sexta-feira, 15 de abril de 2011

Balanço dos quartos-de-final


Conforme era previsível, as duas melhores equipas holandesas da actualidade - Twente e PSV - foram eliminadas, tendo obtido zero vitórias, um empate, três derrotas e um parcial de 5-14 em golos!
Não fiquei nada surpreendido com este desfecho, que já tinha antevisto aquando do sorteio.
E se a estes resultados juntarmos o resultado da eliminatória entre o FC Porto e o Spartak Moscovo (10-3!), levando em conta que na eliminatória anterior o mesmo Spartak tinha despachado o Ajax com duas vitórias e 4-0 em golos, ficamos com uma ideia da valia actual do futebol holandês.

Em resumo, FC Porto, Villarreal e slb confirmaram o favoritismo que lhes era dado à partida, com a surpresa a ser protagonizada pelos "guerreiros do Minho".
Surpresa? Não sei se ainda podemos falar em surpresa, porque depois do Celtic, do Sevilha e do Liverpool, foi a vez do Dinamo Kiev cair aos pés do Braga de Domingos Paciência, o outsider desta competição.

Infografia: Record

1 comentário:

Nelson Machado ℗ disse...

E a propósito do balanço lembrei-me da antena 1, hoje às 12:30, no jornal desportivo com um trabalho espectacular de isenção, diziam a certa altura:
... lembrar que a ultima final europeia que teve uma equipa portuguesa foi em 2005 com o Sporting a perder em casa e a 1ª vez que uma final europeia teve uma equipa portuguesa foi em mil novecentos e carqueja com o ben... benfi...(não consigo dizer essa palavra, fico-me por vermelhos) os vermelhos de lisboa.
Sim, é isso mesmo, conseguiram dessa forma "xica" evitar falar das finais do FC Porto. Espectacular. Jornalismo isento de uma emissora supostamente pública.

Mas não ficaram por aqui, ainda tiveram o desplante de dizer que no caso de haver uma final portuguesa -para eles só pode ser com o benfica pois referiram uma única hipótese, vermelhos VS. FC Porto, o que significa que dão o jogo do Braga com os vermelhos como favas contadas- a UEFA pode nomear um arbitro português para esse jogo.
Vá de retro, cruzes canhoto, pu** que pariu, arre fod*-**, nem pensar. Espero que o FC Porto se oponha caso haja essa hipótese. Seria um pré-anuncio de sabotagem da verdade desportiva.