sexta-feira, 18 de março de 2011

O brinde e as favas do sorteio


Atendendo a um compromisso entre qualidade das equipas, deslocação e possibilidade de apoio dos adeptos (principalmente dos emigrantes), a generalidade dos adeptos dos clubes portugueses queria uma das duas equipas holandesas. Por outro lado, ninguém queria fazer longas e cansativas viagens para defrontar equipas da antiga União Soviética, as quais, ainda por cima, nos últimos anos têm ganho várias vezes esta competição.

Efectuado o sorteio, as favas saíram novamente ao FC Porto e Braga e, claro, o brinde saiu mais uma vez ao slb.

Para além do desgaste físico e mental de terem de voltar a Moscovo (ir e vir são quase 8000 quilómetros!), os jogadores do FC Porto terão também de voltar a jogar num relvado sintético, com tudo o que isso implica, a começar pelo enorme risco de lesões. De facto, o sorteio não podia ser pior.

P.S. O azar do FC Porto e a inacreditável sorte do slb em TODOS os sorteios desta época das competições europeias, é algo que merecia ser estudado por académicos especialistas na teoria das probabilidades.

41 comentários:

Pueeertô! disse...

Nao vale a pena estar com choradinhos, nums quartos de final já nao se espera facilidades de nenhum lado.

Eu só nao queria o Vilarreal por isso tudo bem.

A única fava que saiu neste sorteio foi ao Spartak

Rui disse...

Acho que está a menosprezar e muito o PSV, não sei se vai ser assim tão fácil.

r.m.silva da costa disse...

Algum dia a "vaca" há-de ficar doente...

Jorge disse...

Fico lixado com essa sorte.
O PSV era a equipa mais facil do torneio tendo-se visto a rasca para eliminar o Rangers que por sua vez eliminou o Sporting com muita sorte.
Acho o Spartak bem mais acessivel que o CSKA mas a viagem e o piso sao lixados.
Estava a torcer por um Porto-PSV e um Braga-Twente. Talvez o Braga tenha a sorte de apanhar o PSV nas meias-finais e ir a final.

Mefistófeles disse...

Teoricamente parece que tivemos "galo" com o sorteio mas, nestas coisas, só mesmo no fim é que temos a certeza se foi assim.

Ainda me lembro do Wrexham, por exemplo.

Por outro lado, chegar à final eliminando boas equipas tem outro sabor.

Não estou tão seguro da "sorte" do sport lisboa. A ver vamos. Já o Braga parece ter a vida mais dificultada mas quem eliminou o Liverpool não tem que recear ninguém.

Leceiro disse...

O Spartak é um equipa inferior ao Kiev e ao PSV, com um andamento completamente diferente.

Claro que o sintético é um problema, vá lá, desta vez já sabemos de antemão com o que vamos contar mas daí a que considerar o Spartak um adversário mais temível que o PSV ou o Dynamo...

The Dragon disse...

São as bolas aquecidas, então não se lembram?

Paulo Vanzeler Monteiro disse...

O FCP já foi a Moscovo e a coisa correu muito bem. Haja optimismo. Quem quer ser campeão, não pode ter medos destes. Melhor vai ser a preparação para a Final!

José Rodrigues disse...

Ó Zé, vais-me desculpar mas o artigo é um bocado à "Calimero". Isso é mais na 2a circular...

O Spartak é mais fraco q o CSKA, q eliminámos. Já agora, ainda na 2a feira perderam 4-0 em Rostov.

Quanto ao PSV, não são nenhuma pêra doce, vão na frente do campeonato holandês. E o Dínamo Kiev ainda menos, como se viu na eliminação do 4o classificado de Inglaterra.

O q vai ser interessante vai ser ver como é q FCP e slb vão gerir o jogo entre si, 4 dias antes dos 1/4s da LE...

José Rodrigues disse...

Para concluir: excluindo o Braga, acho q a diferença de nível entre as outras equipas é pequena. Em teoria o Villareal é o adversário potencialmente mais difícil, mas não por muito e só em teoria.

E mesmo o Braga já mostrou q numa competição a eliminar não é pêra doce para ninguém.

Dragus Invictus disse...

Boa tarde,

O sorteio deitou mais uma vez um adversário russo, desta vez o Spartak de Moscovo do ex-portista Ibson.

Nas meias finais se passarmos, como é minha convicção iremos defrontar o vencedor do Villarreal/Twente.

Mais um relvado sintético e uma longa viagem. O treinador do Spartak é Valery Karpin, ex jogador do Celta de Vigo que deu 7-0 ao Benfica.
A primeira-mão será disputada no Dragão a 7 de Abril e a segunda mão será a 14 de Abril em Moscovo.
Para chegar aos quartos-de-final o Spartak, que foi repescado da Liga dos Campeões, eliminou o Basileia nos 16avos (venceu 3-2 na Suiça e empatou 1-1 em Moscovo) e o Ajax nos oitavos-de-final (ganhou 1-0 na Holanda e ganhou 3-0 em Moscovo).
Na Liga dos Campeões o Spartak fez 9 pontos, fruto de 3 vitórias, uma fora por 1-0 diante do Marselha, uma outra em casa por 3-0 diante do Zilina e outra fora diante deste mesmo adversário por 2-1.
Perderam os outros 3 jogos, um fora por 3-0 diante do Marselha, outro fora por 4-1 diante do Chelsea e finalmente em casa novamente diante do Chelsea por 2-0. Os apurados do grupo foram o Chelsea e Marselha.
É uma equipa que conta no seu plantel com vários jogadores brasileiros, entre os quais o nosso bem conhecido Ibson. Conta com o perigoso goleador brasileiro Wellinton que na época passada foi o melhor marcador da liga russa com 20 golos, o que contudo não impediu o 4º. lugar no campeonato. A estrela da equipa é o jovem Jano Ananidze, médio ofensivo de 19 anos, está a causar sensação na Rússia, UEFA Europa League e selecção georgiana.

O Spartak encontra-se no início de época da liga russa, e já perderam fora, na primeira jornada diante do FC Rostov por 4-0.
É uma equipa menos forte que o CSKA, e que está ao nosso alcance.
Somos favoritos nesta eliminatória.

Abraço

Paulo
http://pronunciadodragao.blogspot.com/

José Rodrigues disse...

Já agora: sobre os 8000km, isso vale o q vale. E o q vale é 2h a mais de viagem para cada lado vs ir à Holanda, por exemplo. Não me parece q isso faça grande diferença, sinceramente.

E por favor não me venhas falar outra vez nas 3h de diferença de fuso horário, Zé, a não ser q o jogo seja às 9 da manhã ;-)

Silver(io) disse...

Agora que se sabe OFICIALMENTE que o apresentador da CNN e da UEFA é doente do clube dos batoteiros galináceos,nada me admira que em parceiria com o corrupto-mor francês,fabriquem,nos bastidores,os sorteios..e já agora,porque será que só o Barcelona é submetido a controle (10jogadores10!!)anti-doping e clubes cujos jogadores,numa semana quase que não andam e na semana seguinte,miraculosamente,por milagre dum Messias,correm,que nem galgos!??Espectáculo,a 1ªcapa de hoje do pasquim oficial dos corruptores:gaitão com as mãos nas orelhas em primeiro plano e em segundo plano Hulk e Alan a aplaudir....querem encenar para os ignaros interiorizarem a ideia que os outros dois prestam vassalagem,ao jogador que pode meter as DUAS mãos à bola dentro de uma grande-àrea,que nunca lhe é marcado,penalti...como aconteceu no Dragão em que em vez de levarem CINCO,podiam e deviam ter levado mais,pois até arbitro/associado cativo......tinham...

David Duarte disse...

O Silver(io) faz-me rir muito!

Jorge disse...

Espero que os festejos do titulo nao interfiram com a preparacao para esta eliminatoria.

Joaquim Varela disse...

O que eu acho que merecia um estudo era a fixação que existe neste e noutros sites (afectos seja a que clube seja) com alguns rivais.

E digo isto pelo seguinte - seja em que competição europeia for, chegada a esta fase nenhuma equipa tem "sorte no sorteio". Mais que nunca é indiferente quem é o adversário.

Tentando ser o mais isento possível, esta época o Benfica teve os seguintes adversários:

-O.Lyon- Campeão francês por diversas vezes na última década, semi-finalista da última CL e crónico cliente desta prova até aso 1/ de final.

-Schalke 04- Vice-Campeão uma das mais fortes ligas europeias e um clube que investiu (sem resultados) muito no defeso e que até já eliminou o FCP há bem pouco tempo.

-Israelitas que nem me dou ao trabalho de ir ver o nome - Clube sem tradição com quem o Benfica fez um resultado miserável.

Estando no pote 2 da CL, acho que o BEnfica teve um sorteio normal, no que diz respeito ao pote 1 e 3 e alguma felicidade (não aproveitada) quanto ao adversário do pote 4.

Mas isto é como a fruta - só depois de aberta se sabe se é doce o amarga. Se por um lado um dos tradicionais colossos europeus poderia ser considerado como um "azar", por outro essa equipa poderia vencer todos os seus jogos, acabando por nem ter influencia no que ao 2º classificado diz respeito. Uma equipa mais forte do pote 4 poderia ter um efeito também imprevisivel.

PAra os mais esquecidos, recordo que foi quando teve um sorteio deste tipo (Inter, Rangers e Artmedia) que o FCP ficou em 4º lugar e nem para a Taça UEFA passou.

Depois já na Liga Europa jogou com:

-Estugarda- Visto aos olhos de todos como uma equipa fraca, devido à sua classificação na Bundesliga, mas nunca se deve menosprezar o futebol germânico, apesar de considerar que o Benfica foi um justo vencedor dos 2 jogos. O Estugarda tinha feito 15 pontos num grupo que devia ser dos mais fracos da UEFA com o Getafe, o Young Boys e o Odense).

-PSG - Está(va) a disputar uma das (novamente) mais equilibradas ligas da europa. Encontra-se a 7 pontos da liderança, o que em França não quer dizer muito. Foi o 1º classificado, com 12 pontos, dum grupo que continha o B.Dortmund (campeão alemão por antecipação) e o "poderoso" Sevilha, para alé, do Krapaty Lviv da Ucrânia.

E agora o PSV, um dos históricos holandeses, que nesta altura está em 1º lugar na Lig, com 1 ponto de avanço do Twente.

Agora vamos à outra face da moeda.

O FCP eliminou o Genk (adversário lógico por ser cabeça de série), esse colosso europeu na 3ªpré-eliminatória. Depois na fase de grupos, calha num grupo com: Besiktas (única equipa decente) e representantes de ligas em claro declino na UEFA há anos e anos, com os clubes CSKA Sófia da Bulgária e RApid Viena.

Em seguida apanha com o Sevilha, uma equipa complicada, com tradição na prova, mas que como já referi anteriormente até ficou atrás do PSG na fase de grupos.

Seguidamente o CSKA que ainda está a apanhar rodagem, após a liga russa ter iniciados as hostilidades há 1 semana e isso pareceu-me bem claro com a falta de resistência fisíca que os "russos" demosntraram nos 2 jogos.

E para finalizar outra equipa russa, nas mesmas circunstâncias que a anterior (terá no máximo 3ou 4 jogos quando decorrer a eliminatória).

Que dizer destas sorteios? Foram difíceis para o FCP? Julgo que não, mas não foram assim tãããããoooo diferentes que os do Benfica!

PS: Pessoalmente até acho que os 2 clubes são os mais fortes candidatos a vencer esta época a prova, especialmente se abdicarem os 2 de vencer todos os jogos da nossa Liga. É que cada vez mais a Taça UEFA se está a transformar verdadeiramente numa 2ª divisão europeia.

DC disse...

Pessoal sei que não tem nada a ver com o assunto mas hoje li um rumor que me chocou muito. alguém sabe alguma coisa do Jorge Costa?

meirelesportuense disse...

Sorteio é sorteio e a sorte é só para alguns, mas eu duvido muito do valor das equipas, uma tida como forte pode mostrar-se acessível e o contrário também acontece, portanto esperemos...Não esqueçam que a Primavera está aí...Também não entendo como pode considerar-se fraca uma equipa com o historial da do PSV, já a do Twente parece ser mais acessível, mas isto são tudo e apenas conjecturas.
-O CSKA não era à partida mais fácil que a do PSG, no entanto os outros, passaram com a diferença de apenas um golo e muita sorte...

Silver(io) disse...

Doping aumentou em PortugalPor Redacção

A Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP) revelou hoje os dados relativos ao ano de 2010, registando o aumento de casos no nosso País, sobretudo devido ao consumo das chamadas drogas sociais.

O futebol, que em 2009 tinha registado quatro casos positivos, surge na frente, com 15 testes positivos, seguido do ciclismo, com um total de 11 casos.

Luís Horta, director da ADoP, falou deste aumento de casos no futebol...

Se este confesso adepto e ex-atleta, do clube da sempre batota,fosse,porém isento,os números agora divulgados,disparariam em flecha!Agora que fala em drogas sociais,os 1,2g/l de alcool no sangue,em que capítulo o integra...sabidola o artista....

Ana Martins disse...

DC,
confirmaram q é mentira q ele esteja no IPO.

cumps

Silver(io) disse...

Valeri Karpin, actual treinador do Spartak Moscovo, não ficou nada satisfeito com o sorteio da Liga Europa que lhe colocou o F.C. Porto no caminho, lembrando que terá pela frente a equipa mais forte da competição.

«É verdade que não tinha preferência para este sorteio, mas o F.C. Porto é uma equipa muito forte, julgando a partir da eliminatória com o CSKA Moscovo é um claro candidato a ganhar a Liga Europa.. Não tivemos a melhor sorte com esta equipa portuguesa,preferíamos a equipe claramente mais acessível desta fase,o Benfica e aproveitar para tentar repetir os 7 a 0 ,como os que lhes enfiou,quando jogava no Celta de Vigo.

José Correia disse...

@Joaquim Varela
Relativamente ao sorteio do slb na Liga dos Campeões…

O. Lyon – Claramente a equipa mais fraca (e desejada) entre todas as que estavam no pote 1. Adicionalmente, o Lyon teve o seu pior inicio do campeonato da última década, ao ponto da contestação ao treinador ter sido muita e de Claude Puel ter estado em vias de ser despedido.

Schalke 04 – Teoricamente, havia melhores e piores no pote 3. Na altura em que jogou com o slb, ocupava um dos últimos lugares da Bundesliga.

Happoel – Das equipas mais fracas da Liga dos Campeões 2010/11. Se bem me lembro, nunca tinha ganho um jogo nesta competição.

O slb teve muita sorte no sorteio da LC que não soube aproveitar.

José Correia disse...

@Joaquim Varela
Relativamente aos sorteios do FC Porto e slb na Liga Europa…

1/16 avos
Estugarda – Equipa a atravessar uma profunda crise, ao ponto de na altura em que jogou com o slb ocupar o penúltimo lugar da Bundesliga. Adicionalmente, para o jogo no Estádio da Luz tinha quatro dos habituais titulares impedidos de jogar.

Sevilha – Após um mau inicio de época, que levou à substituição do treinador, na altura dos jogos com o FC Porto o Sevilha estava (e está) a disputar os lugares de acesso às competições europeias e já dispunha de todas as suas vedetas, incluindo Jesus Navas (tinha sido operado) e três reforços de Inverno (dois deles titulares).

1/8 avos
PSG – Aquando dos jogos com o slb ocupava (e ocupa) o 5º lugar do campeonato francês e para o jogo do estádio da Luz veio sem cinco dos habituais titulares, incluindo as vedetas Claude Makélélé e Ludovic Giuly. Graças à grande comunidade portuguesa existente em Paris, o slb disputou os dois jogos em casa.

CSKA Moscovo – Uma das melhores equipas russas da actualidade. Adicionalmente, a ida a Moscovo implicou uma longa viagem de avião e efectuar o jogo num relvado sintético e com temperaturas negativas.

Entre o FC Porto e o slb, parece-me óbvio quem é que teve mais sorte nos sorteios 1/16 avos e 1/8 avos-de-final.

José Correia disse...

José Rodrigues disse...
O Spartak é mais fraco q o CSKA, q eliminámos. Já agora, ainda na 2a feira perderam 4-0 em Rostov.

Em lado nenhum comparei o Spartak com o CSKA, até porque o CSKA não era uma das hipóteses para o sorteio dos quartos-final da Liga Europa.

Na LIGA EUROPA, o Spartak de Moscovo acaba de jogar com uma equipa holandesa – o Ajax – a qual despachou de forma concludente com duas vitórias e 4-0 (!) no conjunto das duas mãos.
Na mesma competição, estão mais duas equipas holandesas e uma delas – o PSV Eindhoven – saiu ao slb.

Como comparar o actual PSV Eindhoven com o actual Spartak de Moscovo?
Usando o Ajax como padrão de comparação, eu diria que, actualmente, ambas são significativamente melhores que a equipa de Amesterdão. Admito, portanto, que em termos da qualidade da equipa, o Spartak de Moscovo é, no mínimo, tão bom como o PSV Eindhoven.
E a tendência é o Spartak melhorar, porque o campeonato russo começou no passado fim-de-semana.

José Correia disse...

A análise a um sorteio das competições europeias envolve várias componentes. A qualidade da equipa adversária é o aspecto mais relevante, mas há outros aspectos que não são desprezáveis.

Questões como a deslocação (ir a Paris ou Eindhoven não é a mesma coisa que ir a Moscovo), as condições meteorológicas (jogar com neve ou com temperaturas baixas/negativas, como já o aconteceu ao FC Porto esta época, é uma dificuldade adicional), a possibilidade de apoio dos adeptos e o estado/tipo do relvado, são aspectos que não podem ser ignorados. Ora, em todos estes aspectos é muitíssimo mais favorável jogar em Eindhoven do que em Moscovo.

Não é por acaso que, antes do sorteio, ninguém queria defrontar equipas da antiga União Soviética e as duas equipas holandesas estavam no topo das preferências dos adeptos das equipas portuguesas.

ricaforrica disse...

Boa tarde!

Entre as 16h e as 17h estive no colégio para a "festinha" do dia dos pais.. e o Jorge Costa estava lá a conversar com o Pedro Emanuel e outros pais babados! Continua um "Bicho" :)

Um abraço e viva o Porto.

DC disse...

Ainda bem, até me vieram as lágrimas aos olhos quando li aquilo.
Espero que esteja connosco por muitos e bons anos!

José Rodrigues disse...

"Em lado nenhum comparei o Spartak com o CSKA, até porque o CSKA não era uma das hipóteses para o sorteio dos quartos-final da Liga Europa."

Eu sei. Mas quem lê o artigo até fica com a impressão que nos calhou um Barcelona, e ao slb calhou um Leiria, tal a choradeira sobre favas e brindes...

O Spartak eliminou o Ajax facilmente (embora com sorte no jogo de Amesterdão), mas constato q na eliminatória anterior já teve algumas dificuldades com o "poderoso" Basileia (q empatou em Moscovo).

Além disso o Ajax vai bem atrás do PSV (e Twente) no campeonato holandês.

Quanto a temperaturas & tal, bem, a meio de Abril é de esperar uma temperatura superior a +5 C. Ou seja, não é SEQUER assunto para trazer à baila.

Nos blogs/foruns benfiquistas se calhar estão neste momento a queixar-se de lhes calhar o líder do campeonato holandês enquanto nos calhou o 4o classificado (a uns 20 pts do Zenit) do campeonato russo da época passada...


Ou seja, peço desculpa ao meu amigo José Correia mas para mim este artigo é uma "calimerice" pegada (à lagarto). Eu diria que no cômputo geral não há nenhuma diferença significativa entre a "sorte" de FCP e slb no sorteio.

Joaquim Varela disse...

Caro José Correia

Faço minhas estas últimas as palavras do José Rodrigues, com especial enfase na parte do Calimero.

Quem quer vencer, não deve arranjar de antemão desculpas! É para jogar onde e contra quem? Irrelevante! Quem chegou até aqui alguma qualidade terá.

José Correia disse...

José Rodrigues disse...
o Ajax vai bem atrás do PSV (e Twente) no campeonato holandês

Sim, e o Spartak acaba de derrotar duas vezes o Ajax, no espaço de uma semana, com um score total de 4-0.
Por isso é que usando o Ajax como padrão, eu disse que, nesta altura, PSV e Spartak seriam equipas de qualidade semelhante.

José Correia disse...

José Rodrigues disse...
O Spartak eliminou o Ajax facilmente (embora com sorte no jogo de Amesterdão), mas constato q na eliminatória anterior já teve algumas dificuldades com o "poderoso" Basileia

Dificuldades? Essa é boa.
O Spartak foi a Basileia vencer por 3-2 e uma semana depois, com a eliminatória no papo, controlou o jogo e empatou por 1-1.

Quem teve dificuldades, e muitas, foi o PSV para eliminar o Rangers, esse "colosso" do futebol europeu, conforme tive oportunidade de ver nos dois jogos que os protestantes de Glasgow fizeram com o Sporting.

José Correia disse...

José Rodrigues disse...
Quanto a temperaturas & tal

Em meados de Abril a temperatura em Moscovo não será um obstáculo? Espero que sim, que não seja.

Mas o que eu escrevi foi muito claro e não te vi a ti, nem ao Joaquim Varela, rebater com uma argumentação consistente.

A análise a um sorteio das competições europeias envolve várias componentes. A qualidade da equipa adversária é o aspecto mais relevante, mas há outros aspectos que não são desprezáveis.

Questões como a deslocação (ir a Paris ou Eindhoven não é a mesma coisa que ir a Moscovo), ou o tipo do relvado (e já nem falo na possibilidade de apoio dos emigrantes), são aspectos que não podem ser ignorados. Ora, nestes aspectos é muitíssimo mais favorável jogar em Eindhoven do que em Moscovo.

Repito, não é por acaso que, antes do sorteio, ninguém queria defrontar equipas da antiga União Soviética e as duas equipas holandesas estavam no topo das preferências dos adeptos das equipas portuguesas.

José Correia disse...

José Rodrigues disse...
para mim este artigo é uma "calimerice" pegada (à lagarto)

Fiz uma análise a este sorteio e a sorteios anteriores, apresentando os factos e argumentos que sustentam a minha opinião. Estão em cima e não vi que tivessem sido rebatidos por ti, ou pelo Joaquim Varela.
Mas pronto, à falta de melhor argumentação para rebater a opinião dos outros, pode-se sempre dizer que é uma "calimerice" pegada.

José Rodrigues disse...

Ó Zé, os contra-argumentos já foram apresentados claramente ao longo de vários comentários, tu é q pareces preferir ignorá-los. Mas pronto, vou-me repetir um bocadinho.

Continuas a insistir na "longa" deslocação, de tal forma q até fiquei a pensar q os jogadores vão a Moscovo num carro de bois ou de bicicleta... a viagem demora tanto tempo (e é mais confortável) como quando se vai por exemplo a Setúbal ou Campo Maior, mas nunca q te vi tão preocupado nessas deslocações.

O teu argumento na vertente desportiva resume-se basicamente aos jogos do Spartak contra o Ajax. É como se alguém dissesse q o D. Kiev teve a "fava" no sorteio ao calhar-lhe o Braga (já q o Braga eliminou nos 1/8s, e com justiça, um dos 3 favoritos na prova)... um absurdo.

É extremamente redutor. Se eu quisesse argumentar de forma básica tb podia dizer q uma equipa q levou 4-0 há uma semana em Rostov muito mais facilmente leva 4-0 no Dragão, mas sei ver as coisas de uma forma mais abrangente.

Ah, sim, há tb a questão do sintético e o público. Concordo q o sintético é um bocadinho chato, mas não será um problema por aí além, como já se viu por diversas vezes.

Quanto ao público desculpa lá Zé mas não sabes do q estás a falar: o Luzhniki é do mais "manso" q há, muito vazio e com as bancadas muito longe do relvado; enquanto o PSV vai ter o estádio cheio de fanáticos da casa em "cima" do relvado, e não disponibilizando mais do que uns 2mil bilhetes para adeptos do slb (directa ou indirectamente).

Para concluir, volto a repetir: o factor mais importante de longe é a valia desportiva do adversário. Sobre isso qualquer pessoa minimamente objectiva nunca poderá dizer q o Spartak é claramente mais forte q o PSV. O resto são detalhes, os quais desmontei um por um (com a excepção do sintético, q é pouco mais q um pormenor como se viu nas 3deslocações anteriores do FCP ao CSKA).

Um abraço

José Rodrigues disse...

Ainda sobre o apoio de emigrantes, deixo aqui uma comparação perfeita: isso vai dar tanto jeito ao slb em Eindhoven como lhe dá jeito ter muitos adeptos no grande Porto quando vai ao Dragão: i.e. quase nada. Se os emigrantes lamps pensam q não vão ter dificuldade em arranjar bilhetes, vão deparar-se com uma amarga surpresa. O PSV não é o PSG.

José Correia disse...

«Acossado pelos sucessos internacionais de CSKA e Zenit, o Spartak também quer reconhecimento a nível europeu e estabeleceu a conquista da Liga Europa como prioridade. Prova disso, foi a poupança de seis titulares na primeira jornada da liga a pensar no Ajax. Perdeu com o Rostov mas... trucidou os holandeses e qualificou-se.»
in ojogo.pt

José Correia disse...

«só uma grande surpresa evitará que FC Porto e Besiktas sigam em frente na competição. Os outros membros do grupo, CSKA Sófia e Rapid Viena, estão muitas milhas atrás no que toca à qualidade do futebol. Bom, na verdade também estão a muitas horas de viagem, tal como o Besiktas. Esse será mesmo o principal problema para os dragões, como reconheceu Fernando Gomes [director de relações externas do clube]: "Sei, por experiência própria, que as viagens longas são cansativas para os jogadores."
in Jornal i, após o sorteio da fase de grupos da Liga Europa

Paulo Vanzeler Monteiro disse...

Mas de Moscovo ao Porto a distância não é a mesma que de Porto a Moscovo?...

José Correia disse...

É um facto que a distância do Porto a Moscovo é a mesma da distância de Moscovo ao Porto, o que significa que o eventual desgaste da deslocação é idêntico para os jogadores do FC Porto e do Spartak Moscovo.
Mas a distância do Porto a Moscovo não é igual à distância entre Lisboa e Paris ou Lisboa e Eindhoven.
Este aspecto é irrelevante?
Talvez, mas não fui eu que disse “Sei, por experiência própria, que as viagens longas são cansativas para os jogadores”.

José Rodrigues disse...

"Mas a distância do Porto a Moscovo não é igual à distância entre Lisboa e Paris ou Lisboa e Eindhoven."

Zé, parece q não percebeste o ponto (spot on) do P. Monteiro.

É totalmente irrelevante, para todos os efeitos desta discussão de "favas", se a viagem do FCP é mais ou menos cansativa do q a do slb. Zero. Nicles.

É q mesmo q a viagem do slb a Eindhoven seja menos cansativa do q a do FCP a Moscovo, a verdade é q TAMBÉM para o PSV é menos cansativo ir a Lisboa do q para o Spartak ir ao Porto. Ou não?

Isto é tão certo como 1+1 = 2.

A única - única - relevância dessa discussão das viagens não tem NADA a ver com a Liga Europa, mas sim com o potencial impacto no jogo seguinte do campeonato de FCP e slb, poucos dias depois. Mais nada.

E diga-se de passagem q mesmo nesse ponto (irrelevante para esta discussão) não vejo motivos para preocupação, já q o campeonato está decidido.

José Rodrigues disse...

Já agora, diga-se de passagem q a haver deslocações a merecer preocupação não falas daquela q é mais relevante: a deslocação ao Algarve para o jogo com o Portimonense uns dias antes de irmos a Moscovo.

Não me preocupa muito porque se for preciso jogamos com a equipa B contra o Portimonense, e porque - joguemos longe ou perto - o dia seguinte ao jogo é de descanso de qq maneira.

Mas esta sim, é uma deslocação algo inconveniente e a merecer alguma atenção (já agora, uma viagem em autocarro ao Algarve demora tanto tempo como uma viagem a Moscovo; digo isto sem saber no entanto se voamos para Faro ou vamos de autocarro. O pessoal tem q começar a perceber de uma vez por todas q para todos os efeitos práticos as deslocações devem ser medidas em horas, não em kms).