terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Em trânsito para Manchester?


«As soon as he turns 18, Iturbe, in stature the image of Barcelona idol Messi, will sign for Porto, but insiders say his stay there will be a short one – with United ready to come calling as soon as he is acclimatised to European football. (...) The reason, according to agents involved in the race, is that Porto and United have a close relationship and the player will be cleared to head to England as soon as Ferguson thinks he is ready. (...)
Mendes – also Cristiano Ronaldo’s agent – was the man who steered Brazilian Anderson from Porto to United. He was 18 when he joined the Portuguese side and played just a dozen times for them before moving.»
Alan Nixon, The People, 06/02/2011


A notícia completa (com bastantes detalhes) pode ser lida aqui.

Não sei se esta notícia do The People (dantes chamava-se Sunday People e pertence ao mesmo grupo do Daily Mirror/Sunday Mirror) é credível, mas não me admirava que fosse. Se se confirmar é bom sinal porque, à imagem do que se passou com Anderson, significará que a SAD portista irá fazer um excelente encaixe financeiro. Só espero é que nenhum caceteiro lhe parta uma perna, de modo a que, enquanto cá estiver, Iturbe possa mostrar porque razão lhe chamam o novo Messi.

7 comentários:

Nelson Machado disse...

Obviamente é uma noticia "caseira" a puxar o lustro a um clube deles(inglês) para não se dizer que foram "comidos" por portugueses.

Quando for para ser vendido vai ser a quem der mais e se ele quiser ir.

...played just a dozen times....

Sim sim, a dozen times.
Bifes para mim só com ovo a cavalo.

Nelson Machado disse...

E que eu saiba o Mendes neste negócio não meteu o nariz.
Nem tem nada de meter.

Mefistófeles disse...

"Obviamente é uma noticia "caseira" a puxar o lustro a um clube deles(inglês) para não se dizer que foram "comidos" por portugueses."

Tenho exactamente a mesma opinião, Nelson. Típico.

David Duarte disse...

Cheira-me é que muito bom clube està agora a arrepender-se de não se terem mexido mais depressa. Leio atentivamente os jornais sulamericanos e ja ha muito que se falava deste jogador. Grande contratação para o FC Porto se tivermos em conta as qualidades do jogador. Vamos é ver se se adapta bem porque "ex-futuros Maradonas" e "ex-novos Messis" ja houve muitos...

Sobre as noticias saidas em Inglaterra, deve-se olhar para elas com muita desconfiança... sobretudo quando ha o sentimento de que "lhes passaram a perna". O FC Porto mexeu-se mais depressa e uma equipa portuguesa ser mais eficaz que os ingleses é-lhes inconcebivel. Dizer que o jogador està apenas de passagem é igualmente desvalorizar o nivel português... é como dizer que vem para Portugal fazer treinos para depois ir jogar futebol a sério.

DC disse...

Temos que deixar de ter este pensamento de "clube de passagem". Tudo bem que Portugal é um país pequeno mas acho que o Porto pode estabilizar as suas finanças de forma a deixar de ter de vender no final de cada época.
Dispensando alguns pesos mortos no plantel de forma a reduzir o salário e continuando a efectuar bons negócios penso que podemos passar a vender apenas quando queremos e não quando precisamos. Espero que dentro de 10 anos no máximo seja essa a nossa realidade!

David disse...

Não conheço o jornal referido, e portanto ignoro se é credível, fantasioso, patrioteiro ou - coisa abominável! - anti-português.

E duvido que algum dos ilustres comentadores deste post conheça bem o jornal. Mas, pelos vistos, alguns deles julgam conhecer muito bem a alma e o carácter inglês. O problema é que - muitas vezes - quando falámos dos outros estamos apenas a olhar ao espelho.

Se a notícia fosse do Bild ligando o Iturbe ao Bayern via FCP, ou da Marca ligando-o ao Real Madrid, ou da Gazzetta dello Sport ligando-o a um dos maiores clubes italianos, lá teríamos de ler comentários do género: "pois, isto é dor de cotovelo dos alemães (espanhóis, italianos)".

É a famosa tendência nacional para se deitar a adivinhar o que vai na cabeça dos outros, vulgo "juízo de intenção".

David Duarte disse...

David, a carapuça serviu-me por isso respondo. Se fosse o Bild ou a Gazzetta dello Sport garanto-lhe que não faira tal comentario. Ja a Marca, tem dias...