sexta-feira, 29 de abril de 2011

FC Porto x Villarreal visto de Espanha



«El 5-1 final deja al Villarreal muy tocado, con muy pocas opciones para el partido de vuelta, que jugará en casa, víctima de un equipo que exhibió todo el poderío ofensivo que le ha llevado a lograr una temporada prácticamente impoluta en Portugal»
Sport

«El segundo tanto del Oporto dejó absolutamente grogui al Villarreal»
Mundo deportivo

«aunque el 5-1 final sepulte cualquier otra consideración, lo cierto es que el Submarino tuvo llegadas para hacer más goles pero pagó muy caro el contar con una defensa endeble, con tres canteranos, demasiado para soportar la avalancha que se les vino encima cuando el Oporto olió sangre y fue a devorar a su pieza»
As

«la diferencia física de ambos equipos fue tan abismal como el resultado»
Marca

2 comentários:

Miguel Pereira disse...

Vivo em Espanha há alguns anos e já vivi vários rostos da imprensa espanhola face ao FC Porto.

Nas eliminatórias com o Atlético de Madrid eramos uma equipa acessivel, de meio da tabela em Espanha. Com o Sevilla havia certa fanfarronice e um pouco de orgulho ferido pelo Braga (a quem o Sevilla ia meter 10). Com o Villareal o respeito foi absoluto. Já no relato do jogo com o Twente, a maior parte do tempo foi passada a elogiar o Villas-Boas, Hulk, Falcao e companhia. Na prévia do encontro mais do mesmo, com esse optimismo tipico espanhol, e durante o jogo o respeito tornou-se em admiração.

Poucas vezes vi um relato numa televisao espanhola, que veste sempre a camisola e fala em nós como se fosse a sua selecção (com todos) tanta admiração por uma equipa estrangeira. Não barafustaram o penalty, não começaram no tipico jogo do "e se metia aquela era o 2-0", não arranjaram desculpas. Para eles o FC Porto era uma equipa de outro nivel e até arriscaram dizer, no fim do jogo, que podia perfeitamente lutar para ganhar...a Champions League.

A partir do minuto 80 pediam já o fim do jogo não fosse o FCP meter mais uns quantos.

No melhor pano cai sempre a nódoa. O senhor Morientes passou o jogo no plano oposto, a minorar o público (que os jornalistas elogiaram vezes sem conta), o Villas-Boas e os jogadores. Ao minuto 78 o jornalista que relatava virou-se para ele e disse-lhe "Ouve lá ó Fernando, tu não perdeste uma final da Champions League com o "Oporto"?"...acho que foi a última vez que o ouvi até ao fim do jogo!

um abraço

Fernando Luís Santos disse...

Em compensação os ingleses do channel5 elogiaram a 2.ª parte do Porto como ninguém, quando ao intervalo diziam que se tinha visto muito pouco da all star team (até aqui nos elogiam).
Por fim o poker de Falcao foi elogiado e avisaram o Benfica (caso passe) que será uma final complicada pois estes também já tinham levado 5 para o campeonato.