segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Um ano depois (ou "os Media que temos")

A diferença de tratamento dos meios de comunicação social *nacionais* perante os diferentes clubes (incluindo canais públicos de TV, o que é de longe o mais grave) já é, como sabemos, um caso mui generis no panorama internacional.

Tendo em conta que a ditadura já acabou há 37 anos e até mesmo que os adeptos do slb são indiscutivelmente uma minoria em Portugal (i.e. certamente menos de 50% da população) - ainda que sejam uma clara maioria nas posições de poder ou nas Direcções dos media portugueses, o que explica muito - isto até dava uma óptima tese de fim de curso na área dos estudos sociais.

Dei comigo a pensar nisto ontem à noite ao constatar que há um ano (e com um FCP escandalosamente penalizado com longas suspensões - ilegais, como ficou mais tarde demonstrado - de Sapunaru e Hulk) só se falava no benfica "avassalador" e "imparável"; e passado um ano o destaque já é/era dado à "pressão" a que o FCP estava sujeito, à sua forma periclitante e no campo oposto loas à forma e resultados positivos do slb (que só não será campeão, segundo alguns, "devido a um mau início de época").

Quem lê e ouve os media portugueses ficaria sem dúvida convencido de que há um ano o slb tinha um percurso imaculado, enquanto esta época o líder (FCP) tem um percurso vulgar e titubeante, com o slb a dar cartas.

Aliás, quem lê os jornais ou vê TV nas últimas semanas até é capaz de ficar a pensar que é o slb que vai à frente.... veja-se por exemplo agumas capas de hoje ("Benfica dá festival" e "Génios à solta" a ocupar capas inteiras).

No entanto... ó, surpresa das surpresas! Então não é que o slb "avassalador" da época passada levava, à mesma jornada (2oa), menos 7 pontos do que o FCP desta época?


Mais: se fosse ao contrário, não faltariam loas aos recordes estabelecidos e ao domínio avassalador que o líder detem. Há quantos anos é que não tínhamos um líder com um percurso tão imaculado no campeonato por esta altura (digamos à 20a jornada)? Não sei a resposta ao certo, mas sei que se fosse o slb já o tinham investigado, e sei também que é um recorde neste milénio (nr de pontos do líder nos últimos 10 anos à mesma jornada, de 2011 para trás: 56, 49, 42, 50, 49, 44, 37, 52, 54, 43).

Se fosse ao contrário teríamos certamente parangonas do género:

1) hoje: "Villas Boas melhor que o FCP campeão europeu de Mourinho"


2) ...e há um ano atrás: "Jesualdo conseguiu fazer melhor que Jesus" [na época 07/08].

Há dúvidas?

PS - quem tenha andado na FEUP sabe como responder de forma precisa à pergunta que remata este texto :-)

29 comentários:

Mario disse...

Ainda hoje mesmo falei com um colega benfiquista pra lhe dizer que realmente jogaram muito bem, mas aquele penalti (sobre o qual nem houve discussão) foi muito forçado. Sabem qual foi a resposta dele ? É que tinha sido igual ao penalti do Lisandro com o Benfica. Claro que lhe respondi que o Lisandro até foi suspenso 2 jogos por causa disso, mas já não lhe deve ter entrado pela cabeça isso. Isto só pra dizer que em casos iguais o tratamento será sempre diferente. Por mais taças e campeonatos e numeros que lhes mostremos, nunca vão admitir que o FCP está bem melhor que eles. Se o número de adeptos contasse (conforme eles gostam de dizer que são os maiores) a China era sempre campeã mundial. Abraços

Jorge disse...

até avançava com um "não, senhor doutor", mas já fui praxado em 1996, começa-se a esquecer algumas das coisas... (oh para mim a puxar os galões de engenheiro!)

quanto ao texto, nada a dizer. é o estado em que os pseudo-jornalistas estão e como não são nunca chamados à razão por um poder que lhes faça lembrar a deontologia, entretém-se a manipular as estatísticas como lhes convém. o costume, portanto.

abraço,
Jorge
Porta19

Carrela disse...

Quem andou na UM tb sabe responder à pergunta!!

Há dúvidas? Não!
Então? Foda-se!
----------------

reine margot disse...

Pois, se "contra factos, não há argumentos" fosse lei no reino dos jornalistas, a vida era bela! Mas os jornalistas são sobretudo muito acomodados e - sem querer insultar ninguém - têm bastante preguiça mental.
Para quê ir a correr atrás de uma comparação tão simples como esta? Ainda tinham que discutir com o chefe, e tinham que se justificar... e é pá isso é uma grande trabalheira.Para além de não dar bilhetes para a Luz e lugares de jeito no avião...e, quem sabe com a crise talvez um emprego na galinhastv não se possa descartar...etc...
Mas, já o outro dizia: os cães ladram e a caravana passa!

reine margot disse...

Só mais um comentário: alguém ouviu a apreciação ao jogo feita pelo Rui Vitória do Paços? simplesmente disse que o porto tinha criado esta história do jogo com o braga ser importante, mas que por aquilo que o braga tem feito este ano o porto sabia que podia vencer o jogo, então criou este obstáculo como uma coisa importante, mas que no fundo não o era minimamente como se tinha visto durante o jogo em que o porto não tinha tido necessidade de jogar porque o braga não tinha existido...
- à espera que o jesus saia do benfas, amigo rui?
- na próxima jornada o braga joga contra o paços e espero que lhes espete 5, pelo menos...

RS disse...

Já agora, alguém se lembra de alguma vez o Telejornal do canal público ter entrado em directo na conferência de imprensa após o final de um jogo? Pois... aconteceu ontem... E já no sábado, de manhã, tinham feito a mesma gracinha mas para ouvir em directo as baboseiras do JJ na antevisão do jogo com o Vitória. Vergonhoso!

motta disse...

«Não há! Nem pode haver!»

Ou mais actual:
«Não há! Nem nunca houve!»

Pedro Reis disse...

Não sei se o Rui Vitoria disse isso, mas está muito bem dito!
Mostra que o AVB e o FCP são inteligentes e que usam bem os Mind Games para motivar jogadores e adeptos! :-)

P.S. Gostei foi da resposta do AVB ao Bronco do cabelo de farófias, fenomenal! E ainda há quem tenha dúvidas sobre a inteligência do nosso grande treinador... Andou a elogiar o Jesus e o SLB antes deste jogo difícil do FCP e agora toma lá uma rajada para ver se eles abanam entre Liga Europa e o jogo com o SCP, que os pode arrumar do campeonato. É esperto o nosso cenourinha! :-)

JOSE LIMA disse...

Peço desculpa de também entrar mas reparem neste mimo:
Estava a ver o jogo do benfica com o Guimarães e há aquela jogada do cardozo que atira para a baliza, faz golo, mas em fora-de-jogo.
Diz o manhoso comentador da TV das sopeiras: -"hum... não me parece..."
Entretanto a realização coloca a linha onde se vê nitidamente o offside.
Diz: o manhoso: -"De facto está mas o árbitro não devia ter marcado! É um lance muito difícil de analisar!"
Como é possível haver um operador televisivo que permite bestas como esta comentar um jogo?!
Outra:
O senhor Rui Santos cujo programa tem a única finalidade de proteger a "instituição" e bater o mais que pode no Sporting (aliás com bons resultados, conseguiu despedir o Paulo Bento) e no F.C.Porto (sem resultados vísíveis) tomou-se de dores pelo Marítimo e perguntou, fazendo-se eco de Carlos Pereira "onde estava a diferença do dinheiro"!
Mas desculpem: Qual diferença? Acaso existiu algum contrato? O que ficamos a conhecer é a existência de duas cartas: uma do FCP de 24 de Junho 2010 e outra do Sporting de 30 de Janeiro de 2011 a contactar o detentor dos direitos.
O facto da oferta do FCP ser menor e, o detentor do passe a ter aceite, tem alguma relação com a pergunta do senhor Rui Santos?
Que credibilidade oferece o Sporting neste momento aos seus fornecedores para fazer contratos?
O senhor Rui Santos, amante da verdade desportiva devia comentar o facto do Marítimo ser suportado pelo Governo Regional (que tem 40% da SAD) ou seja, no fundo sustentado por nós todos.
Toda a gente percebeu, menos o senhor Rui Santos, que era uma entrevista de favor (ainda por cima na BOLHA) e se destinava a pedinchar um aval de 35 milhões de euros ao Tio Alberto para terminar as obras no Estádio do Marítimo.
Imagine-se o que seria a CMP avalisar as despesas do FCP! O que diria o senhor Rui Santos?
Para terminar outra perguntinha para ele: Quando coloca um conta-quilómetros, melhor dizendo, um conta-dias, para recordarmos há quanto tempo um carroceiro agrediu um atleta perante milhares de pessoas sem que ainda seja conhecido o inevitável castigo?
Ou tem medo de ser corrido da CHIC como já foi da BOLHA por dizer mal da "instituição"?

José Correia disse...

@reine margot
Tal como agora, também na semana que antecedeu o Paços Ferreira x FC Porto, houve muito boa gente que previu que os dragões iam deixar pontos na Mata Real.
Qual foi o resultado desse jogo?
Pois...

Louro disse...

Tive a oportunidade de ver pela TV os jogos SLB - V.Guimarães e mais tarde o Sp.Braga-FCP e como é do conhecimento geral a mouraria fez um magnifico jogo blá blá blá...
O FC Porto fez igualmente uma bela partida de futebol , não dando qualquer hipótese ao adversário apesar de ter levado muita cacetada o que não aconteceu em Lisboa uma vez que os jogadores do Vitória pareciam estar com receio de cometer faltas.
Uma pessoa lê a capa dos jornais do regime e vê as parangonas do costume como é apanágio, que elevam as vitórias da mouraria a um nível estratosférico!

Agora ler no titulo desse jornal: " dois golos do argentino contra adversário muito macio " como forma de apreciar a nossa vitória , é andar a gozar com os leitores.


Quem não viu os jogos pensará que o Braga fez o favor ao FCP e perdeu porque quis , enquanto o Guimarães que raramente fazia uma falta , não teve hipótese porque o adversário é de outro planeta!!
Não há forma de por termo a isto??

rbn disse...

Este assunto dos media que temos é simples de compreender.

90% dos media(ou merdia?) estão onde?Na freguesia de lisboa.

Tá explicado.

Voces nunca repararam que QUALQUER vitoriazinha roubada do SCP é DESTAQUE nos pasquins, mesmo que no mesmo dia jogue o FCP para a champions?

Quando ganham os 2 da 2ª circular, os pasquins DIVIDEM a 1ª página, nunca repararam?

E a cereja no topo do bolo, como bem nos lembramos, na 3ª feira, VÉSPERA da final da Champions de 2004, quem é que estava em foto gigante com letras garrafais nas 1ªs páginas dos 2 pasquins?

Era o futuro campeão europeu e mundial?

Não!!!Era o orelhas, que no dia anterior invadiu o estúdio da Sick.

Estes 90% dos merdia deveriam fazer como a(o) pinhão : assumir de vez as suas preferencias e passarem a assinar aguia-press, ou orelhas-press, ou lampião-press, ou galináceos-press.

Mainada.

Velasquez disse...

Bruxelas eu respondi a essa tua pergunta no "outro lado". É o 2º melhor registo à 20ª jornada, no campeonato nacional, de sempre. Em igualdade com 96/97 atenção. Apenas atrás do visitante de 72/73, que seguia com 20 vitórias.

Tripeiro4ever disse...

Mas que presunção é essa da FEUP e coisa e tal...?!!!!
Que eu saiba essa dita pergunta e consequente resposta não é exclusiva da argamassa, muito pelo contrário, de toda a Academia do Porto!
Cambada de trolhas presunçosos... :D

Jorge disse...

trolhas?! e os electricistas não podem cantar o mesmo? ;)

David Duarte disse...

é um facto que o Benfica està longe de ter os seis milhões de que tanto se falava. Mas é igualmente um facto (assumido pelas direcções dos jornais desportivos) que uma manchete que não seja preenchida a vermelho acaba por vender menos porque, quer se queira quer não, os adeptos benfiquistas continuam a ser maioritarios.

Agora é um facto que existe uma diferença de tratamento relativamente ao Benfica do ano passado e ao Porto deste ano. Mas não nos esqueçamos de uma coisa. O benfica de grande qualidade no ano passado foi o Benfica da segunda metade da época (em que apenas teve um empate e uma derrota no campeonato e em que foi buscar a qualificação para os Quartos na Europa a Marselha, futuro campeão francês, num grande jogo como ha muito não se via pelos lados da Luz em competições internacionais... desde Liverpool em 2006 provavelmente).

E depois existe o facto indiscutivel que, apesar dos numeros serem extraordinarios, o FC Porto estar hoje muito longe das exibições, nem digo do benfica do ano passado, mas do proprio FC Porto no inicio deste ano. Os dois ultimos meses foram de jogos sofrivéis da parte do FC Porto que, ganhando com mérito, não o fazia da forma clara e esmagadora como o fez no inicio da época.

David Duarte disse...

Ha mais um ponto que queria sublinhar nesta relação entre os media e os clubes portugueses. Não gosto muito do Rui Oliveira e Costa do Trio de Ataque (alias ja ha muito que perdi o gosto de ver este programa), mas ele disse algo uma vez que enriqueceu realmente o debate.

A existência de clubes nacionais é algo que realmente particulariza o futebol português, os outros campeonatos sendo constituidos por clubes regionais ou mesmo urbanos (caso da Inglaterra) que representam de forma exclusiva a população da sua região, cidade ou bairro. Aqui encontramos uma das razões pela qual noutros campeonatos, por vezes de menor qualidade que o nosso, os estadios estejam sempre bem preenchidos : é que ai torce-se pela sua equipa enquanto que em Portugal o clube da terra apenas é apoiado num segundo plano.

Em Portugal apenas existem dois clubes nacionais, um que apesar de muitos fracassos nos ultimos 20 anos soube manter os seus adeptos mobilizados (o Benfica, muito devido à mesma logica com a qual Pinto da Costa conseguiu mobilizar os adeptos do FC Porto, ou seja, identificando um inimigo) e outro que pouco a pouco perde essa dimensão (o Sporting).

O FC Porto não é um clube nacional apesar de ter tudo para sê-lo. E não o é devido ao discurso anacronico que o seu Presidente continua a ter. A direcção do FC Porto continua a ter um discurso regionalista quando a realidade do clube e da sua massa de adeptos é, ela, ja nacional (muitos amigos meus portistas de Lisboa não se revêem nas declarações de Pinto da Costa). Reformulo o que disse : o FC Porto é ja um clube nacional, contudo a sua direcção ainda não tomou na sua plenitude este facto (critica de Vitor Baia).

David disse...

Mas quem é que lhe disse a si, David Duarte, que queremos ser um "clube nacional"? Clubes com essa característica alimentam-se daquilo a que o falecido Dr. Barreirinhas Cunhal chamava "o atraso cultural do nosso povo". Há gajos em Carrazeda de Ansiães que nem sequer algum dia puseram os pés em Lisboa e são do Benfica, imagine! Isso atesta de facto o provincianismo das pessoas e não a grandeza do clube.

E deixe-me que lhe diga que considerar o Sporting um "clube nacional" é estar desatento à realidade. Do Mondego para cima o lagarto é uma espécie em vias de extinção, alvo das precupações do Ministério do Ambiente e do World Wild Life Fund.

Mas essa coisa dos "clubes nacionais" não é apenas própria de Portugal. Se entrar numa taberna qualquer de Vigo em dia que esteja a jogar o Real Madrid vai perceber onde quero chegar (já o Barcelona, tal como o Porto, não é um "clube nacional", o que decerto os preocupa imenso). E o mesmo se aplica em Itália à Juventus, uma espécie de Benfica lá do sítio.

David Duarte disse...

E ha gajos em Lisboa que nunca meteram o pé no Porto que são do FC Porto David. E é de facto o provincianismo português.

Sobre o facto de o FC Porto querer ou não ser um clube nacional, o que eu quis colocar em evidência é que muitos adeptos do FC Porto vivendo noutros locais do pais gostariam de ouvir um discurso da parte dos dirigentes portistas mais em adequação com a realidade da sua massa adepta.

Sobre o Sporting, se ler outra vez o que escrevi verà que finalmente dizemos a mesma coisa, com uma nuance : enquanto eu considero que o Sporting està fatalmente a deixar de sê-lo, o David considera que ja não o é.

Sobre os casos nos outros paises, de facto o Real Madrid e a Juventus são talvez os unicos exemplos de "clubes nacionais", mesmo se a Juventus deve ser relativizada pois, além de Turim, apenas nas regiões do sul se encontram adeptos seus (devido às grandes migrações du Sul da Italia para a região de Turim).

Nightwish disse...

DD:
O FCP esta época não tem o luxo de jogar constantemente contra dez; pelo contrário, todos os jogos sofre entradas violentíssimas. Assim, é díficl dar goleadas atrás de goleadas. Também não dispomos de Caimares e Di Mergulhos para oferecer penalties e livres perigosos.
Mas aquilo que lhe interessa é a mentira desportiva e o achincalhamento. O que quer é a resignação dos portistas, mas pode ir parar a outra freguesia.

José Rodrigues disse...

"quer se queira quer não, os adeptos benfiquistas continuam a ser maioritarios."

Diz quem?

Segundo as sondagens mais exaustivas e independentes, o slb terá uns 40% dos adeptos em Portugal (e assinalo que muita gente nem sequer entra nestas contas, nomeadamente quem não tem clube).

É o clube com mais adeptos, sem dúvida, mas desde quando é que 40% corresponde a uma "maioria"?? Nem que fosse 49%...

José Rodrigues disse...

"A existência de clubes nacionais é algo que realmente particulariza o futebol português, os outros campeonatos sendo constituidos por clubes regionais ou mesmo urbanos"

Mentira, há várias excepções de relevo. Para dar dois exemplos: o Man Utd tem mais adeptos no sul de Inglaterra do q em Manchester (e até se costuma fazer anedotas sobre isso em Inglaterra); idem para a Juve em Itália. E já agora, o que dizer do Real Madrid? E mais: muitos clubes passaram de regionais directamente a mundiais, tendo muitos adeptos no estrangeiro (acima de tudo em África, Médio Oriente e Ásia): refiro-me a vários clubes ingleses ou a um Milan ou Barcelona.

De resto o David disse tudo: os clubes "nacionais" são mais um sinal de anacronismo do que de outra coisa qualquer, em vez de ser ao contrário. Além de que pouco interessa no séc XXI: um Milan é um clube regional mas não é por isso q deixa de ter muito mais adeptos (muitos deles fora do país) do que um slb.

De resto não é que fique minimamente chateado por o FCP ter cada vez mais adeptos fora do grande Porto. Mas isso não invalida que o FCP seja primariamente um clube de cariz regional, tal como muitos bons clubes deste mundo (Bayern, Barcelona, etc). E se o slb ou o Real Madrid são mais nacionais, isso é mais sinal de resquícios da ditadura do q outra coisa qq.

"Em Portugal apenas existem dois clubes nacionais[...]o Benfica [...] e o Sporting."

O Sporting? LOL

O FCP tem mais adeptos fora do grande Porto do que o SCP fora da grande Lisboa. Aliás, o David disse tudo. Eu sou do Norte e devo conhecer pessoalmente mais adeptos de para aí uns 50 clubes do que de um SCP...

José Rodrigues disse...

"Sobre o Sporting, se ler outra vez o que escrevi verà que finalmente dizemos a mesma coisa, com uma nuance : enquanto eu considero que o Sporting està fatalmente a deixar de sê-lo, o David considera que ja não o é."

Não sei onde o D Luiz vive ou viveu, mas sei q tenho 38 anos, sou do Porto e tenho laços familiares q me levaram desde muito jovem a viajar frequentemente pelo Minho e pelo distrito de Aveiro.

E posso dizer ao DD q *há já 30 anos atrás* muito, muito raramente encontrei adeptos do SCP nos distritos do Porto, Aveiro, Braga e Viana (q correspondiam, e correspondem, a mais de 1/3 da população portuguesa).

Ou seja, há já pelo menos 30 anos que o SCP não se pode considerar um clube "nacional", tendo tão pequena representação no conjunto destes distritos.

José Rodrigues disse...

"Mas que presunção é essa da FEUP e coisa e tal...?!!!! Que eu saiba essa dita pergunta e consequente resposta não é exclusiva da argamassa, muito pelo contrário, de toda a Academia do Porto!"

Não disse nem insinuei o contrário. Disse apenas que os da FEUP devem conhecê-la de certeza (e a única versão que eu conheço é a que o Carrela avançou), que eu saiba, mas acreditava-me perfeitamente que em outros sítios também a conhecessem (mas disso já não tinha a certeza).

Tripeiro4ever disse...

@Zé, eu sei o meu comentário foi em tom de saudável provocação, não leves a mal! :-)

@David, quando refere "O FC Porto não é um clube nacional apesar de ter tudo para sê-lo. E não o é devido ao discurso anacronico que o seu Presidente continua a ter. A direcção do FC Porto continua a ter um discurso regionalista quando a realidade do clube e da sua massa de adeptos é, ela, ja nacional (muitos amigos meus portistas de Lisboa não se revêem nas declarações de Pinto da Costa)."

Então qual é o discurso anacrónico que o Presidente Pinto da Costa, continua a ter!?... Não concordo e prova disso é, por exemplo, as Casas do Dragão que se vão constituindo e espalhando pelo território português, bem como, as visitas sucessivas do Presidente a todas elas. Porém, há uma coisa que dificilmente vai mudar, a componente ou índole regionalista que o FCPorto tem. Faz parte, está nos genes! Quem gosta do Porto Clube tem que aceitar que a sua alma é a alma Tripeira, é o amor à Cidade, à terra e à região. Pinto da Costa na sua segunda eleição tinha um pequeno autocolante que dizia "SOU TRIPEIRO, POR ISSO AMO O FCPORTO". Admito que os tempos mudam, os nossos adeptos e simpatizantes ultrapassam, de há muito, a Muralha Fernandina. O FCPorto continuará a ser um Clube, uma Marca da Região!


"Reformulo o que disse : o FC Porto é ja um clube nacional, contudo a sua direcção ainda não tomou na sua plenitude este facto (critica de Vitor Baia)."
Concordo mais com essa ultima frase, penso que a direcção poderia fazer muito mais, além fronteiras.

David Duarte disse...

José Rodrigues:

A existência de clubes nacionais particulariza o futebol português na medida em que tais clubes são excepções no futebol europeu. Os exemplos ja foram dados : Benfica, Real Madrid, Juventus. Estes são os três que fazem da dimensão nacional um ponto caracteristico da sua identidade. Outros ja o foram, estão a deixar de sê-lo ou então começaram a sê-lo. Contudo, este fenomeno caractériza o futebol português como o Real Madrid em Espanha (não, não são residuos da ditadura, mas do sucesso dos anos 60, unicas razões de alegria de espanhois e portugueses nesse periodo negro) ou a Juventus em Italia.

Sobre o Sporting, muitos são os seus adeptos no Alentejo, em Leiria (em maior numero do que os adeptos benfiquistas) ou ainda em Viseu, distrito onde os adeptos de Benfica Porto e Sporting devem ser ela por ela. Minho e Tras-os-montes não conheço por isso so tenho que confiar naquilo que diz.

Sobre o numero de adeptos benfiquistas, não disse que que os adeptos do Benfica eram maioritarios em termos nacionais. Quis dizer que na logica de vender jornais é normal que se façam manchetes a encarnado pela simples razão dos adeptos benfiquistas serem maioritarios quando comparados com os adeptos de outros clubes (em particular sportinguistas e portistas).

Nigthwish, ja escrivi aqui um comentario sobre essa dos "Caimares" e não foi publicado. Digo-o mais uma vez correndo o risco de não voltar a ser (o que seria uma pena pois aqui vai igualmente uma resposta a José Rodrigues). Nigthwish, quando se tem Hulk, James ou ainda Belluschis (comme se viu na Taça) mais valia encontrar outras coisas para picar.

Nightwish disse...

Uns sofrem toque e o árbitro tem a certeza que não é falta, outros sentem a respiração e têm penalties.
Mas, claro, são situações idênticas. Critérios de um sistema podre.

Nightwish disse...

Cito :

Pegue-se no exemplo "Bola" para ver a análise que estes tipos fazem aos jogos.

Festival Ofensivo na Luz e Braga macio na pedreira

Depois os factos

Ofensivamente:
Porto em Braga
14 remates
9 cantos
55% de posse de bola

Benfica em casa
13 remates
8 cantos
57% de posse de bola

Braga Macio:
Braga 22 faltas cometidas
Guimarães 14 faltas cometidas

Braga não pressionou tanto como o Guimarães ?
Porto com 74% de passes certos
Benfica com 72% de passes certos

José Rodrigues disse...

"Sobre o Sporting, muitos são os seus adeptos no Alentejo, em Leiria (em maior numero do que os adeptos benfiquistas) ou ainda em Viseu, distrito onde os adeptos de Benfica Porto e Sporting devem ser ela por ela."

Não contesto isso. Simplesmente um clube que não tem uma representação minimamente significativa na metade norte do país (onde vive metade da população portuguesa...) não se pode considerar exactamente como um clube "nacional".