sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Negócios do mercado de Inverno


(clicar para ampliar)


Assim de repente, penso que faltam nesta lista alguns nomes das contratações de Inverno feitas nos últimos anos (de 2006/07 a 2009/10). Não me lembro é de quais...

Infografia: record.pt

6 comentários:

FeiraBytes disse...

Só um reparo...o benfica vendeu o David Luís por 25milhoes, mas detinha apenas 75%(?) do passe(acho)...logo as contas estão erradas

Quem fala do caso do Eenfica fala de outros casos, as contas não são assim lineares...foi como o Ramirez...vendido por "x" mas esse "x" benfica só teve direito a metade (+8milhoes(?) que recebeu da venda de metade do passe a uma empresa)

Daniel Gonçalves disse...

Segundo a imprensa há interesse de clubes italianos - Juventus e Inter - no Rolando, ora a confirmar-se a venda do defesa no final da temporada, temos - estou a referir-me aos responsáveis pelas prospecções e contratações no clube - de pensar já num substituto à altura, e, caso Maicon não consiga singrar e Sereno continue na mesma, contratar um suplente fiável.

miguel_canada disse...

Realmente, o Sissokho foi algo nunca visto e duvido muito que tal volte a acontecer nos próximos 100 anos.
De resto, fica mais uma vez comprovado que os negócios de inverno são situações de ultimo recurso que geralmente não geram grande retorno.

José Correia disse...

Daniel Gonçalves disse...
Segundo a imprensa há interesse de clubes italianos - Juventus e Inter - no Rolando

Não será o empresário do Rolando a tentar valorizar o seu "produto"?
O ano passado também se falou num pretenso interesse do Manchester United.

David disse...

miguel_canada disse: "os negócios de inverno são situações de ultimo recurso que geralmente não geram grande retorno."

Não sei se não gerarão grande retorno, não sei, não. Há quem diga que é essa a sua função essencial...

Daniel Gonçalves disse...

José Correia disse "Não será o empresário do Rolando a tentar valorizar o seu "produto"?"
Até pode ser, mas supondo que Rolando é vendido ou está para ser vendido convêm ter em mente um substituto.