supostamnete sai já me parece bem mais duvidoso

Nightwish disse...

"Quando o Rodriguez vê o 2º amarelo, o árbitro também mostrou amarelo a um jogador do Besiktas. "
Jogador esse que conseguiu acabar o jogo depois de mais uma entrada violenta e uma cotovelada.
E faltou o amarelo nítido ao Guti.

Hugo disse...

Como já todos sabíamos o Guarin não serve para a posição 6 pois parece uma barata tonta.
A mim custa-me ver o Rodriguez ocupar o lugar do James ou do Ukra.
Vamos com calma que domingo é para ganhar.

ultrafcporto disse...

Caros Portistas, mesmo que pela primeira vez não tenha ganho em casa, o F.C. Porto apurou-se para a próxima fase da Liga Europa, É mais que justo, por tudo o que os dragões fizeram ao longo da prova. Agora que venha o clássico pois alguém tem que pagar a frustração deste empate. :)

Cumprimentos,
Ultrasfcporto

Revolta FCP disse...

Ora este foi um daqueles jogos 2 em 1 a pensar em outra coisa qualquer. Tivemos claramente 2 jogos, o primeiro até á expulsão do cebola (que ontem foi um banana) e a partir daí o segundo. Estes dois a pensar sempre no próximo domingo e no clássico com os passarinhos de lisboa.

Se até uma certa altura ainda conseguimos ver algum futebol, após o desacerto da expulsão nunca mais fomos os mesmos. Até tendo a pensar que já não o éramos, mas simplesmente estavamos a disfarçar melhor. Com um meio campo apagado, um ataque esforçado e uma defesa que não esteve nos seus melhores dias a coisa já estava complicada. Some-se a isso uma cambada de caceteiros, um árbitro que em Portugal era uma estrela (ao nível dos melhores que cá temos) e uns assistentes á altura do árbitro... e está tudo dito.

No final vale o apuramento e o resultado que mantém o Porto sem derrotas. Mas ainda assim vale para os rapazes do André irem atentos para o próximo jogo.

Veja as notas do jogo em http://revoltazulebranca.blogspot.com

Nuno Nunes disse...

Acho que vi um jogo que ninguém viu. O árbitro, e este foi outro, ajudou os turcos quanto pode. É impressionante a quantidade de entradas duras dos turcos que não sancionou disciplinarmente. E o Rodriguez, por ter ficado firme perante os 2 provocadores leva um amarelo. Incompreensível.

O lance do Ruben Micael oferece poucas dúvidas: a bola estava toda lá dentro. Um golo não sancionado no Dragão outro (mal) anulado em Istambul.

Na segunda parte o Falcão passa por 2 turcos e, para lá da linha de fundo, é ceifado. Aqui o tal árbitro de baliza já não teve dúvidas de que a bola estaria completamente fora.

Também na UEFA, para vencermos não nos basta ser melhores, temos de ser muito melhores. Em 2 jogos com o Besiktas 2 golos mal anulados e 2 penalties não sancionados. Isto assim vai ser bonito.

Intrusus disse...

Tanto o lance do (não) golo como a rasteira ao Falcao foram no alinhamento do meu lugar no Dragão e confesso que fiquei com a impressão que ambos os casos foram bem decididos.

No remate do Ruben, a bola não me parece entrar e quando o Falcao é rasteirado fiquei com a clara impressão que a bola já tinha saído...

O que ninguém fala é que, o mesmo artista, o Mehmet Aurélio, aproveita um lance "inofensivo" na linha do meio campo para meter os pés na cara do Falcao quando este está no chão...

meirelesportuense disse...

É verdade que o essencial foi conseguido, a qualificação...É também verdade que o jogo de ontem foi disputado com a cabeça e o coração no Domingo, mas é triste perceber que há jogadores que não evoluem nada...Depois, desde que o Platini tomou aquelas sabidas posições, é natural que os árbitros estejam com o espírito pouco aberto em relação a nós...Mas mesmo assim, vamos seguindo em frente.

Pedro Reis disse...

Uma opinião um pouco diferente:
Ontem acho que não ganhámos porque basicamente não nos empenhámos a fundo para que isso acontecesse!
Mas nem critico muito, porque efectivamente se havia jogo em que podíamos relaxar um pouco era o de ontem... E o empate servia e serviu.

Independentemente disso e em relação aos lance mais discutidos e discutíveis a minha opinião é a seguinte:
a) Penalty assinalado é uma falta clara (independentemente de também ser claro que o Falcao já estava desequilibrado);
b) 2ºAmarelo ao Rodriguez é merecido, como merecido foi ao turco. Cotovelos, mãos na cara, empurrões são para sancionar. O árbitro não tem culpa que os jogadores andem de cabeça quente e não se controlem.
c) Remate do Ruben Micael pelas repetições que vi fiquei sempre com a sensação que a bola entrou completamente, mas a verdade é que não há nenhuma repetição no enfiamento da linha final para tirar as dúvidas;
d) Lance do Falcao, parece-me que a bola não sai totalmente e a ser assim seria penalty.

Dragaopentacampeao disse...

Jogo bastante pobre, apesar das cinco alterações implementadas por AVB. Os jogadores que entraram já mostraram possuir qualidade para garantir um nível exibicional mais elevado.

Ontem, a primeira parte do jogo ainda foi regular. Nesse período, podíamos e devíamos ter arrumado a questão, não fosse a pontaria estar tão desafinada.

Depois da estúpida expulsão do Cebola, que originou um período de completa e inexplicável desconcentração, relembro que em Istambul, tal não aconteceu e foram dois os jogadores portistas expulsos, os turcos criaram situações perigosas que podiam ter comprometido um resultado positivo.

O resultado acaba por ser o mais justo, permitindo desde já a qualificação para a fase seguinte.

Quanto ao golo anulado, fica a dúvida para ser discutida, tal como foi a defesa do Vítor Baía contra as «papoilas saltitantes». As imagens não são esclarecedoras, dando aso às especulações mais convenientes.

Um abraço

Pedro Malaquias disse...

Vi apenas o resumo, logo não sei como foi o resto do jogo.

De qualquer forma, pareceu-me penalty claro sobre o Falcão e também considero que a bola entrou totalmente.

(Esta história dos árbitros de baliza - ou lá como se chamam - não serve para rigorosamente nada...)

FernandoB disse...

Esta minha ideia já vem de longe... Temos de ser fortes, ambiciosos e não há cá jogos para gerir, para controlar, blá, blá... Quando somos mais fortes, jogamos, "matamos" o jogo, e ganhamos... Vejam hoje as imagens, e reparem que quase sempre, lutaram com mais energia que nós... O jogo de Domingo ? é para ganhar, com saber e luta, não é para pensar nele semanas antes, não se falar noutra coisa, a não ser no Orça Ju mento... só 2 tópicos:
# Reconheço que Moutinho é fundamental. Quem tiver duvidas, faça o seguinte - sente-se no Dragão, e durante uma das partes, não tire os olhos dele...Compreenderão que não estando em campo, a confusão alastra...
# Indisciplina ! Cebola não poderia ter feito o que fêz... Caramba ele falhou o Mundial, por causa do feitio...e não aprendeu??? Defendi-o até agora, mas hoje, só digo Em Janeiro, ala, se houver quem !!!!

David Duarte disse...

Não deu para descansar... o que não é necessariamente mau. Vejam o que se passou com o Benfica que quis descansar depois dos 4-0. Resultado: desoncentração completa:

1) começaram a perder os duelos todos;

2) os erros defensivos dos primeiros 15 minutos repetiram-se no final do jogo;

3) sofre 3 golos num espaço de tempo muito curto;

4) o Jorge Jesus quis dar tempo de jogo aos menos utilizados, mas estes sairam pior do que entraram (duvido que se ganhe motivação quando a entrada em campo corresponde aos 3 golos sofridos);

5) o Roberto voltou a ser o melhor amigo dos adversarios;

6) o que fica na retina dos benfiquistas e muito provavelmente dos jogadores é que, certo, grandes 70 minutos, MAS (e este mas é muito importante para a moral da equipa) aquele final foi desastroso. (não nos esqueçamos que se o empate do Schalke foi muito bom - o Benfica sabe que ganhando os dois jogos està qualificado - o Benfica com o 4-3 fica a perder na confrontação directa com o Lyon. isto significa que em vez de jogar com clubes como o Donestk ou Twente, pode calhar nos oitavos com Real Madrid, Chelsea ou Barcelona).

Concluindo, mesmo se o Porto não descansou, manteve um espirito competitivo que o Benfica não soube guardar contra o Lyon com o resultado que vimos nos ultimos 15 minutos. Moralmente o benfica teve uma grande oportunidade para finalmente se afirmar esta época. Deixou-a escapar-se e os nivéis de confiança continuam baixos quando comparados com os do FC Porto.

CarlosS disse...

Boas,

para quem tem dúvidas relativamente ao golo anulado ao Ruben, veja aqui:
http://videos.sapo.pt/bHwGNMeQlUQor6SZyC5u

Carlos Santos

Jorge disse...

Carlos

sao as mesmas imagens que ja todos vimos nao sei como e que se pode ver a bola dentro da baliza neste lance. Sinceramente parece-me que a bola nao entrou toda tal como no lance do Baia na Luz.

meirelesportuense disse...

Para mim continuo a ver a bola sobre a linha no momento do "sacanço"...E na dúvida, já sei, "beneficia-se quem ataca"?...