sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O Grande Elmano

«(…) Tudo isto a propósito da exibição de Elmano Santos no FC Porto - V. Setúbal na noite de ontem. (…) Se tivesse arbitrado de forma discreta, ninguém hoje se lembraria dele. Assim, é motivo de conversa entre bicas no Continente e Ilhas. Está cumprida a missão. Alucina dois penáltis, um para cada lado. Já no final, deixa o Estádio do Dragão à beira de um ataque de nervos. Logo depois, salva a estrela líder do campeonato na última cena de um filme, que só pelo ridículo não é digno de Hitchcock, e pode sair impante do dever cumprido. Por uma vez não apitou, gesticula. (…)»
Octávio Ribeiro, Record


Que me lembre, é a primeira vez que Elmano Santos motiva um texto do director do Correio da Manhã, na crónica semanal que assina no diário desportivo do grupo Cofina. Grande honra!

No mesmo dia, à noite, o representante da direcção do slb no programa ‘Trio de Ataque’ colocou o árbitro madeirense no ‘Fundo’ e conotou-o com o “sistema” que, segundo ele, voltou ao futebol português (presumo que na época passada o “sistema” esteve de férias…).

Outros cronistas do Record também molharam a sopa, entre os quais se destacam José António Saraiva (director do Sol), na quarta-feira, e Rui Santos na quinta-feira. Percebo muito bem a azia de toda esta gente, ó se percebo! E, tal como o presidente do Setúbal, se pudessem também eles despediam Jailson (o avançado do Setúbal que falhou a marcação do penalty)… Meus amigos, tenham paciência, nem sempre se pode ter arbitragens “excelentes” como a de João Ferreira na Supertaça, ou como a de Jorge Sousa no Sporting x FC Porto.

Está visto, apesar de ter assinalado um penalty duvidoso contra o FC Porto ao minuto 90, isso não impede que, pelo menos esta semana, Elmano seja um alvo a abater. Por isso, em defesa do grande Elmano, e para o ajudar a limpar a imagem junto dos fundamentalistas da 2ª circular que o querem “crucificar”, recordo de seguida algumas das suas arbitragens mais “brilhantes” e, claramente, anti-sistema.

Época 2006/07, 27/01/2007, União Leiria x FC Porto (16ª Jornada)
Aos 45 minutos, ao proteger a bola e para se tentar libertar de Tixier que o estava a agarrar, Quaresma fez um movimento com o braço e tocou com a mão direita na cara do defesa leiriense. O lateral-esquerdo francês atirou-se para o relvado, contorcendo-se como se tivesse levado uma cotovelada violenta. Após conferenciar com o fiscal-de-linha Sérgio Lacroix, Elmano expulsou Ricardo Quaresma, obrigando o FC Porto a jogar com menos um durante toda a 2ª parte.

Para além da expulsão, ficaram ainda duas grandes penalidades por assinalar a favor do FC Porto (Marcos António tentou desarmar Postiga mas só acertou no avançado portista; Renato desviou com a mão um remate de Lisandro), num jogo em que os azuis-e-brancos acertaram com três bolas no ferro (Quaresma ao poste, Pepe e Bruno Alves na barra).

Temos de continuar a trabalhar contra todos. A arbitragem foi excelente não foi?
Helton

Foi um jogo absurdo e não ganhámos, porque não nos deixaram ganhar. Não falo sobre a arbitragem, mas hoje não posso deixar passar em claro. A equipa de arbitragem não esteve bem e perdemos injustamente porque fomos prejudicados.
Jesualdo Ferreira

Revoltado com o que se tinha passado, o habitualmente calmo e ponderado Jesualdo Ferreira, afirmou que a arbitragem de Elmano Santos deveria ser investigada (claro que não foi).

«Pinto da Costa, acompanhado pelo administrador da SAD, Adelino Caldeira, deslocou se, ontem de manhã, à sede da Liga de Clubes, no Porto, para formalizar as queixas portistas relativamente à actuação do árbitro Elmano Santos no recente compromisso da Liga, em Leiria. Os dragões foram recebidos por Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem desse organismo, a quem se queixaram de quatro lances do referido jogo: a expulsão de Quaresma, o amarelo a Pepe e dois penáltis que terão ficado por marcar em favor dos azuis e brancos.»
in Record, 31/01/2007


Época 2009/10, 10/01/2010, FC Porto x União Leiria (15ª Jornada)
Há três lances que dão golo e dois são invalidados [ao FC Porto] e um validado, da União de Leiria. São situações iguais, mas o critério não foi o mesmo. (…) O facto de o guarda-redes da União de Leiria ter sido expulso [já com o 3-2 que se registaria no final] e, mesmo com erro do árbitro, isso não atenua, nem justifica os três lances que referi. O resultado teria sido outro e o jogo completamente diferente.
Jesualdo Ferreira

Como se não bastasse os dois golos mal invalidados aos dragões e o facto do 1º golo do Leiria ter nascido de uma falta inexistente de Bruno Alves sobre Carlão, já em período de descontos Elmano assinalou um penalty contra o FC Porto por, pretensamente, Fernando ter cortado de forma intencional a bola com o braço. Para desespero dos defensores oficiais da “verdade desportiva”, Helton defenderia o remate fortíssimo de Ronny (brasileiro emprestado ao clube da cidade do Lis pelo… Sporting!).


Época 2009/10, 30/01/2010, slb x Guimarães (17ª Jornada)
Neste jogo, o país futebolístico assistiu a uma patada, estilo coice, de Javi García sobre Valdomiro em plena área encarnada. O lance ocorreu no período de descontos da 1ª parte, com o resultado em 1-1.


Foi uma situação clara como água: penalty e expulsão do médio defensivo benfiquista e até o ex-árbitro e ex-empregado do slb esteve de acordo (“era cartão vermelho para Javi García e grande penalidade a favor do Guimarães, porque a bola já estava em movimento”, António Rola, in O Jogo).
Pois é, mas imagine-se o que seria o slb a sair para o intervalo a perder por 1-2 e, ainda por cima, a ter de jogar toda a 2ª parte com menos um jogador. Mas como nenhum dos elementos do trio de arbitragem liderado por Elmano Santos viu (estavam a olhar para onde?), o slb somou mais três pontos.


Após tantos anos de “bons serviços” haverá, concerteza, outros jogos arbitrados pelo senhor Elmano que mereceriam ser recordados, mas é de uma enorme ingratidão (e memória curta) atacarem alguém que tem uma folha de serviços deste calibre para exibir.


(*) O título deste texto é propositada e ironicamente copiado da crónica de Octávio Ribeiro.

11 comentários:

reine margot disse...

Grande trabalho!
Acho que é exactamente assim que lhes damos a resposta que merecem.

Claro que também se compreende que em semana em que perdem em casa com o Schalke - a cereja no topo do bolo de uma extraordinária campanha na Champions, da qual iram ser os justíssimos vencedores, e onde receberam bem menos dinheiro que o Braga - haja necessidade de falar do Elmano...

868 disse...

Quando passei os olhos no artigo do Rui Santos no Record tive logo um sorriso de satisfação, eu gosto quando eles começam a deitar fumo pela cabeça e a dizerem disparates. Quem gosta de futebol e percebe do assunto, seja de que clube for, não lhes ligam nenhuma.

Candido disse...

Acho sinceramente que a forma como sempre foi e é tratado o FCPorto pela CS, é do foro psiquiátrico! Esta gentalha, ligada essencialmente ao nojo do SLB, só sabe destilar ódio e incentivar a isso mesmo, com a sua infame actuação! De jornalistas só têm o nome pois a sua função essa é deplorável e revoltante!! DEMITAM-SE ABUTRES!!!

Zé Luís disse...

eh, eh, eh, chegou a ser Nobel da Paz e acabou Bin Laden, como voltei a sublinhar.

eh, eh, eh, não enganam ninguém, estes elmanos da escrita pedagógica e arautos da verdade desportiva.

E, na verdade, uma vez mais, iriam falar de quê? De nova derrota europeia?

Abraços

Zé Luís disse...

Já agora, José Correia, não te esqueças da expulsão do Lucho num Porto-Leiria do tempo do Adriaanse. A sua primeira expulsão na carreira.

Elmano, a fama de quem de longe.

Só gostava de saber, por curiosidade, que queixas passadas terá o V. Setúbal do Elmano, como se queixou M. Fernandes. Mas não acredito que tenha tantas quantas tem o FC Porto.

José Correia disse...

Zé Luís disse…
não te esqueças da expulsão do Lucho num Porto-Leiria do tempo do Adriaanse. A sua primeira expulsão na carreira.

Essa não estava no meu arquivo. Outra vez o Elmano nomeado para um jogo entre os dragões e os leirienses?!
O Elmano está para os jogos entre o FC Porto e o Leiria como o Lucílio estava para os jogos com o Sporting…

Só por curiosidade, em que jornada e mês foi esse FC Porto – U. Leiria da época 2005/06?

Donnie Darko disse...

Boas,

Relativamente ao Elmano, ainda há outra estória engraçada. Num ano em que perdemos em Alvalade contra o sporting do Peseiro ele era quarto arbitro e no final abraçou-se de forma efusiva ao adjunto de Peseiro, justificando depois que se tratava de um velho conhecido na Madeira, o que provocou a indignação de JNPC na altura.

Um abraço

O Anti Lampião disse...

Não esquecer igualmente esta situação
http://oantilampiao.blogspot.com/2010/12/o-duplo-penalti-da-jornada.html

Zé Luís disse...

José Correia, creio que fez agora em Dezembro 5 anos. Tenho ideia que foi por esta altura, ficou 1-0 no Dragão. O Lucho foi expulso com 2º amarelo por uma falta menor a meio do campo. Sim, era o Elmano.

Zé Luís disse...

Pronto, confirmei:
jornada 31, 14/4/2006, um sábado, golo de Adriano, cartões a Lucho aos 38 e 81 minutos.

Confundi o mês, o Porto tinha ganho em Leiria em Dezembro (3-1) na 1ª volta.

Lembro-me agora que entretido numas obras em casa perdi a hora de ir ao estádio (19.45h o jogo) e caiu uma forte chuvada, temi não chegar a tempo e vi o jogo na tv, ou rtp ou tvi.

Do jogo lembro-me, ainda, que um leiriense deu um estalo a um colega, quase no fim do jogo, uma expulsão perdoada. O jogo ficou também marcado por esse incidente.

Ma jornada seguinte, em Penafiel, o FC Porto recuperou o título de campeão após o campeonato fraudulento da época anterior.

Abraço

Mário Faria disse...

O clube do regime e os calimeros, muito próximos na estúpida superioridade moral que julgam deter por direito, carecem de uma legião de cortesãos e de fanáticos iluminados para distrair e evitar que a dúvida, sobre tanta bondade e grandeza, se instale, dados os pecados que cometem e as benesses de que usufruem. Entre os mais importantes dessa legião de entertainers contam-se (hoje e ontem) os jornalistas e alguns opinadores fedorentos. Como ficar admirado com o regabofe dos piratas do costume, depois de 2ª feira.
Compreendo a reacção do Zé Correia, e os propósitos da denúncia. Mas, temos de compreender que os dois clubes da 2ª circular continuam a lamber as feridas e devem ter ficado pior que estragados quando o jogador do Setúbal falhou a grande penalidade. Também fiquei fulo com o Lisandro, mas sou mais contido.