segunda-feira, 4 de abril de 2011

Da escuridão surge um campeão


A luz que se apagou inusitadamente, vergada pelo querer e saber de um clube que este País teima em ostracizar, simboliza a génese cobardola e maledicente que faz escola no centro administrativo desta latrina Ibérica. A vergonha de ser sodomizado na própria casa, sem apelo nem agravo, pese o suporte de um “lambidinho” de ocasião, não mais lhes restou outra alternativa do que botar o disjuntor abaixo, na esperança vã de que a sua prestimosa imprensa imperialista remeta para as calendas gregas esta sublime humilhação.

A questão que eles não enxergam está no facto de as últimas duas décadas estarem impregnadas de momentos como esta noite todos nós presenciamos. A vitória de hoje do FC Porto no capoeiro, e o consequente rematar do título, repõe a ordem das coisas na memória colectiva e desportiva lusitana. Quando acicatado, provocado e vilipendiado, o Dragão torna-se indomável na busca dos seus propósitos.



Nem com penalties de trazer por casa, expulsões perdoadas ou entradas a matar, fizeram demover o espírito temerário azul e branco. O domínio do jogo foi nosso enquanto aquele contorcionista do apito não reverteu tudo o que podia em favor da causa galinácea. A solidariedade portista – suportada por uma defesa forte e um Guarín arrasador - fez lei por entre todas as adversidades, anulando, simultaneamente, a frente de ataque alargada vermelha, que tentou a sua sorte em lançamentos longos para nossa retaguarda.

A penalidade de Hulk deu um cheiro de que um novo campeão poderia estar à distância de uns míseros 60 minutos. Falcao, já no 2º tempo, não carimbou a festa antecipada, contrariando aquilo que lhe costuma ser tão habitual, o natural faro pelo golo. Sofrer foi a palavra de ordem. Pelo Dragão, por um Porto campeão!

Sorrisos, abraços, lágrimas e euforia… Apaguem-se as luzes que a festa só agora está a começar!

23 comentários:

Luís disse...

Só partilhar convosco a imensa alegria de ser deste clube e não de outro: No fim do jogo fui celebrar à Av da República em Lisboa. Bandeira e cachecol nas janelas do carro deram direito a duas pedras no capot, em pleno Marquês de Pombal. Uma garrafa de cerveja lançada não sei de onde que não me acertou por centímetros na Avenida da República, e o carro de um benfiquista identificado a tentar atirar-me para fora da estrada a seguir ao túnel das Amoreiras. Nunca tal me tinha acontecido e tal só podia vir de um Benfica que cada vez mais sobrevive assente em organizações mafiosas. Ao que parece, Lisboa estava completamente armadilhada esta noite. Viva o Porto e a estes canalhas digo que nunca me impedirão de festejar na rua o meu clube. Um abraço, Luís Caetano

Dário disse...

Tenho 30 anos e sou algarvio... O maior orgulho que tenho é ser portista , permiti me andar nesta vida de peito inchado, aguentando o ódio e a futilidade destes frustados todos contra nós, tapados de visão, limitados na mente, estes benfiquistas que não sabem o que é futebol, que representam um povo velho, saudosistas do regime e que nos comem na carteira todos os dias . E hoje mais uma grande vitoria e quanto mais viver , mais sentirei orgulho da melhor coisa que me aconteceu na vida ... Ser portista. Obrigado FCP

David Duarte disse...

E, ja agora, o texto diz também algo com o qual estou completamente de acordo. O Falcao deixa-me derretido quando o vejo jogar. Certo, ontem falhou quando normalmente nao falha, mas é pura e simplesmente um prazer vê-lo jogar.

José Correia disse...

@David Duarte
Por melhor que possa ser a intenção, não publicamos comentários com links para blogues benfiquistas.
Mas se quiser fazer uma citação de extractos, a moderação do blogue avaliará.

Ricardo Moreira disse...

E que a Luz se apague novamente no dia 20.. EU ACREDITO

David Duarte disse...

Compreendo José Correia. Nao vou citar porque o interessante do texto é o tom utilizado e a forte ironia em relaçao a muitos benfiquistas (adeptos mas sobretudo dirigentes e equipa técnica) que viveram este ano com as emoçoes do ano passado sem perceberem que isso nao dava pontos.

Mas pronto, quem tiver curioso basta procurar um pouco pelos blogs benfiquistas (pelo prncipal) e encontrara a referência.

Mais uma vez, e como o disse ontem, parabéns!

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem foi uma noite que ficará para sempre na memória de todos os portistas. Foi um título com um sabor especial, conquistado no terreno do adversário que por artimanhas extra-campo e ratos de túneis nos roubou o título na época passada.

Ontem mais uma vez ficou provado que somos superiores, e que nem com um árbitro que fez uma arbitragem vergonhosa, perdoando expulsões ainda na primeira parte a Aimar e Airton por segundo amarelo, que marcou um penalti fantasma de Otamendi com consequente amarelo, e depois na segunda parte com expulsão do atleta. Com um árbitro que não mostra vermelho numa tentativa de agressão a pontapé de Javi Garcia a Varela e numa outra tentativa de agressão com cotovelada de Cardozo a Helton, está tudo dito.

Lamentável e vergonhosa a actuação deste benfiquista Duarte Gomes.

O que se passou no final do jogo, com o apagar das luzes e ligação do sistema de rega, foi uma provocacao intolerável aos atletas do FC Porto e seus adeptos. Foi uma falta de respeito para com os orgaos de comunicacao social. Isto é falta de fairplay que deve ser punida severamente. Os jogadores do Porto é que estavam demasiado felizes para se chatearem com os elementos desse clubezeco de acefalos!

Os nossos bravos adeptos que se deslocaram à Luz tiveram um comportamento exemplar, e mesmo sem adereços fizemos a nossa bonita festa.

Conquistamos o 25º. título, e a festa fez-se por todo o país com caravanas de carros em festejo rumo às vilas e cidades.

Última palavra para o saudoso Dr. Pôncio Monteiro, a quem este título também é dedicado.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Dragaopentacampeao disse...

Resposta contundente do FC Porto, a quem, quando a oito pontos, se dizia apenas a cinco, garantindo desde logo a vitória na Luz!

Vitória clara, justa e inequívoca, num campo inclinado pela arbitragem que tudo tentou para que o clube do regime e campeão dos túneis não saísse derrotado.

Vitória da transparência, classe e ambição versus bazófia, violência e falta de carácter de um clube de frustrados, imbecis e alienados.

Sem bandeiras, tarjas e outros adereços, os adeptos e claques portistas deram mais uma lição a essa gentalha, auto denominada de defensores da verdade desportiva.

Incapazes de nos derrotarem, sem as estratégias dos Bostas da Liga e dos túneis, não lhes restaram outras coisas senão apagar as luzes e ligar o sistema de rega!

Os cretinos que não sabem ganhar, jamais saberão perder.

VIVA O FC PORTO

um abraço

José Rodrigues disse...

A cena do apagão foi o culminar da pouca-vergonha q é esta direcção do slb.

Que não queiram q o FCP faça a sua festa em sua casa, é uma coisa; mas deixar o estádio às escuras tão cedo após o fim do jogo e quando estavam milhares e milhares de pessoas a sair, é de uma irresponsabilidade criminosa. Eu seu estivesse no estádio com crianças pensava duas vezes antes de voltar a pôr lá os pés, mesmo sendo lampião.

Mas vá lá q conseguiram com isto dar mau nome ao clube mesmo no estrangeiro, onde o apagão fez notícia de forma incrédula.

Quanto a castigos, vamos ficar sentados à espera como ao castigo do jorjesus. Ser um clube do regime tem as suas regalias...

Carrela disse...

Obrigado Porto!!!
Obrigado tb aos asnos que desligaram a Luz, não era preciso humilharem-se tanto e darem-nos tamanha satisfação!!

E AGORA QUEREMOS A TAÇA!!

Carlos Santos disse...

Quem é que o rascord quer enganar? Vejam a "imparcialidade" destes senhores. Intitulam a notícia com "Os desacatos na Luz antes do clássico" e só mostram os adeptos do FCPorto, que até estavam bem calminhos. Mas esta gente deste pasquim julga que vivemos num país sem televisão e que ninguém viu o que se passou ontem? Inqualificáveis, estes jornalistas da treta.

http://www.record.xl.pt/galerias/record_tv/interior.aspx?content_id=691295

Carlos Santos

Nightwish disse...

Hoje o André Vilas Boas tem direito a duas doses de Cerelac!!!

Apesar de muitas dúvidas minhas, há pessoas e grupos que só dão certezas com o seu brio e profissionalismo. Parabéns ao nosso clube por mais uma grande conquista... ofuscante.

tiago disse...

Há coisas na vida que quando se escolhem não são com a plena consciência da real repercussão dessa escolha. Sou portista desde que me lembro, e cada dia que passa me sinto mais orgulhoso, e me identifico mais com a postura, a atitude e as personalidades que definem e representam o nosso clube. Ontem com mais uma arbitragem vergonhosa mostrámos que nem com 15 dentro do campo nos param ... e mostraram que o mau perder não tem limites e nem sequer o risco da segurança dos próprios adeptos trava actos criminosos como o apagar da luz.

Fica com quem os pratica a mesquinhes dos actos.

Miguel Pereira disse...

Ninguém faz eco da vergonhosa postura da Liga em não entregar já o trofeu de campeão e as faixas ao contrário da pressa que tiveram no ano passado, depois de nos andarem durante anos a entregar as taças com meses de atraso?

É mais uma prova de que a postura da Liga é mais degradante que a do próprio Benfica. Enfim, old habbits die hard.

GRANDE PORTO!!!!!

nobigdeal disse...

também me deve ter escapado qualquer coisa, porque no final do jogo fiquei à espera que nos entregassem o caneco...

Barba azul disse...

Na verdade, ontem até dava mais jeito uma lamparina do que um caneco!

Nightwish disse...

Parece que mudaram o troféu para uma taça de prata e ouro, e só o entregam daqui a duas semanas.

Pedro disse...

Foi uma excelente vitória contra um adversário forte e isso só valoriza o nosso campeonato.

Não querendo parecer muito chato, mas chegou a haver quem questionásse algum valor do recém-chegado Villa-Boas por conta de um outro percalço numa época, que até à data, está quase imaculada.

O discurso humilde e de engrandecimento e protecção dos jogadores, é também sinónimo da elevação e inteligência do nosso treinador.

Parabéns ao Porto, aos jogadores, corpo directivo, corpo técnico e muito especialmente ao portista André Villas-Boas.

Pedro Carriço

Leceiro disse...

A entrega do troféu terá lugar no jogo com o zbordem, são os regulamentos que assim o obrigam.

Fred disse...

O troféu não é entregue em casa? Acho que só o entregam no próximo jogo do Porto em casa.

Nelson Machado ℗ disse...

SLB =Sem Luz e Banho... para os campeões.
Mais nada.

Daniel Gonçalves disse...

GRANDE VITÓRIA, e apesar da arbitragem tendenciosa contra a nossa equipa, mostramos dentro de campo que somos melhores.
De uma baixeza de nível, e uma atitude reles a de apagar a luz, demonstrando bem a falta de carácter da actual direcção benfiquista. Cada vez mais os benfiquistas, em consonância com a actual direcção do SLB, se vão tornando fundamentalistas, os benfiquistas lúcidos estão a tornar-se uma minoria.

CAMPEÕES, CAMPEÕES.

Jorge Mota disse...

Obrigado aos slms por fazerem da sua humilhaçao algo ainda mais HUMILHANTE!!!!

VAO TER MELAO PO ANO INTEIRO!!!!!!!

PORTO PORTO PORTO!!!!!!!!!!!!