domingo, 27 de fevereiro de 2011

A impunidade de Jorge Jesus

Até quando vai durar a impunidade do treinador do slb?
Aposto que o árbitro voltou a não escrever nada de relevante no relatório.

Fotos do final do jogo slb x Marítimo:




Fotos: Maisfutebol

30 comentários:

José Correia disse...

«No final de um jogo de nervos que o Benfica venceu justamente com um golo do mágico Coentrão, Jorge Jesus voltou a dar um espectáculo deplorável. Não falo da pastilha que tirou da boca antes de empurrar um ou dois jogadores do Marítimo para depois voltar a enfiar no mesmo sítio, mas sim de ir uma vez mais para o meio do relvado armar confusão. Desta vez os jogadores do Marítimo queixavam-se do árbitro, nada se passava com o técnico encarnado, e este andou a distribuir mimos um pouco por toda a gente.
Seja por uma questão de exemplo, de representação do clube ou apenas de educação, alguém devia dizer a Jorge Jesus que o treinador do Benfica não se pode portar assim. Não porque a justiça desportiva faça alguma coisa, já percebemos que não faz, mas um clube da dimensão do emblema encarnado não se pode dar ao luxo de ter comportamentos destes de forma constante a manchar o que Luís Filipe Vieira gosta de chamar a instituição. A não ser que se trate de estratégia. Já se perceberia melhor mas prefiro não acreditar nisso.»
Bernardo Ribeiro
in record.pt

Amphy disse...

A haver algum tipo de suspensão decorrente do processo disciplinar em curso, será que vai ser comprida em período de férias? Tipo, nas 2 semanas em que o Benfas vá a Maputo com os suplentes lançar uns foguetes? Assim até o subsídio deve ajudar a pagar a multa... Parecendo que não, facilita.

:-)

No caso dos jogadores, com a anuência do FCP, a suspensão é imediata, no caso dos treinadores é diferente? Até para evitar a repetição do sucedido, como observamos hoje?

RS disse...

E mais uma vez o canal público de televisão abriu o Telejornal com a "grande" notícia e meteu no ar um directo da conferência de imprensa do Chiclets... Até parecia que tinham ganho a final da Champions tal foi o destaque...

The Blue Factory of Dreams disse...

Uma pouca vergonha, ainda hoje o Jokanovic foi expulso, todos sao...menos o protegido.

Este esmurra, empurra, insulta, entra dentro de campo, ameaça e nao acontece nada.

Ninguem ve nada nem contesta.

Tudo normal

Ninguem pergunta pelo castigo que nunca mais sai.

NADA

Uma vergonha

DC disse...

é uma pouca vergonha. já durante o jogo ele e o rui costa quase entraram no relvado e pressionaram de tal forma o assistente que ele deixou de marcar faltas! depois mal acabou o jogo foi vê-lo lançado para armar confusão.
Eu não sou a favor da violência mas sinceramente gostava de ver este palhaço fazer isto no Dragão! É claramente um basófias que se arma em forte quando tem protecção mas a continuar assim um dia destes tem uma surpresa!

Nuno Vaz disse...

Se o próprio director desportivo se comporta da forma que todos vimos, porque razão o treinador do benfica não faria o mesmo? Cada vez mais parece que o estádio da luz é um local onde as leis não se aplicam e as regras não são para cumprir. Desde agressões, incitação à violência, confusões nos túneis, invasões do relvado, tudo vale para a "instituição" garanta os seus objectivos...

Fernando Tavares disse...

Tudo como dantes em Abrantes.

Ninguém viu nada, ninguém vai escrever nada, sobre a entrada intenpestiva, aliás bem habitual deste treinador em campo de jogo, por uma simples razão, meus caros desportistas, este treinador é somente o treinaqdor do SL BENFICA, logo está isento de sanções!
Claro que, para adversários deste cromo mal falante,não há árbitro que lhe dê reprimenda, outros por uma simples chamada de atenção são expulsos,enquanto este tem o direito de usufruir da IMPUNIDADE TOTAL por ser encarnado! O brujeço é intocável!
Anda à bofetada no meio do campo é a adrenalina..Entra no campo e faz o que acabamos de ver é a adrenalina..........Desta vez as fotos não enganam, o árbitro estava lá no sítio certo e já agora, só cá para nós, estou curioso em ler o relatório do dito!

Enfim a VERDADE DESPORTIVA em toda a sua plenitude!
VIVA A POUCA VERGONHA!

miguel87 disse...

E as cenas que fizeram, treinador e restante banco, quando foi anulado o golo ao Luisão?? Que festival! No entanto, a impunidade não é exclusiva do treinador, mas de toda a equipa! É impressionante como acabam o jogo com apenas 1 amarelo! O Coentrão manda o bandeirinha para a "puta que te pariu" com todas as letras e bem na cara dele e nada... já depois do jogo empatado tem uma entrada de pitões no tornozelo do Djalma e amarelo nem vê-lo... pouco depois sai uma cotovelada... o Javi Garcia bate em tudo o que mexe e nem por reincidência vê cartões...
Para o outro lado saem cartões com uma facilidade tremenda, mesmo sacados com simulações tristes como a do Gaitan!
Além da passividade disciplinar do arbitro para com os jogadores da instituição ficam lances muito duvidosos de faltas por marcar e foras de jogo milimetricos entre o golo do Maritimo e o final do jogo.

No entanto o que se vai vêr nos jornais de amanha vai ser a "onda vermelha", o penalty por marcar a favor da instituição e o bronco do treinador a falar na "querença" da mais melhor boa equipa do mundo...

Ah pois disse...

Já está no youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=c4xF5eWDoYo

Louro disse...

Uma vergonha é o que se pode chamar da pressão que existe naquele estádio sobre os árbitros.
Ainda na primeira parte vê-se o Coentrão a dizer para o liner: " vai prá puta que te pariu, tás maluco ?"
Ora , isto no minimo dá direito a uma expulsão, correcto?
Foi evidente que o arbitro estava condicionado e não via as faltas cometidas sobre os avançados do marítimo , isto sem falar nos foras de jogo mal assinalados.
Quando o arbitro anulou e bem o golo ao Luisão, vimos uma explosão de emoções sobre o liner e o 4 º arbitro, um autentico filme de terror e de medo sobre a equipa de arbitragem cada vez mais pressionada e condicionada!
Alguem foi expulso? não!!!

Vêm falar do túnel das Antas e do guarda Abel e depois vemos coisas incríveis acontecerem á frente das câmaras, mesmo depois de terem vencido o jogo.
Se o Marítimo se queixou do arbitro ,o que lá foram fazer , Jorge Jesus , Rui Costa, pietra e outros ?
Se calhar não vale mesmo a pena jogarmos na luz porque o ambiente é de cortar á faca e assim pelo menos sabemos que temos 5 pontos de vantagem...
Na flash interview, Jorge Jesus queixa-se da um penaltie por marcar a seu favor por bola na mão de um defensor insular que, se encontrava de costas para o lance e ainda entendeu que o golo anulado ao Luisão era limpinho porque o gurda redes foi contra o Cardoso!!!
Mas o gajo é cego e maluco?..mas quer enganar quem ?
Para terminar gostava de saber porque razão é que o Fábio Coentrão nunca leva um cartão amarelo quando vai festejar os seus golos para junto dos seus adeptos envolvendo-se com eles em jeito de provocação , tal já acontecera no Dragão e hoje novamente o mesmo cenário.., isto sem falar na cotovelada que deu no Djalma , mas que o arbitro ignorou .Nessa altura estava 0-1 para o Marítimo!
Vejo é muita impunidade dentro de campo, não só do Jesus, mas também do Coentrão, do Luisão do Javi garcia..ENFIM !!

Alex disse...

Eles andam desesperados!!
Que pouca vergonha que é toda a gentalha desse clube, até aos "amigos da madeira" fazem cenas...

O único português que esteve em campo nas galinhas, na primeira parte, mandou o arbitro auxiliar, em bom português das caxinas, para a puta que o pariu e nem sequer uma advertência teve, e o arbitro viu e ouviu.. é a impunidade total.

Desejo k morram na praia e espero que o FCP não perca mais nenhum ponto neste campeonato, era Lindo!

FCP sempre

José Correia disse...

Gostava de ver o FC Porto a reagir oficialmente a todas estas cenas, ao ambiente de terror que é criado aos árbitros no estádio da Luz e à total passividade da Liga perante isto. Infelizmente, já sei que no pasa nada...

Talvez algum dos comentadores portistas que participam em programas televisivos, ou que escrevem crónicas em jornais, fale no assunto.

Dragus Invictus disse...

O final do jogo Benfica-Marítimo, envergonha o país e o futebol.
Acontecimentos dignos de um país terceiro mundista, com um estádio cheio de anormais fanáticos, ensandecidos, extremistas e acéfalos.
Ver um jogador ir festejar um golo junto do......s seus adeptos e a sair a sangrar, ver um treinador que corre a provocar tudo e todos, tirando a pastilha elástica da boca, num gesto digno de bêbados, para poder insultar melhor ...bem é um espectáculo digno da manada de anormais benfiquistas e desculpem a redundância.
Nem Rui Costa que eu tomava como pessoa educada e moderada escapa.

Uma vez li e achei exagerado mas já começo a concordar:

"Os benfiquistas são pessoas como nós, mas padecem do benfiquismo. E o benfiquismo é uma doença do foro mental. E essa é a triste verdade da sua condição!

Os benfiquistas levam vidas aparentemente normais até que se tropeça no futebol. Aí deixam de ser quem são e transfiguram-se numa manada ensandecida, acéfala e fanática.

E numa espiral apoplética, algures entre a histeria e a epilepsia, acabam manifestando vários sintomas dos piores defeitos que um ser humano pode exibir: arrogância, demagogia, mentira, dogmatismo, jactância, soberba, venalidade, cobardia, puerilidade... enfim! Deixam de ser os seres humanos para se tornarem nuns Ogres doentios e desprezáveis.

Sim! Porque o benfiquista é um alienado mental, uma espécie de drogado incapaz de compreender o mundo em que se movimenta e para quem, as "grandes proezas" do Benfica, funcionam como as doses regulares duma toxina que o mantém distraído, dopado e débil para os desafios que deveria enfrentar na sua vida e em prol da sua comunidade."
Infelizmente não conheço um benfiquista normal ... quem conhecer que me indique ... irei sentir o que sentiria um etíope se encontra-se uma galinha no deserto!

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

L'Avvocato disse...

"os outros é que tem de se preocupar com os nossos adversários, e estimula-los, e anima-los e outras coisas que se Vocês quiserem saber, perguntem!"

Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa referindo-se ás bombas de Carnaval

Bruno Neto disse...

O FC Porto deve manter-se afastado destas confusões e fazer o que lhe compete: ganhar TODOS os jogos até ao fim do campeonato. Não temos que olhar para trás, o caminho é para a frente!

Espera-nos um jogo difícil na luz, não por ser contra estes matrecos que na minha opinião estão em larga escala sobrevalorizados, mas porque vão existir todo o tipo de manobras de bastidores para nos parar: túneis, pressões, utilização dos orgãos de comunicação social para transmitir o que convêm nessa semana, escolha de árbitros, etc.. Esse jogo é para ganhar e para isso temos de lá chegar com 8 pontos de vantagem o que acontecerá de certeza porque somos Porto!

RCBC disse...

As atitudes deste senhor prendem-se essencialmente à imensa carga nervosa que o jogo lhe provocou...Teve a poucos segundos de ficar a 10 pontos do líder...aliás, é curioso constatar que o golo surgiu em período de "descontos de descontos"...

Ao contrário do que alguns papalvos andam para aí a tentar fazer crer, a pressão e a reduzida margem de manobra estão do lado deles, daí os nervos, as tentativas de agressão e a constante agitação que se vive por aqueles lados...

O que os transtorna mesmo é saberem que mesmo ganhando TODOS os jogos até ao fim do campeonato, o que tb só surgiria com muita falta de jeito das outras equipas, estão sempre dependentes do FC Porto...

E o FC Porto continua calmo e tranquilo na liderança, vencendo bem os seus jogos, sem os alaridos da comunicação social, nem os nervos da 2ª circular...

Está tudo sob controlo, basta para isso que continuemos a fazer o nosso trabalho...Agora é descansar e preparar bem o jogo de sábado com os nosso queridos inimigos do vitória...

Mario disse...

É inacarditável o que o chiclas pode fazer impunemente. Eu já não acardito em contos de fadas.

'mega' disse...

Hoje joga a naval contra o braga... O home do apito é o amigo joão "pode ser".. A questão é: quantos jogadores do braga vão sair castigados deste jogo e consequentemente ser impedidos de jogar contra o benfica para a semana?

Joaquim Varela disse...

É pá, são só virgens ofendidas por aqui... Fantástico!!!

Pedro Malaquias disse...

Meus caros, ficou um amarelo por mostrar ao coentrão - num lance com braços - e o golo foi muitíssimo bem anulado. As cenas do Jesus no final são tristes, mas honestamente e contrariamente ao que aconteceu no outro jogo (em que me parece óbvia a necessidade de suspensão), não vejo qualquer motivo para mais do que uma admoestação.

De resto, na primeira parte ficou um penalty por assinalar. Não interessa se o jogador se vira de costas ou não, visto que faz o movimento com os braços totalmente abertos (seguindo o racionício de alguns, bastaria que o jogador se virasse de costas para poder ocupar o triplo do espaço com os braços).

Ficou um também um jogador do Marítimo por expulsar (segundo amarelo) por falta sobre o Sálvio (penso que no início da segunda parte).

Relativamente aos foras-de-jogo, não houve um único mal assinalado contra o Marítimo. Já contra o benfica, existem 2 escandalosos, sendo que um deles (CoentrãO) permitiria isolar dois jogadores do benfica.

Ainda que hoje o Benfica seja muito mais forte que o Porto, o campeonato ficou resolvido nas 5 primeiras jornadas. Para além do mais, os principais jogadores do Benfica estão completamente de rastos (ontem, foi visivel que Coentrão, Sálvio e Gaitan estão a acusar, e muito, o cansaço) e, mais cedo ou mais tarde, vão falhar.

PS - vamos lá ver se a suspensão de Jesus não fica para os jogos cotnra o FCP.

Justiceiro Azul disse...

É evidente porque o Coentrão não levou amarelo, tal como, por exemplo o Guarín levou. Porque seria o 5º e não ia jogar a Braga!

Pedro Malaquias, esse fora de jogo ao Coentrão, realmente não era, mas foi milimétrico. De qualquer maneira o GR do Marítimo chegou antes à bola.

Teve piada essa insinuação sobre a data da suspensão do Jesus. Era para rir? Francamente, acredita que o Porto consegue alguma coisa desta Liga ou Federação? Acha que tem alguma influência?

Pedro disse...

Talvez tenha havido uma ou outra falta mal assinalada, mas acho que o árbitro procurou ser isento. Se ele fosse mesmo com vontade de beneficiar o benfica, concerteza teria fechado os olhos à falta descarada do Cardozo. Houve alguns fora de jogo mal assinalados, mas pelo que me recordo nenhum deles impediu uma jogada de perigo. O lance do penalty ... a bola a dois metros do braço, o braço quieto e quase junto ao corpo (não está de braço aberto), e o jogador a nem sequer ver a sequência da bola ... se isso não é bola na mão (e não mão na bola) então não existe o conceito "bola na mão". Ou seja, ou bem que se marca qualquer penalty com a bola a tocar no braço, ou então se existem excepções, esta é concerteza uma delas.

O que me parece estranho, e nada próprio de uma equipa que se diz estar bem, é que, perante uma vitória difícil mas extremamente moralizadora, o JJ tenha ido procurar confusão onde não estava ninguém do benfica. Achei surreal! Só mesmo justificado por alguém intranquilo e que sente que nem os comentários de mau gosto nem o bom nível recente do benfica são capazes de deitar abaixo aquele que é o líder incontestado (pelo menos por quem pensa um bocadinho) - o FCP. E ainda por cima agora na máxima força. Deve doer saber que é cada vez mais inevitável que o miúdo de 31 anos lhe tenha levado a melhor, apesar de JJ até vir com a vantagem de ser campeão.

José Correia disse...

«(...) quiçá levado pelo clima de alta tensão de um jogo que esteve na iminência de lhe roubar pontos, Jesus resolveu meter-se onde não era chamado – os jogadores do Marítimo protestavam com a equipa de arbitragem –, acabando por provocar adversários e tornar-se protagonista principal de cenas pouco dignificantes. Dá ideia que julga que ficará sempre impune.
Tanto mais que o Benfica não tem razões de queixa da arbitragem de Vasco Santos. Honra seja feita ao árbitro que naquele turbilhão manteve o sangue frio e a lucidez que lhe permitiram analisar de forma correcta os lances polémicos. Mais: Jesus até pode agradecer ao árbitro não ter mostrado o cartão amarelo a Fábio Coentrão depois deste ter feito o golo. Era o quinto e não jogava em Braga.»
António Magalhães
record.pt

Ah pois disse...

Parece incrivel mas este Benfica actual quase que faz-me sentir saudades de um Benfica mais digno, o do Gaspar Ramos por exemplo. Eu não disse que ele era digno, ele era um fuínha fdp.

Ele e o Juiz Desembargador Adriano Afonso, o presidente da Assembleia Geral do SLB, que quando festejaram o campeonato de 1993/94 ele disse:

"Foi a vitória do bem contra o mal."

Tempos diferentes, tempos onde a sobranceria, a basófia, o sentimento de que todos lhes serviam existia mas pelo menos não havia este forróbodó de murros, empurrões e pressões sobre os árbitros. Nunca pensei vir a dizer isto, mas tenho saudades desse Benfica, um Benfica que podia perder 5-0 em casa contra o maior rival e não armar escabeche.

iachsj disse...

De facto o Fábio esteve brilhante: mandou o auxiliar, a 2 metros de distância, para aquele lado que ninguem gosta de ser mandado; agrediu à cotovelada o Djalma; festeja com o público o golo com a correspondente invasão e consegue estar disponível para jogar em Braga!! Bravo!!

Um video disto não ficava mal, pf.

FernandoB disse...

Se isto é assim no relvado, à vista de todos, imaginem no tunel lá do galinheiro !!!
Quem é este Malaquias que comenta volta e meia aqui ???

Não será que no meio daquela jagunçada que pisou a relva no fim do jogo, não estarão os tais que agrediram a "amiga" do Rui Costa ? À atenção da PJ...

meirelesportuense disse...

"Vitória do Povo" diz "ABola", quer dizer, o Povo do Porto para estes Mecos não é Povo!

Barba azul disse...

Meireles, intuitivamente a Bola sabe que o Povo do Porto é um Povo-fidalgo!

José Correia disse...

«A primeira vez que se ouve Jorge Jesus dizer que quer dar luta até ao fim, não se imagina que o treinador do Benfica esteja a ser literal. À segunda, já depois de o ter visto dar luta a Luís Alberto no fim do jogo com o Nacional, desconfia-se. E à terceira, quando o vemos dar luta a meia equipa do Marítimo, dirigentes incluídos, assim à moda do "quantos são? quantos são?", percebemos que quando Jesus falava em dar luta até ao fim só estava a pecar por defeito: o treinador do Benfica dá luta mesmo muito depois do fim. Para trás ficam preocupações mais católicas, coisas de um Jesus diferente, que falava em oferecer a outra face. E, no entanto, tanto este como o outro conseguem verdadeiros milagres. Se o original conseguia fazer os cegos ver, este consegue cegar os árbitros que nunca vêem aquilo que se passa à frente dos respectivos narizes e salta aos olhos de toda a gente. Por outro lado, bem vistas as coisas, isso nem sequer é assim um grande milagre. Milagre a sério será ver outro treinador fazer o mesmo sem consequências.»
Jorge Maia
ojogo.pt

Carrela disse...

Pedro Malaquias,
a da data da suspenção deve ser mm para rir, até pq se não estou em erro o ocorrido foi antes do jogo da taça no Dragão, ou seja, já o jj devi estar fora do banco, mas enfim... voçês vivem a comer sono!! Impressionante!