sábado, 29 de janeiro de 2011

Para a próxima levem juniores


André Villas-Boas apresentou hoje em Barcelos um onze inicial que não incluía: Helton, Sapunaru, Rolando, Álvaro Pereira, Fernando, Moutinho, Belluschi, James, Varela, Hulk e Falcao.

Importava gerir o plantel, poupando os que nas últimas semanas têm jogado mais vezes e dando minutos aos menos utilizados. Desse ponto de vista, foi positivo ver que, por exemplo, Mariano e Cristian Rodriguez já aguentam 90 minutos (embora disputados com baixa intensidade).

Contudo, durante a 2ª parte, André Villas-Boas colocou em campo três jogadores que têm sido titulares - Rafa, Moutinho e Hulk -, correndo um risco desnecessário, sem se perceber muito bem com que objectivos. E quis o destino que precisamente um desses jogadores se lesionasse com gravidade, sendo previsível que não volte a jogar esta época.

Sem Álvaro Pereira (que já teve duas lesões graves esta época), a quatro dias do jogo contra o slb ficamos também sem o seu substituto. É para isto que serve a Taça da Liga...

Razão tinha o Jesualdo, que além de aproveitar a Taça da Liga para rodar os menos utilizados, não hesitava em recorrer a alguns juniores que treinavam com a equipa principal (caso do Sérgio Oliveira).

P.S.1 Duas fantásticas assistências do Guarín nos golos do FC Porto. Para quem acha que ele é "só" cabedal e força, não está mal...

P.S.2 Walter voltou a mostrar por que razão é que, nos jogos a sério, André Villas-Boas opta por Hulk (colocando-o a jogar na posição 9) quando não tem Falcao.

20 comentários:

Joaquim Né disse...

"Emídio Rafael não deverá jogar mais esta temporada, depois de se ter lesionado no decorrer da partida entre o Gil Vicente e o FC Porto.

No final do encontro, André Villas-Boas confirmou que esse cenário é uma forte possibilidade, embora o departamento médico do FC Porto ainda não tenha revelado qual a lesão do esquerdino dos azuis e brancos e qual o tempo estimado de paragem.

Emídio Rafael fracturou a perna já na parte final do encontro, num lance em que chocou acidentalmente com o gilista Júnio Caiçara, após uma falta cometida por Souza.

O jogador, que marcou o segundo golo do FC Porto frente ao Gil Vicente, estava a atravessar o melhor momento da temporada e tinha sido pré-convocados por Paulo Bento para o próximo compromisso da selecção nacional."

zerozero.pt

meirelesportuense disse...

Agora que eu começava a acreditar no Rafa ele lesiona-se com gravidade...O infeliz jogador do Porto viu cair-lhe em cima um jogar gilista e ainda por cima, o árbitro marcou-lhe uma falta...Gostava de saber quantas vezes já foram vítimas deste tipo de lesões, os jogadores portistas...Não vejo nada disto nos outros clubes.Mas é fácil perceber que em lances divididos, os jogadores do Porto não são protegidos como são os de outros emblemas...

José Correia disse...

@meirelesportuense
Quem fez falta foi o Souza, que inclusivamente viu o cartão amarelo.

José Correia disse...

"Não é uma posição nova para ele [Sereno]. Já a fez no V. Guimarães e em Espanha, creio. Poderá ser uma opção a ter em conta, mas temos a polivalência do Fucile e também o Otamendi, que pode jogar na direita"
André Villas-Boas

meirelesportuense disse...

Não sei José Correia, não sei, só sei que com este "menino" só vejo destas coisas, em todo o lado é desgraça...

Nuno Vaz disse...

A melhor opção será sem dúvida o Fucile, apesar de estar com poucos minutos nas pernas. Pondo o Otamendi numa posição que não é a dele,enfraquecemos o centro da defesa desnecessariamente (ainda me lembro do Maicon em Alvalade...) e ainda nos arriscamos a cometer o mesmo erro que o Jasus cometeu no Dragão quando mamou cinco...

miguel_canada disse...

O meu abraço gigantesco, cheio de amizade e pena para o Rafa. Não há direito, foda-se!!!
A cada jogo este miúdo estava a dar mostras de que vai ser um grande lateral, estava cheio de confiança e a jogar muitíssimo bem.
Ainda para mais não percebi o porquê da entrada em campo de 3 jogadores nucleares para uma merda dum jogo que valia zero porque o objectivo há muito que estava perdido.
Erro descomunal do AVB. Que lhe sirva de lição.
Olha se tinha sido o Hulk ou o Moutinho...

Um grande buuuuuuuuu para o Rúben Micael. Que decepção! Perdeu o tesão de jogar no Porto? Aceita mal a condição de suplente? Então volte lá para o Nacional onde era o herói da nação.

meirelesportuense disse...

Mas hoje foi um dia muito mau, apenas isso, um dia muito mau.

joao abel calais disse...

Como o José Correia, também NÃO VEJO,tão pouco alcanço,o... alcance de "meter"- com os riscos que isso envolvia - num jogo "a feijões" e com os de Barcelos,a fazerem o jogo desta vida e da próxima (re)encarnação, os titulares Hulk/João Messinho & Rafa.Não havia necessidade,ainda por cima qdo já, os do nacional, ganhavam em Aveiro.Para quÊ CORRER RISCOS?!Se era p'ra ganhar - e eu sou dos que pensa que SIM , porque não se jogou na máxima força,logo de ínicio?...
Continuo a concordar com José Correia : porque não os juniores,que semanalmente treinam com os seniores? Talvez se "descobrisse" por lá, um defª esquerdo...
Saudações Portistas
João Carreira
N.B. Solidário, na dor do RAFA,desejo-lhe rápidas melhoras e FORÇA pª ultrapassar esta delicada e dolorosa fase da s/vida profissional.

Dragus Invictus disse...

Boa noite,

Hoje mesmo que vencendo estaríamos sempre dependentes do Nacional.

Villas-Boas por isso poupou jogadores habitualmente titulares.

Não conseguimos fazer um jogo fluido como habitual, e tivemos muito permeáveis na defesa. O meio campo não funcionou, e o tridente ofensivo foi ... inofensivo.

Ruben e Guarin foram os que tiveram as melhores prestações.

Destaque para o jovem Hugo Vieira, do qual tinha falado na antevisão ao jogo. Trata-se de um jovem com muito valor.

De lamentar a lesão arrepiante de Rafa, que estava a começar a tentar impor-se, marcou um golo (apesar de ter sido ultrapassado no golo do Gil com facilidade, mas também há mérito do jogador gilista). Rafa estava pré convocado para a selecção e é com muita pena que o vejo nesta situação.

Resta-nos recuperar Alvaro ou apostar em Fucile para a esquerda, e ir ao mercado contratar um lateral, pois Sereno não é solução.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Mundo Azul disse...

Uma análise que vai de encontro à minha.

Convido-vos a passar em:

http://thebluefactoryofdreams.blogspot.com/2011/01/gil-vicente-2-2-fc-porto-uma-desgraca.html

Um grande abraço!!!

miguel87 disse...

"Razão tinha o Jesualdo, que além de aproveitar a Taça da Liga para rodar os menos utilizados, não hesitava em recorrer a alguns juniores que treinavam com a equipa principal (caso do Sérgio Oliveira)."

Pois é, tambem tou cheio de saudades do Jesualdo e da sua razão! Era só uma das suas inumeras virtudes...
Acho que era de fazer uma tentativa de troca com o Panathinaikos e tentar resgata-lo!

rbn disse...

A minha preocupação do calendário apertado devido às meias-finais da ex-taça da cerveja finalmente acabaou ontem.Destas datas já estamos livres.

A minha preocupação com a lateral-esquerda começou ontem, pois temos os 2 lesionados e ainda tenho dúvida se Fucile saiu lesionado ou por opção técnica.

A minha maior preocupação está num otimismo exagerado que a maioria dos blogues e comentadores portistas estão apostando neste jogo de 4ª-feira contra os galináceos, onde num destes blogues pode-se ler favas contadas.

Isto de contar com o ovo dentro da galinha nunca deu certo.Falar em galinha, cautela e canja da própria nunca fizeram mal a ninguém, de modos que como dizia Nélson Rodrigues, torcedor fanático do Fluminense, o papa da crônica desportiva e o maior dramaturgo de sempre do Brasil, "Vamos calçar as sandálias da humildade".

E por último, pedir ao Salvador com urgência : SÍLVIO JÁ!!!!

Leceiro disse...

Mandem os juniores? Estas lesões podem acontecer em qualquer jogo ou treino; o prof mestre recorreu ao Sérgio Oliveira para um jogo da taça de Portugal porque na taça da liga usou sempre uma mescla de titulares e jogadores fetiche.

Nota muito positiva para o Rúben e a sua atitude em campo, menos apático, dinâmico, a mostrar aos poucos o velho Rúben que todos conhecemos.

Tiago Araújo disse...

Opiniões são opiniões:

Convido-vos a passar e comentar sff em:

http://campeoesfcporto.blogspot.com/2011/01/porto-x-benfica-frente-frente-moutinho.html

abraço

José Correia disse...

@miguel87, Leceiro
Se de início AVB poupou (e muito bem!) 10 dos habituais titulares nos últimos jogos, por que razão, na 2ª parte, colocou em campo três desses jogadores - Rafa, Moutinho e Hulk?
É óbvio que lesões podem acontecer em qualquer jogo ou treino, mas para quê correr riscos num jogo sem qualquer interesse e, ainda por cima, nas vésperas de jogarmos contra o slb e o Sevilha?

José Correia disse...

A forma impetuosa e, por vezes, dura adoptada pelos jogadores do Gil no desafio de ontem, deixou marcas.

«Cristian Rodríguez, Walter e Otamendi também não puderam marcar presença no Olival, sendo que o primeiro apresenta um hematoma subungueal num dedo do pé, ao passo que Walter trata duma contusão no sacro, enquanto o argentino recupera dum edema traumático no tornozelo direito.»
in ojogo.pt

Nuno Ribeiro disse...

Concordo com o Leceiro... Estas situações podem acontecer a qualquer altura. Jogos importantes, menos importantes ou treinos, não há como precaver. Ainda por cima foi completamente acidental, e não alvo de uma entrada mais dura.

Agora quero apenas esclarecer muitas mentes iluminadas. A gestão do esforço e condição física não é feita de forma tão simplista como "ora jogas, ora não jogas". É necessário GERIR, e isto passa por dar tempo de jogo e ao mesmo tempo não o retirar forma ao atleta fazendo descansar demasiado. Para além de que esta gestão tem ainda uma componente psicológica que só quem trabalha com os jogadores diariamente a percebe... É muito fácil agora vir falar para a praça pública criticar a sucedido.

Lamento o sucedido até porque o Rafa estava em crescendo de forma mas risco de lesão existe sempre.

Leceiro disse...

Tendo em conta que a equipa estava a actuar num 4-4-2 e que era um jogo sem interesse, eventualmente terá aproveitado para fazer algum experiência com o Hulk e o Moutinho; ao contrário do prof mestre que fazia essas experiências nos jogos a doer, sobretudo quando se tratava dum clássico ou jogos na Europa, as coisas corriam como todos nós sabemos.

Confio no trabalho do AVB e a sua gestão do plantel; além disso, a lesão do Álvaro foi a "chance" do Rafa, a lesão do Rafa pode ser a "chance" para o Fucile voltar a entrar nos eixos. Só resta esperar que o Álvaro e o Rafa voltem ao seu nível.

meirelesportuense disse...

Pois a verdade é que o Gil jogou no fio da navalha em termos de dureza, com a permissão do árbitro...Hoje o nosso "querido inimigo" beneficiou da complacência do Xistra -com 1-0 fechou os olhos a uma entrada a merecer vermelho- e deu goleada, é preciso saber investir...E o Xistra nem permitia alguma dureza dos aVenses não fosse o Diabo tecê-las, isto tem o seu peso...