quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

E eis a noite em que o fantasma do professor regressou ao Dragão


Jesualdo não tem culpa, mas ontem parecia que era mesmo ele quem estava sentado no banco dos suplentes.

Villas-Boas já na Taça da Liga tinha dados sinais de alguma desorientação, nomeadamente na escolha dos "11".
Contra o slb, cometeu mais uma série de erros, muito deles inéditos no seu ainda jovem reinado. Para que esses erros não se tornem norma, como frequentemente sucedia com o seu antecessor no cargo, debrucemo-nos sobre alguns aspectos práticos.

A saber:

- Não voltar a inventar em jogos mais complicados. Sereno a lateral, quando ele já falha que chegue a central, não é boa ideia. Muitos dirão que não cometeu erros grandes. Sim, mas os muitos pequenos que causou, o seu histórico pessoal e também a praticamente ausência de qualquer acção ofensiva, não auguram grande futuro para experiências do género.

- Maicon não merece mais oportunidades em jogos grandes: falha em quase todos. Infelizmente, a única dupla possível é mesmo Otamendi-Rolando. Não será uma dupla brilhante mas é a única que oferece o mínimo de garantias. Mais cedo ou mais tarde, a saída de Bruno Alves teria que se fazer sentir, não há milagres em futebol. Há que ir ao mercado, no Verão, comprar um ou dois centrais;

- Villas-Boas que deixe, de uma vez por todas, a sua irracional embirração com Fucile. É certo que este falha de quando em vez, mas para a sua garra e vocação atacante terá sempre que haver uma vaga no "11". Nem que seja no lugar de Sapunaru, quando A.Pereira regressar;

- Este meio-campo já não funciona. Há que colocar Guarín no lugar de Fernando (sempre muito nervoso e faltoso nestes jogos apertados);
E Moutinho? Bem, é tudo muito bonito, mas onde param as assistências e golos? Nem vê-los. Micael têm que ser utilizado muitas mais vezes do que até aqui.

- James é ainda tão verdinho, tão verdinho, que nem sequer devia estar ainda no plantel mas sim a rodar. Raramente passa por um adversário no um-para-um;

- Walter? Nem sequer no banco. Zero pontas-de-lança, num jogo em nossa própria casa;

- Sem já nada a perder (ou seja, já com quase tudo perdido) e com o adversário reduzido a 10, jogando perante os seus adeptos, Villas-Boas não pode fazer igual a Jesualdo. Tinha obrigação de arriscar o tudo por tudo; Manter os 4 defesas, para quê, exactamente?

- Mariano de volta, mesmo que apenas no banco. Ele que é, talvez, o verdadeiro símbolo da era-Jesualdo. Para além de já haver um outro ala entre os suplentes, o que se pretende afinal deste jogador?

É este o primeiro grande desafio de Villas-Boas, na sua tão curta carreira: há que reconhecer os erros e não os repetir. Não é assim tão difícil.

É hora de deixar os elogios da imprensa internacional de lado e voltar a arregaçar as mangas.

Sevilha está já aí ao virar da esquina.

21 comentários:

Daniel Gonçalves disse...

Luís Carvalho afirmou: "- Villas-Boas que deixe, de uma vez por todas, a sua irracional embirração com Fucile. É certo que este falha de quando em vez..."
De quando em vez?????? Esta temporada foi sempre que jogou, sendo assim prefiro o Sapunaru.
De resto concordo com a análise, o Fernando não é nenhum Costinha ou Paulo Assunção, é excelente a destruir jogo adversário e a recuperar bolas mas a construir jogo.... ainda tem de melhorar e muito.
Temos de ter o Ruben Micael da época passada; o James ainda não tem maturidade para jogos a sério; precisamos de um avançado para substituir o Falcão, Walter ou dá ou não dá, se não dá temos de ir arranjar outro avançado.
Na defesa, sector nuclear de equipas vencedoras, não se pode andar sempre a mudar de jogadores de jogo para jogo, senão não se criam as rotinas necessárias, Maicon não tira o lugar a Otamendi, se era para termos um 4º central, era preferível o Stepanov em vez do Sereno. Para lembrar a equipa da era de Mourinho tinhamos o Jorge Costa, o Pedro Emanuel eo Ricardo Carvalho, com eles em campo não se sofriam golos como os de ontem, e é com a existência de uma defesa coesa que se construem grandes equipas como a do Porto de 2002/3)4.

heliummm disse...

Infelizmente tenho que concordar com que foi dito.

Apenas discordo da opinião a nível de meio campo, no entanto, no seu global concordo.

Mas o mais flagrante é a inocência de Maicon, as "brincadeiras" de Helton e "fuçanguice" de Hulk em que oportunidades tão boas para passar não o soube fazer e estava mais preocupado em aumentar o seu ego.

O Varela continuo a gostar bastante dele, ontem fez uma boa exibição.

Walter onde estás??? Fucile onde estas???

Ontem tivemos a prova viva que Villas-Boas não será assim um treinador tão bom quanto a imprensa o dizia. E ele agora que se volte com a arrogância que teve naquela conferência de imprensa para a taça em que criticou os adeptos que as coisas vão começar a ficar bem feias para ele...

Taça de Portugal muito comprometida, Taça da liga já era, o Sevilha vem aí...pior dos cenários...só o campeonato para competir.

A situação não é má mas começa a ficar feio.

Pedro disse...

1- Guarin é neste momento indiscutivel, é para mim a grande falha no jogo de ontem. Sej ano lugar de Fernando, ou no de Belluschi consoante os jogos e adversários. Contra o Rio Ave por exemplo, não faz sentido usar Fernando.

2- Fucile, discordo em completo. É um zero à esquerda e à direita. Defensivamente o Sereno é bem melhor, e comete menos infatilidades. O Fucile este ano fez 0 jogos sem falhas de concentração absurdas. Mesmo assim no Domingo escolhia-o para o 11.

3- Micael e James, discordo também das analises. Micael não aproveitou nenhuma oportunidade, e o James tem sido bastante regular e útil. Procura mais os espaços interiores, mas isso o cebola também o faz.

4- Ainda ninguém falou muito disto, mas na 1ª parte de ontem o SLB tem 0 oportunidades criadas. Marca em 2 falhas infantis. O FCP teve 2 clarissimas, a do Varela é qualquer coisa. A 2ª parte sim é um desastre.

5- Maicon, 100% de acordo. Não acredito que se torne um grande central. Vejo muito mais potencial no Otamendi. Mas lembrem-se que Otamendi não fez nenhum treino integrado desde Barcelos.

Esperemos para ver o 11 titular para o Rio Ave.

Ps: O Varela parece estar a subir de rendimento, valha-nos isso e santo Falcão.

Manuel disse...

Queria só deixar a minha opinião em relação aos teus tópicos de análise.. Concordo em praticamente tudo o que dizes mas penso que algumas coisas são exageradas e até injustas.

- Jogou bem. Não é o lugar dele mas dentro das alternativas pareceu-me a mais acertada. Vinha de um jogo muito bem conseguido apesar de ter sido contra o Gil Vicente.

- Concordo plenamente. O Maicon não vale nada! É um zero! O Otamendi ainda me dá algumas esperanças.

- O Fucile anda completamente de cabeça perdida. Se pensarmos nas asneiras que ele faz em campo imaginem a displicência com que este deve andar nos treinos. Aqui temos que deixar andar o bom senso do treinador. Não quer estar cá, não joga! O Sapunaru ultimamente tem sido o nosso melhor defesa (à excepção do lesionado Álvaro Pereira).

- Gaurín obviamente. O Fernando faz lembrar o Costinha na sua ultima época. Muito faltoso e quando consegue recuperar a bola perde-a no segundo a seguir. Inventa sempre. Ontem deu o 0-2... O Moutinho é muito importante para manter o nível e a velocidade de jogo. Tem muitos altos e baixos e em termos ofensivos tem que dar muito mais, como tu dizes assistências e golos.

- Não acho justo. O rapaz esforça-se e merece jogar mais que o outro Rodriguez e ultimamente até que o Varela. O Varela está numa forma miserável!

- Não temos ponta-de-lança sem ser o Falcão. Este Walter não mostra nada e não me parece que venha a mostrar algum dia. Mas se é o único que temos ontem tinha de ter estado no banco, obviamente!

- Ao intervalo devíamos ter mexido na defesa sem dúvida. E isso passava por jogar com 3 defesas. Fossem eles Maicon, Sereno, Rolando, ou Sereno, Rolando, Sapunaru. Tinha preferência por este ultimo trio. Saía Entrava Ruben por quem saisse da defesa. Depois da expulsão saía o Fernando e não o Belluschi que era dos melhores se não o melhor em campo, apesar da enorme quantidade de passes falhados durante a partida...

- Mariano = Amuleto, apenas.


Temos muito poucas alternativas e estamos sem 2 dos nossos melhores jogadores. Daqui a mais de dois meses (70 5 dias!!! imagine-se como anda este futebol português!!!) vamos estar na máxima força e vamos à luz discutir a eliminatória com toda a certeza!!

SOMOS PORTO!

João disse...

1 - Concordo. Agora Sereno pode não ser um portento, actualmente, (como o Rolando nunca o foi e, por alguma razão, parece que tem lugar cativo), mas é um bom central (não lateral) com uma grande margem de progressão. Ele e o Maicon, pelo que..

2 - Discordo completamente. Comprar mais centrais? Quem? O Terry? Vidic? Este Maicon é o mesmo que jogou nos 5-0. E onde é que o Sereno comprometeu assim tanto que mereça ser corrido? De onde é que, de ter a defesa menos batida, etc.. de repente se passou ao Estado de Sítio nesse sector?

3 - Concordo, à partida. Mas como não sei o que a motiva e o Fucile é um tipo de manias.. abstenho-me

4 - What!? Bem, que o Guarín já é capaz de dar meio Fernando, também tinha reparado - evoluiu, não passa é do "meio". Agora o Micael!?!?!?! Mas quando é que o Micael fez o último jogo de jeito pelo Porto? Fevereiro do ano passado? Março? Por aí? O Moutinho, ontem aos 80' e pouco estava a sprintar de um lado para o outro, não teve oportunidade de fazer muito mais e mesmo assim rematou sem ser para a Alameda como o Micael nos habituou..

5 - Também não concordo muito. Aliás, nada. Entre o que ele fez ontem e o Varela fez durante meia época, a diferença é pouca, e o potencial é imenso. Tem que ser utilizado agora.

6 - É bem verdade.

7 - Pareceu-me que arriscou bastante mais do que teria arriscado o Jesualdo. Aliás, este Porto teve muito pouco a ver com o Porto da final da Taça da Liga, por ex.

8 - O Mariano não tem classe para roupeiro. Ponto. Esforçado também eu sou e não vou para lá.

Daniel disse...

Totalmente de acordo na análise individual aos jogadores. Rolando também é fraquíssimo e precisamos de 2 defesas centrais. Fernando é dos jogadores mais sobrevalorizados, sem o justificar. James já é endeusado e eu não vejo nada de especial... muito potencial sim, mas com muito trabalho pela frente para ser alguém. Ainda assim, mantenho sempre a fé no trabalho do Treinador, até porque nos merece o maior crédito.

rbn disse...

Andei a pensar de mim para comim: AVB mandou a campo ontem o Sereno e o Maicon com medo de perder Fucile e Otamendi por lesão, e ir caçar para os jogos com o Sevilha com Maicon e Sereno.

É a única explicação lógica que encontrei para aceitar o "espírito" do Professor Pardal que "baixou" ontem no Dragão.

E se calhar, AVB está enxergando mais longe do que todos nós juntos, e já planeou tudo ao pormenor, arriscando aquele 11 inicial com o lado esquerdo da defesa que nunca havia jogado junto e com aquelas substituições infelizes de ontem, com excessão da de Belluschi, que de certeza mais cedo do que mais tarde ia ver um 2º amarelo, por estar com a cabeça muito quente.

E se repararam bem, AVB pareceu muito pouco preocupado e calmo até demais para quem tinha acabado de perder em casa contra o visitante mais indesejado e que jogou com 1 a menos durante 30 minutos.

Afinal, jogo de ontem era apenas uma 1/2 final da taça, que dá acesso à Liga Europa, enquanto que o 1º lugar no campeonato dá acesso à Champions, para além do mata-mata com o Sevilha, que vale os 8ºs de final.

A ver vamos.

José Correia disse...

Coitado do Jesualdo. Num jogo em que AVB esteve um desastre (opções iniciais, invenções, substituições incompreensíveis, etc.) é ele que leva por tabela.
E logo o Jesualdo, que em casa nunca perdeu com o slb.

rbn disse...

Tem gente que troca a sua mulher de 40 anos por duas de 20 anos.

Mas voce trocava o 1º lugar na liga zon sagres por 2 meias-finais das taças domésticas?

Já andam dizendo que "só nos resta" o campeonato, porque a taça de Portugal já são favas contadas para os avestruzes e que a nossa jornada européia termina em Sevilha.

A ver vamos.

ricardompr disse...

Depois de ler tudo o que aqui li, só devo dizer uma coisa...

ESTOU DEPRIMIDO!

Nuno Ribeiro disse...

Concordo com algumas coisas discordo de outras mas a mais gritante é querer analisar o moutinho de forma tão ridícula e simplista como golos e assistências...

Moutinho é muito mais, é pressão alta em campo, é 90 minutos de garra, é um raio de acção enorme com suporte defensivo e atacante, é qualidade de passe. Acima de tudo o moutinho põe os outros a jogar.

Depois a comparação com R. Micael não me parece nada justa, ele teve jogos de entrar no inicio da segunda parte e a meio da mesma já parecia que tinha ido fazer uma maratona, tinha grandes expectativas para ele esta época mas anda mais preocupado em reclamar com os árbitros do que em jogar...

Mundo Azul disse...

O André errou muito ontem, mas o mais grave é que tem deixado alguns sinais desde algum tempo, que fizeram saltar a tampa a muita gente ontem....

É teimoso e mostrou cedo alguma embirrações. É notório o excesso de oportunidades a alguns jogadores que não as aproveitam de modo algum e um esquecimento de outros sem que tal se perceba.

O que aconteceu a Castro e Ukra? O Souza teve 6 vezes mais tempo de jogo do que o Castro!Que não teve uma única e digna oportunidade.

O James de renegado passou instantaneamente a solução. Parecia caso morto no plantel e de repente passa a figurar sem razão aparente e mostrou logo serviço. Não se entende..

Porque raio o Fucile é tão discriminado? Será que matou alguém? Se o homem é um bicho porque ainda está no plantel? Ou sim ou sopas.

Será que houve algum treino de bolas paradas?

Não se mente nem tenta enganar os adeptos.
O Walter é tão elogiado e depois nem para ir para o banco serve?
E andamos sem pontas de lança? A solução atacante é o Guarín? Mas brincamos?

O mercado passou ao lado do clube e ficamos a perder.

O MAriano virou uma espécie de Mantorras...vá-se lá perceber porquê...

O fantasma voltou ontem. Por culpa de André. Que tenha a humildade de reconhecer e corrigir. Que ouça, que reflicta, que desça à Terra...que às vezes é preciso.

HOOLIGAN disse...

nem mais. támos fodidos!

Blueaice disse...

Quando corre mal... Já ninguém vale nada, os jogadores são uma miséria e o treinador uma besta.

Enfim... e vamos em primeiro no campeonato, imaginem se fossemos segundo a 11 do primeiro.

Lamentável é uma equipa com as ambições do FCPorto, defrontar o Benfica sem um ponta de lança, e isso certamente não é culpa do treinador. Ou será o Walter neste momento uma opção válida?!!!!!!

José Rodrigues disse...

Acho q não há dúvida q o AVB teve uma quota-parte bem jeitosa de culpa na derrota de 4a feira, tendo cometido erros. Bem, algum dia havia de acontecer... já é bem bom q tivéssemos q esperar vários meses até esse dia, digo eu.

Mas sem ter tempo ou pachorra para entrar em pormenores, assinalo que há uma enorme diferença entre as "invenções" de Jesualdo e as invenções do AVB: o primeiro quando enveredava por esse caminho era devido a uma obsessão total em tapar o adversário, tendo portanto pouca auto-confiança na sua equipa. Não era só nas escolhas de jogadores: era tb nas instruções q lhes dava. Nunca me vou esquecer de um FCP - SCP a q assisti em q o Lisandro passou o jogo todo a correr atrás do M Veloso...ficou 1-1 e jogámos mal e porcamente.

Já quanto a AVB na 4a feira, não me parece de todo q tenha sido o caso. Esteve mal, mas por outras razões.

AFC disse...

Bem, tal como alguém escreveu aqui, coitado do Jesualdo. O homem anda por terras gregas e ainda leva por tabela do que acontece em Portugal. Quase só faltava fazer referência ao Fernando Santos. Lol

Da análise feita nem tanto ao mar nem tanto à terra. Aliás quem lê este texto parece que estamos à beira do precipício e como diria o nosso eterno capitão vamos dar o passo em frente.

Reconhecer os erros descritos aqui significaria uma revolução no plantel que se tem portado muito bem. Senão, ora vejamos, dispensa de Maicon, Sereno, Otamendi também não serve, Sapunaru no banco por troca de Fucile, Fernando no banco, James emprestado, Mariano dispensado, Moutinho no limbo... and so on and so on.

Demasiadas mexidas para uma derrota que nem chegou a ser por 5-0, não acham?

Pueeertô! disse...

O jogo apontou algumas das fragilidades que já todos conheciamos.

Agora só porque perdemos 0-2 com um rival directo num jogo em que tivemos azar e jogámos mal, e eles a príncipio tiveram a sorte do jogo e depois controlaram bem a nossa desorientaçao nao é motivo para começar a entrar em pânico e querer fazer uma razia ao balneário.

Acontece, que aprendam a liçao e vamos à luz tentar fazer história!

Mefistófeles disse...

Só não erra quem lá não está. O erro faz parte, é preciso é tirar ilações para os próximos embates com os galináceos.

Missão impossível despachá-los na Luz ? Não me parece, na minha opinião este SLBosta não vale um chavelho...

Espero é que tenha servido para acordar algumas alminhas adormecidas à sombra dos louros.

Qualquer comparação com o Jesualdo é pura ficção ou mera coincidência. Jesualdo era medroso, o AVB tem os tomates no sítio. E além disso é dos nossos. Isso faz uma enorme diferença.

penta1975 disse...

penso que serei a primeira "voz" discordante do post.

antes de tudo, quero salientar o seguinte: é tempo de levantarmos a cabeça e de encararmos de frente o Futuro, que se nos apresenta risonho. é que sempre preferi encarar todas as situações pela perspectiva do copo meio-cheio e sem “deitar a toalha ao chão” cedo demais - i.e., não será por um jogo mau (e por uma série de encontros menos conseguidos no mês de Dezembro) que irei duvidar do valor de tudo e de todos - entenda-se: direcção, equipa técnica e plantel.
para além de que o FC Porto, esta época (que já vai a meio), já nos proporcionou muitas alegrias e (à data) apenas dois dissabores (num total de trinta e um encontros oficiais).

posto estes considerandos:

1) Sereno ou Fucile? indiscutivelmente Álvaro Pereira. mas como este está lesionado, preferencialmente o Sereno (tenho para mim que o Fuclie, desde o descalabro de Londres, na época passada, ainda não recuperou psicologicamente)

2) Maicon deve merecer mais oportunidades, inclusive em jogos grandes. tem "apenas" vinte e dois anos. relembro as carreiras de Ricardo Carvalho, Jorge Andrade, Bruno Alves e de Pepe para afirmar que há que dar um pouco mais de tempo. certamente que errou, mas mais do que nós, ele deverá estar bem mais fod... chateado do que qualquer um de nós

3) «Este meio-campo já não funciona». não funcionou na Quarta; e nos outros trinta encontros? e duvidar do Moutinho? é só o jogador da Liga com o maior número de passes e da maior percentagem de passes certos - pelo que, com ele em campo, a circulação de bola (logo e por inerência, a sua posse) é mais eficaz. já o Ruben - e por muito que aprecie as suas qualidades - terá que "dar mais à perna" se quiser ser titular

4) «James é ainda tão verdinho, tão verdinho, que nem sequer devia estar ainda no plantel, mas sim a rodar».
nem comento... por que não vale a pena. ponto final. e daí: se não «rodar» em jogos grandes, onde é que vai ganhar estaleca? nos jogos do Portimonense? enfim...

5) «Manter os 4 defesas, para quê?»
relembro que a última substituição foi Sereno por Ruben Micael. não mantivémos quatro mas sim três defesas. o problema é que, desde a expulsão do Caxineiro, já se jogava mais com o coração do que com a Razão...

mas estas são as minhas percepções. haverá outras certamente, (como as do post em causa, mas com as quais discordo).

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs!

Tomo I

Hugo Duarte disse...

luis carvalho

acho incrivel como 1 derrota pode mudar tanto as coisas. eu não gosto de perder nem aos matraquilhos, mas o que aqui se escreve parece exagerado!

a saber:

1. quais os erros evidentes de sereno para o colocar assim check? já o disse atrás q ele não é defesa esquerdo em parte nenhuma no mundo! mas o fucile nos jogos que tinha feito, tinha dado indicações de poder ser mais mais util? fica a duvida...

2. concordo. a dupla rolando-otamendi é a mais consistente, desde que joguem fácil e não inventem.

3. "fucille falha de quando em vez"...que me lembre, este ano ainda não fez nenhuma exibição digna desse nome e na cabeça th aquele penalty que o el mano resolveu repetir...

4. o meio campo funciona, não funcionou foi na 4ª feira! o fernando é importantissimo na recuperação de bolas e nos equilibrios q dá á equipa, coloque lá o guarin e a ver vamos o q vai acontecer...o fernando tem é de cortar e passar. apenas!
o moutinho agora tem de virar "goleador"? não me faça rir! atente ás epocas que ele já leva, como quer q agora tudo se altere? dou-lhe 1 exemplo, o busquets e o mascherano, marcam imensos golos e fazem imensas assistencias?!!

5. concordo. o james ainda não cresceu o suficiente pra ser titular. parece-me óbvio que c falcao, nao tem lugar...mas não havendo falcao e atendendo aos ultimos jogos, foi 1 aposta assim tão errada?

6. digo apenas, sem 1 ponta de lança e a perder aos 5m era quase impossivel...

enfim, vamos refrear os animos, acentar ideias e continuar a ganhar!! o nosso adn é esse mesmo!

Pedro disse...

Assino em baixo do penta1975 e do Hugo Duarte. Um jogo ofusca assim tanto a memória de todos?

O Castro e o Ukra sairam porque queriam. O James só de há mês é que tem tido espaço. Não dá para jogar com 25 ao mesmo tempo.

O AVB procurou manter a mesma estrutura. O Jesus pela segunda tenta adaptar a equipa ao adversário - antes tinha sido com três centrais de raíz na defesa e agora com dois trincos, sinal de que se preocupou mais com o adversário do que a própria equipa. Antes o risco maior para o Benfica seria o tridente ofensivo agora era o meio campo.

O AVB procurou manter a mesma estrutura. Adaptar em função do adversário pode ser bom porque revela humildade e estudo do adversário. Manter a estrutura salvaguarda rotina de jogo já testada. Num jogo saiu 5-0 para nós, noutro 0-2. Tenho para mim, que com outro início, melhor para nós, o Peixoto não estaria tão certo tacticamente, e os nossos criativos do meio campo teriam feito a diferença.

A conclusão é que não podemos ganhar sempre. Nem sempre poderemos evitar um golo providencial aos 6min da 1ªparte.