domingo, 20 de março de 2011

Haverá festa no capoeiro?


Não é novidade, este FC Porto alimenta a chama através da constante reciclagem de novos desafios. Com o campeonato no bolso a malta de Villas-Boas vai mantendo a concentração nos jogos que faltam como pode. Nem sempre da melhor maneira. A Académica é que, pouco preocupada com isso, pôs o Dragão em sentido, obrigando-o a contornar um desafio imprevisto. Para não variar, conseguiu-o com distinção.

Em gestão de alguns activos, o conjunto azul e branco perspectivou ter em mãos mais um daqueles antigos tróleis de colecção, onde inevitavelmente o golo iria aparecer depois de muita pedra partir. Puro engano. Voto de louvor à Briosa que veio à Invicta praticar um futebol descomplexado. Uma estratégia bem delineada, assente em ataques rápidos que surtiu efeito pouco depois de meia hora de jogo. Addy cometeu uma pequena “traição” à sua casa-mãe.

Se a letargia portista derivava do seu convencimento de que o golo mais cedo ao mais tarde iria cair, o adiantar do marcador por parte da Académica teve o condão de resgatar a nossa equipa para o jogo no imediato. A passividade, e a circulação de bola inútil, deram lugar a uma outra dinâmica, obrigando Peiser a entrar em cena e garantir a vantagem da sua equipa até ao intervalo.


Os segundos 45 minutos vieram confirmar o embalo que a locomotiva azul e branca estava a tomar. Com o ritmo e troca de bola bem lá no alto, sucediam-se os momentos de aflição em redor da baliza da Académica. Resistir a tal caudal era impossível e o FC Porto em pouco mais de um quarto de hora despachou serviço, dando a volta ao marcador. Guarin, novamente, foi o abre-latas de ocasião.

Insaciável pelo golo, o FC Porto ainda deu mais cor ao resultado por intermédio de Varela, em recarga após um cabeceamento à trave de Rolando. No antes e no depois, mais umas quantas de bolas ficaram por entrar. Nada que possa vir a fazer grande diferença na contabilidade final do campeonato. O título segue romaria para o capoeiro, e Villas-Boas tem à sua disposição o andor completo.

Fotos rapinadas em uefa.com

23 comentários:

Armando Pinto disse...

Está quase...
Mais uma boa vitória, fruto do muito querer.
Amanhã, no jogo entre os lampiões e o Paços de Ferreira, pela primeira vez não quero uma derrota dos gayvotas, isto é uma derrota dos mouros vermelhos não aquece a nossa vontade, prefiro que empatem... para a festa ser no galinheiro e... a um fim de semana.

http://www.longara.blogspot.com/

rbn disse...

Talvez preocupados em não levar amarelo bobo, alguns não tenham entrado no jogo com "vontade", dando assim mais uma vez, 45 minutos de avanço ao adversário.

Particularmente, não gosto desta postura em que "qualquer hora o golo aparece", que é na minha opinião, o que vem acontecendo, com excessão da 5ª feira passada com o CSKA.

Mas, a 2ª parte compensou e vieram 3 golos, mas não convém facilitar e tomar como hábito.

Hulk e Falcão fizeram o pior jogo esta época, não deu nada certo nas finalizações.Belluschi muito bem, Guarin e Fernando idem.

Ainda não foi desta vez que Varela fez exibição igual ao início da época, mas hoje também não jogou à Yannick Djaló, tendo deixado o seu peixe na rede da Académica.

Para os mais preocupados ( eu incluído )há tempos atrás em chegar ao galinheiro com 8 pontos de avanço, vamos com 13 (ou 14 ou 16).

Era bonito ganharmos o campeonato sem derrotas, de modos que já me dou por satisfeito com um empate dia 3 de abril.Se ganharmos, o sabor será ainda mais especial.

meirelesportuense disse...

O Guarin continua a somar pontos, muito aguerrido, uma tremenda força muscular e a gazua imprescindível para o continuar das vitórias...

José Correia disse...

O FC Porto entrou em campo com uma atitude completamente passiva, como se fosse um treino ou jogo particular. Só após o golo da Académica é que a equipa despertou da enorme letargia em que estava, acelerou e começou a criar oportunidades de golo. Nos primeiros 30 minutos, 0 oportunidades de golo; no último quarto de hora da 1ª parte, cinco oportunidades de golo. Significativo.
Foi uma pena o árbitro não ter assinalado penalty contra o FC Porto logo no 1º minuto (mão de Rolando), porque teríamos sido poupados aqueles 30 minutos iniciais.

José Correia disse...

rbn disse...
Hulk e Falcão fizeram o pior jogo esta época, não deu nada certo nas finalizações.

Estou de acordo. Para o que resta do campeonato e, principalmente, para a Liga Europa, é fundamental que quer Hulk, quer Falcao, regressem ao seu nível habitual. Particularmente Falcao, está muito longe do nível que exibiu antes da lesão.

José Correia disse...

meirelesportuense disse...
O Guarin continua a somar pontos, muito aguerrido, uma tremenda força muscular e a gazua imprescindível para o continuar das vitórias

O Guarín só não será eleito o melhor jogador do mês de Março na votação da Liga de Clubes por preconceito. Tem sido, claramente, o melhor jogador do FC Porto nos últimos jogos, fundamental nas vitórias da equipa quer no campeonato, quer na Liga Europa.
Já merecia que o Miguel Guedes (um dos muitos portistas que não gostava dele) o colocasse no Topo.

José Correia disse...

rbn disse...
já me dou por satisfeito com um empate dia 3 de Abril

Já me dou por satisfeito se sairmos da Luz sem lesionados, com todos os jogadores inteiros e sem suspensões motivadas por “armadilhas” em túneis.

Vitor disse...

Preparativos p'rá próxima jornada...

http://a1.sphotos.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-snc6/196738_1898994112137_1160160454_32282905_6097524_n.jpg

José Correia disse...

«A ESTRELA: Guarín 7
Surpreendente o momento de forma que atravessa. Com Moutinho no banco, o colombiano surgiu ao lado de Belluschi e assumiu sem problemas a construção do jogo. Fez passes para o ataque, lançou a equipa para a frente na fase de menor acerto e nunca se cansou de pressionar o detentor da bola. O melhor surgiu nos primeiros minutos da segunda parte, quando recebeu um passe de Belluschi e fuzilou a baliza de Peiser com o pé esquerdo. E ainda esteve na origem do terceiro golo ao cruzar para a área.»
in ojogo.pt

José Correia disse...

«[Guarín] Está moralizado, tem feito golos bonitos e importantes, não só em força como com técnica apurada. As pessoas do futebol têm um pouco a ideia de que Guarín é apenas um jogador possante e útil na recuperação de bolas, mas é muito mais do que isso. Recupera bem, é dinâmico, aparece muito bem nas zonas de finalização e finaliza com grande precisão.»
João Vieira Pinto

Revolta FCP disse...

Ontem só foi possivel ver a segunda parte e pelo que já li e vi não perdi nada na primeira parte porque voltámos a dar uma parte de avanço ao adversário.

Estranhei desde logo ligar o meu stream e ver o que o número de golos do adversário era superior ao do meu FCP. Perguntei-me a mim mesmo que raio estaria a acontecer, mas pensei para mim que iamos dar a volta á coisa.

Não tardou a aparecer o Sr. Guarín (quem diria) e um enorme Fernando a segurar tudo o que passava por ele (sem recorrer á falta, que o amarelito tava pronto a saír). Varela voltou a dar um ar da sua graça...

Respondemos bem á desvantagem e não temos malta suspensa para a Luz...

Resultado final a convir ao "quase" campeão nacional.

Esperamos que seja na Luz a festa. Resgate que é resgate é ir ao reduto do inimigo e salvar a donzela em perigo (neste caso o troféu de campeão nacional).

Estamos cada vez mais perto de trazer o escudo de campeão nacional de volta ao sitio onde pertence, ao peito do Dragão!

Dragaopentacampeao disse...

Mais um jogo de duas faces que terminou em grande.

Primeiros 30/40 minutos de um Porto irreconhecível (lento, sem dinâmica nem inspiração) e o restante um Porto à Campeão.

Boa moldura humana no Dragão, engalanado para o ensaio geral do título que já não fugirá (isto se não houver nova emboscada na Luz!).

Destaques: Guarín, mais uma vez, a marcar golo decisivo na reviravolta e a rubricar excelente exibição; 100º golo da temporada, da autoria de um estreante nestas lides (Maicon); 22ª vitória no Campeonato, em 24 jogos (2 empates); Título à distância de uma vitória... na Luz!

Um abraço

Dragaopentacampeao disse...

Mais um jogo de duas faces que terminou em grande.

Primeiros 30/40 minutos de um Porto irreconhecível (lento, sem dinâmica nem inspiração) e o restante um Porto à Campeão.

Boa moldura humana no Dragão, engalanado para o ensaio geral do título que já não fugirá (isto se não houver nova emboscada na Luz!).

Destaques: Guarín, mais uma vez, a marcar golo decisivo na reviravolta e a rubricar excelente exibição; 100º golo da temporada, da autoria de um estreante nestas lides (Maicon); 22ª vitória no Campeonato, em 24 jogos (2 empates); Título à distância de uma vitória... na Luz!

Um abraço

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

É inadmissível a entrada em jogo do FC Porto.

Tudo bem que vimos de uma jornada europeia, havia que gerir esforço, mas entrar numa atitude passiva, lenta e sem pressing, à espera que a nossa superioridade fizesse com que o golo aparecesse, é totalmente errada.

Os primeiros 35 minutos, sem tirar mérito à Académica, foram complicados muito por culpa nossa.
A Académica muito bem posicionada, num rápido contra-ataque chegou ao golo, e ainda bem ... pois só assim a nossa equipa acordou para o jogo, e ainda nos últimos 10 minutos da primeira parte poderíamos ter empatado.

A segunda parte foi totalmente diferente. Um FC Porto a jogar rápido, acutilante, e as oportunidades a surgir em catadupa.
Após a entrada de Moutinho, a equipa ficou mais pressionante e com naturalidade marcamos 3 golos, poderíamos ter marcado mais, mas também seria injusto para uma Académica que se bateu bem no Dragão.

Melhor em campo Guarin, que está a fazer uma época fantástica.
Fernando muito bem nas suas tarefas, mas a partir do momento que precisávamos virar o jogo foi bem substituído por Moutinho, que mais uma vez se mostra uma peça determinante no esquema de Villas-Boas. João Moutinho é fantástico, equilibra a equipa... tácticamente é perfeito.
Fucile esteve muito bem a atacar e a defender, fazendo o melhor jogo da época.
Belluschi muito bem nas transições e nas ruturas.
Varela fantástico a desequilibrar pela ala.
Falcao, Hulk e Alvaro Pereira estiveram menos bem.

O árbitro teve alguns erros. Duvida no lance da intencionalidade ou não de Rolando em jogar a bola com a mão. É um lance difícil de avaliar, pois Rolando parece-me ter exclusiva intenção de cabecear a bola e esta ressalta ao braço.
Duvida também num suposto penalti por marcar sobre Hulk na primeira parte, embora seja discutível se o jogador da Académica começa ou não a puxar a camisola fora da área.
Amarelo ridículo a Maicon, nas barbas do fiscal de linha, que ainda se achava com razão.
Luiz Nunes teve entrada violenta sobre Belluschi que deveria ter sido sancionada com cartão vermelho.

Espero que a Académica consiga a manutenção, e que consiga alcançar a final da Taça de Portugal. É uma equipa que pratica um futebol positivo, e não fosse a saída de Jorge Costa, estaria nesta altura já a salvo da descida.

Fantástico o apoio dos mais de 46 mil que ontem se deslocaram ao estádio e tiveram a paciência, para levar com 35 minutos enfadonhos, e que puxaram pela equipa para mais uma vitória rumo ao 25º. título.

Falta-nos uma vitória para sermos campeões. Se for na Luz terá um sabor especial, e o título será comemorado do relvado até ao fim do túnel!

Abraço e boa semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

miguel87 disse...

Só não percebo a intranquilidade e ansiadade demonstrada por muita gente que vai ao estádio e teima em aqui e ali assobiar e/ou insultar a nossa equipa.
22 vitorias + 2 empates em 24 jogos e a categoria demonstrada em várias ocasiões já deviam servir para acalmar até os mais inquietos.

Nesta fase da época, como em outras, há que jogar com pés mas também com cabeça, de modo a gerir muito bem o esforço de quem ainda anda a lutar em 3 frentes e como se pode verificar pelo exemplo que vem de baixo (geograficamente mas não só) não há jogadores que resistam a jogos inteiros e sucessivos a jogar a 110 á hora!

Rui disse...

Venceremos,não só por sermos melhores mas sobretudo deixando a bem de uma sociedade livre e mais justa onde a calunia a difamação imperam,um sinal para todos aqueles que como eu acreditam no esforço e dedicação. Esta mnssagem teria de ser dada pelo Porto,imagine-se em lisboa.

JON disse...

Para quem critica o Moutinho, uma pergunta:

já sofremos algum golo esta época em transições rápidas das equipas adversárias?

Acho que não, até ontem. E isso muito se deve ao posicionamento táctico e equilíbrio que o Moutinho empresta à equipa!

Diogo disse...

O FC Porto pode ser matematicamente campeão na próxima jornada, isso é um facto.

Outro facto é que o ano passado na jornada em que podia sair o campeão, a taça estava presente no estádio para ser entregue.

Agora pergunto eu: estará a taça de campeão presente no galinheiro no próximo jogo para o caso de sairmos de lá campeões?
Tem de estar, e nós não nos podemos calar! Vamos espalhar esta vontade, este querer por toda a internet, vamos fazer barulho onde quer que seja necessário para que isto sejam possivel!
Contra os favores e a favor da igualdade!


eternomagnifico.blogspot.com

Vitor disse...

Conforme o Diogo lembrou e muito bem, a taça foi imediatamente entregue, eu vi, eu estava lá... em trabalho! Para mal dos meus pecados, assisti aquela miséria...
Houve tempos em que era normal o campeão esperar 2 épocas para receber o troféu...
Pois agora lanço o desafio, se o nosso FCP se sagrar campeão no galinheiro, pois que o público azul-e-branco não abandone as bancadas e a equipa não saia de campo até que a taça seja entregue!
Nem que a mandem fazer na hora. Sempre podemos emprestar uma para fazer de molde...

PS:k.k.k.o.v.

Carrela disse...

Vitor, não deixa de ser uma boa observação, eu pelo menos estranhei o que se passou o ano passado, não sei se chegou a haver justificação, ou seja, se havia ou não 2 canecos, 1 no estádio onde jogava o regime e outro onde jogava o Braga. Seja como for, era a última jornada, neste caso é apenas a 25ª Jornada... por mim até podem demorar outros 2 anos a entregar o caneco, quero é que o FCP seja o Campeão!

Jorge Mota disse...

ESPERO Q SIM!!!

EMPADAO DE REENIE NESSA CORJA!!

Espero tb q o sr david duarte-mui digno e respeitavel «desportista»-faça o q anda a alardear num blogue extraordinariamente sensato e civilizado em relaçao ao qual 1 dia eu ousei tecer criticas.

Blogue de nivel e classy onde se pode ler:1 dia recebemos esses filhos da puta do norte a tiro de caçadeira.

eis q surge «O BOM»:

David Duarte disse...
Bomba relogio. Espero que os adeptos do nosso clube tenham dois dedos de testa e não hajam como se fossem membros de um exercito em guerra.
Espero sinceramente que tenham uma atitude inteligente e comica. Como alguém ja o referiu, seria bastante engraçado recebe-los a todos com fruta podre.

Duartinho sempre q te apanhar aqui e enquanto a administraçao o permitir tb te receberei com muita frutinha PODRE.

13

XTina disse...

Caro Jorge Mota

Os benfiquistas arautos da "sensibilidade e bom senso" são de duvidar pois geralmente têm "duas caras". E pelos vistos o sr. David Duarte (o qual sinceramente pensei ser de uma sensatez acima de qualquer suspeição)não foge a essa "regra".

Não nos preocupemos com esse anjinhos da hipocrisia pois deles nos rimos nos nossos momentos de glória!

Bem haja

Jorge Mota disse...

Praise Cris

Era a Cristina q andava a escrever comigo naquele blogue infecto mouro.maquina de lavar ou whatever??

Reitero a necessidade de todos consultarem os recentes resultados das modalidades.Vitorias atras de vitorias com os mesmos intervenientes e sem fruta para dormir.

Estoril-Algarve aka vice presidente benfas socio maioritario estoril sad aka demissao litos aka beijinho bom major aka esse n nos serve aka n itens.

(rennie alias)