sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Ser Portista é...

Ser portista é...

... ser sócio do Futebol Clube do Porto e accionista da FCP SAD.

... inscrever os filhos/netos/sobrinhos a sócios do Futebol Clube do Porto.

... ter familiares a praticar desporto nas camadas jovens de modalidades desportivas do FC Porto.

... todos os anos comprar um dragon seat.

... ir aos jogos no Estádio do Dragão e no Dragão Caixa.

... acompanhar as equipas do FC Porto nos desafios fora de casa.

... viajar centenas de quilómetros para assistir a jogos dos dragões.

… ouvir os relatos na rádio e/ou ver os jogos na televisão.

... ir às assembleias gerais do clube e da SAD.

... ser detentor e usar frequentemente um cartão VISA FCP.

... efectuar os seguros (da casa, do carro, etc.) através da mediadora PortoSeguro.

... comprar o JN em vez do Correio da Manhã ou do DN.

... comprar O JOGO em vez de A Bola ou do Record.

... comprar o semanário Grande Porto em vez do Expresso ou do Sol.

... dinamizar um blogue portista.

… é defender o FC Porto na comunicação social (jornais, rádios ou televisões).



A lista anterior está seguramente errada ou incompleta, porque cada portista vive o FC Porto à sua maneira. Da minha parte, não entro em campeonatos do género “sou mais portista do que tu” e muito menos tenho jeito para dar lições de portismo. Mas, se quisesse sintetizar numa frase, eu diria que ser portista é ter alma de dragão, é sofrer com as derrotas e vibrar com as vitórias.


E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!



11 comentários:

Jorge disse...

ora deixa cá ver...sim, acho que me qualifico como portista :)

Jorge
http://porta19.blogspot.com

Velasquez disse...

Excelente. E és um exemplo. PARABENS pelo exemplo e pela inspiração.

ruben disse...

costumo dizer que não serei mais portista que ninguém, mas menos não sou de certeza!

r.m.silva da costa disse...

E sem complexos, praticar o portismo de todas as formas, onde se puder e for oportuno.

Nuno Vaz disse...

Ser Portista é amar o FC Porto. Só.

Zé_Lucas disse...

Como diz aquele poema que o presidente do FCP gosta tanto de declamar, "... ninguém me peça definições, ninguém me diga, vem por aquí...".

Por isso, e para além de qualquer "cliché", gostava de deixar aquí apenas um "cheirinho" do que considero ser um dos mais belos poemas escritos com o FCP (e não só) no pensamento. Aliás, acho infeliz a escolha da Florbela e do Represas para ilustrar o seu post. São gostos...

...
Deram tudo por nós estes atletas.
Seu trajo tem a cor das próprias veias
e a brancura das asas dos poetas…
Ó fé de que andam nossas almas cheias!

Não há derrotas quando é firme o passo.
Ninguém fale em perder! Ninguém recua…
E a mocidade invicta em cada abraço
a si mais nos estreita. A pátria é sua.

E, de hora a hora, cresce o baluarte!
Lembro a torre dos Clérigos, às vezes…
Um anjo dá sinal quando ele parte…
São sempre heróis! São sempre portugueses!

E, azul e branca, essa bandeira avança…
Azul, branca, indomável, imortal.
Como não pôr no Porto uma esperança
se “daqui houve nome Portugal”?

Poema «Aleluia» de Pedro Homem de Mello

Bom fim de semana

José Correia disse...

@Velasquez
Exemplo? Eu?
Até já deixei de comprar o dragon seat... ;-)

Nota: Um dia destes irei fazer um post sobre este assunto - dragon seat versus comprar bilhete jogo a jogo.

leportista disse...

Ser-se PORTISTA é simplesmente, SER PORTISTA.

Velasquez disse...

És, já sabes que sou advogado de comprar jogo a jogo e não haver mais de 10% de lugares marcados. Alem da mobilidade total no estádio. O red pass na luz, o cartão anual, permite isso já. Alem de ser declaradamente transmissivel, é "elástico", o sócio com lugar anual pode ir jogo a jogo para onde tiver lugar livre, para quAlquer bancada. Sem lugar anual, como fazes para bilhetes de jogos especiais. Como, por absurdo, Dublin?!

José Correia disse...

Velasquez disse...
“O red pass na luz, o cartão anual, permite isso já. Alem de ser declaradamente transmissivel, é "elástico", o sócio com lugar anual pode ir jogo a jogo para onde tiver lugar livre, para qualquer bancada.”

Não sabia que o red pass tinha essa flexibilidade. Quando o dragon seat tiver idêntica flexibilidade, voltarei a comprar.

José Correia disse...

Velasquez disse...
“Sem lugar anual, como fazes para bilhetes de jogos especiais. Como, por absurdo, Dublin?!”

Em Maio de 2003 e Maio de 2004 era detentor de um lugar anual mas, como a minha vida não me permite acampar à porta do estádio, de nada me serviu.
Se em Maio de 2011 formos a Dublin, terei de contribuir para o enriquecimento do Joaquim Oliveira e comprar o pacote Bilhete + Viagem a preços exorbitantes, através da Cosmos.