quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Hulk resolve…


… mas teve de voltar à sua posição natural, descaindo da direita para o centro e rematando com o seu fantástico pé esquerdo.

E, antes disso, para que o desempenho global da equipa melhorasse, foi preciso substituir o Ruben e o Mariano pelo Guarín (quem diria?) e Varela, respectivamente.

Quanto ao Walter, se nem contra o Pinhalnovense é titular, preferindo AVB adaptar Hulk a uma posição onde rende muito menos, está quase tudo dito.

8 comentários:

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem tivemos um jogo complicado.

Entramos bem nos primeiros minutos, e podíamos ter aberto o marcador por intermédio de Mariano, e noutras ocasiões que Pedro Alves resolveu bem.

Mas a partir de meio da primeira parte, momento em que a organizada equipa do Pinhalnovense conseguiu acertar nas marcações e ocupar bem os espaços, surgiram as dificuldades, e Belluschi, James e Hulk iam tentando furar por aqui e por ali, mas sem sucesso. Apesar da nossa ineficácia na concretização e mérito do adversário, se o árbitro marcasse a clamorosa grande penalidade sobre James, teríamos ido para o intervalo a vencer, e por certo a segunda parte não seria tão sofrida.

Na segunda parte entramos sempre a jogar em cima do adversário, mas tal como na primeira parte muito lentos, e só de quando a quando numa investida individual criávamos perigo, acabando mesmo Hulk em duas dessas investidas por nos dar a vitoria.

Tivemos um domínio avassalador em remates - 29 (16 no alvo)- o Pinhalnovense teve uma oportunidade que Pawel resolveu bem.

Mais uma vez se provou que Ruben e Belluschi são imcompatíveis. E Mariano ainda não é jogador para mais de 45 minutos. Precisa recuperar forma física.

A vitória acaba por ser mais que justa pois fomos a equipa que mais lutou pela vitória em tempo útil.

Quanto à intranquilidade do público, a que os jornais tanto dão destaque, é normal, porque estavam perto de 16 mil treinadores de bancada no Dragão.
A equipa estava lenta, mas também há que dar mérito ao adversário.
É notável ver uma equipa da 2ª. divisão B com uma organização táctica, que muitas das equipas que lutam pelos últimos lugares do nosso campeonato ontem devem ter invejado.

Passamos e estamos nas meias finais, a tentar lutar pela vitória na competição pela 3ª. vez que seria histórico no futebol português.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

FernandoB disse...

Desde os 5-0 que aquilo não funciona bem... Mas sem o Moutinho !!!
E se ele nos falta num jogo a doer muito ???
Não quero irritar os Portistas, eu defendi e defendo AVB para alguns anos, mas acho que há demasiado " porreirismo ", desde os tais 5-0.

Pedro Malaquias disse...

Caro Dragus Invictus

Gostaria que algum dia ainda me fosse explicado de que maneira seria histórico no futebol português ganhar a competição pela 3.ª vez consecutiva. É que o Benfica (por duas vezes, pelo menos) e até o Sporting já o fizeram...

Quanto ao jogo, fraquinho, fraquinho, mas parece-me a mim que os jogadores do Porto só levam a o campeonato e a UEFA a sério, estando-se completamente a marimbar para as duas taças nacionais...

Dragaopentacampeao disse...

O jogo resume-se em poucas palavras. Primeira parte péssima e segunda medíocre. Salvaram-se os dois golos de Hulk, quaisquer deles incríveis.

Pouco mais há a dizer de uma prestação que não honrou tão distinto emblema, nem respeitou quantos se deslocaram ao Dragão.

Recuso-me a enfiar a cabeça na areia, branqueando um tão péssimo jogo de atletas que, todos sabemos, possuem capacidades para nos deixar orgulhosos.

Ganhámos? Seria um escândalo se não o conseguíssemos!

Um abraço

Nuno Nunes disse...

A segunda volta do campeonato vai ser muito complicada. Depois do ataque de histeria do slb aos dirigentes da arbitragem e aos próprios árbitros as coisas estão muito diferentes. Por isso ao FC Porto, como bem se sabe, não lhe basta ser melhor. Se quer ganhar tem de ser muito melhor.

A arbitragem de ontem foi miserável. Depois de uma xistralhada no fim de semana ontem veio uma narigada. Ao narigudo não bastou ter feito vista grossa a uma placagem ao James dentro da área do Pinhalnovense de fazer inveja aos Allblacks. Deixou o Hulk levar pancada até dizer basta e, de bracitos em riste, a mandar seguir. E que dizer do cartão amarelo exibido ao Belluschi? Ridículo.

A equipa tem-se ressentido das ausências de Falcao e Alvaro Pereira e da presença simultânea de Ruben e Belluschi no meio campo. O madeirense tem tido bastantes oportunidades mas está a desperdiçar o capital de confiança que ganhou na segunda metade da época passada. O argentino está a passar uma fase má, de pouca entrega ao jogo. Tem de começar a meter o pé.

Siga para as meias. Era óptimo se nos saíssem os lampiões na Luz.

Geninho disse...

E o Ernesto Farias???

Não era melhor que o Walter???

Nightwish disse...

Mais um festival de pancada e anti-jogo.
Depois estranham que o FCP não chegue à área, quando vale tudo menos tirar olhos para roubar a bola.

Daniel Gonçalves disse...

Agradecer ao Pawel na baliza porque, com uma grande defesa na 2ª parte, ainda o jogo estava 0-0 impediu o golo do Pinhalnovense que poderia - apesar de ainda faltar 25 a 20 minutos para o final da partida - ter decidido o jogo a favor do nosso adversário. Se o polaco esteve mal na Taça da Liga, contra o Nacional, ontem pode ter dado a vitória.