quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Voo picado em Braga?


«Falcao ainda não deve regressar aos relvados em Braga. Pelo menos na condição de titular. Foi o próprio jogador, que hoje completa 25 anos, que o admitiu em declarações à Imprensa colombiana à chegada à concentração da selecção. “Sofri um forte traumatismo no joelho esquerdo que me provocou bastantes dores. Esta semana já comecei a trabalhar com o grupo e espero que na próxima possa começar a jogar”. Ou seja, Falcao não está a contar ser opção para a deslocação do FC Porto a Braga, adiando dessa forma o regresso para de hoje a oito dias, quando os dragões defrontarem o Sevilha para a Liga Europa.
Sendo assim, tudo indica que Hulk voltará a ser o ponta-de-lança de serviço dos portistas, com Varela e James no apoio. Isto se Villas-Boas não decidir promover Walter ao onze, depois de o ter deixado de fora dos eleitos nos últimos dois jogos.»
in O Jogo, 10/02/2011


A confirmar-se, este será o 10º jogo de 2011 em que o avançado colombiano estará ausente por lesão. E como tem sido notória a falta que faz à equipa!

Radamel Falcao é um ponta-de-lança de grande categoria, uma verdadeira “ave rara” da grande área e, naturalmente, nunca seria fácil de substituir (o FC Porto não é o Real Madrid e a SAD não se pode dar ao luxo de ter sentado no banco um outro ponta-de-lança do mesmo nível).

Contudo, sendo o trio maravilha do ataque portista (como eu já lhe chamei várias vezes) composto por Varela (na esquerda), Falcao (no meio) e Hulk (na direita), a indisponibilidade de El Tigre poderia ser minimizada se, por exemplo, no plantel houvesse um Farias em vez de um Walter.
Não sendo esse o caso, o treinador do FC Porto tem optado por uma solução de recurso: James (na esquerda), Hulk (no meio) e Varela (na direita), com Walter a ficar no banco ou na bancada.

Ora, aquilo que poderia ser apenas uma alteração, se no plantel houvesse uma alternativa ao Falcao, acaba por obrigar a uma revolução no trio de ataque portista.

Jogando na esquerda, além de fazer cruzamentos, Varela também flecte para o meio criando situações de remate com o pé direito. O mesmo acontece com Hulk do lado oposto, mas fazendo o movimento contrário, flectindo da direita para o meio, de modo a tirar partido do seu potente remate com o pé esquerdo. Além disso, os jogadores não são ilhas e, no caso dos extremos, são particularmente importantes as dinâmicas e mecanismos criados com os laterais: Hulk – Sapunaru na direita e Varela – Álvaro Pereira na esquerda.

Por tudo isto, quando André Villas-Boas coloca Hulk no meio, não está a fazer apenas uma alteração, está a mudar o posicionamento dos três jogadores do ataque portista, ficando a equipa pior servida nas três posições e perdendo-se também os mecanismos que atrás referi.
Chegará para ganhar em Braga?

10 comentários:

Dragão dos Diabos disse...

Fárias...Fárias...muito me tenho lembrado dele...enfim..é assim.

Não posso concordar mais com o facto de que ao deslocar Hulk para o meio não está apenas a promover-se uma alteração pois de facto não só os restantes extremos têm de aparecer mais ao meio, dada a natural tendência de Hulk se desviar daí como a referida rotina com os laterais desaparece. Daí a inclusão de Fucile também me parecer uma aposta fundamental pois é um lateral mais ofensivo que os restantes disponíveis...Assim vamos...

Se chegará para ganhar em Braga?? Quero acreditar que sim mas ainda não me convenci.

Força Porto

http://odiabodeazul.blogspot.com/

A Camarinha disse...

Se ele diz que conta jogar na próxima semana, já joga contraa o Braga, domingo, 1º dia da próxima semana!
ACL

Iludida disse...

No Record dizem que ele hoje já treinou integrado e que a lesão já era!!!!!

Preparem-se para receber El Tigre novamente!!!!

Assim, já fico bem mais convencido quanto à nossa vitória...Só falta o Palito para voltarmos a ser enormes novamente! :)))))

RCBC disse...

Se o Falcão nao jogar em Braga, aí fico definitivamente preocupado...porque há cerca de 3 semanas que ouço: "é desta que ele regressa...é desta que ele regressa..."!

Há que admitir, descomplexada e muito sinceramente, de que o sucesso imediato do FC Porto depende em grande medida da recuperação quer de Falcão, quer de Alvaro Pereira... Por isso, urge rapidamente (e confio na equipa médica) recuperar estes dois jogadores...

rbn disse...

Para mim a receita é simples : não jogando Sereno, Maicon e Fernado(este último pela má fase actual), já é meio caminho andado para jogar bem, mesmo com Hulk a ponta-de-lança.

Mas, se AVB insistir e teimar em jogar de início com os 3 estarolas acima citados, vai deixar chateados 3/4 ou mais da nação portista, que já não aguenta mais de ansiedade e sobressaltos todas as vezes em que a bola ronda a nossa grande área.

miguel_canada disse...

A próxima grande obra no plantel portista terá que ser mesmo a defesa. Aquilo está péssimo. So confio no Alvaro e no Ota. O resto treme demais.

Bruno disse...

Sinceramente espero que ele esteja mesmo a 101%. E que não vá jogar só porque precisamos dele. Mas vale esperar mais uma semana e ter mesmo a certeza que já está bem recuperado, de que perde-lo novamente.

Mas claro, se ele já estiver mesmo a 100% que venha ele. Já faz cá falta, visto que o nosso treinador não gosto do Walter.

Roberto Tavares disse...

Se eu sinto falta do Radamel? R:Sinto
Se eu sinto falta do Palito? R: Sinto

O Palito faz muita falta à ala esquerda?? R: E de que maneira
O Falcao faz falta a titular?? R: Faz, mas não é a falta dele que me preocupa...

Eu penso assim, simplesmente porque contra o nacional o Falcao não jogou, e fizemos uns grandes 45 min...

É claro que o Falcao faz falta, mas o problema do porto é termos a defesa(e quando digo defesa é do helton ao Fernando) algo intranquila, parece que não têm confiança uns nos outros... Isso é o que me preocupa

Acho que o Palito faz mais falta que o Falcao...

Daniel Gonçalves disse...

Espero que o Falcão já esteja apto para o jogo contra o Braga.
Sim faz falta alguém como o Farias, o nosso Juary do século XXI, a verdade é que ele era um dos "patinhos feios" da massa adepta, mas quando entrava marcava golos decisivos, pois se era para termos um 2º avançado - Walter, com um anunciado futuro prometedor - no banco de suplentes ou nem isso, mas valia ter ficado o Farias.

Daniel Gonçalves disse...

Também concordo com o RBN que é um risco colocar na defesa o Maicon, pois este está numa fase psicologicamente instável e insegura, resta saber se é passageira ou se é ultrapassável. E o Fernando também ainda não está ao melhor nível, e cada troca de bola na nossa defesa ou meio campo recuado é um calafrio.