terça-feira, 19 de abril de 2011

Uma vítima dos twitter's?

Sábado - 13h00
INDO ALMOÇAR COM MINHA ESPOSA , AMANHA FC PORTO X SPORTING VOU ENTRAR JOGANDO AMANHA ASSISTAM !!!
depois de várias respostas de agradecimento, pelos incentivos recebidos, escreve:

Sábado - 21h32
VENDO JOGO DO REAL X BARÇA NO SOFA DE CASA COMENDO SOPA RS , AMANHA TEM PORTO X SPORTING CLASSICO PORTUGUES VOU JOGAR
o homem estava tão contente que até divulgou um concurso:
FAREI O SORTEIO DE UMA CAMISA DO PORTO AUTOGRAFADA , ESPALHEM POIS SERA DAQUI A 1 SEMANA .. FAREI UMA PERGUNTA FACIL RS SOBRE MIM...
O Jogo hoje diz que no Domingo escreveu no Facebook:

Não confia em mim, me libera

Mensagem que terá apagado pouco tempo depois.

E ao final do dia, o Souza - que é a figura central desta história, ficou pelo banco de suplentes.


Este é só mais um caso de má utilização das redes sociais, e se eu tinha algumas reticências na imposição de regras, como as que já foram anunciadas para o próximo ano, começo a dar-lhes alguma razão de ser.

Sempre acreditei na auto-regulação, as pessoas devem ser minimamente inteligentes para saberem defender-se, e só divulgarem e/ou falarem sobre aquilo que as não compromete e que não implica estratégias de equipa - quer seja numa empresa, quer seja numa equipa de futebol, quer seja em termos individuais. Melhor que isto, só mesmo o pessoal que divulga que a casa vai ficar vazia durante x dias.

Não sei se neste caso, lhe foi mesmo dito que ia jogar ou se ele entendeu mal, e percebo que ele tenha ficado feliz mas era escusado andar a divulgar isso aos sete ventos, e ao preservar-se só se estava a proteger a si próprio e à equipa. Por algum motivo é que a constituição da mesma não é divulgada pelo treinador 24 horas antes.

Não sei se o AVB o ia meter ou não, e se não o meteu por "castigo", mas se o fez percebo perfeitamente o porquê.

6 comentários:

The Blue Factory of Dreams disse...

- Não é o primeiro, mas espero que seja o último, isto não é insatisfação. Isto é burrice e estupidez ao quilo.

- O Falcao trouxe a moda, que eu até apoiei, pois bem utilizada até pode ser bem frutífera para o clube e jogadores.

- Mas depois foram tantos casos,de jogadores diferentes, a cometer erros idênticos uns a seguir aos outros.

- Saíram avisos, puxões de orelhas, recomendações. E continua o festival.

- Infelizmente muito jogador da bola continua a não passar de uma criança grande, sem grande educação, que se vê passar num instante de uma favela para um condomínio de luxo no outro lado do atlântico.

- O Souza não sei bem o que anda a fazer no plantel. Muito menos sei porque raio foi-lhe dado preferência em relação ao nosso Castro no plantel.
Com tudo isto duvido que por cá ande muito mais tempo.


Não deixem de ler e comentar o artigo Futre, Besiktas, FC Porto - Money, money, it´s all about the money

http://thebluefactoryofdreams.blogspot.com/2011/04/futre-besiktas-fc-porto-money-money-its.html

grande abraço!

Jorge disse...

Blue:

O Castro esta a jogar e o Souza nao, o Souza precisa (claramente) de se adaptar ao futebol europeu e principalmente ao FCPorto enquanto o Castro precisa de continuar a jogar.

The Blue Factory of Dreams disse...

Jorge,

enquanto estavam Castro e Souza no plantel até Dezembro, o Souza teve umas 3,4,5 vezes mais tempo de jogo do que o Castro.

O Castro podia adicionar algo a este plantel, o Souza não.

Precisa de se adaptar, é para isso que servem os empréstimos, o Castro não precisa de se adaptar e já rodou que chegue.


E o tempo de jogo que foi dado ao Souza e os jogos em que entretanto podiam criar um lugar para Castro, seriam mais do que sificientes para Castro ter suficiente tempo de jogo.

Castro tem a mística, sente a camisola, é um produto da raça FC Porto. Tem valor e já o demonstrou.

o tempo dirá o que terá sido mais ou menos errado.

Jorge Mota disse...

o Sr Souza q va mas e menos po putedo..ele e o Walter

ha gajos q deviam ser açaimados para n irem pa CS e redes sociais dizer cagada

processo disciplinar salario down a ver se aprendem

o Castro po ano vem mais player.ja ganhou em madrid e tudo


AMO TE PORTO

filo disse...

Também concordo que muitas vezes o tempo de jogo dado a potenciais estrelas estrangeiras é usualmente e inexplicavelmente superior aos jogadores da formação.

Julgo que o Castro já apresentava argumentos que justificavam uma maior utilização e sim, vejo nele um jogador que "sente" realmente a camisola do FCP. Apesar da equipa estar a jogar bem a encher-nos de orgulho, era ainda melhor de ver o banco e porque não a equipa titular com mais elementos oriundos da formação portista. As razões a favor deste assunto já aqui foram amplamente discutidas (custo, salário, numa futura transferência não são extra-comunitários, etc...) pelo que com o final do prazo do projecto Visão 611, se torna urgente pedir responsabilidades a quem de direito (neste caso parece-me que a Luís Castro e claro, à equipa técnica principal).

Bem hajam.

Pedro Reis disse...

Eu entro o Castro e o Souza, escolho o Souza, isso da mística, de sentir a camisola, da formação é um bocado música...
O Souza é um jogador muito evoluído, embora não esteja a ter uma adaptação ao nível do que esperaríamos, mas muito por culpa das excelentes alternativas de que dispomos. Não me parece de todo que o Castro seja superior, o que não quer dizer que não seja um bom jogador, mas o FCP não é o Olhanense nem o Sp.Gijon...

P.S. Lembram-se do que disseram da "troca" do Paulo Machado pelo Guarín? Hoje se pudessem trocavam um pelo outro? Ah pois é...