segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Venceram os vermelhos… e o árbitro

«Não há palavras na língua grega que possam descrever a arbitragem do senhor Kalopoulos»
in comunicado oficial do Panathinaikos

Estes são os últimos meses que me vão ver na Grécia. Com estas condições, não posso continuar a jogar aqui
Djibril Cisse (internacional francês, jogador do Panathinaikos)


Já há algum tempo que não via uma arbitragem como a do Olympiakos x Panathinaikos deste fim-de-semana, jogo que terminou com uma vitória dos vermelhos sobre os verdes, no derby de Atenas, por 2-1.

O vídeo seguinte (seguramente preparado por uma adepto do Pana) é elucidativo:



1) Agressão a um jogador do Panathinaikos ao minuto 30 que ficou impune;
2) Mão evidente e ostensiva de um defesa do Olympiakos – penalty por marcar ao minuto 44;
3) Golo limpíssimo do Panathinaikos (do nosso conhecido Katsouranis) anulado ao minuto 81;
4) Golo da vitória do Olympiakos em fora-de-jogo, marcado já em período de descontos.

O Panathinaikos poderia estar hoje a 4 pontos do Olympiakos e com vantagem nos confrontos directos, mas graças à arbitragem calamitosa do senhor Dimitrios Kalopoulos está a 10 pontos e afastado do título.

Comparado com este artista grego, até indivíduos como o Bruno Paixão ou o João Ferreira não parecem muito maus…

9 comentários:

Vitor Hugo disse...

Excelente blog, dos poucos que eu leio sobre desporto, e dos ainda menos que leio sobre o FC Porto. Mas, por muito que nos una uma alergia a certos equipamentos vermelhos, não concordo.

1. Pode ter sido falta, mas com esta repetição (por trás), não dá para adivinhar. No entanto, percebe-se que o jogador acerta na bola (ela sobe).

2. A mão não é ostensiva, mas concordo que seja falta.

3. O golo parece-me limpo, mas é muito difícil de avaliar em tempo real. Recordo que, para um jogador estar "em jogo" são necessários 2 adversários entre ele e a linha de golo. Um deles está lá sempre, quase dentro da baliza, mas não chega...

4. Fora-de-jogo, onde? Se há algum, é milimétrico. O nº9 estaria, mas não foi ele que fez o golo.

Concluindo, não vi calamidade nenhuma.
Saudações azuis!

José Correia disse...

@Vitor Hugo
Há análises objectivas e subjectivas. As subjectivas (por exemplo, a mão do defesa do Olympiakos foi ou não ostensiva?) não vale a pena discutirmos.
Quanto às objectivas…
No golo anulado ao Panathinaikos ao minuto 81, há pelo menos três jogadores do Olympiakos (guarda-redes incluído) a colocarem o Katsouranis em jogo.
Quanto ao golo da vitória do Olympiakos marcado em fora-de-jogo, o jogador nº 9 toca na bola com o pé esquerdo. Mas mesmo que não tocasse, é nítido que interfere na jogada (está á frente do guarda-redes, na linha da bola). De acordo com as regras, é um fora-de-jogo claríssimo, nenhuma dúvida sobre isto.

miguel87 disse...

27 vitorias e 2 empates no campeonato, 8 vitorias e 1 empate na liga europa depois e afinal ainda há muita gente com saudades do prof. Jesualdo.

"O Panathinaikos poderia estar hoje a 4 pontos do Olympiakos e com vantagem nos confrontos directos, mas graças à arbitragem calamitosa do senhor Dimitrios Kalopoulos está a 10 pontos e afastado do título."

Faltou dizer que quando o Prof. assumuiu o comando do Pana, 9 jornadas antes deste jogo, estava empatado com os mesmos pontos que o Olympiakos e chegou com 7 de atraso... portanto faltam colocar no post os videos dos jogos anteriores a demonstrar as causas que levaram á perda de quase 1 ponto por jornada.

Fico á espera, enquanto me vou entretendo com os videos das várias grandes exibições que já vi desde o inicio desta época na minha equipa, coisa que nas 4 temporadas anteriores escassearam sobremaneira!

José Correia disse...

@miguel87
Nem sequer falei no Jesualdo.

Só faltou tu dizeres que o culpado desta arbitragem calamitosa (considerada a pior dos últimos anos na Grécia) foi o Jesualdo.
Que, presumo, na tua opinião também é o culpado dos três meses de suspensão do Hulk na época passada.
Haja paciência...

miguel87 disse...

Ah, ok! E eu acredito plenamente que se não fosse Jesualdo o treinador do Pana, este post existia...
Além disso, nem sequer falei na arbitragem e neste jogo em particular, apenas nos numeros que o antecederam!
Paciência houve muita, no Dragão nas 4 temporadas transactas.

José Correia disse...

@miguel87
jogo que terminou com uma vitória dos vermelhos sobre os verdes, no derby de Atenas, por 2-1

O post foi publicado pouco tempo antes do derby de Lisboa, entre os vermelhos e os verdes da capital portuguesa. Percebes a analogia? Reparaste no título do post?

Já agora, tomei conhecimento do video deste post num artigo sobre o tema publicado no Maisfutebol. Eles também o devem ter feito por terem saudades do Jesualdo...

É incrível a tua obsessão em relação ao Jesualdo. Algo que eu não consigo compreender e muito menos explicar.

miguel87 disse...

http://dl.dropbox.com/u/683528/Imgs/jesualdo_grandes_big.jpg

miguel87 disse...

E no quadro anterior faltam os 5-0 do arsenal e 2 derrotas por 3-0 com sporting e benfica, tudo na época passada!

Antes do Prof. e em 31 anos de Portismo, lembro-me dum 5-0 com o PSV, de ouvir falar numa eliminação como o Wrexham e pouco mais... Com Jesualdo foram muitas derrotas relevantes num curto periodo de tempo! Titulos? já os tinhamos conquistado em igual e maior numero antes dele. Não devemos gratidão nehuma nem mais nada a este treinador, muito pelo contrário! Ele que agradeça os titulos que ganhou que por muitos anos que ainda venha a andar no futebol nunca mais vai ganhar nenhum!

José Correia disse...

@miguel87
No post não é feita qualquer referência ao Jesualdo Ferreira e muito menos ao trabalho (e resultados alcançados) no FC Porto.
Num comentário anterior, já sublinhei aquilo que eu supunha ser óbvio, isto é, a analogia entre o derby de Atenas e o derby de Lisboa, em ambos os casos entre vermelhos e verdes.
Também já expliquei de onde veio o vídeo.
Contudo, a tua obsessão doentia em relação ao Jesualdo, leva-te a, comentário após comentário, levares a conversa para ressentimentos passados (para mim incompreensíveis) e insistires na mesma tecla. Continua.
Mas, já agora, convinha que houvesse um mínimo de rigor e seriedade. Por exemplo, é incomparavelmente mais difícil ganhar a equipas inglesas de top (Man Utd, Chelsea, Arsenal) do que aos rapids ou CSKA Sofia deste mundo, não te parece?
Mais. Dos 10 jogos para a Liga Europa que o FC Porto já disputou esta época, quantos foram contra equipas do top europeu? Pois…
Quanto a goleadas europeias, lembro-me de levarmos 4-0 do Anderlecht e 6-1 do AEK Atenas numa altura em que tínhamos um excelente treinador: José Maria Pedroto.